Projeto intervencao matemática

46.525 visualizações

Publicada em

Projeto de intervenção matemática, 5º ano.

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
46.525
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
784
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto intervencao matemática

  1. 1. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB Curso Mídias na Educação Especialização TEMA: MIDIAS NAS AULAS DE MATEMÁTICA, UMA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA! ESPAÇO E FORMA, PRESENTES EM TODA PARTE.Espaço e forma, Geometria.Em toda parte! GANDU 2012
  2. 2. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB Curso Mídias na Educação EspecializaçãoTEMA: MIDIAS NAS AULAS DE MATEMÁTICA, UMA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA! ESPAÇO E FORMA, PRESENTES EM TODA PARTE. Leonaci Ferreira Rios, Vilma Santos Souza GANDU 2012
  3. 3. "O conhecimento exige uma presença curiosa do sujeito em face do mundo. Requeruma ação transformadora sobre a realidade. Demanda uma busca constante.Implica em invenção e em reinvenção". Paulo FreireSumárioAPRESENTAÇÃO ...................................................................................................... 5 Eixo temático............................................................................................................ 5 Problema .............................................................................................................. 5JUSTIFICATIVA.......................................................................................................... 6 Objetivo Geral .......................................................................................................... 7 Objetivos específicos ........................................................................................... 7INTERVENÇÃO I.........................................................................................................8INTERVENÇÃO II.......................................................................................................9INTERVENÇÃO III.....................................................................................................10INTERVENÇÃO IV.....................................................................................................11INTERVENÇÃO V....................................................................................................12AVALIAÇÃO..............................................................................................................14REFERENCIA BIBIOGRAFICA................................................................................15
  4. 4. APRESENTAÇÃO A matemática sempre foi vista pelos alunos como bicho papão,umadisciplina de difícil aprendizagem.Desta forma, para que o ensino-aprendizagemda Matemática se torne dinâmico e interessante ao aluno, despertando uminteresse pelo estudo, proporcionando uma interação com o professor e seuscolegas na busca do melhor entendimento e compreensão dos princípiosmatemáticos, o professor deve adotar novas metodologias. O projeto de trabalho que tem como tema "Midias nas aulas dematemática, uma aprendizagem significativa!" Tendo como ênfase (espaço eforma), será mediado pela professora Leonaci Ferreira Rios no ensinofundamental I,na Escola Municipal Fernando Guedes Andrade e pela professoraVilma Santos Souza no ensino fundamental II,na Escola Municipal Prof. CeresLibâneo, ambas na disciplina de matemática. A turma do ensino fundamental I ,será aplicado em uma turma de 39 alunos e o ensino fundamental II , seráaplicado em uma turma de 7ª série com 36 alunos, utilizando a sala delaboratório.Eixo-temático: Espaço e formaProblema:De acordo com as dificuldades apresentadas pelos alunos nas aulasde matemática, bem como, a motivação dos mesmos em participar do processoensino aprendizagem,dificultando assim, a aprendizagem prazerosa esignificativa.
