Encontro de Líderes Rurais
Cacau & Chocolate
na economia regional
Por um desenvolvimento sustentável no
Sul da Bahia
Reali...
Biodiversidade &
Sustentabilidade
Biodiversidade & Sustentabilidade
A raiz da sustentabilidade é a biodiversidade. A capacidade de recuperação e funcionamen...
O Sistema Agroflorestal (SAF)
•  A prática de plantar árvores e
cultivar na mesma área prevaleceu
por séculos em diferente...
Biodiversidade no Sul da Bahia
O Sistema Cabruca é um laboratório no movimento
do desenvolvimento sustentável nos trópicos...
Moradores
da Cabruca
Agro-Floresta Cabruca
Corredor ecológico
O mico-leão-da-cara-dourada (Leontopithecus
chrysomelas)
•  Espécie endêmica da M...
Os períodos do Cacau
Com base em Baiardi & Teixeira, 2010
Os períodos do Cacau
Com base em Baiardi & Teixeira, 2010
• A Cooperativa El Ceibo foi estabelecida em 1977, na bacia
amazônica da Bolívia, por cacauicultores procurando maximizar
...
Comunicação para os novos
consumidores conscientes
Super-alimentos
Produtos da Apicultura e
meliponicultura
-  Mel, pólen, e própolis
•  Pólen de abelha é o alimento mais
co...
Certificação
A certificação é uma das ferramentas
disponíveis no mercado para assegurar a
implementação dos princípios de ...
Cafeicultura e sustentabilidade
- Santos, Costa Rica
Localizada na região de Santos-Tarrazu em Costa Rica,
reconhecida pel...
Quem somos nós?
Identidade coletiva
Identidade regional
Quem é o Sul da Bahia no Brasil, no
mundo?
•  Comunicando-nos com o Mundo!
•  Identidade de origem
•  A floresta de cacau,...
Sinergias
Empresas que otimizam o uso e benefícios dos seus recursos
a partir de uma idêntidade coletiva que promove siner...
Em 2005 Pablo Gimenez Riili e Michael Evans reconheceram o potencial a nível mundial do Valle de Uco e investiram em um
te...
Bibliografia
1.  Amilcar, B; Teixeira, F. (2010). O Desenvolvimento dos Territórios do Baixo Sul e do Litoral Sul da Bahia...
Estudos de caso
Eco-Turismo de base comunitária – Costa Rica
•  http://www.greencommunities-cr.org/
  
Chocolate Ceibo - B...
Encontro de Líderes Rurais
Cacau & Chocolate
na economia regional
Por um desenvolvimento sustentável no
Sul da Bahia
Reali...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Encontro líderes.leituras

164 visualizações

Publicada em

REALIZADO PELO INSTITUTO FLORESTA VIVA

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
164
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Encontro líderes.leituras

