Por: Kamila Peixoto
Doenças Vírais
Por: Kamila Peixoto
Antes de tudo, oque é vírus?
Vírus (do latim virus, "veneno" ou "toxina") são pequenos agentes infecciosos que
apresentam ...
Formado por:
Ácido nucleico: molécula de DNA ou RNA que constitui o
genoma viral.
Capsídeo: envoltório proteico que envolv...
Estruturas:
Vírus icosaédricos envelopados:Vírus icosaédricos não-
envelopados:
Vírus helicoidais
não-envelopados:
Vírus helicoidais
envelopados:
Vírus complexos:
Ciclo de replicação:
vírus são parasitas intracelulares obrigatórios, pois necessitam do
ambiente intracelular de um organ...
Ciclo de replicação
Visão geral de um ciclo de replicação viral hipotético:
1. Adsorção;
2. Entrada;
3. Desnudamento;
4. T...
Ataque viral
Célula de memoria
Vírus(HIV) Macrófagos linfócito CD4 linfócito B
anticorpos
Usaremos como exemplo o HIV
Veja...
Entenda melhor:
Ciclo Lítico e lisogênico
IMPORTANTE: um ciclo lisogênico pode se tornar um ciclo lítico a qualquer
momento! Ciclo lisogên...
DOENÇAS VIRAIS
• Finalmente chegamos na parte importante, e
foco, desses slides.
Doenças virais
Você verá nos próximos slides as mais
imp...
 É considerada uma "PANDEMIA”
 Meios de contagio:
I. Sexual;
II. Por meio de sangue infectado em ferida aberta de
não in...
Contagio:
I. Saliva de contaminado em ferida aberta de não
contaminado.
Sintomas:
I. Manchas pelo corpo;
II. Febre.
Pro...
 Contagio:
I. Você adquire quando é mordido por alguém, que na via
urbana, geralmente são cachorros, e na rural é um
morc...
 Adquirir:
I. Picada do mosquito do Aedes aegypti.
 Sintomas:
I. Fraqueza;
II. Dores do corpo;
III. Hemorragias (ataca p...
Adquirir:
I. Contato com saliva e lesões de infectados.
Sintomas:
I. Lesões no corpo.
Profilaxias:
I. Erradicação com o...
Rússia e EUA ‘possuíam’ o vírus desta, congelado.
A preocupação de que em guerras eles a usassem
como armas biológicas, f...
Questão 1
GABARITO NO FINAL
•
•
•
•
•
1- C 2- D 4-B 12-E
E ai, acertou quantas?
indique esse material para os
seus colegas.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Doenças vírais

1.012 visualizações

Publicada em

Doenças virais, e um pouco do mundo dos vírus. Com questões retiradas de ENEM e Vestibulares no final com gabarito.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.012
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
79
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Doenças vírais

