Apresentação Magda Raiter   14;09;2012
PortariaPortaria GM/MS nº 1459, de 24 de junho de 2011,republicada em 1º de julho de 2011 e a Portaria GM/MSnº2351, de 05 ...
A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde,operacionalizada pelo SUS, fundamentada nos princípiosda humanizaçã...
3• Vinculação da gestante à unidade de referência para    assistência ao parto – “Gestante não peregrina!” e   “Vaga sempr...
Objetivos• Fomentar a implementação de um novo modelo deatenção à saúde da mulher e saúde da criança com focona atenção ao...
Principios• O respeito, a proteção e a realização dos direitos humanos;• O respeito à diversidade cultural, étnica e racia...
Diretrizes• GARANTIA DO ACOLHIMENTO COM CLASSIFICAÇÃODE RISCO, AMPLIAÇÃO DO ACESSO E MELHORIA DAQUALIDADE DO PRÉ-NATAL:suf...
Diretrizes• GARANTIA DAS BOAS PRÁTICAS E SEGURANÇA NAATENÇÃO AO PARTO E NASCIMENTO:suficiência de leitos; direito a acompa...
Diretrizes• GARANTIA DE DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS:Implementar estratégias de comunicação social e programaseducativo...
Matriz DiagnosticaÉ composta por quatro grupos de indicadores, que tambémservirá para priorização epidemiológica:1. INDICA...
2. INDICADORES DE ATENÇÃOCobertura de equipes de Saúde da Família;Tipo de parto: % de partos cesáreos e partos normais.Ces...
3. SITUAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA HOSPITALARNúmero de leitos obstétricos total e por estabelecimento desaúde;Identificaç...
4. INDICADORES DE GESTÃO% de investimento estadual no setor saúde;PDR atualizado; PPI atualizada;Identificação de centrais...
SISPRENATAL    WEB
É o Sistema Oficial de Monitoramento eAvaliação do Pré-Natal, Parto, Puerpérioe Criança.    O SISPRENATAL é o Sistema deMo...
Quem                                 O que fazAdministrador Federal          Ministerio sa Saude - Libera para os EstadosA...
Cadastro dos profissionais• Coordenadores de Saúde da Mulher  MunicipalSCPA– Perfil gestorSISPRENATAL– Perfil administrado...
Cadastro dos profissionais• Coordenadores de Estabelecimento de  SaúdeSCPA– Perfil gestorSISPRENATAL– Perfil administrador...
Cadastro dos profissionais• Profissionais de SaúdeSCPA – NÃOSISPRENATAL– Perfil profissional de saúde municipalOU Perfil p...
Cadastro dos profissionais• DigitadoresSCPA – NÃOSISPRENATAL– Perfil digitador municipalOU Perfil digitador estabeleciment...
Cadastro dos profissionais• GestoresSCPA – NÃOSISPRENATAL– Perfil gestor municipalOU Perfil gestor estabelecimento de saúd...
Link para cadastrar e acompanhar as             gestantes       www.saude.gov.br sisprenatal
Manter SISPRENATAL emparalelo com oSISPRENATAL WEB
Mortalidade Materna 2011-RS    CLASSIFICAÇÃO DAS CAUSAS DE MORTE MATERNA 2011                                          Mor...
Tipos de causas diretas            Causas diretas31%                             41%                               Síndrom...
MunicípiosAlegreteBarra do QuaraíItaquiMaçambaraManoel VianaQuaraíRosário do SulSanta Margarida do SulSantana do Livrament...
Relatório Oficial 2011                                                                                         Atualizado ...
Relatório Oficial 2011                                                                                                Atua...
Atualiza                                                                                                                  ...
Rede Cegonha nadiane-lemos@saude.rs.gov.br
Obrigada!  magda-raiter@saude.rs.gov.br
Reuniao vacaria 12 jul 2012 c. mamo robert
Reuniao vacaria 12 jul 2012 c. mamo robert
Reuniao vacaria 12 jul 2012 c. mamo robert
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Reuniao vacaria 12 jul 2012 c. mamo robert

532 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
532
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reuniao vacaria 12 jul 2012 c. mamo robert

  1. 1. Apresentação Magda Raiter 14;09;2012
  2. 2. PortariaPortaria GM/MS nº 1459, de 24 de junho de 2011,republicada em 1º de julho de 2011 e a Portaria GM/MSnº2351, de 05 de outubro de 2011, em seu artigo 10º nocomponente Pré-Natal, define que o sistema deacompanhamento da gestante será o SISPRENATAL.