  1. 1. Encontro de Líderes Rurais Cacau & Chocolate na economia regional Por um desenvolvimento sustentável no Sul da Bahia Realização:Apoio:
  2. 2. Biodiversidade & Sustentabilidade
  3. 3. Biodiversidade & Sustentabilidade A raiz da sustentabilidade é a biodiversidade. A capacidade de recuperação e funcionamento dos ecossistemas está fortemente vinculada a saúde e diversidade de relações nos crescentes níveis de organização e complexidade de sistemas naturais: Genes, indivíduos, populações, espécies, comunidades, ecossistemas e biomas. (TEEB, 2008) Serviço de Purificação e provisão de água Os ecossistemas filtram resíduos humanos e de animais, eliminando agentes causadores de doenças, reduzindo os níveis de nutrientes e poluição. Calcula-se que 100 hectares de mata preservada produzem 10 mil litros de água em uma bacia com precipitação média de 1200 milímetros/ano. O Sul da Bahia recebe entre 1,000 a 2,000 mm/ano. - Fundação SOS Mata Atlântica O fluxo de energia processado por esses ecossistemas se manifestam em serviços ecossistêmicos para a sociedade como será a purificação da água, materiais de construção e combustível, ciclagem de nutrientes, qualidade do ar, controle de enchentes, e polinização entre muitos outros.  
  4. 4. O Sistema Agroflorestal (SAF) •  A prática de plantar árvores e cultivar na mesma área prevaleceu por séculos em diferentes partes do mundo. •  O sistema de plantio de cacau sombreado é o maior sistema agroflorestal do mundo, com um total de 7 milhões de hectares em países como: –  Indonesia, Costa Rica, Mexico, Camarões, e Brasil. •  Nos trópicos os SAFs oferecem melhor qualidade de solo e da água, maior segurança alimentar e nutricional,entre outros muitos serviços.
  5. 5. Biodiversidade no Sul da Bahia O Sistema Cabruca é um laboratório no movimento do desenvolvimento sustentável nos trópicos. Vários estudos reconhecem o potencial que o sistema tem para atingir uma ótima produtividade e oferecer serviços ecossistêmicos de alta qualidade para a sociedade. (Faria et al. 2011 & 2012, Goulart,2012). Um verdadeiro ganha-ganha.
  6. 6. Moradores da Cabruca
  7. 7. Agro-Floresta Cabruca Corredor ecológico O mico-leão-da-cara-dourada (Leontopithecus chrysomelas) •  Espécie endêmica da Mata Atlântica do Sul da Bahia, e ameaçada de extinção •  Dispersão de sementes de 152 espécies (Bufalo et al., 2012) •  Populações saudáveis = Ecossistêmas saudáveis A floresta de cacau serve de corredor e habitat para muitas das espécies de fauna e flora da Mata Atlântica, incluindo o mico-leão-da-cara-dourada. O declínio econômico da indústria de cacau levou aos fazendeiros a converter áreas de cabruca em pastagem para gado ou diversificar seu plantio com outros produtos, diminuindo a diversidade e modificando a estrutura da floresta. •  52% das espécies florestais de samambaias, sapos, lagartos, aves e morcegos observadas em Ilhéus foram encontradas nas cabrucas.
  8. 8. Os períodos do Cacau Com base em Baiardi & Teixeira, 2010
  9. 9. Os períodos do Cacau Com base em Baiardi & Teixeira, 2010
  10. 10. • A Cooperativa El Ceibo foi estabelecida em 1977, na bacia amazônica da Bolívia, por cacauicultores procurando maximizar seu poder de marketing. • Mais de 1.200 produtores de cacau, quase 200 funcionários e mais de 2.000 empregos indiretos têm melhorado significativamente a vida de mais de 10.000 bolivianos. • Os premios da certificação “Fair Trade”, desde 1997, têm servido El Ceibo para estabelecer um fundo para projetos e atividades comunitárias, e um Fundo de Segurança para emergências médicas. • El Ceibo criou uma Fundação para o Desenvolvimento Sustentável • A fundação oferece assistência técnica, treinamento e atualização em plantio de cacau e sistemas agroflorestais diversos - incluindo espécies madeiráveis, medicinais e outras frutíferas - manter o padrão da certificação orgânica “Fair Trade”, e transformar a madeira das parcelas agroflorestais. Cooperativa El Ceibo - Amazonia Boliviana -
  11. 11. Comunicação para os novos consumidores conscientes