  5. 5. Justificativa As novas demandas educacionais exigem dos educadores uma novaroupagem metodológica, principalmente no ensino da matemática, que ao longo dostempos é vista como uma disciplina de difícil entendimento. É pertinente redefinirmetas e lançar mãos de novos recursos metodológicos. Assim, o uso de tecnologiasé imperativo para que o ensino venha ter uma nova configuração. Hodiernamente, o ensino público é preocupante, exige do educadorhabilidades que vão além do seu conhecimento científico para atingir o principalobjetivo - a aprendizagem do educando. Os problemas afetivos e sociais que o alunoda escola pública traz para a sala de aula, dificulta o trabalho do professor, e issopode ser sanado se ele desenvolver uma dinâmica de ensino-aprendizagem,visando uma melhor interação entre educador/ educando e assim, alcançar êxito noensino, em particular, no ensino da geometria. Segundo os PCNS (Brasil, 1997), os alunos trazem para a escolaconhecimentos, idéias e intuições, construídas através das experiências quevivenciam em seu grupo sociocultural. Eles chegam à sala de aula comdiferenciadas ferramentas básica. Neste contexto vale frisar a geometria, uma vez que esta é um conhecimentonecessário a todos, pois a mesma está presente em tudo; portanto é preciso saberler e interpretar os diferentes códigos de linguagens tais como: leitura escrita,gráficos, tabelas, símbolos, imagens etc... Assim, torna-se evidente a utilidade socialda matemática para fornecer instrumentos aos sujeitos para atuarem no mundo deforma mais eficaz. Assim, é de extrema relevância que a escola venha “...desenvolver a capacidade do aluno para manejar situações reais, que seapresentam a cada momento, de maneira distinta.” (D”Ambrósio,1990,p.16) Vale acrescentar que, a geometria, contribui para a aprendizagem dosnúmeros e medidas, estimulando a observação, a percepção de semelhanças ediferenças, a construção, a aplicação de propriedades e a transformação de figuras.Como também ler uma imagem seja ela artística do cotidiano, identificando nasmesmas a presença das formas geométricas e compreendendo que a imagem é umtexto que pode ser lido e interpretado através do fazer contextualizado. Desta forma, este projeto intitulado “Espaço e forma presentes em todaparte, é de grande pertinência para favorecer uma aprendizagem significativa.
  6. 6. Buscaremos trabalhar conceitos de formas geométricas, nos quais o alunoconstrua-o a partir de comparações e observações, lançando mão de recursostecnológicos para tornar ainda mais expressivo à aprendizagem. Esperamosassim,que os resultados decorrentes desse trabalho possam contribuir para queo nosso aluno desenvolva as habilidades e competências necessárias paraaplicar na sua vida diária, estudantil e profissional.OBJETIVO GERAL: Desenvolver nos alunos a capacidade de compreender as Geometrias Espaciais e Planas, bem como, integrar as aulas de matemática às tecnologias, possibilitando ao aluno diversidade de informações, a fim de que ele possa construir seu próprio conhecimento a respeito da geometria e sua presença em nosso cotidiano.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Desenvolver o hábito de pesquisa na internet definir as propriedades de semelhança e diferenças entre geometria espacial e plana; Fornecer ferramentas e subsídios para que aluno possa aumenta sua motivação no estudo e na aplicação desta; Despertar a percepção dos alunos na visualização das formas geométricas espaciais e planas. Propiciar ao aluno o contato da matemática com a prática e o cotidiano através de atividades lúdicas; Desenvolver o espírito de trabalho em equipe, participativo e responsável; Identificar a presença dos sólidos geométricos no cotidiano; Verificar a utilização dos sólidos geométricos por outras áreas do conhecimento (Arte); Confeccionar objetos com base nas formas geométricas planas e espaciais; Expor de forma interativa os conceitos apreendidos acerca da geometria;
  7. 7. Intervenção I - História da geometria Solicitar que os alunos façam uma pesquisa em casa e traga para escola, acerca da Historia da Geometria. Indicar antecipadamente aos alunos alguns sites que tem a história da geometria: http://www.somatematica.com.br/geometria.php http://www.educ.fc.ul.pt/icm/icm99/icm16/historia.htm http://pt.wikipedia.org/wiki/Geometria Dividir a sala em grupos, para oportunizar melhor a troca de informações; Distribuir revistas para que eles possam escolher figuras que estejam relacionadas ao que pesquisaram; Construir um cartaz com apenas figuras que representem o que eles compreenderam da história da geometria, em seguida sistematizar na frente;  Para sistematizar, passar para os alunos o vídeo do You tube data show (A história da geometria) http://youtu.be/awQvKJbPMqE
