Apocalipse de João
• O QUE A DOUTRINA ESPÍRITA ESCLARECE :
• Allan Kardec encontrou, nos
princípios da Doutrina Espírita,
explicações que apo...
• O QUE A DOUTRINA ESPÍRITA ESCLARECE :
“ A Doutrina Espírita ou o
Espiritismo tem por princípios as
relações do mundo mat...
• INTRODUÇÃO
• Qual o significado da palavra Apocalipse?
• Origem na palavra grega apokálypsis, formada por "apo",
tirado ...
• INTRODUÇÃO.
• E.S.E. 1º cap. “ Eu não vim destruir a Lei. “
• Kardec nos trás a ideia da revelação.
• Primeiro comentári...
• O QUE EMMANUEL NOS INFORMA:
“Alguns anos antes de terminar o primeiro século, após o
advento da nova doutrina, já as for...
• CONTEXTO HISTÓRICO
• Período de violentas perseguições do Império Romano
( a Besta ) contra a Igreja nascente.
• João, p...
EMMANUEL, COMENTA O APOCALIPSE DE JOÃO
"O Divino Mestre chama aos Espaços o Espírito João, que
ainda se encontrava preso n...
• ANÁLISE ESPÍRITA DO APOCALIPSE
• As sete Igrejas.
• A besta apocalíptica.
• A espada de dois gumes.
• A obra divina.
• O...
• AS SETE IGREJAS
“ 8 Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o derradeiro... 11
e o que vês, escreve-o num livro, e envia-o...
• O NÚMERO SETE.
• Para os judeus sete é o número da perfeição.
• No apocalipse ele aparece muitas vezes:
• As sete estrel...
• O NÚMERO SETE.
• “ Quanto ao mistério das sete estrelas que vistes em
minha mão direita e aos sete candelabros de ouro: ...
• SETE PECADOS X SETE VIRTUDES
• GULA : desequilíbrio Alimentação, forma de Cobiça.
• TEMPERANÇA, MODERAÇÃO, AUTOCONTROLE
...
• O NÚMERO SETE.
• Cada grupo de reencarnação é para trabalhar um
defeito. ( cabala )
• L.E. 132: Qual é o objetivo da enc...
ÉFESO (APOCALIPSE - CAPÍTULO II)
1 - Ao anjo da igreja em Éfeso escreve: Isto diz aquele que tem
as sete estrelas na sua d...
• AS SETE IGREJAS
• Éfeso: A igreja apostólica ( 33 – 100 ).
• Boas obras, trabalho, perseverança e paciência.
• Sofriment...
ESMIRNA (APOCALIPSE - CAPÍTULO II)
8- Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: Isto diz o
primeiro e o último, que foi morto ...
• AS SETE IGREJAS
• Esmirna: A igreja da perseguição, de Diocleciano a
Constantino ( 100 – 312 ).
• Período em que as apar...
PÉRGAMO (APOCALIPSE - CAPÍTULO II)
12 - Ao anjo da igreja em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a
afiada espada de d...
• AS SETE IGREJAS
• Pérgamo: A igreja sob favor imperial de Constantino
( 313 – 600 ).
• Certas doutrinas “pagãs” começam ...
TIATIRA (APOCALIPSE - CAPÍTULO II)
18 - Ao anjo da igreja em Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que
tem olhos como...
TIATIRA (APOCALIPSE - CAPÍTULO II)
23 - Farei morrer a seus filhos; e todas as igrejas conhecerão que eu
sou o esquadrinha...
• AS SETE IGREJAS
• Tiatira: A igreja papal. Idade Média ( 600 – 1517 ).
• União da igreja com o Estado.
• Últimas obras m...
SARDES (APOCALIPSE - CAPÍTULO III)
1 - Ao anjo da igreja em Sardes escreve: Isto diz aquele que tem os
sete Espíritos de D...
