2. publicação ld 2

197 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
197
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2. publicação ld 2

  1. 1. Leigos Dehonianos PROVÍNCIA BSP DEHONIANOS Publicação Mensal - Ano 01 - n. 02 01 de Julho de 2011Mensagem inicialLeigos e Leigas tas pessoas, cativadas por partir do próprio viver aDehonianos seu ideal. Quantos são lem- presença do Reino do Cora- brados e quantos permane- ção de Jesus que inclui,“Ecce Venio” é o desejo ceram no anonimato. Den- restaura, impulsiona, soli- Nesta edição:que invade o coração quan- tre tantos, aqui lembramos dariza, perdoa, ama e con-do experimentamos a força o Sr. Alfredo Santerre. tribui para “a transforma- O REINO DO CORAÇÃO DE 2do amor e desejamos ter e É a história! ção das realidades e para a JESUS NAS ALMAS E NAviver os mesmos sentimen- A nossa história vai se fir- criação de estruturas justas SOCIEDADE.tos de Jesus que, por amor mando e confirmando com segundo os critérios do LEIGOS DEHONIANOS 2ao Pai, entregou-se em a entrega de tantos ho- Evangelho” (DA 210).favor da humanidade. mens e mulheres que expe- Cada grupo, cada setor,P. Dehon experimentou rimentam o ideal de P. De- deve estar em sintonia com ALFREDO SANTERRE, PRE- 3esse amor e desejou im- hon e se apaixonam por a sua comunidade eclesial, CURSOR DOS “LEIGOS DEHO- com o sacerdote, para tes- NIANOS”pregnar a sociedade ofere- esse jeito de ser. Assim,cendo-se a si mesmo como olham para o Coração de temunhar o movimento de FOTOS 4vítima de amor, ao mesmo Jesus e, a partir dele, dese- amor através da disponibi-tempo em que desejou jam contribuir para reparar lidade e serviço aos irmãoscontribuir para instaurar o o rosto dos irmãos e irmãs e irmãs. DATAS IMPORTANTES 4Reino do Coração de Jesus desfigurados pela maldade. Como assessor dos Leigos enos corações e na socieda- Leigos e leigas dehonianos Leigas Dehonianos, desejode. Ele dizia: “É necessário procuram encarnar no seu que a alegria reine no cora-que ele reine na sociedade, próprio ambiente os valo- ção de cada um e todosna família, na legislação, na res tão caros a P. Dehon. deem o máximo de si paracultura, nos costumes.” Desejam viver a disponibili- o bom andamento do gru-Para essa “instauração”, ao dade de Jesus no seu espa- po no amor e dedicação.seu redor trabalharam mui- ço de vida, anunciando a Pe. José Luís de Gouvêa, scjEcce Venio “Ecce Venio” é a expressão entrega constante, um sacri- nal ao Pai e um amor solidá- que significa “eis que ve- fício perfeito, um elo entre o rio aos homens e mulheres nho” encontrada no Salmo “divino e o humano”. de todos os tempos. Por isso, podemos dizer que Os leigos e leigas dehonia- 40, 7-9. A Carta aos He- o “Ecce Venio” de Jesus é nos são convidados a confi- breus se utiliza do Salmo e gurarem o seu ser e viver ao entrega total, disponibilida- o atribui a Jesus, pois Ele de oblativa que vai até às “Ecce Venio” de Jesus, a ofereceu-se uma vez por últimas consequências na exemplo de P. Dehon. todas ao Pai em favor da cruz. É atitude de quem se Um convite ao amor, uma humanidade. Sua vida, des- oferece inteiramente por entrega por amor, uma vida de a encarnação, foi uma amor. Um amor incondicio- de amor: “Ecce Venio!”