  3. 3. A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde,operacionalizada pelo SUS, fundamentada nos princípiosda humanização e assistência, onde mulheres,recém-nascidos e crianças tem direito a:1• Ampliação do acesso, acolhimento e melhoria da qualidade do pré-natal.2• Transporte tanto para o pré-natal quanto para o parto.(EXTINTO)
  4. 4. 3• Vinculação da gestante à unidade de referência para assistência ao parto – “Gestante não peregrina!” e “Vaga sempre para gestantes e bebês!”.4• Realização de parto e nascimento seguros, através de boas práticas de atenção.5• Acompanhante no parto, de livre escolha da gestante.6• Atenção à saúde da criança de 0 a 24 meses com qualidade e resolutividade.7• Acesso ao planejamento reprodutivo.
  5. 5. Objetivos• Fomentar a implementação de um novo modelo deatenção à saúde da mulher e saúde da criança com focona atenção ao parto e ao nascimento e nodesenvolvimento infantil de zero aos 24 meses;• Organizar uma Rede de Atenção à Saúde Materna eInfantil que garanta acesso, acolhimento e resolutividade;• Reduzir a mortalidade materna e infantil, com ênfase nocomponente neonatal.
  6. 6. Principios• O respeito, a proteção e a realização dos direitos humanos;• O respeito à diversidade cultural, étnica e racial;• A promoção da equidade;• O enfoque de gênero;• A garantia dos direitos sexuais e dos direitos reprodutivos de mulheres, homens, jovens e adolescentes;• A participação e a mobilização social;• A compatibilização com as atividades das redes de atenção à saúdematerna e infantil em desenvolvimento nos Estados.
  7. 7. Diretrizes• GARANTIA DO ACOLHIMENTO COM CLASSIFICAÇÃODE RISCO, AMPLIAÇÃO DO ACESSO E MELHORIA DAQUALIDADE DO PRÉ-NATAL:suficiência de consultas; ampliação de exames e retorno emtempo hábil; visitas ao local do parto.• GARANTIA DE VINCULAÇÃO DA GESTANTE ÀUNIDADE DE REFERÊNCIA E AO TRANSPORTESEGURO:regulação com vaga sempre; vale transporte e vale-táxi;casas de gestante e bebê.
  8. 8. Diretrizes• GARANTIA DAS BOAS PRÁTICAS E SEGURANÇA NAATENÇÃO AO PARTO E NASCIMENTO:suficiência de leitos; direito a acompanhante; boas práticas;ambiência; estímulo ao parto normal.• GARANTIA DA ATENÇÃO À SAÚDE DAS CRIANÇAS DE0 A 24 MESES COM QUALIDADE E RESOLUTIVIDADE:promover aleitamento materno; garantir acompanhamento dacriança na atenção básica; garantir atendimentoespecializado para casos de maior risco; busca ativa dosfaltosos, sobretudo de maior risco; garantir acesso às vacinasdisponíveis no SUS.
  9. 9. Diretrizes• GARANTIA DE DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS:Implementar estratégias de comunicação social e programaseducativos relacionados à saúde sexual e reprodutiva;promoção, prevenção e tratamento das DST/Aids; orientaçãoe oferta de métodos contraceptivos.
  10. 10. Matriz DiagnosticaÉ composta por quatro grupos de indicadores, que tambémservirá para priorização epidemiológica:1. INDICADORES DE MORTALIDADE E MORBIDADENúmero de nascidos vivos e % de mais de 7 consultas no PN;Incidência de sífilis congênita (Indicador 7 do Pacto pela Vida);Número absoluto de óbitos infantis (neo-natal e pós-neonatal);Número absoluto de óbitos Maternos por município.
  11. 11. 2. INDICADORES DE ATENÇÃOCobertura de equipes de Saúde da Família;Tipo de parto: % de partos cesáreos e partos normais.Cesárea em primípara Ig > 32; Idade da mãe;% de gestantes captadas até a 12ª semana de gestação;% de crianças com consultas preconizadas até 24 meses;% de crianças com as vacinas de rotina de acordo com aagenda programada.
  12. 12. 3. SITUAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA HOSPITALARNúmero de leitos obstétricos total e por estabelecimento desaúde;Identificação das maternidades para gestação de alto riscoe/ou atendimento ao recém nascido e crianças de alto risco;Identificação dos leitos UTI neonatal existentes;Identificação dos leitos UTI adulto existentes.
  13. 13. 4. INDICADORES DE GESTÃO% de investimento estadual no setor saúde;PDR atualizado; PPI atualizada;Identificação de centrais de regulação:(I) urgências e emergências-SAMU;(II) de internação;(III) consultas e exames;Implantação de ouvidorias do SUS no estado e capital.
  14. 14. SISPRENATAL WEB
  15. 15. É o Sistema Oficial de Monitoramento eAvaliação do Pré-Natal, Parto, Puerpérioe Criança. O SISPRENATAL é o Sistema deMonitoramento e Avaliação da Atenção ao Pré-Natal e ao Puerpério prestadas pelos serviçosde saúde a cada gestante e recém-nascido,desde o primeiro atendimento na unidadebásica de saúde até o atendimento hospitalar dealto risco.