• AS SETE IGREJAS
• Sardes: A igreja reformista ( 1517 – 1750 ).
• Igreja reacende as perseguições contra os reformistas.
...
FILADÉLFIA (APOCALIPSE - CAPÍTULO III)
7 - Ao anjo da igreja em Filadélfia escreve: Isto diz o Santo, o
Verdadeiro, o que ...
• AS SETE IGREJAS
• Filadélfia: A igreja missionária ( 1750 – 1914 ).
• Com o movimento dos puritanos uma nova suavidade
c...
LAODICÉIA (APOCALIPSE - CAPÍTULO III)
14 - Ao anjo da igreja em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a
testemunha fiel e ve...
• AS SETE IGREJAS
• Laodicéia: A igreja rejeitada. Apostasia final ( 1914 –
período atual ).
• Sei as tuas obras, que não ...
• ENTENDENDO ALGUNS SÍMBOLOS
• Mar = povos, nações ( APOCALIPSE 17:15 )
• Chifres = poder, reino ou rei ( APOCALIPSE 17:12...
• A BESTA APOCALÍPTICA ( APOCALIPSE 13:1-9 )
1 Vi uma Besta que subia do mar. Tinha dez chifres e sete cabeças;
sobre os c...
• A BESTA APOCALÍPTICA ( APOCALIPSE 13:1-9 )
5 Foi-lhe dada uma boca para proferir palavras insolentes e
blasfêmias, e tam...
• IDENTIFICAÇÃO DA BESTA APOCALÍPTICA
“ Reza o Apocalipse que a besta poderia dizer
grandezas e blasfêmias por 42 meses, a...
IDENTIFICAÇÃO DA BESTA APOCALÍPTICA
Ora, ninguém ignora que o PAPA se intitula: VICARIVS GENERALIS
DEI IN TERRIS; VICARIVS...
• A ESPADA DE DOIS GUMES
“Na mão direita ele tinha sete estrelas, e de sua boca saía
espada afiada, com dois gumes. Sua fa...
A OBRA DIVINA
“ À frente do trono havia como que um mar vítreo, semelhante ao
cristal. No meio do trono, e ao seu redor es...
REFERÊNCIAS
1. Kardec. Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo. Ed. IDE.
2009
2. Kardec. Allan. O Livro dos Espíritos. Ed...
APOCALIPSE DE JOÃO PARTE 1, trabalho de estudo desenvolvido no Centro Espirita Ivon Costa em Belém do Pará.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

APOCALIPSE DE JOÃO PARTE 1, trabalho de estudo desenvolvido no Centro Espirita Ivon Costa em Belém do Pará.

4.975 visualizações

Publicada em

Trabalho desenvolvido com parte do estudo aprofundado da doutrina espirita no Centro Espirita Yvon Costa em Belém Pará

Publicada em: Espiritual

APOCALIPSE DE JOÃO PARTE 1, trabalho de estudo desenvolvido no Centro Espirita Ivon Costa em Belém do Pará.

