Regional NE III (Sergipe / Bahia) 
Arquidiocese de Aracaju 
Dimensão Bíblico-Catequética
“Os jovens não somente sejam 
amados, mas sintam que são amados” 
(Dom Bosco)
O Documento de Aparecida recorda “que o 
caminho de formação do cristão, na tradição mais 
antiga da Igreja, ‘teve sempre ...
Segundo o Documento de Aparecida o discípulo missionário 
tem como características: 
• Ter como centro a Pessoa de Jesus C...
1998 
Início do 
Projeto 
Escolha do 
Nome 
Escolha da 
Logomarca 
Hino 
1999 
Acontece 
o 1º Alerta 
Nossa história
A dimensão espiritual do ALERTA
Mística 
Ajude o Reino de Deus 
nascer e crescer no 
coração de um jovem 
Mt 6, 33
Espiritualidade 
EUCARÍSTICA 
1 Cor 11, 23-26
Propósitos 
• Leitura e reflexão diária da Palavra de 
Deus 
• Participação semanal na Missa 
(essencialmente aos Domingos...
Equipe Paz e Bem 
Mt 13, 33 
Articulação, preparação e 
condução do Alerta 
Formação 
Liturgia 
Eventos 
Secretaria 
Finan...
Características fundamentais do Alerta 
• Inspiração franciscana 
• Criatividade 
• Dinamismo 
• Misto 
• Avaliação/reform...
O Alerta à serviço da Iniciação à Vida Cristã 
Não se pode crescer na fé se, antes, não se 
nasceu para ela. O Alerta cond...
As fases do Alerta 
• Fase 1 – Pré-Alerta 
• Fase 2 – Alerta 
• Fase 3 – Pós-Alerta
Fase 1 (duração seis meses) 
Pré – Alerta 
• Escolha da equipe São Francisco (Santa Teresa 
d´Ávila) – (coordenadores) 
• ...
Itinerário formativo das equipes 
São Paulo e São Francisco (Santa Teresa) 
Ser 
Fazer Saber 
Conviver*
Encontros sistemáticos: 
• Estudo (palestras do encontro e temas diversos) 
• Lectio divina 
• Adoração ao Santíssimo Sacr...
Formações 
2010 – Estudo sobre 
Iniciação à Vida Cristã 
(Estudo 97-CNBB)
Formações / Convivências
Formações / Convivências
Equipes complementares 
• Santa Cecília 
• São Lucas 
• Moisés 
• São Benedito 
• Irmã Dulce 
• Santa Marta 
• São Mateus ...
ECIC 
Encontro de Catequese de Iniciação à Vida Cristã
Encontro que proporciona ao catequista e 
demais participantes, condições de, não 
só adquirir conteúdo teórico sobre o 
p...
Itinerário formativo através de uma 
metodologia...
Realizado anualmente em nível 
arquidiocesano 
Duração de um final de semana 
80 participantes 
Inserido no processo de fo...
METODOLOGIA 
ITINERÁRIO CATECUMENAL 
Sexta-feira (noite) 
Primeiro Tempo - Querigma 
• Jantar festivo de acolhida; 
• Chá ...
Jantar Festivo
Chá catecumenal
Sábado (percurso do dia) 
Primeira etapa 
Rito de Acolhida 
Primeiro Tempo 
(Catequese/Catecumenato) 
Temas: 
Catecumenato...
Primeira Etapa 
Rito de Acolhida 
Assinalação da fronte e dos sentidos
Entrega da Cruz
Entrega da Palavra
Catequese
Lectio divina
Sábado (final da tarde) 
Segunda Etapa 
Rito de Eleição
Sábado (noite) 
Terceiro Tempo – Iluminação/Purificação 
• CelebraJesus e a Samaritana (Jo 4, 1-26)
Domingo 
Terceira etapa 
Celebração Eucarística 
Quarto Tempo 
(Mistagogia) 
Tema: 
Mistagogia 
Oficinas: construção dos i...
Domingo 
Terceira Etapa 
Celebração da Eucaristia
Quarto Tempo - Mistagogia 
Oficinas (construção de itinerários) / celebração de envio
Frutos 
• Introdução das celebrações, próprias e 
inspiradas, do catecumenato no processo 
catequético; 
• Consciência da ...
Frutos 
• Consciência da unidade entre os três 
sacramentos; 
• Integração das três dimensões da catequese, 
através da fo...
