Capítulo 5
“Minha alma permanece em estado de alerta...
Desejos vêm e vão a velocidades absurdas
Meu corpo sofre pelo árdu...
Alicia: _Onde você comprou esse capacete?
Depois de ele parar imediatamente e a Bellatrix cair na risada, ele vira e respo...
Adara: _Hmm... Ele parece contigo sabia? Até a cor do pêlo é igual...
Diphrá: _Queria eu ser filho dele... Esse cara aí qu...
ainda mais pelo motivo de estar a um dia de conhecer um Deus... E eu também quero
saber desse tal poder, o que será que é?
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cap 5

419 visualizações

Publicada em

Capítulo 5, divirta-se ^^

Publicada em: Diversão e humor, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
419
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cap 5

  1. 1. Capítulo 5 “Minha alma permanece em estado de alerta... Desejos vêm e vão a velocidades absurdas Meu corpo sofre pelo árduo desejo absoluto E do descarte de esperanças curtas” Giro 5, noite Diphrá: _Não acha que Lucas está demorando demais? Adara: _Também acho... Já estamos nesses templos faz 1 hora... Os dois estavam em uma praça no meio dos três templos dos Deuses; Templo de Azula, Templo de Aludra e o Templo de Órion. Diphrá: _Sabe... Eles podiam criar um templo também para os acruxianos, o que acha? Adara: _Credo! Quem iria querer venerar aquele demônio do Acrux? Ele não é um Deus de verdade! Diphrá: _Pode falar isso, mas ele também foi muito importante para esse planeta! Adara se virou, colocou as mãos na cintura e perguntou para ele: Adara: _Me diga, de que jeito? Diphrá se virou para o outro lado e disse com um sorriso: Diphrá: _Sem ele, pessoas desagradáveis ainda estariam no planeta... Adara: _Isso foi uma indireta!? Diphrá riu, se virou e disse: Diphrá: _Masé claro que não, claro que não... O queacha da gente visitar os templos agora? Adara: _Tá bom, aposto que o Lucas ainda vai demorar... Então os dois foram entrando no templo. Já no outro lado da cidade, todos nós(Eu, Bellatrix, Alicia e Alderamin) estávamos andando no meio da rua. Aquele Alderamin, que parecia um monstro metálico de 2 metros e meio, com quatro gigantes espinhos nas costas e com uma calda listrada metálica por de baixo do sobretudo, estava chamando muita atenção no meio da rua. O interessante é que Bellatrix andava tranquilamente, como se não tivesse sendo observada... Alicia estava olhando fixo para aqueles espinhos nas costas dele. Até que quase por impulso, ela chamou ele: Alicia: _Hey! Alderamin! Alderamin ainda andando, vira a face para ela: Alderamin: _Sim? Alicia: _O que são esses espinhos nas suas costas? Bom, essa seria uma pergunta que eu adoraria fazer, mas eu não tive coragem... Obviamente... Alderamin, olha para cima, depois olha para frente e responde: Alderamin: _São tentáculos... Alicia: _Hmm... Depois de uns 2 minutos, ela o chama novamente: Alicia: _Hey! Alderamin! Alderamin: _O que?
  2. 2. Alicia: _Onde você comprou esse capacete? Depois de ele parar imediatamente e a Bellatrix cair na risada, ele vira e responde com as sobrancelhas para baixo: Alderamin: _Isso não é um capacete! Alicia: _Hmm... Mas parece um capacete! Alderamin: _Mas não é, essa é a minha pele... Bellatrix: _Filha, isso tudo é uma armadura, só que ele nunca admitiu! Então ela começou a rir novamente, Alderamin continuou andando, e dizendo: Alderamin: _Vamos andando logo, a noite já vai acabar... Bellatrix: _Calma Alderamin! Espere! Eu não estava mesmo entendendo tudo aquilo, além deser engraçado, mas eu não entendia... Havíamos, então, chegado à casa de Bellatrix. Aquela casa parecia ser também bem formosa e variada, e na verdade era, tanto por fora quanto por dentro... Quando nós entramos, Bellatrix colocou seu sobretudo em um tipo de anzol na parede e Alicia pendurou seu chapéu no anzol ao lado. Para variar, Alderamin olhou parao próximo anzol, e de umavez, tirou seu sobretudo, rasgando ele todo, e colocando no anzol. Nem era pela situação que eu estava impressionado, era com o corpo dele, todo de metal, com divisórias bem detalhadas na parte da coxa e nas articulações da perna. Um tipo de robô muito bem feito, muito mesmo. Alicia e Bellatrix estavam olhando para ele, paradas na porta que dá entrada na sala... Alderamin: _O que foi? Então Bellatrix abaixou para falar no ouvido da filha: Bellatrix: _Aí filha... Não disse que isso era uma armadura? Alderamin