O Universo

346 visualizações

Publicada em

PowerPoint 2003

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
346
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Site NASA – Galáxias
    http://hubblesite.org/gallery/album/galaxy
  • Imagem da superfície de Vênus obtida por radar a 28 de Janeiro de 1998 pela sonda Magellan.
  • Vênus em plena luz do dia às 5 da manhã de dezembro de 2005.
  • Júpiter visto do espaço pela Galileu.
  • O Universo

    1. 1. O UNIVERSO O estudo do Universo, suas origens e evolução, é chamado de COSMOLOGIA. Ao longo de toda a história várias teorias foram usadas para explicar o Universo, mas a cosmologia moderna baseia-se principalmente na TEORIA DO BIG BANG.
    2. 2. TEORIA DO BIG BANG A TEORIA DO BIG BANG (Grande Explosão) afirma que a expansão do Universo e a criação de toda a matéria deve-se a uma EXPLOSÃO CATACLÍSMICA OCORRIDA 13,7 BILHÕES DE ANOS ATRÁS. Segundo a teoria, a inflação foi uma espetacular “explosão de crescimento” em que o Universo primitivo passou do tamanho de um átomo ao de uma galáxia.
    3. 3. Representação da Teoria do Big Bang.
    4. 4. AS GALÁXIAS As galáxias SÃO AGLOMERADOS DE BILHÕES DE ESTRELAS e outros objetos (planetas, asteróides, cometas e etc.) unidos por sua própria gravidade. Existem vários tipos e parecem ser transformadas por colisões dentro de aglomerados de galáxias.
    5. 5. OS DIFERENTES TIPOS DE GALÁXIAS, segundo o esquema de classificação de Telescópio Hubble. A letra E representa GALÁXIA ELÍPTICA, a letra S uma GALÁXIA ESPIRAL e as letras SB representam uma GALÁXIA ESPIRAL BARRADA.
    6. 6. Galáxia elíptica (NGC 5010).
    7. 7. Galáxia em espiral, esta no caso é a do Rodamoinho.
    8. 8. Galáxia em espiral (Triângulo).
    9. 9. Galáxia em espiral (Andrômeda).
    10. 10. Galáxia irregular (NGC 1427A).
    11. 11. Galáxia espiral barrada (NGC 1300)
    12. 12. Galáxia irregular (Cluster MS 0735)
    13. 13. A Via Láctea, galáxia onde está localizado o Sistema Solar.
    14. 14. Representação do Sistema Solar, com destaque para localização do Sistema Solar.
    15. 15. Céu noturno, evidenciado a Via Láctea. Site NASA – Galáxias
    16. 16. O Sistema Solar O SISTEMA SOLAR É CONSTITUÍDO PELO SOL E POR UM CONJUNTO DE OUTROS CORPOS CELESTES, como os planetas e outros objetos de menor dimensão entre os quais se destacam os planetas anões, asteróides, meteoróides e cometas.
    17. 17. Sol
    18. 18. Comparação do tamanho do Sol com os outros planetas do Sistema Solar.
    19. 19. O SOL É UMA ESTRELA E FORNECE LUZ E CALOR PARA TODO O SISTEMA SOLAR. Ele possui uma massa muito grande, SUA FORÇA FAZ COM QUE O SISTEMA SOLAR PERMANEÇA UNIDO. Devido a essa força gravitacional a Terra e os
    20. 20. O SOL É MUITO, muito, muito MAIOR QUE A TERRA. Para termos uma noção de quanto o Sol é maior olhe a imagem acima, nela você vê algumas manchas na superfície do Sol (fotosfera), a Terra é ainda menor que esta mancha.
    21. 21. Nesta imagem você ERUPÇÕES SOLARES que explodem da superfície do Sol na forma de colunas que são atiradas ao espaço. O SOL LIBERA MUITOS TIPOS DE RADIAÇÃO, além de luz e calor ele emite ondas de rádio, raios ultravioleta, raios gama e raios-X. A atmosfera da Terra nos protege dos
    22. 22. Imagem do Sol no ultravioleta, destacando a emissão coronal e uma região ativa, chamada proeminência.
