De funcionários a embaixadores - palestra Uninove

664 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
664
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

De funcionários a embaixadores - palestra Uninove

  1. 1. De Funcionáriosa Embaixadores O planejamento da Comunicação Interna na preparação dos divulgadores da empresa Katia Perez Planejamento Estratégico em Comunicação UMESP - 2007
  2. 2. IntroduçãoAtual preocupação das empresas: construir uma boa imagem conquistar uma boa reputaçãoante a sociedade busca de meios eficientes paracomunicar-se com públicos deinteresse. “Os funcionários são efetivamente ‘formadores e multiplicadores de imagem’ e, no contato com os públicos de interesse das organizações ou no convívio com a comunidade, podem ser identificados com elas, contribuir para melhorar a sua reputação.” Wilson Bueno
  3. 3. Mas o que fazer para que osempregados divulguem as notíciascorretamente, de maneira a refletir averdade sobre a empresa ondetrabalham e, ao mesmo tempo,colaborem na construção de umaboa imagem do local ondetrabalham? Aqui entra em cena o trabalho de Comunicação Interna
  4. 4. ObjetivosEstudo de caso da área de Comunicaçãoda Promon para mostrar: como a Comunicação Interna daPromon evoluiu nos últimos 10 anos qual a sua estratégia de divulgação a importância do planejamento de que modo esse trabalho contribuipara que os empregados projetem umaimagem positiva da empresa
  5. 5. A escolha da Promon foi baseada: eleição de “A Empresa da Década”pelo Guia Exame - Você s/a ‘150Melhores Empresas para você trabalhar2006’ esteve presente no Guia nos últimos10 anos, aparecendo quatro vezes entreas 10 melhores  4º lugar em 2006  1º lugar em 2005  7º lugar em 2004  5º lugar em 2001
  6. 6.  As pesquisas do Guia Exame sãorealizadas com os própriosfuncionários O Guia Exame é uma publicação decirculação nacional, com tiragem de415 mil exemplares Portanto, a boa imagem da Promonfoi divulgada em todo o País, graças aseus funcionários.
  7. 7. Promon fundada em 1960 duas subsidiárias integrais, Promon Engenharia Ltda. e Promon Tecnologia Ltda., e duas joint ventures em que é controladora, Trópico Sistemas e Telecomunicações S.A. e UTE Bahia I – Camaçari Ltda. Empresa de engenharia e tecnologia, desenvolve sistemas complexos para os principais setores de infra-estrutura no Brasil Atualmente possui 700 funcionários
  8. 8. Comunicação InternaEquipe de Comunicação 10 pessoas Comunicação Externa, ComunicaçãoInterna e Inteligência Competitiva Comunicação Interna é exigida com maiorintensidade time é multitarefas, todos participam detudo e assuntos são discutidos em reuniõessemanaisVeículos Intranet ou Portal Comunicação face a face Publicações / impressos, raros eproduzidas apenas quando há anecessidade de distribuição externa
  9. 9. IntranetTodos os funcionários têm acesso aoPortalO jornal interno “Promon Comunidades”foi migrado para o Portal, há quase 5anos, e hoje só existe no meio eletrônicoPesquisas periódicas - ferramenta dediálogo entre os funcionários e a equipede Comunicação que torna possíveldetectar algumas necessidades dosfuncionários.
  10. 10. IntranetPromon Inova (PRIN) - funcionáriosenviam idéias de novas práticas paraserem implementadas. Lançado hápouco mais de um ano, o PRIN járecebeu 800 sugestões, sendo que20% delas foram implementadas comsucesso. “Temos as ferramentas para fazer pesquisas com resultados rápidos, para sabermos o que o funcionário pensa. A última que fizemos foi com o tema ‘O que você gostaria de ver no Portal’” Renata Randi, diretora de Comunicação
  11. 11. Face a faceEventos internos bastante valorizados,sendo o principal meio de comunicaçãousado na empresa.Questão culturalO próprio presidente Luiz ErnestoGemignani chama os funcionários parauma conversa. Todo mês, ele reservaduas horas em sua agenda paraconversar com o grupo de recém-contratados.
  12. 12. Principais eventos periódicos: Assembléia dos Acionistas Reuniões de Comunidade Mastigando Idéias Encontro Tecnologia Encontro Engenharia Café com ações
  13. 13. PlanejamentoPara traçar essa série de ações aosfuncionários, a diretoria de Comunicaçãofaz um planejamento anual, alinhado aoplanejamento estratégico da Promon.O planejamento de Comunicação éavaliado e revisto quadrimestralmente, oque permite uma reorientação casonecessário.Se, por exemplo, a palavra de ordem doplanejamento da organização écompetitividade, esse vira o tema dasatividades, tanto no Portal quanto nacomunicação face a face