  12. 12. Super-alimentos Produtos da Apicultura e meliponicultura -  Mel, pólen, e própolis •  Pólen de abelha é o alimento mais completo encontrado na natureza contendo vitamina B-9 e todos os 21 aminoácidos essenciais; uma proteína completa. •  Mel, nos seus estados orgânicos, naturais, e não filtrados, é rico em sais minerais, antioxidantes, probióticos, e enzimas.   Açaí •  A a l t a c o n c e n t r a ç ã o d e antioxidantes ajudam a combater envelhecimento precoce. •  Promove a saúde cardiovascular e digestiva a partir de gorduras monoinsaturadas (saudáveis), fibras alimentares e fitoesteróis. •  Fornece valiosos minerais, vitais para a contração muscular e regeneração.   Theobroma cacao •  É o alimento com a maior quantidade de antioxidantes no planeta. •  É a melhor fonte de magnésio, ferro (21% da dose diária recomendada por porção de grãos de cacau), cromo e é também extremamente elevado em t e o b r o m i n a ( s u p o r t e cardiovascular ), e anandamida (”substância da felicidade"). •  Chocolate cru equilibra a química do cérebro, constrói ossos fortes, é um afrodisíaco natural, e eleva o humor e energia.
  13. 13. Certificação A certificação é uma das ferramentas disponíveis no mercado para assegurar a implementação dos princípios de produção sustentável de commodities como o cacau. •  A quota do mercado e a produção total do cacau certificado tem crescido consideravelmente nos últimos anos. –  De 2009 a 2010 a quota do mercado para produtos certificados cresceu de 3% a 6%. Tabelas e gráficos: Acima. Comparações das certificadoras Esq. Processo de certificação Direita. Crescimento certificação UTZ Fonte: KPMG 2012, 2014
  14. 14. Cafeicultura e sustentabilidade - Santos, Costa Rica Localizada na região de Santos-Tarrazu em Costa Rica, reconhecida pela alta qualidade do seu café, a Cooperativa de cafeicultores de Dota (Coopedota), é um exemplo em cooperativismo, compromisso com a sustentabilidade da região e bons negócios! Consciência ambiental e visão de mercado levaram a Cooperativa de Café Dota, começando em 1998, a mitigar suas emissões de gases do efeito estufa (GEE) associados ao ciclo da cadeia do café (Produção, processamento, transporte e venda). Desde 2011, e com mais de 800 cooperativistas, a COOPEDOTA exporta o único grão de café gourmet carbono neutro, repassando os benefícios capturados nos mercados emergentes para seus produtores, que tem sido atingidos pelas mudanças climáticas. Mas a caminhada pela sustentabilidade continua... Em 2014 a Cooperativa começou a produzir etanol a partir do mel e biocombustível da polpa do café, isto permite a cooperativa gerar meio megavatio para cobrir até 80% do consumo elétrico.
  15. 15. Quem somos nós? Identidade coletiva Identidade regional
  16. 16. Quem é o Sul da Bahia no Brasil, no mundo? •  Comunicando-nos com o Mundo! •  Identidade de origem •  A floresta de cacau, onde os reais beneficios são gerados, protegendo o bem-estar das futuras gerações
  17. 17. Sinergias Empresas que otimizam o uso e benefícios dos seus recursos a partir de uma idêntidade coletiva que promove sinergias e elevamos nossa capacidade de administrar economias de escala, ao mesmo tempo que se caminha para uma distribuição equitativa dos recursos, levantando o patamar da sustentabilidade financeira. Ecoturismo de Base Comunitária(Costa Rica) Estabelecida em 2003 como agência de ecoturismo e voluntariado internacional, Santos Tour tem evoluído num projeto que fornece riquíssimas experiências culturais e de aprendizado dinâmico aos voluntários e pesquisadores que se aventuram nas agroflorestas de café. Os pacotes de turismo (1 – 2 semanas) envolvem: Voluntariado e imersão cultural e de línguas, restauração florestal, aprendizado de práticas de produção de café orgânico, rafting, spa, lições de surf.
  18. 18. Em 2005 Pablo Gimenez Riili e Michael Evans reconheceram o potencial a nível mundial do Valle de Uco e investiram em um terreno de 263 hectares. O propósito deles: tornar possível o sonho de possuir um vinhedo e produzir seu próprio vinho de alta qualidade. A Vines of Mendoza, desde então, já vendeu Private Vineyards (vinhedos privados) para mais de 120 donos, de todas as partes do mundo, expandindo a propriedade para 607 hectares e estabelecendo o empreendimento de vinificação de maior qualidade da região. O conceito é que você pode contratar com a empresa principal em uma compra de terras, selecionar as uvas que você queira plantar e, em seguida, pegar carona para todos os serviços de vinificação da vinha mestre para o plantio, colheita e engarrafamento do seu próprio vinho. A equipe de Vines of Mendoza se encarrega de tudo, desde plantar as videiras e elaborar o vinho, até coordenar a logística, inclusive a aprovação dos rótulos, e ainda a exportação e a importação. Eles também ajudam a vender o vinho pela internet ou através de distribuidores. Vines of Mendoza seleciona 100 dos melhores vinhos da região e leva-os para a sala de degustação e vinoteca que criou no Hyatt para que os visitantes, especialmente os turistas, possam experimentar um grande número de vinhos argentinos em um lugar sem ter que ir a cada vinícola. Outra iniciativa de Vines of Mendoza é a criação de uma cooperativa de vinícolas, em que 85 investidores internacionais compartilham as despesas (e lucros) de uma vinha. Os parceiros também planejam abrir um pequeno resort boutique muito perto das vinhas, onde os hóspedes poderão andar de cavalo e esmagar as uvas durante a colheita. Vinícolas de Mendoza - Argentina -