  1. 1. Apocalipse de João
  2. 2. • O QUE A DOUTRINA ESPÍRITA ESCLARECE : • Allan Kardec encontrou, nos princípios da Doutrina Espírita, explicações que apontam para leis sábias e supremas, razão pela qual afirmou que o Espiritismo permite: • “ Resolver os milhares de problemas históricos, arqueológicos, antropológicos, teológicos, psicológicos, morais, sociais, etc.” ( REVISTA Espírita, 1862. pg 401 )
  3. 3. • O QUE A DOUTRINA ESPÍRITA ESCLARECE : “ A Doutrina Espírita ou o Espiritismo tem por princípios as relações do mundo material com os Espíritos ou seres do mundo invisível. ” ( O Livro dos Espíritos. Introdução, item I ) “ Dois elementos ou, se quiserem, duas forças regem o Universo: o elemento espiritual e o elemento material. “ ( A Gênese. Introdução )
  4. 4. • INTRODUÇÃO • Qual o significado da palavra Apocalipse? • Origem na palavra grega apokálypsis, formada por "apo", tirado de, e "kalumna", véu. ( revelação ) • Qual a diferença entre apocalipse e profecia? • Profecia: os profetas ouviam as revelações divinas. • Apocalipse: as revelações eram feitas em forma de visões. • Quem escreveu ? • João, autor do 4º evangelho do N.T. • Existiram outros livros apocalípticos? • Sim, vários no A.T. ( Isaías, Jeremias, Ezequial e Daniel ) • Qual a principal característica deste livro? • Revelações feitas através de diversos símbolos e alegorias. ( animais, números, objetos, imagens, etc )
  5. 5. • INTRODUÇÃO. • E.S.E. 1º cap. “ Eu não vim destruir a Lei. “ • Kardec nos trás a ideia da revelação. • Primeiro comentário do E.S.E. é de um espírito israelita com o tema A Era Nova, dizendo que: “ Deus é unico. “ • O que o apocalipse nos revela? • Deus, a ação da providência divina. • Apocalipse é o último livro da Bíblia. • Em A Gênese, o último cap. é também uma literatura apocalíptica. • Sinais dos tempos. • A geração nova.
  6. 6. • O QUE EMMANUEL NOS INFORMA: “Alguns anos antes de terminar o primeiro século, após o advento da nova doutrina, já as forças espirituais operam uma análise da situação amargurosa do mundo, em face do porvir. Sob a égide de Jesus, estabelecem novas linhas de progresso para a civilização, assinalando os traços iniciais dos países europeus dos tempos modernos. Roma já não representa, então, para o plano invisível, senão um foco infeccioso que é preciso neutralizar ou remover. Todas as dádivas do Alto haviam sido desprezadas pela cidade imperial, transformada num vesúvio de paixões e de esgotamentos.” (Emmanuel/Chico Xavier – “A CAMINHO DA LUZ”, Apocalipse de João)
  7. 7. • CONTEXTO HISTÓRICO • Período de violentas perseguições do Império Romano ( a Besta ) contra a Igreja nascente. • João, prisioneiro na Ilha de Patmos, no período do reinado de Domiciano ( ano 95 ), escreve o Apocalipse com o objetivo de reerguer o ânimo dos cristãos.
  8. 8. EMMANUEL, COMENTA O APOCALIPSE DE JOÃO "O Divino Mestre chama aos Espaços o Espírito João, que ainda se encontrava preso nos liames da Terra, e o Apóstolo, atônito e aflito, lê a linguagem simbólica invisível. Recomenda-lhe o Senhor que entregue os seus conhecimentos ao planeta como advertência a todas as nações e a todos os povos da Terra ... Todos os fatos posteriores à existência de João estão ali previstos... vê- se que a sua expressão humana não pode copiar fielmente a expressão divina das suas visões ... as guerras, as nações futuras, os tormentos porvindouros, o comercialismo, as lutas ideológicas da civilização ocidental, estão ali pormenorizadamente entrevistos. E a figura mais dolorosa, ali relacionada, que ainda hoje se oferece à visão do mundo moderno, é bem aquela da igreja transviada de Roma, simbolizada na besta vestida de púrpura e embriagada com o sangue dos santos". (Emmanuel/Chico Xavier, 1972, p. 126 e 127)
  9. 9. • ANÁLISE ESPÍRITA DO APOCALIPSE • As sete Igrejas. • A besta apocalíptica. • A espada de dois gumes. • A obra divina. • O livro dos selos. • A abertura dos selos.