  16. 16. Quem O que fazAdministrador Federal Ministerio sa Saude - Libera para os EstadosAdministrador Estadual Libera acesso para os Administradores RegionaisAdministrador Libera acesso aos administradores MunicipaisRegional=Estadual Libera acesso acesso para os profissionais de saude eAdministradores Municipais digitadores de seu municipioAdministrador Estabelecimento Libera acesso para os profissioanis de saude ede Saude digitadores de seu estabelecimento de saudeProfissionais de Saude Atendem, cadastram e acompanham as gestantesDigitadores Cadastram e acompanham as gestantes
  17. 17. Cadastro dos profissionais• Coordenadores de Saúde da Mulher MunicipalSCPA– Perfil gestorSISPRENATAL– Perfil administrador municipal– Perfil gestor municipal
  18. 18. Cadastro dos profissionais• Coordenadores de Estabelecimento de SaúdeSCPA– Perfil gestorSISPRENATAL– Perfil administrador estabelecimento de saúde– Perfil gestor estabelecimento de saúde
  19. 19. Cadastro dos profissionais• Profissionais de SaúdeSCPA – NÃOSISPRENATAL– Perfil profissional de saúde municipalOU Perfil profissional de saúde estabelecimento
  20. 20. Cadastro dos profissionais• DigitadoresSCPA – NÃOSISPRENATAL– Perfil digitador municipalOU Perfil digitador estabelecimento de saúde
  21. 21. Cadastro dos profissionais• GestoresSCPA – NÃOSISPRENATAL– Perfil gestor municipalOU Perfil gestor estabelecimento de saúde Os gestores apenas consultam dados.
  22. 22. Link para cadastrar e acompanhar as gestantes www.saude.gov.br sisprenatal
  23. 23. Manter SISPRENATAL emparalelo com oSISPRENATAL WEB
  24. 24. Mortalidade Materna 2011-RS CLASSIFICAÇÃO DAS CAUSAS DE MORTE MATERNA 2011 Morte diretas Mortes indiretas 29% 71%
  25. 25. Tipos de causas diretas Causas diretas31% 41% Síndromes Hipertensivas/complicações Síndromes Hemorrágicas 28% Síndromes Infecciosas
  26. 26. MunicípiosAlegreteBarra do QuaraíItaquiMaçambaraManoel VianaQuaraíRosário do SulSanta Margarida do SulSantana do LivramentoSão GabrielUruguaiana
  27. 27. Relatório Oficial 2011 Atualizado em: agosto/2012(Base de Dados com nascimentos de mães residentes no RS e ocorridos no RS) NASCIDOS VIVOS POR MUNICÍPIO DE RESIDÊNCIA POR CRS E MUNICÍPIO DE RESIDÊNCIA - SINASC RS, 2011 Municípios do RS 2011 RS 137.60510ª CRS 6.232 Alegrete (sede) 922 Barra do Quarai 32 Itaqui 600 Macambara 41 Manoel Viana 82 Quarai 265 Rosario do Sul 441 Santa Margarida do Sul 24 Santana do Livramento 1.084 Sao Gabriel 765 Uruguaiana 1.976
  28. 28. Relatório Oficial 2011 Atualizado em: agosto/2012Os municípios com zero óbito foram suprimidos. MORTALIDADE NA GRAVIDEZ, PARTO E PUERPÉRIO - CAPÍTULO XV (O00 a O99) NÚMERO ABSOLUTO DE ÓBITOS (10 A 49 ANOS) POR CRS E MUNICÍPIO DE RESIDÊNCIA - SIM RS, 2011    2011 Municípios do RS RS 7910ª CRS 2 Sao Gabriel 1 Uruguaiana 1
  29. 29. Atualiza do em: 27/08/20RELATÓRIO PARCIAL / PRELIMINAR / 2012 12BASE DE DADOS DO SIM/RS 2012MORTALIDADE PELO CAPÍTULO XV (CID10) - GRAVIDEZ, PARTO E PUERPÉRIOPor Município de Residência e Mês do Óbito Município / CRS Jan Fev Mar 1º Trim. Abr Mai Jun 2º Trim. 1º Sem. Total RS 6 4 8 18 10 9 0 19 37 3710ª CRS 0 0 1 1 0 0 0 0 1 1 Alegrete (sede) 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Barra do Quarai 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Itaqui 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Macambara 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Manoel Viana 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Quarai 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Rosario do Sul 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Santa Margarida do Sul 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Santana do Livramento 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Sao Gabriel 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Uruguaiana 0 0 1 1 0 0 0 0 1 1
  30. 30. Rede Cegonha nadiane-lemos@saude.rs.gov.br
  31. 31. Obrigada! magda-raiter@saude.rs.gov.br

×