Desafios 
• Mudança de paradigma na comunidade 
eclesial. 
• Adesão de catequistas, presbíteros e 
pastorais ao processo; ...
Voltando ao ALERTA
Fase 2 (três dias) 
O Alerta 
(Querigma) 
60 participantes 
• Crismandos 
• Jovens da comunidade 
• Adultos * 
1999 – 2014...
Dinâmica do encontro 
Tema geral 
Núcleos 
• Irmão Fogo – vermelho 
• Irmã Água – azul 
• Irmã Terra – verde 
• Irmão Sol ...
Palestras 
• O homem no projeto da salvação 
• Um Homem chamado Jesus 
• O Reino de Deus 
• Igreja: Sacramento de Cristo 
...
O Encontro 
Sexta – feira 
• Celebração de Acolhida 
• Vivência em grupo – Sou Alerta 
• Celebração da luz – entrega da lu...
Sexta – feira 
Celebração de acolhida
Sábado 
• Lectio divina – entrega das sementes 
• Palestras 
• Vivências em grupo 
• Apresentações teatrais 
• Celebração ...
Sábado 
Oração da manhã - Lectio divina
Oração da manhã – deserto
Oração da manhã – entrega das 
sementes
Palestras 
Pe. Anderson Pina Pe. José Soares
Partilhas nos núcleos / Teatro
Jo 19, 26-27 
Catequese Mariana
Domingo 
• Rito da unção 
• Palestras 
• Vivências em grupo 
• Testemunhos 
• Momento família 
• Celebração Eucarística na...
Oração da manhã 
Rito da unção 
Domingo
Palestra e animação 
Pe. Anderlan Fernandes
Testemunhos
Missa de encerramento 
Entrega dos Taus
O Abraço
Fase 3 (seis meses) 
Pós-Alerta 
A fase pós-Alerta tem como objetivo primordial 
a inserção dos jovens nos grupos e 
movim...
Re-Alerta: 
• Encontros mensais (estudo e aprofundamento) 
• Missa com a juventude 
• Adoração mensal 
• Lectio divina 
• ...
Missão Jovem / Re-Alerta
Convivências
Frutos 
Os frutos já se percebem no decorrer do encontro e se 
concretizam na continuidade do processo de 
acompanhamento:...
Frutos... 
• Grupo de Jovens Poverelo 
• Grupo de Lectio Divina “Palavra da Vida 
• Grupo de Teatro “Servos do Senhor” 
• ...
Frutos... 
O Alerta desperta e forma lideranças na comunidade: 
• Grupo Poverelo; 
• Grupo de Lectio Divina “Palavra da Vi...
Frutos... 
• 04 Presbíteros 
• Seminaristas e Vocacionados 
Catequese de Iniciação a Vida Cristã: 
• 15 catequistas de Cri...
Frutos... 
Inseridos em outras atividades pastorais: 
• Pastoral do Acolhimento 
• Ministros Extraordinários da Comunhão E...
Ações sócio-transformadoras 
Dia das crianças 
Assistência à comunidade carente
Ações sócio-transformadoras 
Caminhada ecológica 
Tarde de lazer com idosos da 
Casa Lar SAME
Para que os frutos não se percam... 
Equipe Paz e Bem 
Equipe Sagrada Família 
Missão de acompanhar o crescimento dos 
ale...