  10. 10. • AS SETE IGREJAS “ 8 Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o derradeiro... 11 e o que vês, escreve-o num livro, e envia-o às sete igrejas que estão na Ásia: a Éfeso, a Esmirna, a Pérgamo, a Tiatira, a Sardes, a Filadélfia e a Laodicéia. " (Apocalipse 1:8-11) PATMOS
  11. 11. • O NÚMERO SETE. • Para os judeus sete é o número da perfeição. • No apocalipse ele aparece muitas vezes: • As sete estrelas. • As sete igrejas. • Os sete candelabros. • Os sete selos. • As sete trombetas. • As sete pragas das sete taças. • Candelabro de sete braços : Menorah, simboliza a presença de Deus na Terra.
  12. 12. • O NÚMERO SETE. • “ Quanto ao mistério das sete estrelas que vistes em minha mão direita e aos sete candelabros de ouro: as sete estrelas são os Anjos das sete igrejas, e os sete candelabros, as sete igrejas. “ ( Bíblia de Jerusálem 1:20 ) • Sob a égide de Jesus, já as forças espirituais operam uma análise da situação amargurosa do mundo. (Emmanuel/Chico Xavier – “A CAMINHO DA LUZ”, Apocalipse de João) • As sete igrejas representariam a totalidade dos períodos espirituais da humanidade apresentando virtudes e defeitos a serem corrigidos. • A cabala é a espiritualidade judaica. ( Sete defeitos ) • Os sete pecados capitais x virtudes.
  13. 13. • SETE PECADOS X SETE VIRTUDES • GULA : desequilíbrio Alimentação, forma de Cobiça. • TEMPERANÇA, MODERAÇÃO, AUTOCONTROLE • AVAREZA : desequilíbrio do Ter, Ganância • GENEROSIDADE, DESPRENDIMENTO • LUXURIA : desequilíbrio do Prazer corporal e material. • AUTOSASTIFAÇÃO, SIMPLICIDADE • IRA : desequilíbrio Emoção, Raiva, Ódio, Rancor. • PACIÊNCIA, SERENIDADE, PAZ • INVEJA : desejo Posse, Status, Habilidade de outros. • AUTOESTIMA, CARIDADE, COMPAIXÃO • PREGUIÇA : falta de Empenho, Ócio, Morosidade. • DECISÃO, OBJETIVIDADE, PRESTEZA • ORGULHO : desequilíbrio da Humildade, soberba. • MODÉSTIA, HUMILDADE.
  14. 14. • O NÚMERO SETE. • Cada grupo de reencarnação é para trabalhar um defeito. ( cabala ) • L.E. 132: Qual é o objetivo da encarnação? R. : Deus impõe com o objetivo de fazê-los chegar a perfeição. • L.E. 167: Qual é o objetivo da reencarnação? R. : Expiação, aprimoramento progressivo da humanidade.
  15. 15. ÉFESO (APOCALIPSE - CAPÍTULO II) 1 - Ao anjo da igreja em Éfeso escreve: Isto diz aquele que tem as sete estrelas na sua destra, que anda no meio dos sete candeeiros de ouro. 2 - Sei as tuas obras, o teu trabalho e a tua perseverança, e que não podes suportar os maus; e que puseste à prova os que se dizem ser apóstolos, e não o são, e os achaste falsos; 3 - E que tens perseverança, e por amor do meu nome sofreste, e não te hás cansado. 4 - Eu, porém, tenho contra ti que deixaste o teu primeiro amor. 5 - Lembra-te, pois, donde caíste, arrepende-te e pratica as primeiras obras; de outra forma, venho a ti, e removerei o teu candeeiro do seu lugar, se não te arrependeres. 6 - Mas isto tens, que aborreces as obras dos nicolaítas, as quais eu também aborreço. 7 - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao vencedor darei a comer da árvore da vida, que está no Paraíso de Deus. (Nicolaítas seitas libertinas)
  16. 16. • AS SETE IGREJAS • Éfeso: A igreja apostólica ( 33 – 100 ). • Boas obras, trabalho, perseverança e paciência. • Sofrimento em manter os ensinos morais do Cristo, pelas ofertas de César. • Voltar a prática das boas obras. • GULA. desequilíbrio Alimentação, forma de Cobiça. • TEMPERANÇA, MODERAÇÃO, AUTOCONTROLE
  17. 17. ESMIRNA (APOCALIPSE - CAPÍTULO II) 8- Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto e tornou a viver. 9 - Sei a tua tribulação e a tua pobreza (mas tu és rica), e a calúnia daqueles que se dizem ser judeus, e não o são, mas são sinagoga de Satanás. 10 - Não temas o que estás para sofrer; eis que o Diabo está para meter alguns de vós em prisão para serdes provados, e passareis por uma tribulação de dez dias. Sê fiel até a morte, e eu te darei a coroa da vida. 11 -Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. O vencedor nada sofrerá da segunda morte.
