Aula 01 as funções do supervisor

392 visualizações

Publicada em

O papel do Supervisor: Um campo de atuação para o pedagogo e a pedagoga

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
392
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 01 as funções do supervisor

  1. 1. A SUPERVISÃO EDUCACIONAL EXTERNA UM CAMPO DE ATUAÇÃO PARA O PEDAGOGO Ministrante: Karine Nascimento Silva Mestranda/UCSAL, Especialista em Gestão e Supervisão Escolar/FIEF Especializanda em Educação a Distância/UNEB karinensilva@hotmail.com (073)88042364/91041667 (whatsapp)
  2. 2. SUPERVISÃO EDUCACIONAL: RELEVÂNCIA DA DISCUSSÃO A falta de conhecimento das práticas relacionadas à atuação do pedagogo na escola. O QUE FAZ UM: Diretor, Orientador educacional, Orientador/Coordenador pedagógico, Professor, Secretário escolar, Inspetor Escolar ?
  3. 3. A ação pedagógica não se restringe ao espaço escolar, mas é neste espaço que se concentram a maioria dos profissionais da educação.
  4. 4. A SUPERVISÃO EDUCACIONAL EXTERNA: 1) A QUESTÃO DA NOMENCLATURA: 1.2) EM NÍVEL MUNICIPAL: SUPERVISÃO = INSPEÇÃO ESCOLAR CARGO: A nomenclatura e carga horária de trabalho pode variar em cada município - 16 a 25 h
  5. 5. A SUPERVISÃO EDUCACIONAL EXTERNA: 1) A QUESTÃO DA NOMENCLATURA: 1.2) EM NÍVEL MUNICIPAL: Professor Supervisor Educacional ou Supervisor Educacional
  6. 6. O INGRESSO NO CARGO DE SUPERVISOR EDUCACIONAL EXTERNO Em alguns municípios:  Licenciatura Plena em outra graduação com Pós- graduação de no mínimo 360 (trezentas e sessenta) horas em Inspeção Escolar, ou Supervisão Escolar ou Administração Escolar;  Pedagogia + Pós-graduação em Gestão Educacional, Inspeção Escolar, Administração Escolar, Supervisão Educacional
  7. 7. A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO DA SUPERVISÃO EDUCACIONAL EXTERNA: Aspectos relevantes deste dispositivo legal: • Avaliação permanente da qualidade do ensino do ponto de vista educacional e institucional.
  8. 8. LEI 9394/1996: Art. 64. A formação de profissionais de educação para administração, planejamento, inspeção, supervisão e orientação educacional para a educação básica, será feita em cursos de graduação em pedagogia ou em nível de pós-graduação, a critério da instituição de ensino, garantida, nesta formação, a base comum nacional.
  9. 9. A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO DA SUPERVISÃO EDUCACIONAL EXTERNA: DE FUNÇÃO EXCLUSIVAMENTE FISCALIZADORA PARA FUNÇÃO PRIORITARIAMENTE ORIENTADORA.
  10. 10. A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO DA SUPERVISÃO EDUCACIONAL EXTERNA: RESSIGNIFICAÇÃO DA FUNÇÃO FISCALIZAÇÃO ---------IDÉIA DE PUNIÇÃO ORIENTAÇÃO------------IDÉIA DE AUXÍLIO Foco do trabalho: garantir a regularidade dos estudos dos alunos e a eficácia do processo educacional.
  11. 11. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELO INSPETOR ESCOLAR: Verificar habilitação da equipe técnico- administrativo-pedagógico em atuação na Unidade escolar.
  12. 12. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELO INSPETOR ESCOLAR: Verificar a organização da escrituração e do arquivo escolar, assim como as condições de armazenamento dos documentos: Ata de Resultados Finais, de Classificação, de Reclassificação, de Dependência/Progressão Parcial, Fichas Individuais, Histórico escolar, Certificados.
  13. 13. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELO INSPETOR ESCOLAR: Validar certificados de conclusão do Ensino Médio expedidos pela unidade escolar. Verificar o cumprimento das normas regimentais fixadas pelo estabelecimento de ensino. Observar a concordância dos princípios estabelecidos na proposta pedagógica da instituição com a legislação vigente.
  14. 14. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELO INSPETOR ESCOLAR: Auxiliar a escola a cumprir as normas legais da Educação nacional (CNE) e das emanadas do Conselho.
  15. 15. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELO INSPETOR ESCOLAR: Integrar diversas comissões: • Autorização de funcionamento de instituições de ensino. • Apuração de irregularidades ocorridas em unidades escolares. • Recolhimento de arquivo de escola extinta.
  16. 16. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELO INSPETOR ESCOLAR: Repassar à Secretarias Estaduais de Educação informações relevantes relativos à: •Depredação •Risco à integridade física •Risco biológico •Violência
  17. 17. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELO INSPETOR ESCOLAR: • Falta de merenda • Denúncias que procedam • Calendário comprometido • Ausência dos gestores
  18. 18. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELO INSPETOR ESCOLAR: Verificar o espaço físico da escola, principalmente os aspectos relacionados a: • Higiene • Iluminação/Ventilação • Conservação • Segurança • Mobiliário
  19. 19. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELO INSPETOR ESCOLAR: Conferência de Atas e diários de classe da unidade escolar. Verificar cumprimento da carga horária de trabalho dos gestores e frequência dos alunos na escola. Verificar quantitativo de alunos nas turmas. Orientar a unidade escolar quanto à elaboração de documentos escolares.
  20. 20. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELO INSPETOR ESCOLAR: Acompanhar o processo de realização de matrículas nas escolas. Acompanhar o cumprimento pela escola da Matriz Curricular vigente e do Calendário escolar elaborado para o ano letivo (200 dias letivos – 800 horas) Confeccionar/expedir documento escolar de alunos oriundos de escola extinta.
  21. 21. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELO INSPETOR ESCOLAR: Verificar o cumprimento dos requisitos exigidos para a manipulação de alimentos: uso do uniforme, ausência de adornos, unhas limpas e sem esmalte, etc.
  22. 22. CARACTERIZAÇÃO DO TRABALHO DA SUPERVISÃO EDUCACIONAL EXTERNA: Trabalho de campo; Trabalho coletivo e individual ao mesmo tempo; Trabalho de registro do cotidiano da escola. (Termo de visita) Trabalho burocrático, porém a vivência pedagógica favorece maior integração/conhecimento da realidade escolar.
  23. 23. PARA REFLETIR Assim como nas demais funções exercidas pelo pedagogo, na supervisão educacional externa, a construção da prática profissional é viabilizada na ação/reflexão coletiva, pois muitas vezes surgem no cotidiano situações não previstas na legislação educacional que temos que discutir no grupo ou consultar o CE.E. para chegarmos a delimitação de uma ação.
  24. 24. O cargo de supervisão educacional externa tem estado cada vez mais presente nos editais dos concursos na área da Educação. Constitui uma função tão relevante quanto qualquer outra na área educacional.Todas são estritamente necessárias.

×