Reanimação cardiorrespiratória

10.185 visualizações

Publicada em

RCP

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.185
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
265
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reanimação cardiorrespiratória

  1. 1. REANIMAÇÃO CARDIORRESPIRATÓRIAEDITADO POR:JOZIANE A. BRUNELLI07/12/12
  2. 2. REANIMAÇÃO CARDIORRESPIRATÓRIA é um conjunto de manobras destinadas a garantir a oxigenação dos órgãos quando a circulação do sangue para (parada cardiorrespiratória). Nesta situação, se o sangue não é bombeado para os órgãos vitais, como o cérebro e o coração, esses órgãos acabam por entrar em necrose, pondo em risco a vida da pessoa.
  3. 3. REANIMAÇÃO CARDIO-PULMONAR As compressões torácicas asseguram um pequeno, mas crucial, aporte de sangue ao coração e ao cérebro. As insuflações asseguram um fornecimento mínimo de oxigénio à circulação sanguínea.
  4. 4. PROCEDIMENTOS BÁSICOSDA RESPIRAÇÃO SÃO: desobistrua as vias áerias (com cuidado pois pode haver danos na cervical) afrouxe as roupas da vítima, verifique se há obstruição na boca ou garganta da vítima; inicie a respiração de socorro tão logo tenha a vítima sido colocada na posição correta. Cada segundo é precioso.
  5. 5. PROCEDIMENTOS BÁSICOS DA MASSAGEMCARDÍACA SÃO: coloque a vítima deitada superfície dura em decúbito dorsal; coloque suas mãos sobrepostas na metade inferior do esterno com os braços estendidos; os dedos devem ficar abertos e não tocam a parede do tórax; faça a seguir uma pressão, com bastante vigor, para que se abaixe o esterno cerca de 4 cm, comprimindo o coração de encontro à coluna vertebral; descomprima em seguida.
  6. 6.  inicie a manobra com uma 2 respiração, depois faça 30 compressões cardíacas e repita a respiração, continuando até que o ritmo cardíaco/respiratório se restabeleça ou até o socorro chegar. De 4 a 6 minutos já pode ocorrer dano cerebral na vitima. Após 6 minutos o dano cerebral é praticamente certo.
  7. 7. COMO REALIZAR AS COMPRESSÕES TORÁCICAS? 1. Ajoelhe-se ao lado da vítima; 2. Coloque a base de uma mão no centro do tórax da vítima; 3. Coloque a base da outra mão em cima da primeira mão; 4. Enlace os dedos das duas mãos. Não deve pressionar nem as costelas da vítima, nem a porção superior do estômago, nem a porção inferior do esterno;
  8. 8. COMO REALIZAR AS COMPRESSÕES TORÁCICAS? 5Certifique-se que os seus ombros estão diretamente acima do centro do tórax da vítima. Com os braços esticados, exerça pressão 4 a 5 centímetros diretamente para baixo. 6. Cada vez que pressionar para baixo, deixe que o tórax se eleve totalmente. Isto permitirá que o sangue flua de volta ao coração. As suas mãos devem manter-se sempre em contacto com o tórax sem sair da posição inicial; 7. Execute 30 compressões torácicas desta forma, a um ritmo de cerca de 100 compressões por minuto. Isto é equivalente a pouco menos de 2 compressões por segundo.
  9. 9. FORMA CORRETA
  10. 10. COMO REALIZAR AS INSUFLAÇÕES? 1Incline a cabeça da vítima para trás e eleve-lhe o queixo; 2. Deixe ficar a mão na testa da vítima. Comprima as narinas da vítima com o seu polegar e indicador; 3. Com a outra mão, mantenha o queixo elevado e deixe que a boca se abra; 4. Inspire normalmente, incline-se para a frente e coloque a sua boca completamente sobre a boca da vítima;
  11. 11. COMO REALIZAR AS INSUFLAÇÕES? 5. Insufle ar para dentro da boca da vítima de forma homogénea e ao mesmo tempo verifique se o tórax se eleva. Deixe que cada insuflação dure cerca de 1 segundo; 6. Mantenha a cabeça da vítima para trás com a elevação do queixo. Eleve a sua cabeça para verificar se o tórax baixa; 7. Inspire normalmente e faça uma 2ª insuflação; 8. Reposicione as suas mãos adequadamente e continue com mais 30 compressões torácicas.
  12. 12. NOTA Para constatar se a vítima se restabeleceu, deve- se verificar a pulsação e a respiração novamente; caso não estejam recuperados, retomar o processo de reanimação. Até que chegue o socorro. Lembre se cada segundo é valioso...
  13. 13. FIM

×