  18. 18. • AS SETE IGREJAS • Esmirna: A igreja da perseguição, de Diocleciano a Constantino ( 100 – 312 ). • Período em que as aparências substituem a essência. • Invasão na igreja primitiva pelos falsos cristãos. • Ser fiel á mensagem. • AVAREZA : desequilíbrio do Ter, Ganância • GENEROSIDADE, DESPRENDIMENTO
  19. 19. PÉRGAMO (APOCALIPSE - CAPÍTULO II) 12 - Ao anjo da igreja em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a afiada espada de dois gumes. 13 - Sei onde habitas; onde Satanás tem o seu trono; e que conservas o meu nome e não negaste a minha fé, mesmo nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde habita Satanás. 14 -Tenho, porém, contra ti umas poucas de coisas, porque tens aí aos que seguem o ensino de Balaão, que ensinava Balaque a pôr uma pedra de tropeço diante dos filhos de Israel, isto é, a comer das coisas sacrificadas aos ídolos e a fornicar. 15 - Assim tu tens igualmente aos que seguem o ensino dos nicolaítas. 16 - Arrepende-te, pois; ou se não, venho a ti sem demora, e pelejarei contra eles com a espada da minha boca. 17 - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao vencedor darei do maná escondido e lhe darei também uma pedra branca, e nesta pedra um novo nome escrito, o qual ninguém sabe senão quem o recebe.
  20. 20. • AS SETE IGREJAS • Pérgamo: A igreja sob favor imperial de Constantino ( 313 – 600 ). • Certas doutrinas “pagãs” começam a ser admitidas dentro da igreja. • Período em que foi abertamente admitida a idolatria. • LUXURIA. desequilíbrio do Prazer corporal e material. • AUTOSASTIFAÇÃO, SIMPLICIDADE
  21. 21. TIATIRA (APOCALIPSE - CAPÍTULO II) 18 - Ao anjo da igreja em Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem olhos como uma chama de fogo, e os seus pés são semelhantes ao latão polido. 19 - Sei as tuas obras, e o teu amor, e a tua fé, e os teus serviços e a tua perseverança, e que as tuas últimas obras são mais numerosas do que as primeiras. 20 -Tenho, porém, contra ti que toleras a mulher Jezabel, que se chama a si mesma profetiza; ela ensina e seduz os meus servos a fornicar e a comer das carnes sacrificadas aos ídolos. 21 - Eu lhe dei tempo para que se arrependesse, e ela não quer arrepender-se da sua fornicação. 22 - Eis aí a lanço num leito, e numa grande tribulação os que adulteram com ela, se não se arrependerem dos atos ensinados por ela.
  22. 22. TIATIRA (APOCALIPSE - CAPÍTULO II) 23 - Farei morrer a seus filhos; e todas as igrejas conhecerão que eu sou o esquadrinhador dos rins e corações, e darei a cada um de vós segundo as suas obras. 24 -Digo, porém, a vós outros que estais em Tiatira, a quantos não seguem este ensino e que não conhecem as coisas profundas de Satanás, como eles dizem: Eu não vos ponho outro fardo; 25 -somente aquilo que tendes, guardai-o bem, até que eu venha. 26 -Ao vencedor, e ao que guarda as minhas obras até o fim, lhe darei autoridade sobre as nações. 27 - Ele as regerá com vara de ferro, quebrando-as, como são quebrados os vasos de oleiro, assim como eu a recebi de meu Pai. 28 - Eu lhe darei a estrela da manhã. 29 - tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.
