Apresentação inicial do ano da fé

4.281 visualizações

Publicada em

APRESENTAÇÃO INICIAL DA PROPOSTA DO ANO DA FÉ 2012 - 2013 PARA A INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ
COMISSÃO DE INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ PARA CRIANÇAS - CIAVIC
VICARIATO DE PORTO ALEGRE

1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.281
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
41
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
101
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação inicial do ano da fé

  1. 1. Existe uma ligação profunda entre a fé vivida eos seus conteúdos: a fé das testemunhas e dosconfessores é também a fé dos apóstolos e dosdoutores da Igreja.
  2. 2. “O Ano da Fé quer contribuir para uma conversãorenovada ao Senhor Jesus e à redescoberta da fé…” A “Congregação da Fé” destaca que hoje é necessário um empenho maior a favor duma Nova Evangelização (“novo ardor, novos métodos e novaexpressão”), para crer, reencontrar e comunicar a fé.
  3. 3. “Cada fiel deve viver, portanto, o Ano da Fé como uma oportunidade de renovação da graça para poderproclamar com alegria que, em Jesus Cristo, toda e qualquer pessoa humana encontra a sua dignidade, a sua verdadeira liberdade”
  4. 4. O Ano da Fé deseja favorecer tanto o encontro com Cristo por meio de autênticas testemunhas da fé, quanto o conhecimento sempre maior dos seus conteúdos.
  5. 5. Aceitemos o convite do Santo Padre a viver em plenitude este Ano como um especial "tempo de graça".A redescoberta alegre da fé poderá contribuir também a consolidar a unidade e a comunhão entre as diversas realidades que compõem a grande família da Igreja.
  6. 6. Necessitamos de uma Igreja que reza para dar vitalidade a sua fé. Oração pessoal, comunitária elitúrgica, sabendo que tudo isto expressa sintonia comos compromissos do batismo, no caminho de salvação.
  7. 7. O Papa “Que o Ano da Fé seja umanos convida: ocasião para intensificar o testemunho da caridade”, porque a fé sem caridade não dá fruto, e a caridade sem a fé seria um sentimento sujeito a dúvidas.
  8. 8. Fé e caridade são fontes de testemunho de vida cristã, capaz de atrair outros a entrar pela porta da fé. Só na caridadeque a nossa fé se torna testemunho que anuncia a salvação e atrai as pessoas para a vida cristã.
  9. 9. Estando conscientes, devemos ir ao encontro daqueles que ainda não fizeram a experiênciade crer. A “Nova Evangelização” exige que, nesteano, seja reavivado o nosso zelo apostólico, queé sempre a alegria de partilhar a esperança com quem ainda não percebe os mistérios de Deus.
  10. 10. O início do Ano da Fé coincide com a grata recordaçãode dois grandes eventos que marcaram a face da Igrejanos nossos dias: o quinquagésimo aniversário daabertura do Concílio Vaticano II, desejado pelo beatoJoão XXIII (11 de outubro de 1962), e o vigésimo aniversário da promulgação do Catecismo da Igreja Católica, oferecido à Igreja pelo beato João Paulo II (11 de outubro de 1992).
  11. 11. AVALIANDO O ANO DE 2012 PARA PLANEJAR 2013GRUPOS POR ÁREA PASTORAL
  12. 12. B - O B J E T I VO S A A LC A N Ç A R C – FORMAÇÃO DOS CATEQUISTAS 1 - CURSO DE INICIAÇÃO À VIDA 1. O QUE DEVE MELHORAR? CRISTÃ: O Q U E A I N DA N Ã O a - COMO AS SUAS CATEQUISTAS C O N S E G U I M O S M U DA R ? ESTÃO VENDO O CURSO; O QUE FALAM DO CURSO? 2 . O Q U E E S T Á FA LT A N D O PA R A Q U E A N O S S A b - REALIDADES DAS COMUNIDADES. C AT E Q U E S E S E J A M A I S c - PREVISÃO DE CANDIDATOS. M I S TA G Ó G I C A :CRISTOCÊNTRICA, LITÚRGIC 2 - APROFUNDAMENTO:A, BÍBLICA, EXPERIENCIAL, F OFICINAS??? COMO???? O R M A D O R A D E D I S C Í P U LO S 3 - RETIROS MISSIONÁRIOS? D - SUGESTÕES 3 . Q UA I S S E R I A M O SOBJETIVOS MAIS URGENTES? – D O Q U E E S TA M O S S E N T I N D O FA LT A ?

×