EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

228 visualizações

Publicada em

PANORAMA DO CURSO TÉCNICO EM GUIA DE TURISMO REDE ESTADUAL, FEDERAL E SISTEMA S

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
228
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

  1. 1. ENSINO FUNDAMENTAL 1 ao 9 ano ENSINO MÉDIO TÉCNICO ENSINO SUPERIOR MERCADO DE TRABALHO
  2. 2.  ENSINO FUNDAMENTAL I  1 ao 5 ano  ENSINO FUNDAMENTAL I I  PROEJA FUNDAMENTAL  ENSINO MÉDIO  PROEJA MÉDIO  MERCADO DE TRABALHO
  3. 3.  caracterização efetiva de um novo modelo de organização curricular que privilegia as exigências de um mercado de trabalho cada vez mais competitivo e mutante, no sentido de oferecer à sociedade uma formação profissional compatível com os ciclos tecnológicos.
  4. 4.  o governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação, investe desde 2007 na implantação e fortalecimento da Rede de Educação Profissional da Bahia.  Trata-se de uma política pública prioritária do Governo apontada no Plano Plurianual Participativo (PPA Participativo).
  5. 5.  faz parte da política de divisão territorial do Estado, na perspectiva de preparar os jovens e trabalhadores de modo que possam atuar em seus municípios, em seus territórios, podendo permanecer em seus locais de origem.
  6. 6.  AMBIENTE E SAÚDE  CONTROLE DE PROCESSO INDUSTRIAIS  DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL  GESTÃO E NEGÓCIOS  INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO  INFRAESTRUTURA  PRODUÇÃO ALIMENTÍCIA  PRODUÇÃO CULTURAL E DESIGN  PRODUÇÃO INDUSTRIAL  RECURSOS NATURAIS  SEGURANÇA  TURISMO HOSPITALIDADE E LAZER
  7. 7.  O Território Litoral Sul - BA é composto por 26 municípios: Almadina, Barro Preto, Buerarema, Coaraci, Ibicaraí, Itaju do Colônia, Arataca, Aurelino Leal, Camacan, Canavieiras, Floresta Azul, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Jussari, Maraú, Mascote, Pau Brasil, Santa Luzia, São José da Vitória, Ubaitaba, Una e Uruçuca.( Rede Federal)
  8. 8.  CURSO TÉCNICO EM LAZER  CURSO TÉCNICO EM ECOTURISMO  CURSO TÉCNICO EM COZINHA  CURSO TÉCNICO EM HOSPEDAGEM  CURSO TÉCNICO EM GUIA DE TURISMO  CURSO TÉCNICO EM EVENTOS  CURSO TÉCNICO EM SERVIÇOS DE RESTAURANTE E BAR
  9. 9.  REDE ESTADUAL : ENSINO MÉDIO  DURAÇÃO DE 4 ANOS  AULAS EM APENAS 1 TURNO  VIAGENS TÉCNICAS  250 HORAS DE ESTÁGIO  PROFESSORES COM GRADUAÇÃO, ESPECIALIZAÇÃO E MESTRADO
  10. 10.  PROEJA- JOVENS E ADULTOS  TEMPO DE ENSINO MÉDIO :2,5 ANOS  MODULAR : 2 POR ANO  ESTÁGIO 250 HORAS  VIAGENS TÉCNICAS X TRABALHO DE DIA  TURNO : NOTURNO  PROFESSORES COM GRADUAÇÃO E PÓS GRADUAÇÃO E MESTRADO E INICIANDO O DOUTORADO
  11. 11.  O Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos – PROEJA abrange cursos que, como o próprio nome diz, proporcionam formação profissional com escolarização para jovens e adultos
  12. 12.  O Decreto nº 5.840, de 13 de julho de 2006.  Fazer uma oferta de cursos de Educação de Jovens e Adultos com Educação Profissional.
  13. 13.  REDE FEDERAL  DURAÇÃO 3 ANOS EM 2 TURNOS  MATUTINO E VESPERTINO  VIAGEM TÉCNICA PARA FORMAÇÃO DE GUIA REGIONAL BAHIA  VIAGEM TÉCNICA PARA FORMAÇÃO DE GUIA NACIONAL AMÉRICA DO SUL  PROPOSTA DE PESQUISA E EXTENSÃO  PROFESSORES COM ESPECIALIZAÇÃO , MESTRADO E DOUTORADO , SENDO OBRIGATÓRIO TER FORMAÇÃO EM GUIA PARA DISCIPLINAS ESPECÍFICAS TTP I E TTP II
  14. 14.  REDE S : SENAC  CURSO MAIS ANTIGO DE GUIA DE TURISMO  DURAÇÃO MÉDIA DE 1,5 ANOS  MODALIDADE SUBSEQUENTE PARA QUEM JÁ CONCLUIU O SEGUNDO GRAU  PAGO :280,00 MÊS OU PSG  CURSOS FIXOS EM SALVADOR OU OUTRAS CAPITAIS E ITINERANTES NO INTERIOR COMO CHAPADA DIAMANTINA E ILHÉUS  PROFESSORES COM GRADUAÇÃO, ESPECIALIZAÇÃO, MESTRADO E DOUTORADO  VIAGEM TÉCNICA DE FORMAÇÃO GUIA REGIONAL BAHIA  VIAGEM TÉCNICA DE FORMAÇÃO GUIA NACIONAL AMÉRICA DO SUL