  23. 23. • AS SETE IGREJAS • Tiatira: A igreja papal. Idade Média ( 600 – 1517 ). • União da igreja com o Estado. • Últimas obras maiores que as primeiras. • Presença de missionários enviados pelo Cristo. • Recomendação de guardar as boas obras. • IRA. desequilíbrio Emoção, Raiva, Ódio, Rancor. • PACIÊNCIA, SERENIDADE, PAZ
  24. 24. SARDES (APOCALIPSE - CAPÍTULO III) 1 - Ao anjo da igreja em Sardes escreve: Isto diz aquele que tem os sete Espíritos de Deus e as sete estrelas: Sei as tuas obras; que tens nome de que vives, e estás morto. 2 - Sê vigilante, e confirma o que ainda permanece, que estava prestes a morrer; pois não tenho achado tuas obras completas diante de meu Deus. 3 - Lembra-te, portanto, como recebeste e ouviste, guarda-o e arrepende-te. Pois se não vigiares, virei como um ladrão, e não conhecerás a hora em que hei de vir a ti. 4 - Mas tens umas poucas pessoas em Sardes que não contaminaram as suas vestes, e estas andarão comigo em vestes brancas, porque são dignas. 5 - O vencedor será assim vestido de vestes brancas: não apagarei o seu nome no livro da vida, e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos. 6 - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.
  25. 25. • AS SETE IGREJAS • Sardes: A igreja reformista ( 1517 – 1750 ). • Igreja reacende as perseguições contra os reformistas. • Noite se São Bartolomeu. • A Igreja romana se curvava ante a fé dos novos seguidores da Reforma. • Sei as tuas obras; que tens nome de que vives, e estás morto. • Sê vigilante, e confirma o que ainda permanece. • INVEJA. desejo Posse, Status, Habilidade de outros. • AUTOESTIMA, CARIDADE, COMPAIXÃO
  26. 26. FILADÉLFIA (APOCALIPSE - CAPÍTULO III) 7 - Ao anjo da igreja em Filadélfia escreve: Isto diz o Santo, o Verdadeiro, o que tem a chave de Davi, o que abre e ninguém fechará, o que fecha e ninguém abre: 8 - Sei as tuas obras (eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, que ninguém pode fechar), que tens pouca força, e guardaste a minha palavra e não negaste o meu nome. 9 - Eis que farei que alguns da sinagoga de Satanás, que dizem ser judeus, e não o são, mas mentem, eis que farei que venham prostrar-se aos teus pés e conheçam que eu te amei. 10 - Visto que guardaste a palavra da minha paciência, eu também te guardarei na hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para provar os que habitam na terra. 11 - Venho sem demora; guarda bem o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. 12 - Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus, donde jamais sairá; escreverei sobre ele o nome do meu Deus e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu da parte do meu Deus, e também o meu novo nome. 13 - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.