Considerações finais 
Mistério 
Protagonismo juvenil 
Empoderamento
Desafios 
• Alerta com as famílias 
• Interação de outras pastorais 
paroquiais com o Alerta 
• Acompanhamento às famílias
Alerta - Iniciação à Vida Cristã com adolescentes e jovens nordeste 3 - Aracaju
Alerta - Iniciação à Vida Cristã com adolescentes e jovens nordeste 3 - Aracaju
Alerta - Iniciação à Vida Cristã com adolescentes e jovens nordeste 3 - Aracaju
Alerta - Iniciação à Vida Cristã com adolescentes e jovens nordeste 3 - Aracaju
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Alerta - Iniciação à Vida Cristã com adolescentes e jovens nordeste 3 - Aracaju

844 visualizações

Publicada em

Experiência do Nordeste 3 - Aracaju - assessoria de Maria do Carmo, no SEMINÁRIO NACIONAL DE INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ, em São Caetano, São Paulo, em 7-11-14, sobre a Iniciação com adolescentes e jovens.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
844
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Cerimônia do anel
  • Foto nesse slide
  • Rever
  • Inserir outra foto de núcleo
  • Rever palestras
  • Alerta - Iniciação à Vida Cristã com adolescentes e jovens nordeste 3 - Aracaju

    1. 1. Regional NE III (Sergipe / Bahia) Arquidiocese de Aracaju Dimensão Bíblico-Catequética
    2. 2. “Os jovens não somente sejam amados, mas sintam que são amados” (Dom Bosco)
    3. 3. O Documento de Aparecida recorda “que o caminho de formação do cristão, na tradição mais antiga da Igreja, ‘teve sempre caráter de EXPERIÊNCIA na qual era determinante o encontro vivo e persuasivo com Cristo, anunciado por autênticas testemunhas’.” (conf. SC 64, DAp 290) “A iniciação cristã, que inclui o querigma, é a maneira prática de colocar alguém em contato com Jesus Cristo e iniciá-lo no discipulado.” (DAp 288)
    4. 4. Segundo o Documento de Aparecida o discípulo missionário tem como características: • Ter como centro a Pessoa de Jesus Cristo • Espírito de oração • Amante da Palavra • Pratique a confissão • Participe da Eucaristia • Inserido na comunidade eclesial • Vivencie e pratique a caridade (DAp 292) O Alerta, como serviço à Igreja, se coloca à disposição pastoral da comunidade eclesial na evangelização da juventude, para a formação do discípulo missionário. Tem como principal foco os jovens que estão vivenciando ou irão vivenciar o itinerário da Iniciação à Vida Cristã na catequese de Crisma.
    5. 5. 1998 Início do Projeto Escolha do Nome Escolha da Logomarca Hino 1999 Acontece o 1º Alerta Nossa história
    6. 6. A dimensão espiritual do ALERTA
    7. 7. Mística Ajude o Reino de Deus nascer e crescer no coração de um jovem Mt 6, 33
    8. 8. Espiritualidade EUCARÍSTICA 1 Cor 11, 23-26
    9. 9. Propósitos • Leitura e reflexão diária da Palavra de Deus • Participação semanal na Missa (essencialmente aos Domingos) • Sacramento da Reconciliação • Adoração semanal ao Santíssimo Sacramento
    10. 10. Equipe Paz e Bem Mt 13, 33 Articulação, preparação e condução do Alerta Formação Liturgia Eventos Secretaria Finanças Espiritualidade do silêncio
    11. 11. Características fundamentais do Alerta • Inspiração franciscana • Criatividade • Dinamismo • Misto • Avaliação/reformulação periódicas sem perder o núcleo central e original • Protagonismo juvenil
    12. 12. O Alerta à serviço da Iniciação à Vida Cristã Não se pode crescer na fé se, antes, não se nasceu para ela. O Alerta conduz a este fim proporcionando aos jovens um encontro pessoal com o Cristo Jesus. A proposta de evangelização através do Alerta acontece em três momentos sucessivos que são complementares e interdependentes.
    13. 13. As fases do Alerta • Fase 1 – Pré-Alerta • Fase 2 – Alerta • Fase 3 – Pós-Alerta
    14. 14. Fase 1 (duração seis meses) Pré – Alerta • Escolha da equipe São Francisco (Santa Teresa d´Ávila) – (coordenadores) • Escolha da equipe São Paulo (animadores dos núcleos) 12 jovens (Mc 3, 13-19) Critérios para esta equipe: • Vida sacramental • Alertados • Inserção na comunidade eclesial • Frequência às reuniões e demais atividades do Alerta
    15. 15. Itinerário formativo das equipes São Paulo e São Francisco (Santa Teresa) Ser Fazer Saber Conviver*
    16. 16. Encontros sistemáticos: • Estudo (palestras do encontro e temas diversos) • Lectio divina • Adoração ao Santíssimo Sacramento • Convivências • Celebrações – entregas • Preparação das peças teatrais e confecção dos materiais • Planejamento do pós-Alerta • ECIC – Encontro de Catequese de Iniciação Cristã Vivência dos propósitos
    17. 17. Formações 2010 – Estudo sobre Iniciação à Vida Cristã (Estudo 97-CNBB)
    18. 18. Formações / Convivências
    19. 19. Formações / Convivências
    20. 20. Equipes complementares • Santa Cecília • São Lucas • Moisés • São Benedito • Irmã Dulce • Santa Marta • São Mateus • São Pedro • Dom Hélder Câmara • Santa Maria • São João Paulo II • Equipe Sagrada Família Convocação e formação 3 encontros preparatórios: Chamado, Testemunho, Serviço Adoração e Missa de Envio
    21. 21. ECIC Encontro de Catequese de Iniciação à Vida Cristã
    22. 22. Encontro que proporciona ao catequista e demais participantes, condições de, não só adquirir conteúdo teórico sobre o processo de Iniciação à Vida Cristã, mas vivenciá-lo, passando ele mesmo por todo o itinerário passo a passo Início em 2008, como uma proposta de formação iniciática para catequistas das três dimensões da catequese da Arquidiocese de Aracaju
    23. 23. Itinerário formativo através de uma metodologia...