  8. 8. Intervenção II- A lenda do Tangram (Pato "Donald no País da Matemágica") Mostrar a história do Tangram para os alunos com o vídeo: http://youtu.be/crJEP0SP1es (lenda do tangram); Será proposta a construção de um Tangram, relembrando conceitos de geometria plana; Será utilizado triângulos retos e as peças do quadrado na montagem do Tangram, conceituar esse tipo de triângulo; (7ª série) começar a trabalhar o teorema de Pitágoras; Passar o trecho do filme: "Donald no País da Matemágica" (no data show); Disponível no You tube: parte 1 http://youtu.be/Nc1vulpH31E Parte 2: http://youtu.be/9lxAQrCjvKo Conversar como podemos encontrar a matemática no cotidiano; Propor que construam três figuras diferentes utilizando as peças do jogo e desenhe os contornos. Expor os contornos desenhados e promover discussão sobre as peças usadas por eles para compor cada figura; expor em cartaz;
  9. 9. Intervenção Ill- Arte geométrica na malha Solicitar que os alunos observem o espaço que rodeia a escola, tornando-se investigadores; com câmaras fotográficas filmarem. Antes da saída dos alunos, relembrar as formas geométricas exemplo: quadrado, triângulo, losango, retângulo, círculo, trapézio, pentágono e hexágono. Os alunos devem se dividir em equipes e utilizar o material escolar: que vão ajudar no registro da atividade; Filmarem um ambiente especifico, cada forma geométrica que a forma; (pode ser uma casa, vegetação, construções...). Ao localizá-la, devem registrar com riqueza de detalhes; Ao retornar a sala de aula o educador entrega uma malha na folha de oficio para que eles desenhem a paisagem escolhida; Editar o vídeo no computador do laboratório. Postar no blog http://leonacirios.blogspot.com.br/ noutro momento deverá acessar e realizar comentários que associem à imagem ao tema abordado;
  10. 10. Intervenção lV - Geometria na arte e na natureza Levar os alunos a sala de laboratório para que eles pesquisem artes, pedir que observem com atenção os desenhos; http://cultura.culturamix.com/arte/telas-com-formas-geometricas Ainda na sala pesquisem o significado da palavra mosaico; neste momento identifiquem mosaico nos objetos; Ao retornar a sala: abordar com os alunos que o mosaico no Brasil foi muito utilizado por Cândido Portinari, Di Cavalcanti e Tomie Ohtake em diversas de suas obras. Hoje, muito utilizado na construção civil, em decorações de piscinas , painéis, paredes, quadros e fachadas de prédios. Em sala, depois de estudar bastante as fotos dos pisos exposto no data show;
  11. 11. Intervenção V- Mostrando que aprendeu (feira de exposição) Mostrar o vídeo no data show- http://youtu.be/0ZaBxEEYjYA .Como produzir mosaicos; Mostrar para eles formas simétricas e mosaicas em slide; Os alunos trarão para essa aula bandejas de papelão, telhas, moldura de porta retrato, (cada material para equipe especifica); Os alunos deverão preparar todo o ambiente com as artes e objetos que foram produzidos durante o desenvolvimento do projeto; Cada equipe ficará responsável abordar o seu bloco de forma objetiva; Desenhar no chão da sala um desenho em mosaico; será utilizado tinta removível uma vez que o piso não é cerâmica; Construção de cartazes e molduras para os quadros de mosaicos produzidos;  Finalmente, o público (a família dos alunos e a comunidade) pôde ver os trabalhos;
  12. 12. AVALIAÇÃOSerá observado durante todo o processo: A participação e desempenho dos alunos em cada etapa do desenvolvimento das atividades; A integração e colaboração no grupo e dentro de cada um deles; A qualidade das artes e formas produzidas, bem como, a apreensão dos conceitos das formas geométricas, planas e espaciais; A desenvoltura na socialização do projeto;
  13. 13. REFERENCIAS BIBIGRAFICASD’AMBRÓSIO, Ubiratan. Etnomatemática. São Paulo: Editora Ática, 1990. Pág.16.DANTE, L.R. (2005) "Tudo é matemática". Ensino Fundamental. São Paulo: Ática.TANGRAM. O que é o Tangram. Disponível em: http://exatas.net/tangram.htmTOSATTO,Cláudia Miriam; F.PERACCHI, Edilaine do Pilar; TOSATTO, CarlaCristina. Hoje é dia de Matemática. Ensino Fundamental. Editora Positivo. Pág. 106a 109.Revista Nova Escola. A Arte das Formas. Espaço e forma, Ensino Fundamental 2.Edição 193, Junho 2006.Ed.Abril._______ Geometria e arte. Espaço e forma, Ensino Fundamental 1.Edição,Ed.Abril.______ Tudo sobre a geometria. Geometria, Ensino Fundamental 1 e 2.Edição249,Janeiro e Fevereiro de 2012.Ed. Abril.SIMETRIA na natureza. 2002. Disponível em:http://www.educ.fc.ul.pt/icm/icm2002/icm203/geometria.htm>. Acessado em: 10 demaio de 2012.

×