  2. 2. Leigos Dehonianos “O Reino do Coração de Jesus Leigo nas almas e na sociedade” Dehoniano “O Leigo Dehoniano tem como tarefa específica a interpretação e a encarna- “SOMENTE O ção leiga do carisma deho- CORAÇÃO DE niano (cf. Cfl 24,56). Ele interpreta o carisma JESUS PODE DAR pela participação na fun- NOVAMENTE À ção sacerdotal, profética e régia de Cristo (Cfl, 14). HUMANIDADE O O leigo Dehoniano, anima- AMOR QUE ELA do pelo Espírito: - vive “plenamente inserido PERDEU” no mundo”, empenhando no ambiente familiar, pro- fissional e de trabalho, polí- tico e eclesial, consagrando “Mas por que falar do Reino Reino do Coração de Jesus. a Deus o mundo como o- do Coração de Jesus? Por O Coração de Jesus é capaz blação sacerdotal e sacrifí- que este nome novo? Por de derramar sobre o mun- cio espiritual (Cfl, 14); que esta doutrina mística? do as riquezas da graça, que - “sente com a Igreja” e É urgente restabelecer o realizam as maravilhas a- partilha a sua paixão pelo Reino de Jesus Cristo. nunciadas para a época da Evangelho e o mundo, co- É necessário que ele reine total expansão da Igreja. mo profeta do amor e da na sociedade, na família, na Haverá um só rebanho e esperança cristã (Cfl, 14); legislação, na cultura, nos um só pastor, é a promessa - promotor de uma via hu- costumes. É condição de de Jesus. Deus quer dar ao mana e humanizadora, é prosperidade e de paz; é a seu Filho todas as nações agente de reconciliação e manifestação da verdade e como herança, é o anúncio de solidariedade, atento às dos direitos de Deus. dos profetas. Isso não pode condições humanas, em É preciso que o culto ao realizar-se senão através de particular de pobreza e de “Temos que ser cristãos sociais Coração de Jesus, iniciando uma superabundância do necessidades, tornando que façam reinar Cristo, na vida mística das almas, amor de Cristo, que con- seja na vida social como na Cristo presente nos irmãos vida privada.” possa penetrar na vida soci- quiste os corações que mai- (Cfl, 14); P. Dehon al dos povos. Ele trará o or resistência lhe fazem. - responde assim ao cha- verdadeiro remédio aos Começa a chegar este dilú- mado à santidade, própria grandes males do nosso vio de fogo, começa a se de todo batizado (Cfl, 16), mundo moral: a apostasia expandir: é o Reino do Co- vivendo em união com Cris- da fé, o laxismo, o ódio e a ração de Jesus. Venha já to no seu amor e na sua indiferença, o descompro- este Reino bendito, este oblação reparadora ao Pai misso e o desespero, a in- Reino reparador do Coração pelos homens (...). justiça... Somente o Cora- de Jesus. Nós o invocamos O Leigo Dehoniano se em- Publicação da Assessoria dos Leigos Dehonianos ção de Jesus pode dar nova- ardentemente como dilúvio penha numa séria, progres- da Província BSP mente à humanidade o a- de amor, preparado por siva e constante formação, mor que ela perdeu. Só ele Maria, e que deve abraçar inicial e permanente, paraDiretor responsável:Pe. José Luís de Gouvêa, scj pode reconquistar o cora- toda a terra e uni-la a Cristo assimilar e traduzir em es- ção das massas, o coração na mais pura e fecunda ca- piritualidade e missão oColaboração:Leigos Dehonianos dos operários, o coração ridade.” carisma, no mundo e naE-mail: dos jovens. E essa recon- (P. Dehon, fevereiro de 1889) cultura de hoje (cf. Cfl,leigosdehonianosbsp@gmail.com quista dos corações já é 14).”Rua Carolina Santos, 143 - Méier Dehon por uma civilização20720-310 Rio de Janeiro - RJ evidente e está presente no Circular SCJ 2002/2, p. 116(21) 2595.5212 do amor, p.33 Página 2
  3. 3. Publicação Mensal - Ano 01 - n. 02 ALFREDO SANTERRE - “PRECURSOR DOS LEIGOS DEHONIANOS” O Sr. Santerre foi membro ter com cada doente, para fervoroso da Ordem Ter- conseguir um lugar de tra- ceira de S. Francisco. Com balho. Além disso, o Sr. este espírito rezava todos Santerre era o sacristão da os dias a Via-sacra e fazia capela da Obra. atos de penitência. Mas a Também cooperava no Ordem Terceira não foi Círculo Operário em tudo o para ele simplesmente que podia servir para o seu “O padre e o leigo são uma instituição piedosa bom andamento: na banda o sal da sociedade e a para a sua santificação musical, no teatro, na or- luz da vida social.” pessoal, mas também um ganização de uma festa e P. Dehon “O Senhor A. Santerre meio para fazer apostola- da biblioteca. Ajudava nor- foi aquele que caminhou do, para “ir ao povo”. malmente sem se fazer à frente do nosso Foi também membro da notar. patronato. Este homem Conferência de S. Vicente Na sua paróquia, fora ou- teve toda a fidelidade, de Paulo. Por isso visitava tros vários serviços que todo o zelo de um cão de pastor. Os milhões de as famílias pobres. prestava, foi presidente da passos que ele fez em Quando o Pe. Dehon pediu Associação da Adoração favor dos pequenos a ajuda desta instituição Noturna. Gostava da ado- “Quando o e dos pobres para o Patronato de “S. ração ao Santíssimo Sacra- Pe. Dehon estão