    23. 23. Ciclo de vida do Sol
    24. 24. Outras estrelas, como o Sol.
    25. 25. Constelação de Orion
    26. 26. MERCÚRIO
    27. 27. MERCÚRIO É O MENOR E O PLANETA MAIS PRÓXIMO DO SOL e por isso ele gira tão rapidamente ao redor dessa estrela. Enquanto um ano na Terra dura 365 dias, em MERCÚRIO O ANO DURA 88 DIAS.
    28. 28. Rotação de Mercúrio compara com a rotação da Terra
    29. 29. A figura acima mostra a comparação entre o tamanho de Mercúrio e da Terra. Nosso planeta é aproximadamente 2,5 vezes maior que Mercúrio.
    30. 30. Por estar tão próximo do Sol e NÃO POSSUIR UMA ATMOSFERA, a face de Mercúrio que está voltada para o Sol possui uma temperatura extremamente elevada, aproximadamente 427o C. Enquanto a face que esta escura, por não receber luz e calor diretamente do Sol é muito fria, atinge o valor aproximado de -180o C.
    31. 31. A superfície de Mercúrio possui uma grande quantidade de crateras e elas surgiram pelo fato de asteróides e meteoros terem se chocado com a superfície, criando grandes "buracos“.
    32. 32. O mapeamento por partes da Mariner 10 de superfície de Mercúrio.
    33. 33. Vênus
    34. 34. VÊNUS É O PLANETA MAIS QUENTE DO SISTEMA SOLAR e tem algumas características semelhantes (seu tamanho, a massa e a distância em relação ao Sol) se comparado ao nosso planeta.
    35. 35. Mas, Vênus tem uma característica bem diferente da Terra, ELE GIRA EM UM SENTIDO OPOSTO AO DA TERRA E TÃO LENTAMENTE que UM DIA EM VÊNUS corresponde a aproximadamente 243 DIAS DA TERRA.
    36. 36. Mas a atmosfera de VÊNUS comparada com a Terra é carregada de nuvens, o que torna impossível ver a sua superfície e até o momento não se encontrou nenhuma forma de vida.
    37. 37. A ATMOSFERA DE VÊNUS É CARREGADA DE NUVENS DE GÁS CARBÔNICO, o que torna a respiração impossível de ser realizada neste planeta. As nuvens de sua atmosfera refletem a luz do Sol, por esta razão VÊNUS É TÃO BRILHANTE para nós aqui da Terra. VÊNUS NÃO ESTÁ TÃO PRÓXIMO DO SOL COMO MERCÚRIO, no entanto a SUA GROSSA ATMOSFERA RETÉM O CALOR CRIANDO UMA ESTUFA. Durante o dia ele torna-se mais quente que Mercúrio e a sua temperatura chega a 484o C.
    38. 38. Vênus refletida no Oceano Pacífico à noite.
    39. 39. Vênus ao amanhecer. Como pode ser visto ao amanhecer e ao anoitecer este é conhecido como “estrela” D’Alva.
    40. 40. Trânsito de Vênus sobre o Sol.
    41. 41. A superfície de Vênus também POSSUI MUITAS CRATERAS formadas pelos meteoritos e asteróides que se chocam contra o planeta. Nesta imagem feita pela NASA vemos a cratera de Dickinson.
    42. 42. TERRA
    43. 43. A TERRA NOSSO PLANETA, localiza-se no Sistema solar entre Vênus e Marte. ELA É O TERCEIRO PLANETA MAIS PRÓXIMO DO SOL E O QUINTO DO SISTEMA SOLAR EM TAMANHO.
    44. 44. No passado, alguns povos pensavam que a Terra era plana.
    45. 45. Recentemente estudos revelaram que TERRA TEM A FORMA GEÓIDE, ou seja, é um corpo quase esférico devido ao achamento dos polos.
    46. 46. Na superfície da terrestre estão elementos que garantem a existência da vida, como ÁGUA, ROCHAS E MINERAIS.
    47. 47. A TERRA É IRREGULAR, pois existem lugares planos e elevados e áreas mais baixas.