  19. 19. Bibliografia 1.  Amilcar, B; Teixeira, F. (2010). O Desenvolvimento dos Territórios do Baixo Sul e do Litoral Sul da Bahia : a Rota da Sustentabilidade , Perspectivas e Vicissitudes. Rede Sul da Bahia Justa e Sustentável. 2.  Cassano, C. R., Faria, D., Delabie, J. H. C., Bede, L., Oliveira, L. C., & Mariano-neto, E. (2014). Desafios e recomendações para a conservação da biodiversidade na região cacaueira do Sul da Bahia. Comissão executivo do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC). Centro de Pesquisas do Cacau. Ilhéus – Bahia. 3.  Guedes, F. B., & Seehusen, S.E. (Eds.). (2011). Pagamento por Serviços Ambientais na Mata Atlântica Lições aprendidas e desafios. Brasília: Ministério de Meio Ambiente – Secretaria de Biodiversidade e Florestas. 4.  Goulart, F. F., Jacobson, T. K. B., Zimbres, B. Q. C., Machado, R. B., Aguiar, L. M. S., & Fernandes, G. W. (2012). Agricultural SystemS and the Conservation of Biodiversity and Ecosystems in the Tropics. 5.  KPMG International, Consumer Markets (2014). A taste of the future: The trends that could transform the chocolate industry. 6.  KPMG International, Consumer Markets (2012). Cocoa Certification: Study on the costs, advantages and disadvantages of cocoa certification commissioned by The International Cocoa Organization (ICCO). 7.  Martini, A.M.Z., et al. (2007). A hot-point within a hot-spot: a high diversity site in Brazil’s Atlantic Forest. Biodiversity Conservation 16: 3111-3128. 8.  Schroth, G., Faria, D., Araujo, M., Bede, L., van Bael, S. a., Cassano, C. R., Delabie, J. H. C. (2011). Conservation in tropical landscape mosaics: The case of the cacao landscape of southern Bahia, Brazil. Biodiversity and Conservation, 20(8), 1635–1654. http://doi.org/10.1007/s10531-011-0052-x 9.  Schroth, G., Bede, L. C., Paiva, A. O., Cassano, C. R., Amorim, A. M., Faria, D., … Lôbo, R. N. (2013). Contribution of agroforests to landscape carbon storage. Mitigation and Adaptation Strategies for Global Change. http://doi.org/10.1007/s11027-013-9530-7 10.  TEEB. (2008). A economia dos ecossistemas e da biodiversidade. European Communities. Disponível em http:// www.portalodm.com.br/a-economia-dos-ecossistemas-e-da-biodiversidade-um-relatorio-preliminar--bp--428-- np--3.html 11.  Thomas, W., et al. (2008). Diversity of woody plants in the Atlantic coastal forest of southern Bahia. Memoirs of the NY Botanical Garden 100: 21-66.
  20. 20. Estudos de caso Eco-Turismo de base comunitária – Costa Rica •  http://www.greencommunities-cr.org/    Chocolate Ceibo - Bolivia •  http://www.one-world-award.com/el-ceibo.html •  http://www.globalexchange.org/fairtrade/cocoa/cooperatives •  http://www.elceibo.org   Cafeicultura & Sustentabilidade – Costa Rica •  http://www.coopedota.com/index.php? option=com_content&view=article&id=79:la •  http://www.rainforest-alliance.org/es/multimedia/coopedota-rl- costa-rica •  http://www.nacion.com/archivo/Dota-exportara-certificado- carbono-neutral_0_1183281671.html   Vinícolas de Mendoza - Argentina •  www.thevinesofmendoza.com   Artigos da New York Times - Turismo •  36 horas em Mendoza, Argentina, http://www.nytimes.com/2012/04/08/travel/36-hours-in- mendoza-argentina.html (Abril, 2012) •  The accidental winemakers of Mendoza, http://www.nytimes.com/2015/05/10/travel/the-accidental- winemakers-of-mendoza.html?_r=0 (May, 2015) •  http://edgblogs.s3.amazonaws.com/planeta/files/2012/05/floresta- cacau.jpg •  http://www.tribunadabahia.com.br/upload/images/ 2014-05-29/20140529033126_primata.jpg •  http://www.clube.lagoaviva.com/images/tie-sangue.jpg •  http://s2.glbimg.com/ 9h3zzaoUkI2f88hLoP_7qeKgUYx7uNs9ABDwBEjM8NxIoz- HdGixxa_8qOZvMp3w/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/ 2012/07/10/trilha1.jpg •  http://www.parquedasaves.com.br/upload/image/pagina/galeria/ paginagaleria_60_img1_atracao_1_img5_dsc_0263-custom.jpg Imagens
  21. 21. Encontro de Líderes Rurais Cacau & Chocolate na economia regional Por um desenvolvimento sustentável no Sul da Bahia Realização:Apoio financeiro:

×