parecia ficar com raiva e Bellatrix riu novamente. Alderamin: _Eu ouvi isso! Então, entramos na sala. Muito bem como eu tinha pensado. Tudo reluzia em detalhes em branco e verde claro na casa toda, e nas paredes do corredor. Eu ainda estava me sentindo confuso, mas agora eu estava me sentindo inseguro também... Nada demais para tanta coisa em uma noite só... Já no lugar dos templos, estavam lá Adara e Diphrá ainda. Diphrá estava vendo as estátuas dos semideuses presentes em cada templo. Diphrá: _Caramba, eu adoro essas semideusas de Azula! Elas são tão formosas! Adara: _Pois é, mas a minha preferida é essa aqui. Ela foi diretamente à uma estátua com forma de uma mulher com longo vestido detalhado, cabelo liso e um cajado. Diphrá viu o nome escrito embaixo: Diphrá: _Alcione... Ela é a tal Semideusa do Gelo? Ela é bem estranha... Adara: _Claro, você não está acostumado a ver humanos... Diphrá: _Pois é... Humanos são muito... Lisos... Mas então, você quer ver o semideus que eu mais gosto? Eles foram para o outro templo, o templo de Órion, e foram direto para a estátua de um semideus em forma de lobo: Diphrá: _Esse metamorpho é o meu herói! O nome dele é Canopus, o Semideus das Espécies!
  3. 3. Adara: _Hmm... Ele parece contigo sabia? Até a cor do pêlo é igual... Diphrá: _Queria eu ser filho dele... Esse cara aí que é minha inspiração para acreditar que cada dia pode ser melhor que o outro... Ele queme impulsiona para eu ser um dos maiores guerreiros... Adarafica um tanto comovida com o que o amigo disse, então ela com um sorriso, diz para ele: Adara: _Nossa, esse é um lado seu que é raro de se ver... Diphrá fica meio constrangido: Diphrá: _Calada... Agora, voltando para a casa de Bellatrix, todos nós estávamos na sala, preparando, todos calados, enquanto que Alicia já havia ido para sua cama dormir. Bellatrix: _Então... Podemos começar? Eu: _Claro, mas como começaremos isso? Bellatrix: _Não sei, creio eu que você têm bastante perguntas para fazer, não? Eu: _Sim, mas eu não sei nem por onde começar... Alderamin: _Lucas, podemos resumir tudo em algumas simples palavras... Você conheceu seu pai muito bem, certo? Fiquei um pouco inseguro de falar sobre isso, mas eu continuei: Eu: _Nãomuito bem, ele morreu quando eu tinha 5 anos, não sabia muito das coisas ainda... E não me lembro muito bem... Mas eu sei que ele é um herói muito conhecido! Alderamin: _Sim, seu pai, Pollux Zhareth, é muito conhecido entre as pessoas e também é conhecido por entre os Deuses. Eu: _Que!? Fiquei meio perplexo pelo meu pai ter ligações com quem rege as ordens do nosso mundo... Mas nada fora do normal naquela noite... Naquela noite... Alderamin: _Sim, isso mesmo, Deuses... Seu pai vem da família Zhareth, que era muito conhecida na época da divisão política de Singdall por ser uma família de uma linhagem interessante em seu sangue e também pela fabricação de armas, digamos, mágicas... Eu: _Entendo... Eu acho... Alderamin: _Seu pai, em pouco tempo, se tornou muito conhecido pela sua força e habilidades desumanas... Ele foi um guerreiro muito invejado... Mas teve um dia que esta cidade, Zhareth, foi ameaçada por um monstro misterioso que foi chamado de Hadar... Um monstro muito forte e impossível de matar, ele foi o único queconseguiu nos salvar, mas por esse preço, ele pagou com sua vida... Por isso ele é lembrado por todos os cantos do planeta. Eu: _Entendi... Mas isso explica o que os Deuses querem comigo? Alderamin: _Sim, pois claro, eu acho que os Deuses querem um ‘novo Pollux’, e presumo que esse seria você... Você pertence a essa linhagem muito poderosa de lobos, então eles querem te dar mais poder para ser como Pollux... O motivo eu ainda não sei... Eu estava começando a entender aquela situação, mas ainda não sabia de que jeito os Deusespretendiam medar poder para isso, muito mais querer que eu fosse que nem o meu pai, coisa que eu queria ser por mim mesmo... Depois dessa conversa, que terminou bem tarde, todos foram dormir em quartos extras na casa de Bellatrix. Lucas ainda estava pensando no dia de amanhã e no que Alderamin tinha dito antes deles irem dormir: “Amanhã, o levaremos até Aludra para ver o que eles farão com você, então esteja preparado...”. Eu estava extremamente nervoso,
  4. 4. ainda mais pelo motivo de estar a um dia de conhecer um Deus... E eu também quero saber desse tal poder, o que será que é?

×