CENTRO EDUCACIONAL SESI - 1092ºA – ENSINO MÉDIOLeonardo RonneTrabalho Destinado a Disciplina de QuímicaAcidente na Usina d...
Acidente na Usina de FukushimaA utilização da energia nuclear sempre foi motivo de grandesdiscussões. As maiores preocupaç...
contaminam tudo em raios de até 100mil quilômetros quadrados e continuammatando por mais de 100 anos, nada que o homem con...
sistemas complexos como reatores nucleares são vulneráveis e é impossívelprever toda e qualquer espécie de acidente.A preo...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Acidente na Usina de Fukushima

1.466 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.466
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Acidente na Usina de Fukushima

  1. 1. CENTRO EDUCACIONAL SESI - 1092ºA – ENSINO MÉDIOLeonardo RonneTrabalho Destinado a Disciplina de QuímicaAcidente na Usina de FukushimaFranca, 08 de Agosto de 2011
  2. 2. Acidente na Usina de FukushimaA utilização da energia nuclear sempre foi motivo de grandesdiscussões. As maiores preocupações acerca do assunto é a possibilidade deocorrerem acidentes. A radiação liberada no meio ambiente pode ferirgravemente e matar pessoas e outros seres vivos e causar um acidentenucelar. No dia 11 de março de 2011, o Japão foi atingido por umintenso terremoto, de tal grandeza que acabou causando um tsunami.O terremoto de 8,9 graus na escala Richter e o tsunami provocaram danos nausina nuclear de Fukushima, localizada na região nordeste da ilha.Vazamentos radioativos foram registrados e um iminente desastre nuclearmobilizou a comunidade internacional.Por ser um país plano, o Japão é mais vulnerável a terremotos etsunamis, se uma onda gigante atingir cidades litorâneas, irá arrastar tudo oque estiver pela frente, além disso, está localizado junto da plataformacontinental Eurasiática e das placas do Pacífico e das Filipinas, que estásujeito a grandes movimentos tectônicos. Fato que pode ocasionar grandesacidentes dentro do país, o que acabou acontecendo, desde o terremoto no dia11, a usina de Fukushima teve várias explosões gerando panes edesequilíbrios em seus reatores, que acabou elevando o nível de radiação noar. O governo japonês deslocou centenas de pessoas que moravam num raiode 30 km na região onde estão instaladas as usinas.O sistema de resfriamento deixou de funcionar após os terremotos e onúcleo do reator onde se encontra o urânio começou a fundir, produzindo umanuvem de materiais radioativos que escapou do edifício do reator,contaminando a região em torno dele. Além disso, o calor do reator decompôsa água em hidrogênio e oxigênio, o que provocou uma explosão do hidrogênioque derrubou parte do edifício, a radiação liberada pela usina superou o limitelegal de 500 microsievert, chegando a uma taxa de 882 microsievert.A radiação em casos de grande vazamento pode contaminar a água, osolo, os animais, tudo o que é vivo. Se comermos a carne de um animalcontaminado, trazemos para nós essa radiação. Os reatores ao explodirem,
  3. 3. contaminam tudo em raios de até 100mil quilômetros quadrados e continuammatando por mais de 100 anos, nada que o homem constrói têm 100% deconfiança, qualquer local contaminado pode levar milhares de anos para serecompor. Essa radiação pode afetar também a chuva, contaminado-a, fazendouma nova forma de a radiação ser transmitida pelo mundo.O risco não foi totalmente evitado, mais precisamente, os reactores 1, 2e 3 da central de Fukushima libertaram para a atmosfera entre 370 mil e 630mil “terabecquerels” de materiais radioactivos de iodo-131 e césio 137.Também foi encontrada água contaminada acumulada em valas localizadaspróximas aos edifícios da turbina das Unidades 1 a 3 da usina.No que diz respeito à contaminação de alimentos, os estudos sobre acontaminação determinou que não foi detectados ou estavam abaixo dosvalores fixados como limite máximo pelas autoridades japonesas, qualquertipo de contaminação. À respeito aos alimentos marinhos, ainda é muitocedo para tirar conclusões, porque a situação pode mudar rapidamente. Noentanto, espera-se que as concentrações de radiação detectadasinicialmente na água do mar em breve irão cair devido à diluição.Esses riscos são para a comunidade internacional, não podemos nosesquecer que no Japão além da população ter uma probabilidade maior emsofrer tais conseqüências, as cidades afetadas pelo terremoto estão totalmentedestruídas e devastadas pelo desastre, milhares de casas foram destruídas,grande parte dos moradores desolados está em abrigos oferecidos pelogoverno. Além disso, o país sofrerá uma grande queda da economia interna, jáque terá que cuidar do desenvolvimento da população.Por pensarmos que nós humanos dominamos o mundo, que somos “aespécie mais avançada”, nos deixamos levar pela perfeição, achando que tudoque fazemos está certo e que não haverá nenhuma conseqüência parasociedade mundial. Desastres como o de Fukushima não se encaixam nessadefinição, pois é algo que ocorreu devido a natureza, logo, não somos nós osculpados. No entanto, não importa a causa, o culpado, estamos num pontointelectual e tecnológico que desastres como esse poderiam ser previnidos,
  4. 4. sistemas complexos como reatores nucleares são vulneráveis e é impossívelprever toda e qualquer espécie de acidente.A preocupação mundial se volta só pela radiação liberada pela usina,que não foi tão grave assim para a população fora do Japão, e aí está o ponto,os japoneses além de terem perdido suas casas e todos os seus pertences noterremoto, estão expostos a radiação, que pra eles se tornam mais perigosa.Mesmo assim, só podemos ter certeza para falar de algo com clareza no futuro,pois é nele que os problemas surgirão, enquanto isso a sociedade tem queaprender a se preparar não só fisicamente para tais desastres, maspsicologicamente, para que pare com a insanidade humana, pois um dia umdesastre mundial irá ocorrer devido ao mesmo.

×