    48. 48. A Terra
    49. 49. As Placas Tectônicas
    50. 50. A Terra como a maior parte dos astros dos Sistema Solar, gira em torno de si mesma (ROTAÇÃO). O eixo imaginário ao redor do qual gira o nosso planeta recebe o nome de eixo terrestre. O EIXO TERRESTRE ESTÁ INCLINADO em relação ao plano do movimento da Terra em torno do Sol.
    51. 51. A Lua parcialmente obscurecido pela atmosfera da Terra.
    52. 52. LUA A LUA É O SATÉLITE NATURAL DA TERRA e fascina o ser humano a muito tempo. A olho nu é possível, principalmente quando ela está na fase cheia.
    53. 53. Por volta de 1600, Galileu e outros astrônomos fizeram as primeiras observações da superfície lunar utilizando telescópios, descobrindo uma Infinidade De Crateras Na Sua Superfície. Desde esta época a Lua é o corpo celeste que mais informações temos do Sistema Solar.
    54. 54. Cratera lunar.
    55. 55. No dia 20 de julho de 1969, o astronauta NEIL ARMSTRONG e em seguida EDWIN ALDRIN, foram os PRIMEIROS HOMENS A PISAR SOBRE A SUPERFÍCIE DA LUA. A nave que os levou até lá chamava-se Apolo 11.
    56. 56. Modelo do Sputnik II, a nave espacial de Laika. Laika era uma cadela sem dono: foi o primeiro animal do espaço.
    57. 57. Fases da Lua
    58. 58. Diagrama ilustrando as várias fases da Lua na sua ordem de apresentação indicando a partir da Lua Nova e progredindo através de Crescente até alcançar a Lua Cheia. É seguido pelo Quarto Minguante para completar o círculo cheio na Lua Nova
    59. 59. Lado visível da Lua Lado escuro da Lua
    60. 60. MARTE
    61. 61. MARTE, O QUARTO PLANETA A PARTIR DO SOL. A temperatura em Marte é bem variável, já que temperatura média durante o dia gira em torno de 25º C e durante a noite gira em torno de – 125º C. Marte
    62. 62. Comparando a Terra com Marte ele é bem menor.
    63. 63. A rotação de Marte (2003).
    64. 64. Com o envio de sondas espaciais para estudar o planeta vermelho, muita coisa mudou daquilo que se imaginava sobre Marte. Sondas espaciais pousaram na superfície de Marte e fizeram experimentos no solo e na atmosfera marciana e descobriu-se que o SOLO CONTÉM ARGILA RICA EM FERRO, e que o ferro é o que dá a Marte sua cor vermelha.       
    65. 65. Marte visto pelo robô Spirit.
    66. 66. Fotografia do pôr-do-Sol em Marte pelo Rover Spirit na cratera Gusev.
    67. 67. Nos pólos de Marte encontraremos uma capa de gelo, porém não é gelo de água. A imagem abaixo mostra o pólo sul do planeta Marte com uma capa de gelo.
    68. 68. Marte também possui alguns dos VULCÕES MAIS ALTOS e alguns dos vales mais profundos do nosso Sistema Solar. O MONTE OLIMPO é o maior vulcão de Marte e O MAIOR DO SISTEMA SOLAR. As suas medidas são absurdas, comparadas com as que estamos acostumados, seu diâmetro é de aproximadamente 620 quilômetros e atinge a altura de 25 quilômetros. Monte Olimpo
    69. 69. Marte possui duas luas, Fobos e Deimos, que tem formatos irregulares . Cientistas acreditam que estas luas que lembram duas batatas na verdade são dois asteróides que foram capturados pela atração gravitacional de Marte. Fobos é a lua mais próxima de Marte, está a distância de 6.000 quilômetros.
    70. 70. Fobos.
    71. 71. Deimos.
    72. 72. Comparação de tamanho dos planetas terrestre (esquerda para direita): Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.
    73. 73. JÚPITER
    74. 74. JÚPITER É O MAIOR PLANETA DO SISTEMA SOLAR, comparado com a Terra ele é muito, muito maior. Veja na imagem ao abaixo uma comparação entre os dois.     
