Movimentos operários

269 visualizações

Publicada em

Relato sobre os movimentos operários, ideais anarquistas, socialistas e a história do dia 1º de Maio.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
269
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Movimentos operários

  1. 1. • Brasil estava se industrializando • Ausência de Sindicatos e DireitosTrabalhistas • Presença de Imigrantes • Ideais Anarquistas, Comunistas e Socialistas • Carga horária de 12 à 16 horas • Presença de crianças nas fábricas • Mulheres ganhando menos • Locais insalubres
  2. 2. Na primeira década do século XX, o Brasil já contava com mais de 100 mil trabalhadores, sendo a grande maioria concentrada nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. • Foi nesse contexto que as reivindicações por melhores salários, jornada de trabalho reduzida e assistência social ocorreram. • Haviam também políticas mais incisivas que lutavam contra a manutenção da propriedade
  3. 3. • Socialistas: União dos trabalhadores em torno de um partido político. • Anarquistas: Extinção imediata do Estado e da propriedade privada. • Anarcossindicalistas: Ação dos sindicatos e ligas operárias contra os patrões e o Estado capitalista.
  4. 4. • Tecelões, alfaiates, portuários, mineradores, carpinteiros e ferroviários foram os primeiros a demonstrar sua insatisfação, fazendo greves de menor expressão. • Notando a consolidação desses levantes, o governo promulgou uma lei expulsando os estrangeiros que fossem considerados uma uma ameaça à ordem e segurança nacional. • Essa primeira tentativa de repressão foi imediatamente respondida por uma greve
  5. 5. Devido ao descaso do governo, foi organizada uma greve de grandes proporções em São Paulo. • Mesma época da Revolução Russa. • Setor alimentício, gráfico, têxtil e ferroviário foram os maiores atuantes. • Grande confronto com a polícia e morte de um trabalhador (o que só aumentou a revolta).
  6. 6. • A data comemorativa nasceu em homenagem aos trabalhadores de Chicago (EUA), que em 1886 declararam greve geral contra as más condições de trabalho. • Contexto – Revolução Industrial • Foram duramente reprimidos, e no dia 04 de maio, em uma manifestação na praça Haymarket, uma bomba explodiu matando sete e ferindo dezenas de pessoas, entre policiais e manifestantes. A explosão provocou o revide dos policias com tiros sobre os manifestantes. Outras dezenas de pessoas morreram na mesma praça. Esse conjunto de
  7. 7. Porém, no Brasil ela só foi de fato comemorada em 1925, quando o atual presidenteArthur Bernardes acatou o conselho da comemoração. Dessa forma, desde esse ano o 1º de maio passou a ser feriado nacional. Na época do Estado Novo Varguista, a data era deliberadamente usada para eventos de autopromoção do governo, com festas para os trabalhadores e muitos discursos demagógicos.
  8. 8. A ação grevista serviu para a formação de um movimento mais organizado sob os ditames de um partido político. No ano de 1922, inspirado pelo Partido Bolchevique Russo, foi oficializada a fundação do PCB, Partido Comunista Brasileiro. Paralelamente, os sindicatos passaram a se organizar melhor, mobilizando um grande
  9. 9. Bibliografia • http://www.brasilescola.com/

×