11/10/2013 Obsessão ou Má Influenciação?

580 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
580
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

11/10/2013 Obsessão ou Má Influenciação?

  1. 1. “Obsessão” ou “Má Influenciação”: o que é mais comum? Sexta feira – 11 de outubro. 2013 Rose Campos
  2. 2. POR QUE A OBSESSÃO EXISTE EM NOSSO PLANETA? Classificação evolutiva da Terra segundo os Espíritos Superiores: um planeta de provas e expiações. Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo XXVII, item 81
  3. 3. A TERRA é um planeta de provas, significa que é uma escola. A TERRA é um planeta de expiações, significa que é um hospital. Se a TERRA é a nossa atual morada... O que isso significa? Significa que: ou temos algo a APRENDER ou algo a CURAR. Quem sabe.... AMBOS?
  4. 4. Mas, afinal, o que é OBSESSÃO? A obsessão é a ação persistente (de caráter contínuo) que um espírito exerce sobre outro. Seja encarnado ou desencarnado. Ela se apresenta em diversos níveis: da mais simples até a total subjugação do indivíduo. Ea INFLUENCIAÇÃO? A influenciação é a ação sutil de um espírito sobre o outro, e ela tem caráter EVENTUAL.
  5. 5. Pergunta 459 de O LIVRO DOS ESPÍRITOS: Os Espíritos influem sobre os nossos pensamentos e as nossas ações? — Nesse sentido a sua influência é maior do que supondes, porque muito freqüentemente são eles que vos dirigem. Cabe aqui a ressalva de que a influência que os espíritos exercem sobre nós pode ser negativa sim, mas também pode ser BOA e extremamente amorosa no sentido de nos amparar e auxiliar nas nossas jornadas. Vamos lembrar sempre disso!
  6. 6. A mensagem a seguir é do Espírito André Luiz, do ano de 1965. Publicada no livro Estude e Viva, 35, psicografado por Chico Xavier e Waldo Vieira. Publicado pela FEB. É um erro afirmar que TUDO o que nos ocorre é por influência dos espíritos. “Sempre que você enfrente um estado de espírito tendente ao derrotismo, perdurando há várias horas, sem causa orgânica ou moral de destaque, avente a hipótese de uma influenciação espiritual sutil.”
  7. 7. “Dentre os fatores que mais revelam essa condição da alma, incluem-se:” “dificuldade de concentrar idéias em motivos otimistas” “ausência de ambiente íntimo para elevar os sentimentos em oração ou concentrar-se em leitura edificante” “indisposição inexplicável, tristeza sem razão aparente e pressentimentos de desastres imediatos” “aborrecimentos imanifestos por não encontrar semelhantes ou assuntos sobre quem ou o que descarregá-los”
  8. 8. “pessimismos sub-reptícios, irritações surdas, queixas, exageros de sensibilidade e aptidão a condenar quem não tem culpa” “interpretação forçada de fatos e atitudes suas ou dos outros, que você sabe não corresponder à realidade” “hiperemotividade ou depressão raiando a eminência do pranto”
  9. 9. “ânsia de revestir-se no papel de vítima ou de tomar uma posição absurda de automartírio”
  10. 10. “teimosia em não aceitar, para você mesmo, que haja influenciação espiritual consigo, mas, passados minutos ou horas do acontecimento, vêm-lhe a mudança de impulsos, o arrependimento, a recomposição do tom mental e, não raro, a constatação de que é tarde para desfazer o erro consumado”
  11. 11. Nesse mesmo livro “Estude e Viva”, Emmanuel esclarece sobre “a brecha” para o início de um processo obsessivo: “...os agentes do mal apenas dominam onde lhes favoreçamos a intromissão. E a intromissão deles, via de regra, se verifica principiando pela imprudência da brecha... Hoje, uma queixa; amanhã, um momento de azedume; cedo, uma discussão temerária; mais tarde, uma crise de angústia perfeitamente removível através do serviço... ...agora, um comentário deprimente; depois, um minuto de irritação; e, por fim, a enfermidade, a delinqüência, a perturbação, e, às vezes, a morte prematura.
  12. 12. “Obsessão” ou “Má Influenciação”: o que é mais comum? É o próprio espírito André Luiz quem apresenta-nos uma resposta, durante a mensagem que está sendo analisada:
  13. 13. “Não se sabe o que tem causado maior dano à Humanidade...” ...se as obsessões espetaculares, individuais e coletivas, que todos percebem e ajudam a desfazer ou isolar... ... ou se essas meio-obsessões de quase obsidiados, despercebidas, contudo bem mais freqüentes, que minam as energias de uma só criatura incauta, mas influenciando o roteiro de legiões de outras.”
  14. 14. Mas podemos reagir! Como fazer? André Luiz, espírito amigo, vem em nosso “socorro” e apresenta-nos sugestões para nos ajudar nesse sentido: Primeiro: - “Seja claro consigo ...
  15. 15. “Seja claro consigo ... para auxiliar os Mentores Espirituais a socorrer você.
  16. 16. André Luiz ainda nos diz que essa é a verdad . de ser humilde (buscando combater o orgulho) . de recorrer à prece . de buscar o auxílio do passe
  17. 17. André Luiz termina “- Estude em sua sua mensagem existência se nessa última fazendo-nos um quinzena você não esteve convite: em alguma circunstância com características de influenciação espiritual sutil. Estude e ajude a você mesmo.” André Luiz
  18. 18. Fontes bibliográficas: “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, Allan Kardec “O Livro dos Espíritos”, Allan Kardec “Estude e Viva”, coletânea de mensagens dos Espíritos André Luiz e Emmanuel, psicograficadas pelos médiuns Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira, 1965, publicado pela FEB.

×