Profetas do nosso tempo b ernardo cansi

2.467 visualizações

Publicada em

tema apresentado por Liana Plentz no Encontro Regional da AB-C Sul 3 da CNBB em abril de 2013, em Porto Alegre.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.467
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
87
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Profetas do nosso tempo b ernardo cansi

  1. 1. BERNARDO CANSI
  2. 2. OS COMPROMETIDOS COM AINICÍAÇÃO CRISTÃEra um entusiasmadoanimador de uma Igrejavoltada para os pequenosapaixonado pela catequeseAmem, amem, amem a Bíblia!Pediu para ser enterrado com aBíblia sobre o estômago e odocumento Catequese Renovadasobre o coração.
  3. 3. NÓS, OS COMPROMETIDOSCOM A INICÍAÇÃO CRISTÃOfereceu a Deus todo osofrimento do câncer que omatou como uma prece peloscatequistas do Brasil que eletanto amou.Grande intimidade com Deus:Bernardo via a presença de Deusem tudo que o cercava.Assim, usava símbolosinesperados na liturgia porquetudo lhe falava de Deus
  4. 4. NÓS, OS COMPROMETIDOSCOM A INICÍAÇÃO CRISTÃEntusiasmo incontrolável:Comunicava suas emoções,seus afetos,sempre de um modoexuberante,alegre, contagiante.Alegria ao mesmo tempo santa e informal: suarisada nos animava, nos comunicava umaatitude permanente de ação de graças pelavida, pelas pessoas, pela oportunidade de podertrabalhar no projeto do Reino.
  5. 5. NÓS, OS COMPROMETIDOSCOM A INICÍAÇÃO CRISTÃAtenção às pessoas:Não olhava ninguém comformal indiferença; puxavaconversa com quem oatendia,interessava-se de fato peloque o outro dizia.
  6. 6. Amor aos pobres, com respeitopelo que aprendia com eles: suaapreciação dos pobres não tinhaaspecto de socorro caritativo, erauma admiração profunda pelovalor que descobria neles.Duas coisas conseguiam deixá-lo zangado:qualquer desrespeito feito aos pobres e umaIgreja distante do povo, com jogo depoder, linguagem inacessível, frieza nascelebrações ou insensibilidade diante dasnecessidades das pessoas.NÓS, OS COMPROMETIDOSCOM A INICÍAÇÃO CRISTÃ
  7. 7. Vida vivida em clima decelebração:Bernardo não faziacelebrações, ele era celebrativopor inteiro em todos osmomentos.A riqueza de gestos não aconteciasó diante dos altares.Bernardo celebrava as relaçõeshumanas com um enorme econstante conjunto de pequenasatenções, gestos, mensagens, palavras carregadas de sensibilidade.NÓS, OS COMPROMETIDOSCOM A INICÍAÇÃO CRISTÃ
  8. 8. potente voz profética, garantidapor uma vida de santidadeindiscutível.Como catequista, que semprefez questão de ser, ele nosdeixa uma mensagem quepode ser resumida assim:ENSINAMOS MAISPOR AQUILO QUESOMOS E VIVEMOSDO QUE PORDISCURSOSDIDÁTICOSIMPESSOAIS.NÓS, OS COMPROMETIDOSCOM A INICÍAÇÃO CRISTÃ
  9. 9. Diante deste testemunho,podemos nos perguntar:- Somos profetas só pelas palavras outambém pelo nosso jeito de ser ?- Educamos para a alegria e a esperançaque fortalecem os operários do Reino?

×