  27. 27. • AS SETE IGREJAS • Filadélfia: A igreja missionária ( 1750 – 1914 ). • Com o movimento dos puritanos uma nova suavidade começa a ser vista nos corações humanos. • Sei as tuas obras e que tens pouca força. • PREGUIÇA. falta de Empenho, Ócio, Morosidade. • DECISÃO, OBJETIVIDADE, PRESTEZA
  28. 28. LAODICÉIA (APOCALIPSE - CAPÍTULO III) 14 - Ao anjo da igreja em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: 15 - Sei as tuas obras, que não és nem frio nem quente; oxalá foras frio ou quente! 16 - Assim porque tu és morno, e nem és frio nem quente, estou para te vomitar da minha boca. 17 - Visto que dizes: Rico sou e estou enriquecido e de nada tenho falta, e não sabes que tu és o coitado, miserável, e pobre, e cego e nu. 18 - Eu te aconselho que de mim compres ouro refinado no fogo para te enriqueceres, vestes brancas para te cobrires e para que a vergonha da tua nudez não seja manifesta, e também colírio para ungires os olhos a fim de que vejas. 19 - A quantos eu amo, repreendo e castigo; sê, pois, zeloso e arrepende-te. 20 - Eis aí estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa, e cearei com ele, e ele comigo. 21 - Ao vencedor, fá-lo-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como eu venci e sentei-me com meu Pai no seu trono. 21 - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.
  29. 29. • AS SETE IGREJAS • Laodicéia: A igreja rejeitada. Apostasia final ( 1914 – período atual ). • Sei as tuas obras, que não és nem frio nem quente. • Rico sou e estou enriquecido e de nada tenho falta. • A mensagem é destinada aos últimos trabalhadores ou os trabalhadores da última hora, não basta conhecer a “verdade” é preciso vivenciá-la. • ORGULHO. desequilíbrio da Humildade, soberba. • MODÉSTIA, HUMILDADE.
  30. 30. • ENTENDENDO ALGUNS SÍMBOLOS • Mar = povos, nações ( APOCALIPSE 17:15 ) • Chifres = poder, reino ou rei ( APOCALIPSE 17:12 ) • Sete cabeças = sete montes ( APOCALIPSE 17:9 ) • Dragão = antiga serpente ( APOCALIPSE 12:9 ) • Animais ( pantera, urso e leão ) = reinos, rei ( Dn 7:17 ) • Besta = • 42 meses ( 1 mês = 30 anos; 42 x 30 = 1260 anos ) • Mulher = igreja ( mulher formosa = fiel ao Evangelho; quando afastada dos ensinamentos do Cristo = prostituta )
  31. 31. • A BESTA APOCALÍPTICA ( APOCALIPSE 13:1-9 ) 1 Vi uma Besta que subia do mar. Tinha dez chifres e sete cabeças; sobre os chifres havia dez diademas, e sobre as cabeças um nome de blasfemo. 2 A Besta que vi parecia uma pantera: os pés como os de urso e sua boca como a mandíbula de leão. E o Dragão lhe entregou seu poder, seu trono, e grande autoridade. 3 Uma de suas cabeças parecia mortalmente ferida, mas a ferida mortal foi curada. Cheia de admiração a terra inteira seguiu a Besta 4 e adorou o Dragão por ter entregue a autoridade à Besta. E adorou a Besta , dizendo: “Quem é comparável à Besta e quem pode batalhar lutar contra ela?