  1. 1. Por: Kamila Peixoto Doenças Vírais Por: Kamila Peixoto
  2. 2. Antes de tudo, oque é vírus? Vírus (do latim virus, "veneno" ou "toxina") são pequenos agentes infecciosos que apresentam genoma constituído de uma ou várias moléculas de ácido nucleico (DNA ou RNA), as quais possuem a forma de fita simples ou dupla. Os ácidos nucleicos dos vírus geralmente apresentam-se revestidos por um envoltório proteico formado por uma ou várias proteínas, o qual pode ainda ser revestido por um complexo envelope formado por uma bicamada lipídica.
  3. 3. Formado por: Ácido nucleico: molécula de DNA ou RNA que constitui o genoma viral. Capsídeo: envoltório proteico que envolve o material genético dos vírus. Nucleocapsídeo: estrutura formada pelo capsídeo associado ao ácido nucleico que ele engloba (Os capsídeos formados pelos ácidos nucleicos são englobados a partir de enzimas) . Capsômeros: subunidades proteicas (monômeros) que agregadas constituem o capsídeo. Envelope: membrana rica em lipídios que envolve a partícula viral externamente. Deriva de estruturas celulares, como membrana plasmática e organelas. Peplômeros (espículas): estruturas proeminentes, geralmente constituídas de glicoproteínas e lipídios, que são encontradas ancoradas ao envelope, expostas na superfície.
  4. 4. Estruturas: Vírus icosaédricos envelopados:Vírus icosaédricos não- envelopados:
  5. 5. Vírus helicoidais não-envelopados: Vírus helicoidais envelopados: Vírus complexos:
  6. 6. Ciclo de replicação: vírus são parasitas intracelulares obrigatórios, pois necessitam do ambiente intracelular de um organismo vivo para se reproduzir. Ao processo de reprodução de um vírus dá-se o nome de replicação viral. O tempo de duração do ciclo de replicação viral varia entre as diversas famílias de vírus, podendo levar poucas horas ou até dias. Esta seção apresentará as etapas envolvidas num ciclo de replicação viral, focado principalmente em vírus que infectam animais. De uma maneira geral, a replicação pode ser dividida em 7 etapas Veja o esquema a segui
  7. 7. Ciclo de replicação Visão geral de um ciclo de replicação viral hipotético: 1. Adsorção; 2. Entrada; 3. Desnudamento; 4. Transcrição e tradução; 5. Replicação do genoma; 6. Montagem; 7. Liberação.
  8. 8. Ataque viral Célula de memoria Vírus(HIV) Macrófagos linfócito CD4 linfócito B anticorpos Usaremos como exemplo o HIV Veja os outros esquemas para melhor entendimento
  9. 9. Entenda melhor:
  10. 10. Ciclo Lítico e lisogênico IMPORTANTE: um ciclo lisogênico pode se tornar um ciclo lítico a qualquer momento! Ciclo lisogênico não mata a célula, mas o lítico sim!!
  11. 11. DOENÇAS VIRAIS
  12. 12. • Finalmente chegamos na parte importante, e foco, desses slides. Doenças virais Você verá nos próximos slides as mais importantes doenças causadas por vírus, suas medida profiláticas e como se adquire .
  13. 13.  É considerada uma "PANDEMIA”  Meios de contagio: I. Sexual; II. Por meio de sangue infectado em ferida aberta de não infectado.  Profilaxias: I. Sexo seguro; II. Evitar contato com o sangue de contaminados. Obs.: Ninguém morre pela AIDS, e sim por doenças oportunistas que aproveitam a baixa imunidade para atacar. AIDS
  14. 14. Contagio: I. Saliva de contaminado em ferida aberta de não contaminado. Sintomas: I. Manchas pelo corpo; II. Febre. Profilaxia: I. Não entrar em contato com a saliva de contaminado. Sarampo
  15. 15.  Contagio: I. Você adquire quando é mordido por alguém, que na via urbana, geralmente são cachorros, e na rural é um morcego,  Sintomas: I. Esta presente na saliva, é altamente letal, e ataca principalmente o sistema nervoso central. Se o ser ainda ficar vivo, terá doenças letais, tais como: Hidrofobia (medo de ingerir água, pela dor que será causada na ingestão).  Medidas profiláticas: I. É vacinar os cachorros e para humanos só após ser mordido (soro antirrábico) . Raiva
  16. 16.  Adquirir: I. Picada do mosquito do Aedes aegypti.  Sintomas: I. Fraqueza; II. Dores do corpo; III. Hemorragias (ataca principalmente as plaquetas)  Profilaxias: I. Combater o mosquito já que não há vacina. Dengue
  17. 17. Adquirir: I. Contato com saliva e lesões de infectados. Sintomas: I. Lesões no corpo. Profilaxias: I. Erradicação com o surgimento da vacina... Porém deve levar em consideração alguns pontos, do próximo slide. Varíola
  18. 18. Rússia e EUA ‘possuíam’ o vírus desta, congelado. A preocupação de que em guerras eles a usassem como armas biológicas, fez pedirem que elas fossem destruídas, já que não tem casos delas a anos, as vacinas também não existem mais, se elas fossem liberadas, antes da fabricassem das vacinas, milhões já teriam morrido. Sobre o assunto Rússia pronunciou que foi “roubada” e os Estados Unidos da América ‘’falou que já destruiu’’. Mas será? Varíola
  19. 19. Questão 1 GABARITO NO FINAL
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22.
  23. 23.
  24. 24. • 1- C 2- D 4-B 12-E E ai, acertou quantas? indique esse material para os seus colegas.

×