    75. 75. JÚPITER É COMPOSTO POR GASES COMO HIDROGÊNIO E HÉLIO. Por ser gasoso, na sua atmosfera ocorrem GRANDES TEMPESTADES e os ventos são muito velozes que alcançam 400km/h.       
    76. 76. Júpiter visto pela sonda espacial Voyager 1.
    77. 77. Enormes áreas de gases fazendo grandes rodamoinhos são vistos na atmosfera de Júpiter. Uma das maiores tempestades tem o aspecto de uma grande mancha vermelha. Desde 1600, quando os astrônomos utilizaram telescópios para olhar os planetas, viram esta grande mancha em Júpiter. Esta mancha é tão grande que tem quase duas vezes o tamanho da Terra. Nas tempestades de Júpiter são comuns acontecerem relâmpagos como na Terra, contudo eles são muito maiores do que os da Terra.
    78. 78. Recentemente (1979) foi possível ter certeza de que Júpiter também POSSUÍA ANÉIS AO SEU REDOR. Por serem muito finos, cheios de poeira ou como dizem os cientistas, pequenas partículas, que não era possível de serem observados pelos telescópios da Terra. Na foto abaixo você tem uma idéia de como é formado o conjunto de anéis ao redor de Júpiter.
    79. 79. Júpiter possui 64 SATÉLITES NATURAIS CONFIRMADOS . Esta montagem ao lado mostra juntamente com Júpiter e a sua grande mancha vermelha, as suas quatro grandes luas, também chamadas de galileanas em homenagem ao seu descobridor, Galileu Galilei. Assim vemos Io, Europa, Ganimedes e Calixto. Europa, a menor das quatro luas, o seu tamanho é aproximadamente ao da lua da Terra, enquanto Ganimedes é a maior lua conhecida no Sistema Solar. Io possui vulcões ativos, que despejam lavas como os vulcões da Terra.
    80. 80. SATURN O
    81. 81. SATURNO É O SEGUNDO MAIOR PLANETA DO SISTEMA SOLAR, comparado a Terra ele é muito maior.
    82. 82. Saturno como Júpiter é um PLANETA GASOSO e apresenta uma SISTEMA DE ANÉIS QUE É FACILMENTE VISÍVEL com um telescópio. Seus anéis são formados por uma mistura de poeira com pedras congeladas.
    83. 83. Na atmosfera de Saturno ocorrem TEMPESTADES E OS VENTOS podem soprar a mais de 1.700 km/h. A mancha vermelha que pode ser vista na imagem ao lado é uma indicação de tempestades que ocorrem na atmosfera de Saturno.
    84. 84. Saturno tem pelo menos 30 luas conhecidas. Algumas dessas luas orbitam o planeta dentro dos anéis. A maior lua de Saturno é Titã, a segunda maior lua do Sistema Solar.
    85. 85. Característica nuvem hexagonal no pOlo norte, descoberta por Voyager 1 e confirmada em 2006 por Cassini.
    86. 86. URANO
    87. 87. Urano é o SÉTIMO PLANETA EM RELAÇÃO AO SOL e não é visível a olho nu, por este motivo ele só foi descoberto em março de 1781 pelo astrônomo William Herschel. Para poder ser visto são necessários telescópios muito potentes.
    88. 88. Urano comparado com a Terra .
    89. 89. Urano é um dos quatro planetas GIGANTES GASOSOS e tem um movimento diferente dos outros planetas, ELE É MUITO INCLINADO.
    90. 90. Urano também possui um CONJUNTO DE ANÉIS. Estes anéis são bastante FINOS E LUMINOSOS, além de serem cheios de partículas escuras de vários tamanhos.
    91. 91. Urano possui 21 luas conhecidas. Algumas dessas luas são muito pequenas e pretas como carvão. As duas luas maiores são Titânia e Oberon.
    92. 92. NETUNO
    93. 93. Netuno comparando com a Terra
    94. 94. Netuno é o OITAVO PLANETA A PARTIR DO SOL E O ÚLTIMO DOS GIGANTES GASOSOS. Netuno e Urano são muito parecidos, já que são grandes planetas gasosos e parecem com grandes bolas verde-azuladas.