  32. 32. • A BESTA APOCALÍPTICA ( APOCALIPSE 13:1-9 ) 5 Foi-lhe dada uma boca para proferir palavras insolentes e blasfêmias, e também poder para agir durante quarenta e dois meses. 6 Ela abriu então a boca em blasfêmias contra Deus, blasfemando contra seu nome, sua tenda e os que habitam no céu. 7 Deram-lhe permissão para guerrear contra os santos e vencê-los; e foi-lhe dada autoridade sobre toda a tribo, povo, língua, e nação. 8 Adoraram-na, então, todos os habitantes da terra cujo nome não está escrito no livro desde a fundação do mundo no livro da vida do Cordeiro imolado. 9 Se alguém tem ouvidos, ouça. ( Bíblia de Jerusalém )
  33. 33. • IDENTIFICAÇÃO DA BESTA APOCALÍPTICA “ Reza o Apocalipse que a besta poderia dizer grandezas e blasfêmias por 42 meses, acrescentando que o seu número era o 666 (Apoc. 13: 5 e 18). Examinando- se a importância dos símbolos naquela época e seguindo o rumo certo das interpretações, podemos tomar cada mês como sendo de 30 anos, em vez de 30 dias, obtendo, desse modo, um período de 1260 anos comuns, justamente o período compreendido entre 610 e 1870, da nossa era, quando o Papado se consolidava, após o seu surgimento, com o imperador Focas, em 607, e o decreto da infalibilidade papal com Pio IX, em 1870, que assinalou a decadência e a ausência de autoridade do Vaticano, em face da evolução científica, filosófica e religiosa da Humanidade. “ (Emmanuel/Chico Xavier – “A CAMINHO DA LUZ”, pg. 128)
  34. 34. IDENTIFICAÇÃO DA BESTA APOCALÍPTICA Ora, ninguém ignora que o PAPA se intitula: VICARIVS GENERALIS DEI IN TERRIS; VICARIVS FILII DEI; DVX CLERI, (que significam: Vigário Geral de Deus na Terra; Vigário do Filho de Deus, Príncipe Chefe do Clero). Aproveitando, em cada um desses títulos as letras que têm valor como algarismos romanos, temos: Do primeiro: V I C I V L I D I I I 5 + 1 + 100 +1 + 5 + 50 + 1 + 500 + 1 + 1 + 1 = 666 Do segundo: V I C I V I L I I D I 5 + 1 + 100 + 1 + 5 + 1 + 50 + 1+ 1 + 500 +1 = 666 Do terceiro: D V X C L I 500+5 + 10+100+50+1 = 666 ( A Caminho da Luz. Cap. XIV. Pag. 128 )
  35. 35. • A ESPADA DE DOIS GUMES “Na mão direita ele tinha sete estrelas, e de sua boca saía espada afiada, com dois gumes. Sua face era como o sol, quando brilha com todo o seu esplendor. ” (Apocalipse 1:16) • É o símbolo do poder e da justiça. A palavra divina, que no dizer de São Paulo, é poderosa arma, com a qual será restabelecido o reinado do Cristo na Terra. É, finalmente, o Evangelho, o Verbo, essa espada que vibra golpes arrojados matando a hipocrisia, aniquilando o erro e defendendo os espíritos de boa vontade na luta terrível das “trevas” contra a “luz”.
  36. 36. A OBRA DIVINA “ À frente do trono havia como que um mar vítreo, semelhante ao cristal. No meio do trono, e ao seu redor estavam quatro Viventes, cheios de olhos, pela frente e por detrás.” (Apocalipse 4:6) “ O primeiro Vivente era semelhante a um leão; o segundo Vivente, a um touro, o terceiro tem a face como de homem; o quarto Vivente é semelhante a uma águia em voo. Os quatro animais têm cada um seis asas e são cheios de olhos ao redor e por dentro. E dia e noite sem parar, proclamam: Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo-poderoso, Aquele que era, Aquele que é e Aquele que vem.” (Apocalipse 4:7-8) • O poder, a criação, a sabedoria e a eternidade são simbolizados, respectivamente, por quatro criaturas viventes: “o leão, o novilho, o homem e a águia voando”.
  37. 37. REFERÊNCIAS 1. Kardec. Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo. Ed. IDE. 2009 2. Kardec. Allan. O Livro dos Espíritos. Ed. IDE. 2009 3. Kardec. Allan. A Gênese. Ed. IDE. 2009 4. Xavier. Francisco C. A Caminho da Luz. Emmanuel. FEB. 1991 5. Bíblia de Jerusalém — Ed. Paulus. 2012. 6. Schutel, Cairbar. Interpretação Sintética do Apocalipse. 7. Wikipedia – http://wikipedia.com.br ( cabala, menorá, sete pecados capitais ) 8. Imagens: http://geografia-biblica.blogspot.com.br/2011/04/as- sete-igrejas-da-asia.html, http://google.com.br/imagens

×