    24. 24. Realizado anualmente em nível arquidiocesano Duração de um final de semana 80 participantes Inserido no processo de formação das equipes São Francisco e São Paulo
    25. 25. METODOLOGIA ITINERÁRIO CATECUMENAL Sexta-feira (noite) Primeiro Tempo - Querigma • Jantar festivo de acolhida; • Chá catecumenal • Partilhas/reflexões sobre a Pessoa de Jesus Cristo
    26. 26. Jantar Festivo
    27. 27. Chá catecumenal
    28. 28. Sábado (percurso do dia) Primeira etapa Rito de Acolhida Primeiro Tempo (Catequese/Catecumenato) Temas: Catecumenato: origem, importância e resgate Palavra de Deus: Fonte da Catequese Processo catecumenal passo a passo Liturgia e Catequese Lectio divina Ritos/celebrações: Exorcismos e Bençãos Unção com óleo Entrega do Símbolo Entrega do Pai Nosso Segunda etapa Rito de Eleição
    29. 29. Primeira Etapa Rito de Acolhida Assinalação da fronte e dos sentidos
    30. 30. Entrega da Cruz
    31. 31. Entrega da Palavra
    32. 32. Catequese
    33. 33. Lectio divina
    34. 34. Sábado (final da tarde) Segunda Etapa Rito de Eleição
    35. 35. Sábado (noite) Terceiro Tempo – Iluminação/Purificação • CelebraJesus e a Samaritana (Jo 4, 1-26)
    36. 36. Domingo Terceira etapa Celebração Eucarística Quarto Tempo (Mistagogia) Tema: Mistagogia Oficinas: construção dos itinerários Celebração de envio Entrega do sal e da luz
    37. 37. Domingo Terceira Etapa Celebração da Eucaristia
    38. 38. Quarto Tempo - Mistagogia Oficinas (construção de itinerários) / celebração de envio
    39. 39. Frutos • Introdução das celebrações, próprias e inspiradas, do catecumenato no processo catequético; • Consciência da necessidade de um planejamento efetivo da ação catequética na paróquia, que envolva as demais pastorais, agentes e a comunidade no processo; • Sensibilização em relação ao processo catecumenal; • Descoberta de uma catequese vivencial e litúrgica;
    40. 40. Frutos • Consciência da unidade entre os três sacramentos; • Integração das três dimensões da catequese, através da formação de coordenação única nas paróquias; • Implantação, embora de modo ainda tímido, do processo iniciático nas paróquias; • Grupo de reflexão e assessoria a partir do ECIC; • Expansão da experiência para outras Dioceses (e paróquias);
    41. 41. Desafios • Mudança de paradigma na comunidade eclesial. • Adesão de catequistas, presbíteros e pastorais ao processo; • Grande rotatividade de catequistas nas paróquias; • Formação das Equipes de Iniciação à Vida Cristã;
    42. 42. Voltando ao ALERTA
    43. 43. Fase 2 (três dias) O Alerta (Querigma) 60 participantes • Crismandos • Jovens da comunidade • Adultos * 1999 – 2014 16 Encontros na Paróquia São Francisco de Assis 02 Encontros na Paróquia Santa Teresa d´Ávila
    44. 44. Dinâmica do encontro Tema geral Núcleos • Irmão Fogo – vermelho • Irmã Água – azul • Irmã Terra – verde • Irmão Sol – amarelo • Irmã Lua – branco Núcleo Mãe
    45. 45. Palestras • O homem no projeto da salvação • Um Homem chamado Jesus • O Reino de Deus • Igreja: Sacramento de Cristo • Francisco, Clara e Teresa: testemunhos cativantes • Relacionamento familiar e juventude.