    95. 95. Netuno apresenta uma GRANDE MANCHA ESCURA, uma clara indicação de grandes tempestades na sua atmosfera. Em fotos recentes ela desapareceu, porém outras foram vistas.
    96. 96. Netuno também possui um conjunto de anéis, mas seus anéis são bastante fracos (pouco densos) e compostos de pequenas partículas.
    97. 97. Em 2006, foi classificado como um planeta anão. Plutão se localiza num mundo escuro e desolado de rocha e gelo, difícil de observar a partir da Terra, não visitado por sondas espaciais e é quase desconhecido.
    98. 98. Os Asteróides Um asteróide é um CORPO MENOR DO SISTEMA SOLAR, geralmente da ordem de algumas centenas de quilômetros apenas. É também Asteróides Eros
    99. 99. Os asteróides estão concentrados entre as órbitas de Marte e Júpiter. Esta região é conhecida como Cinturão de Asteróides.
    100. 100. Os Meteoróides Meteoróides são fragmentos de material que vagueiam pelo espaço e que possuem dimensões significativamente menores que um asteróide e significativamente maiores que um átomo ou molécula.
    101. 101. Os Meteoros Meteoro designa o fenômeno luminoso observado quando da passagem de um meteoróide pela atmosfera terrestre. Este fenômeno que pode apresentar várias cores, que são dependentes da velocidade e da composição do meteoróide. Um meteoro é conhecido popularmente como
    102. 102. Os Meteoritos Um meteorito é a denominação dada quando um meteoróide, formado por fragmentos de asteróide ou cometas ou ainda restos de planetas desintegrados, que podem variar de tamanho desde simples poeira a corpos celestes com quilômetros de diâmetro alcançam a superfície da Terra.
    103. 103. Meteoro (ou “estrela” cadente) entrando na atmosfera terrestre.
    104. 104. O meteorito "Willamette", o maior já encontrado nos Estados Unidos da América, no estado do Oregon. É o sexto maior encontrado no mundo inteiro
    105. 105. O meteorito de Bendegó, o maior e o mais famoso dos meteoritos encontrados no Brasil, encontra-se, atualmente, em exposição no Museu Nacional do Rio de Janeiro.
    106. 106. O meteorito Nakhla, de Marte, caiu para a Terra em 28 de junho de 1911, na cidade de Nakhla, Alexandria, Egito.
    107. 107. Os Cometas Um cometa é um corpo menor do Sistema Solar que orbita o Sol. Quando se aproxima do Sol, um cometa passa a exibir uma atmosfera, denominada coma e uma cauda, ambas causadas pelos efeitos da radiação solar sobre o núcleo. Os núcleos são compostos de gelo, poeira e pequenos fragmentos rochosos, variando em tamanho de alguns quilômetros até algumas dezenas de quilômetros.
    108. 108. O cometa Halley é um cometa brilhante que retorna às regiões interiores o Sistema Solar a cada 76 anos, aproximadamente.
    109. 109. Cometa MacNaught na Nova Zelândia em 2007.
    110. 110. Cometa Hale-Bopp visto em 29 de março em Pazin, na Croácia.
    111. 111. Material saindo do cometa Z3P/Schwassmann-Wachmann.
    112. 112. O Telescópio Espacial Hubble, visto do Ônibus Espacial Columbia.
    113. 113. São constantemente regiões de formação estelar, como a Nebulosa da Águia, em destaque na imagem. As nebulosas são nuvens de poeira, hidrogênio e plasma.
    114. 114. Nebulosa NGC 604
    115. 115. Nebulosa do Caranguejo
    116. 116. A nebulosa planetária Helix, na Constelação de Aquário.
    117. 117. Representação gráfica do Buraco Negro.
    118. 118. Buraco negro da galáxia M81 é cerca de 70 milhões de vezes mais massivo que nosso Sol.
    119. 119. Para finalizar....DETRITOS ESPACIAIS
    120. 120. Nebulosa Olho de Gato O Sistem Solar é repleto de curiosidades você tem mais alguma para comentar....

    ×