MATERNIDADE E PATERNIDADE
ADOTIVA
Sexta feira – 22 de maio de 2015
Rose Campos
De acordo com a Doutrina Espírita, nada acontece
por acaso,
a formação de um lar
e o planejamento
acontece no
plano espiri...
Em O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo
quatorze, item 8- Parentescos corporal e espiritual,
os espíritos
esclarece...
Essa possibilidade de se reunir no papel de
pai, mãe e filho, seja biológico ou adotivo,
é uma oportunidade dentro da lei ...
Quando o casal começa a
conversar sobre a possibilidade
de adotar uma criança, sobre as
vantagens e dificuldades dessa
ati...
A maternidade
adotiva, é uma
“gestação
diferente”, em
que não há
alteração do
corpo da mulher,
mas, sim, toda
uma preparaç...
Nada ocorre em função do
acaso. Mesmo quando os encontros se dão
de maneira imprevista, há impulsos
condutores que transce...
O acaso, pode, então, ser considerado como uma
lei sábia que se expressa mediante fenômenos
desconhecidos, mas programados...
“Os chamados
filhos
adotivos são
os filhos do
coração, estão
unidos a nós
por
indestrutíveis
laços
espirituais.”
"O corpo ...
Relacionamento entre pais e filhos
adotivos é ainda mais amoroso (O GLOBO)
Afetividade nas famílias adotivas foi pesquisad...
Fim
Fontes:
(Lições de sabedoria - Marlene Nobre )
(Constelação Familiar – Joanna Di Ângelis,
psicografia de Divaldo P. Fr...
22 de maio 2015   maternidade e paternidade adotiva
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

22 de maio 2015 maternidade e paternidade adotiva

257 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
257
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

22 de maio 2015 maternidade e paternidade adotiva

  1. 1. MATERNIDADE E PATERNIDADE ADOTIVA Sexta feira – 22 de maio de 2015 Rose Campos
  2. 2. De acordo com a Doutrina Espírita, nada acontece por acaso, a formação de um lar e o planejamento acontece no plano espiritual e vai muito além do parentesco corporal.
  3. 3. Em O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo quatorze, item 8- Parentescos corporal e espiritual, os espíritos esclarecem que os laços de sangue não estabelecem necessariamente os laços espirituais, o que realmente importa são as afinidades e comunhão de pensamentos , que unem os espíritos.
  4. 4. Essa possibilidade de se reunir no papel de pai, mãe e filho, seja biológico ou adotivo, é uma oportunidade dentro da lei da reencarnação, ou seja, uma possibilidade de reencontrarmos afetos e desafetos para experiências, aprendizados e reparação de equívocos cometidos no passado.
  5. 5. Quando o casal começa a conversar sobre a possibilidade de adotar uma criança, sobre as vantagens e dificuldades dessa atitude neste momento de suas vidas, eles passam a viver a etapa chamada de Gestação Emocional da adoção.
  6. 6. A maternidade adotiva, é uma “gestação diferente”, em que não há alteração do corpo da mulher, mas, sim, toda uma preparação, que é no coração, na mente. O plano espiritual poderá arquitetar o reencontro entre espíritos já reencarnados.
  7. 7. Nada ocorre em função do acaso. Mesmo quando os encontros se dão de maneira imprevista, há impulsos condutores que transcendem à capacidade de percepção do ser humano, trabalhando em favor dos processos de crescimento moral e espiritual. .
  8. 8. O acaso, pode, então, ser considerado como uma lei sábia que se expressa mediante fenômenos desconhecidos, mas programados antecipadamente. Sempre funciona a afinidade vibratória que identifica os indivíduos que se encontram na mesma faixa de pensamento e de evolução, unindo-os e reunindo-os conforme as necessidades da evolução. "Quando o vi sabia que ele seria nosso filho", lembra-se Jeane. "Sabia que íamos adotá-lo".
  9. 9. “Os chamados filhos adotivos são os filhos do coração, estão unidos a nós por indestrutíveis laços espirituais.” "O corpo procede do corpo, mas o Espírito não procede do Espírito" (Evangelho Segundo o Espiritismo - Kardec, A.)
  10. 10. Relacionamento entre pais e filhos adotivos é ainda mais amoroso (O GLOBO) Afetividade nas famílias adotivas foi pesquisada pela psicóloga Lídia Weber. Filhos adotivos demonstraram estar mais felizes com os pais do que os filhos biológicos. Jeane e Paul Briggs têm 34 filhos - 29 dos quais adotados de outros países incluindo México, Gana e Ucrânia. E a família não para de crescer.
  11. 11. Fim Fontes: (Lições de sabedoria - Marlene Nobre ) (Constelação Familiar – Joanna Di Ângelis, psicografia de Divaldo P. Franco) (S.O.S Família– Joanna Di Ângelis, psicografia de Divaldo P. Franco) (O Evangelho Segundo o Espiritismo – Allan Kardec) Imagens: google images (internet) http://g1.globo.com/globoreporter/0,,MUL1310266-16619,00- RELACIONAMENTO+ENTRE+PAIS+E+FILHOS+ADOTIVOS+E+AIND A+MAIS+AMOROSO.html http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2014/12/31/com-29-filhos- adotivos-de-diferentes-paises-casal-quer-aumentar-familia.htm

×