TRATAMENTO CLÍNICO DE                                           ATOPIA EM CÃO UTILIZANDO                                  ...
Lamina de pele- Dermatite Aguda                                                         hot spot, Staphylococos aureusFig....
CONCLUSÃO: É possível realizar tratamentos dermatológicos em animais com o conhecimento damedicina quântica que tem por ob...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

TRATAMENTO CLÍNICO DE ATOPIA EM CÃO UTILIZANDO FLORAIS QUÂNTICOS

2.855 visualizações

Publicada em

Caso clínico apresentado no I congresso de Saúde e Terapias Quânticas - Dra Daniela F. Lopes

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.855
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.181
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TRATAMENTO CLÍNICO DE ATOPIA EM CÃO UTILIZANDO FLORAIS QUÂNTICOS

  1. 1. TRATAMENTO CLÍNICO DE ATOPIA EM CÃO UTILIZANDO FLORAIS QUÂNTICOS1º CONGRESSO LATINO-AMERICANO EM SAÚDE E TERAPIAS QUÂ -AMERICANO QUÂNTICAS,CURITIBA, 2012.LOPES, DANIELA, F.(Médica Vete eterinária Homeopata e Biomolecular, Consultora técnica Grupo onsultoraFisioquantic, CRMV-SP. 11.150) contato@fisioquantic.com.brPalavra-chave: Dermatologia, A : Atopia, Florais Quânticos. POODLE, M, 6 ANOS, ATOPIAFig.1:Consulta uso do colar elizabetano por 1 ano; Fig.2: mãos com esparadrapos, medida para evitar mutilação ;unhas.Apresentação/problema/justificativa Florais quânticos ou essências vibracionais são substâncias retiradas de essências de bouquets ssências substânciasde florais unidos a substâncias homeopáticas, que vibram melhorando o fluxo de energia, pois atuam nciasna matriz celular por ressonância. Não são medicamentos, são substancias energéticas que atuam nopaciente modificando os padrões de resposta aos agentes físicos ou mentais que também são entespromotores de patologias. Atopia canina é uma doença dermatológica causada por umahipersensibilidade hereditária a alé rsensibilidade alérgenos inaláveis (poluição, pólen, mofo, ácaros, bactérias, etc). Asraças mais afetadas são: Pastor alemão, Boxer, Labradores, Dálmatas, Poodle e Schnauzer Schnauzer.Disponivel em http://www.redevet.com.br/doencas/atopia.htm acesso em 09/10/2006.Paciente Canis familiaris, Poodle, macho, 6 anos, trazido pelo proprietário que relatou que já estavatratando a 1 ano, tendo insucessos terapêuticos e que o diagnosticado dado foi Atopia A história ,preexistente é de abandono (trauma físico e mental), sendo o atual proprietário o 3º dono, que rela relataque animal é agressivo, medroso, tem prurido intenso, arranca as unhas e se mutila.
  2. 2. Lamina de pele- Dermatite Aguda hot spot, Staphylococos aureusFig. 3 e 4: lesão por StaphylococcusObjetivo: relatar a prescrição de Florais quânticos como forma de terapia em Dermatopatias atopicasou não, utilizando apresentações orais e tópicas (gel) atendido no Consultório Veterinário HomeopáticoDra. Daniela Franco Lopes, na cidade de Campos do Jordão, a rua Dr.Reid, 30. O tratamento descritoiniciou em 2005, durando o total de 3 meses.Metodologia/Cronograma: Foi realizada anamnese completa, no exame físico lesões por prurido,arrancamento unhas, também foi observado o estado de neurose, medo, agressividade apresentadopelo paciente. Foi submetido a internação,tosa e banho terapêutico com shampoo ceratolitico ecurativos com Oxyflower gel® (Fisioquantic) uso externo. Por via oral foi administrado Traumavit®(Fisioquantic), 1ml, 3 x/dia e Neurovit® (Fisioquantic), 1ml 3 x/dia ambos por 7 dias em internação.Após este período o paciente recebeu alta.RESULTADOS E DISCUSSÃO: Após 7 dias de internação e terapia quântica o paciente descrito apresentoumelhora significativa documentada em foto. As bactérias não são a única forma etiológica deDermatopatias atópicas, a mente traumatizada e desequilibrada reflete em um individuo agressivo,nervoso com perda de socialibilidade e tem o órgão pele o refugio expurgatório para seu desequilíbrio(GERBER, 2000). Ao fornecermos as frequências quânticas, ocorre a recuperação das informaçõesperdidas pelo trauma e stress. A teoria do germe da era Newtoniana deixa de apreciar emoção,consciência e energia, partes integrantes da totalidade do ser (GERBER, 1998). O conceito oligoterápicovibracional do tratamento com pequenas doses, grandes efeitos, onde os minerais ionizados aumentam abioreceptividade celular sem toxidade (Beraldo et al., 2008) harmonizando o biocampo. A frequênciausada pelo Neurovit e Traumavit atua sobre a permeabilidade das membranas celulares, sendo indicadoem estados psicóticos de depressão em concordância com referencia (Menetrier, 2000).Fig. 5: Após 7 dias de tratamento a alta clínica Fig.6: após 30 dias de tratamento
  3. 3. CONCLUSÃO: É possível realizar tratamentos dermatológicos em animais com o conhecimento damedicina quântica que tem por objetivo tratamento Corpo-mente-espirito sem a utilização deantibióticos e corticoides sistêmicos.REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBERALDO, M.; ARNT, R. SALES, W. Nutrição Multifuncional Celular-Naturopatia Holística e Integral,Editora Pure Essence Ltda, Paraná, 2008.GERBER, R. Um guia Prático de Medicina Vibracional, Ed. Pensamento Cultrix Ltda, São Paulo, 2000.GERBER, R. MEDICINA VIBRACIONAL (Uma medicina para o Futuro), MD, Ed.Cultrix Ltda, SP, 1988.MENETRIER, J. A medicina das Funções, Ed.Organon, Biopress, São Paulo, 2000.Internet- Disponivel em http://www.redevet.com.br/doencas/atopia.htm acesso em 09/10/2006.

×