escritos no céu.” José”, foi um dos primeiros mento, especialmente da P. Dehon pediu a ajuda que se ofereceu. adoração reparadora por- desta institui- Durante 25 anos trabalhou que acreditava que a Fran- ção para o nesta obra do Pe. Dehon. ça esperava grandes casti- Patronato deAlfredo Santerre nasceu No princípio havia vários gos por causa da sua infi- “S. José”, foiem S. Quintino, França, a outros leigos que coopera- delidade. Diz o Pe. Rasset: um dos pri-30 de Maio de 1832. Com vam, mas quando, com o “Esforçava-se nas suas ora- meiros que seos seus irmãos tinha um decorrer dos tempos, a ções por esconjurar os ma- ofereceu”.armazém de estilo antigo, situação política se tornou les que temia para a socie-onde se vendiam alimen- anti-clerical, grande parte dade; foi na Igreja umatos a granel e igualmente da direção acabou por pe- alma reparadora”.ervas e remédios caseiros. sar sobre ele. Durante os últimos anos daNão estava preocupado Conversava com cada cri- sua vida retirou-se de S.em obter lucro, e vendia ança que chegava sobre a Quintino e mudou-se paratudo a preços módicos. sua família, perguntando Oisy-le-Verger.O Pe. Rasset, que escreveu de que viviam, se tinham No dia 01 de outubro deum livro sobre ele, diz: “Às idosos em casa, doentes, 1901, regressando de umavezes aplaude-se a carida- inválidos, se ele e os seus peregrinação a N. Sra. dode de pessoas que enri- irmãos iam à escola, se Bon-Secours, levando umqueceram à custa de espe- tinha ido à Missa domini- jovem deficiente às costas,culações". Aqui não encon- cal. Muitos destes dados apesar dos seus 68 anos, “Leigos e leigas:tramos nada disso. Trata- passavam depois para a caiu à beira do caminho e da igreja aose de fazer o bem por meio Conferência de S. Vicente morreu. coração do mundo,do trabalho duro e diário, de Paulo. do mundo aodeixando de parte toda a Criaram-se iniciativas nas Studia dehoniana 33 coração da Igreja”espécie de especulação. Os oficinas para interessar as Egídio Driedonkx scj DA 209lucros obtidos com sacrifí- Calendário Histórico scj crianças na Obra, planifica- Agenda dehoniana, p. 165cio iam beneficiar os po- ram-se os projetos das pe- Edições Noviciadobres. regrinações, os trâmites a Aveiro 2000. Página 3
  4. 4. Leigos Dehonianos PROVÍNCIA BSP DEHONIANOS Leigos Dehonianos da Paróquia do Sagrado Cora- ção de Jesus e Nossa Senhora Mãe da Igreja. Taubaté - SP“Em nosso Setor do Vale do Paraíba, na Residência Teológica, da Congregação dos Padres SCJ, estivemos reunidos em retiro no domingo,15/05, a presença do Pe. Marcelo Reis, reitor do Conventinho SCJ de Taubaté, diácono Carlos Roberto, frater Carlos e leigos (as) dehonianosda Paróquia SCJ e N. Sra. Mãe da Igreja. O tema foi “Como deve ser o testemunho do(a) leigo(a) dehoniano através do ca-risma e missão”. O retiro desenvolveu-se dentro do tema, orações, partilha e, no encerramento, a Santa Missa presidida pelo P. Marcelo.Com certeza foram momentos de grande significado para nós e, creio, sempre produzirá em nossos corações e em nossa comunidades”. LuizCarlos Cavalheiro - Leigo Dehoniano. Leigos Dehonianos da Paróquia Sagra- do Coração de Jesus do Méier - Rio de Janeiro - RJ“No dia 11/06, às 08h, aconteceu o momento de espiritualidade dos leigos dehonianos e Meces da Paróquia SCJ—Méier. O P. José Luís bre-vemente falou sobre Pentecostes, o olhar reparador de P. Dehon e o Coração de Jesus. Por fim, nos convidou a ajudar no trabalho com ojovens universitários. Depois, P. Aloísio falou sobre “Quem é o Espírito Santo?” e, em todos os momentos de nossas vidas devemos invocar oEspírito Santo. Ao término, ele nos pediu que vivêssemos unidos a Cristo.— Às 10h, após o lanche, os leigos dehonianos fizeram a sua reuni-ão onde foram tratados vários assuntos, dentre ele a presença dos leigos no retiro que acontecerá em São Paulo, no mês de setembro. Cercade 12 leigos se prontificaram em participar do retiro”. Nancy Bayma Salles—Leiga Dehoniana Datas a recordar Envie suas notícias: leigosdehonianosbsp@gmail.com 1869-19/07: 1ª Missa de P. Dehon em La Capelle. 1877-13/07: Fundação jurídica dos “Oblatos do Coração de Jesus”. 16-31/07: Retiro espiritual de P. Dehon e elaboração das primeiras Constituições. Vamos aguardar 31/07: P. Dehon inicia o Noviciado. - Retiro dos Leigos Dehonia- 1903-12/07: PP. Lux e Fóxius desembarcam no porto de Paranaguá. Depois iniciam o trabalho em Florianópolis. nos em São Paulo na Chácara 1906-04/07: A Santa Sé aprova definitivamente a Congregação e as Constituições por dez anos. dos Abarés, nos dias 17 e 1922-18/07: P. Dehon, por indulto da Santa Sé, será Superior Geral até a morte. 18/9. - Projeto de Vida dos Leigos Datas a celebrar Vamos rezar dehonianos... 01/07: Festa do Sagrado Coração de Jesus Pela 4ª Assembleia Provincial (religiosos) nos dias 04 a 08/07, no Recanto Sagra- 02/07: Reunião da Assessoria com a Coordenação Geral dos do Coração de Jesus, em Lavras/MG. Leigos Dehonianos, no Méier RJ.

×