  14. 14. Resultados das ações planejadas éavaliado através de duas pesquisas anuais: Clima Organizacional Satisfação dos Clientes Internos -trabalho de Comunicação Interna, tantoem sua prestação de serviço quanto nosresultados obtidos. No resultado da últimapesquisa, divulgada em maio de 2007,88% dos funcionários avaliaram o trabalhoda área “ótimo ou muito bom”.
  15. 15. Ações futuras: aproximar mais dos funcionários,principalmente das cidades fora de SãoPaulo realizar mais pesquisas para detectar oque as pessoas pensam e querem daempresa onde trabalham fornecer notícias em tempo real
  16. 16. ConclusãoPromover diálogo, através de modernosmeios de comunicação ou de uma conversa,é o principal aliado de todos dentro de umaorganizaçãoIntranet e comunicação face a face tambémsão tendências no mercado, conformemostram as Pesquisas de ComunicaçãoInterna da AberjeObjetivo da Comunicação Interna é oincentivo aos relacionamentos efortalecimento da cultura de comunicação daorganização.
  17. 17. A Comunicação Interna tem papelfundamental no processo de comunicação,como facilitadora da integração entrevários públicos, planejando ações emsintonia com o negócio da empresa eouvindo constantemente os funcionários,suas opiniões, sugestões e anseios.Por um lado, a Comunicação temparticipação ativa no planejamentoestratégico da organização e, por outro, aárea demonstra ter “ouvidos abertos” paraas necessidades dos funcionários de todosos níveis da empresa. O resultado sãoplanejamentos tático e operacional desintonizados e de qualidade.
  18. 18. O resultado da Comunicação Internamostra-se ao longo do tempo. Na Promon,foi a conquista do título “Empresa daDécada”, concedido pelo Guia Exame. Esseé um bom exemplo do que osembaixadores da empresa podemconseguir.Ser um embaixador da empresa não é“vestir a camisa”, inconsciente do seu papele da sua participação. É ser bem informadocom liberdade para opinar e interferirativamente na melhoria dos métodos eambiente de trabalho. “A Comunicação Interna deve ser cada vez mais participativa, pois ela é a voz do funcionário” Renata Randi, diretora de Comunicação da Promon
  19. 19.  Os funcionários da Promon têm consciênciado seu papel de “embaixadores”, da suaimportância e do seu poder? As demais empresas citadas pelo GuiaExame possuem uma visão abrangente daimportância de seus funcionários e daComunicação Interna ou seria a Promon umcaso isolado? Qual a diferença entre as áreas deComunicação Interna (sua visão dosfuncionários e seu planejamento decomunicação) nas três únicas empresas queestiveram presentes no Guia Exame nosúltimos dez anos (Promon, Dow e Nestlé)?
  20. 20. Referências BibliográficasAssociação Brasileira de Comunicação Empresarial - Pesquisa da ComunicaçãoInterna 2005. Disponível em: <http://www.aberje.com.br/novo/pesquisa_aberje/pesquisa_databerje.htm>.Acesso em: 13 maio 2007.BUENO, Wilson da Costa. Comunicação Empresarial no Brasil: uma leituracrítica. São Paulo, Mojoara Editorial, 2007.BUENO, Wilson da Costa. A transparência na Comunicação Empresarial.Disponível em: <http://www.comunicacaoempresarial.com.br/comunicacaoempresarial/artigos/comu>. Acesso em: 25 maio 2007.BUENO, Wilson da Costa. O papel da Intranet na comunicação interna.Disponível em: <http://www.rp-bahia.com.br/wilbueno6.htm>. Acesso em 15maio 2007.BUENO, Wilson da Costa. A importância de uma cultura de comunicação.Disponível em: <http://www.rp-bahia.com.br/wilbueno4.htm>. Acesso em: 15maio 2007.CORRADO, Frank M. A força da comunicação. São Paulo, Makron Books, 1994.Guia Exame - Você S/A 150 Melhores Empresas para você trabalhar2006. São Paulo, Editora Abril, 2006.KUNSCH, Margarida Maria Krohling. Planejamento de Relações Públicas naComunicação Integrada. São Paulo, Summus, 2003.
  21. 21. KUNSCH, Margarida Maria Krohling. Novos desafios para o profissionalde comunicação. Disponível em:<http://www.portalrp.com.br/bibliotecavirtual/relacoespublicas/teoriaseconceitos/00>. Acesso em: 14 maio 2007.NASSAR, Paulo (org). Comunicação interna: a força das empresas.Vol.1. São Paulo, Aberje Editorial, 2003.NASSAR, Paulo (organizador). Comunicação Interna: a força dasempresas. Vol. 2. São Paulo, Aberje Editorial, 2005NEVES, Roberto de Castro. Imagem empresarial. Rio de Janeiro, Mauad,1998.Relatório Anual 2005 da Promon. Disponível em:http://www.promon.com.br/portugues/noticias/Promon_relatorio_anual_2005_port. Acesso em 10 março 2007.TORQUATO DO REGO, Francisco Gaudêncio. Comunicação Interna:Missões e Objetivos. Disponível em:<http://www.gtmarketing.com.br/missoes.htm > Acesso em: 14 maio 2007.TORQUATO DO REGO, Francisco Gaudêncio. Comunicação Interna: OsDesafios da Integração. Disponível em:http://www.portal-rp.com.br/bibliotecavirtual/relacoespublicas/funcoesetecnicas/01. Acesso em: 9 junho 2006.
  22. 22. Obrigada! Katia.perez@ig.com.br

×