  15. 15.  A conteceu no dia 16/04/2015 a escuta do Plano Plurianual Participativo (PPA Participativo) para o período 2016-2019.  Propostas  Construir o Instituto Estadual da Educação Profissional, fortalecendo e ampliando as estruturas dos centros territoriais e estaduais da educação profissional
  16. 16.  Investir na qualificação de jovens em articulação com os grandes projetos regionais como o Complexo intermodal, UFSB, Institutos Federais; CEEP´S E CETEP´S; criação de residencia e creches na UESC.  Implantar programas para formação profissional e mercado de trabalho nas diversas linguagens artistico-culturais do território
  17. 17.  Implantar programas para formação profissional com atuação em museus e instituições afins promovendo cursos de gestão, documentação, conservação, plano, museológico, ação cultural e educativa (museologia social)
  18. 18.  Ampliar a interiorização das politicas setoriais de qualificação profissional visando a inclusão socioprodutiva, fortalecendo através também dos consórcios públicos a política de primeiro emprego e estágio para cursos técnicos, em especial jovens em situação de vulnerabilidade social.
  19. 19.  Fortalecer também através dos Consórcios Públicos as políticas de educação profissional para a EJA em consonância com os programas federais: saberes da terra, PROJOVEM, PRONATEC e etc.
  20. 20.  Objetiva garantir o desenvolvimento dos jovens para uma inserção cidadã na vida social e no mundo do trabalho, contribuir para a elevação de escolaridade dos trabalhadores
  21. 21. Lei n.o 9.394 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB), em 20 de dezembro de 1996, Decreto n.o 5.154 de 23 de julho de 2004 que regulamentou os artigos da LDB referentes à educação profissional,.
  22. 22.  de 1º de outubro de 1993, os critérios a serem apresentados como subsídio aos órgãos próprios dos sistemas de ensino para apreciação dos planos de curso para educação profissional de nível técnico Guia de Turismo,  Os quais devem compor a ÁREA DE TURISMO E HOSPITALIDADE, possibilitando a adoção de módulos na educação de nível técnico, bem como a certificação de competências por módulos.
  23. 23.  Para requerer a apreciação da EMBRATUR, a Instituição ofertante de curso de Educação Profissional de nível técnico de Guia de Turismo deverá ter seu plano de curso devidamente aprovado no órgão próprio do respectivo sistema de ensino e comprovar o cumprimento de todas as exigências pertinentes quanto a instalações e equipamentos, e pessoal devidamente qualificado.
  24. 24.  Estabelece requisitos e critérios para o exercício da atividade de Guia de Turismo e dá outras providências.  Art. 4º Para requerer o cadastro na categoria de Guia de Turismo especializado em atrativo natural ou em atrativo cultural, o interessado deve, primeiramente, ser habilitado como guia de turismo regional, em cursos específicos de qualificação profissional.
  25. 25.  IV – Guia Especializado em Atrativo Turístico – quando suas atividades compreenderem a prestação de informações técnico- especializadas sobre determinado tipo de atrativo natural ou cultural de interesse turístico, na unidade da federação para qual o profissional se submeteu à formação profissional específica.
  26. 26.  Art. 5º O Guia de Turismo que pretender o cadastro na categoria regional, para exercer suas atividades em determinado Estado, deverá apresentar o certificado de conclusão de curso técnico de formação profissional de guia de turismo daquela unidade federativa.

×