    46. 46. O Encontro Sexta – feira • Celebração de Acolhida • Vivência em grupo – Sou Alerta • Celebração da luz – entrega da luz
    47. 47. Sexta – feira Celebração de acolhida
    48. 48. Sábado • Lectio divina – entrega das sementes • Palestras • Vivências em grupo • Apresentações teatrais • Celebração Eucarística – Benção e entrega do Anel de Tucum • Momento Mariano – entrega do terço • Noite cultural • A FESTA
    49. 49. Sábado Oração da manhã - Lectio divina
    50. 50. Oração da manhã – deserto
    51. 51. Oração da manhã – entrega das sementes
    52. 52. Palestras Pe. Anderson Pina Pe. José Soares
    53. 53. Partilhas nos núcleos / Teatro
    54. 54. Jo 19, 26-27 Catequese Mariana
    55. 55. Domingo • Rito da unção • Palestras • Vivências em grupo • Testemunhos • Momento família • Celebração Eucarística na comunidade – entrega dos Taus • Gesto concreto do abraço
    56. 56. Oração da manhã Rito da unção Domingo
    57. 57. Palestra e animação Pe. Anderlan Fernandes
    58. 58. Testemunhos
    59. 59. Missa de encerramento Entrega dos Taus
    60. 60. O Abraço
    61. 61. Fase 3 (seis meses) Pós-Alerta A fase pós-Alerta tem como objetivo primordial a inserção dos jovens nos grupos e movimentos já existentes na comunidade eclesial ou mesmo na elaboração do próximo Alerta Acompanhamento pela equipe São Paulo, famílias e padrinhos
    62. 62. Re-Alerta: • Encontros mensais (estudo e aprofundamento) • Missa com a juventude • Adoração mensal • Lectio divina • Convivências • Grito de Alerta • Visitas aos grupos paroquiais • Missões Jovens paroquiais e Inter paroquiais
    63. 63. Missão Jovem / Re-Alerta
    64. 64. Convivências
    65. 65. Frutos Os frutos já se percebem no decorrer do encontro e se concretizam na continuidade do processo de acompanhamento: • Gesto concreto do abraço • Vivência em família – diálogo, afetividade, reencontro • Jovens decidem retomar o processo de Iniciação • Desperta a consciência para aprofundar as Sagradas Escrituras e a fé católica por meio de uma sólida Catequese • Abandonam o uso de SPA
    66. 66. Frutos... • Grupo de Jovens Poverelo • Grupo de Lectio Divina “Palavra da Vida • Grupo de Teatro “Servos do Senhor” • Banda Filius Mater Dei
    67. 67. Frutos... O Alerta desperta e forma lideranças na comunidade: • Grupo Poverelo; • Grupo de Lectio Divina “Palavra da Vida”; • Grupo de Teatro “Servos do Senhor”; • Banda Filius Mater Dei; • Oficiais das Praesidia Juvenis da Legião de Maria e Curie (adulta e juvenil); • Porta-voz do Secretariado Nacional do Movimento Eucarístico Jovem (MEJ) na Arquidiocese de Aracaju e Coordenador do MEJ na Província Eclesiástica;
    68. 68. Frutos... • 04 Presbíteros • Seminaristas e Vocacionados Catequese de Iniciação a Vida Cristã: • 15 catequistas de Crisma • 10 catequistas de Iniciação a Vida Eucarística • 02 catequistas de preparação para o Batismo
    69. 69. Frutos... Inseridos em outras atividades pastorais: • Pastoral do Acolhimento • Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística • Equipe de Liturgia • Pastoral do Dízimo • Grupos de cantos litúrgicos Ações sócio-transformadoras: • Caminhadas Ecológicas • Manifesto e caminhada em defesa da Vida • Assistência às famílias carentes • Aulas de canto, de música e de instrumentos musicais; • Aulas de reforço ao ENEM (gratuitamente) para os jovens da comunidade.
    70. 70. Ações sócio-transformadoras Dia das crianças Assistência à comunidade carente
    71. 71. Ações sócio-transformadoras Caminhada ecológica Tarde de lazer com idosos da Casa Lar SAME
    72. 72. Para que os frutos não se percam... Equipe Paz e Bem Equipe Sagrada Família Missão de acompanhar o crescimento dos alertados de todos os Alertas
    73. 73. Considerações finais Mistério Protagonismo juvenil Empoderamento
    74. 74. Desafios • Alerta com as famílias • Interação de outras pastorais paroquiais com o Alerta • Acompanhamento às famílias

    ×