Aluno: Jovert Nunes Freire
Grupo: Grupo 55 / PIGEAD - Polo: APsjo212 - Data: 16/09/13.
Disciplina: STCD
Tarefa 1: Três car...
referem-se a essa função como “estímulo às relações humanas, com a afirmação e o
reconhecimento da contribuição dos alunos...
- SOUZA, C. A. - Tutoria como espaço de interação em EaD. Curitiba, Set. 2004.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PIGEAD - STCD - Tarefa 1: Três características da função do tutor em EaD.

1.240 visualizações

Publicada em

O texto “O papel da tutoria em ambiente de EaD” traz treze sugestões apresentadas pelas autoras para o(a) professor (a) que deseja atuar como tutor(a).

A Tarefa

◦Escolha três das sugestões abaixo;
◦Justifique cada uma de suas três escolhas e;

◦discorra sobre a importância das mesmas para a formação de um tutor(a):

As sugestões apresentadas no texto

◦determinar sua filosofia de ensino e aprendizagem;
◦conhecer sua fundamentação pedagógica;
◦ser parte de uma equipe de trabalho com diversas especialidades;
◦desenvolver habilidades para o ensino online;
◦conhecer seus aprendizes;
◦conhecer o ambiente online;
◦aprender sobre os recursos tecnológicos;
◦criar múltiplos espaços de trabalho, de interação e socialização;
◦estabelecer o tamanho de classe desejável;
◦criar relacionamentos pessoais online;
◦desenvolver comunidades de aprendizagem;
◦definir as regras vigentes para as aulas online;
◦e esclarecer suas expectativas sobre os papéis dos aprendizes.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.240
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PIGEAD - STCD - Tarefa 1: Três características da função do tutor em EaD.

  1. 1. Aluno: Jovert Nunes Freire Grupo: Grupo 55 / PIGEAD - Polo: APsjo212 - Data: 16/09/13. Disciplina: STCD Tarefa 1: Três características da função do Tutor em EaD. I - Introdução Os objetos de aprendizagem disponibilizados pelo corpo docente e as discussões no “Fórum Temático 1” levaram a uma reflexão sobre o fascinante ambiente da educação à distância. O aprofundamento nos estudos das funções de tutoria permitiu-nos observar a amplitude das atividades da função, concomitantemente ao nascer de uma nova e importante profissão, ainda em desenvolvimento, com denominações variadas como, por exemplo, Professor Tutor, Assessor Pedagógico, Educador a Distância ou simplesmente Tutor. Assim, podemos vislumbrar uma excelente oportunidade de trabalho na área de educação e perceber que essas mudanças acompanham uma tendência mundial, pretendendo a facilitação do setor de prestação de serviços em geral. Para que essa transformação ocorra e contribua no desenvolvimento da Educação a Distância, equipe multidisciplinar e alunos dependem das novas Tecnologias de Informação e Comunicação (nTICS). Portanto, neste momento em que acompanhamos o amadurecimento da EaD e observamos o crescimento e a evolução dessa nova forma de educar, devemos ter em mente que a situação ainda é naturalmente instável e, por vezes, indefinida, a normatização está em construção, a estrutura orgânica é embrionária, os aspectos legais estão sendo discutidos em várias esferas e etc. Nesse panorama e diante de tantas dúvidas, como podemos tirar proveito de algo tão indefinido? “A sensação de felicidade ao atuar em EaD é o meu melhor proveito.” II – Sugestões Escolhidas entre as características da função do Tutor em EaD. 1ª - Conhecer seus aprendizes: Entendo que essa aproximação favorece a individualização e até a personalização da educação e, assim, aprimoram o conhecimento e facilitam o aprendizado dos alunos em EaD. O tutor ao desempenhar esta “Função Social” é responsável por facilitar e abrir espaços aos aspectos pessoais e sociais do seu grupo de alunos. Collins e Berge (1996, apud Palloff; Pratt, 2002:104), SISTEMA DE TUTORIA EM CURSOS A DISTÂNCIA
  2. 2. referem-se a essa função como “estímulo às relações humanas, com a afirmação e o reconhecimento da contribuição dos alunos”. Atuando a favor da união de todos, do trabalho em equipe, com metas e objetivos comuns e fazendo com que os alunos compreendam a importância da coesão do grupo, o tutor estabelece os elementos essenciais e necessários para a formação e manutenção da comunidade virtual. 2ª - Conhecer o ambiente online: Na construção do conhecimento, entende-se que os Objetos de Aprendizagem (OAs) e que as orientações de tutoria possam ser considerados como “matérias primas” e ainda que, neste pensamento, as contribuições dos alunos seriam os “insumos”. Assim, os Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVAs) seriam como “máquinas processadoras” que “fabricam” um novo SABER. O conhecimento dos AVAs como é primordialmente uma “Função Técnica”, indispensável na tutoria à distância. “Usar a tecnologia para aprender exige mais do que conhecer um software ou do que se sentir à vontade com o hardware utilizado” (Palloff; Pratt, 2002:109). Assim, transmitir tal domínio da tecnologia aos alunos dependerá do domínio técnico do tutor. Por outro lado, o tutor necessita de um suporte técnico adequado, para exercer as suas funções. Toda a equipe multidisciplinar deve se conscientizar da importância do domínio da instrumentação dos AVAs, para que o aluno possa usufruir da plenitude do potencial da EaD. 3ª - Esclarecer suas expectativas sobre os papéis dos aprendizes: Ao estabelecer uma parceria com os seus alunos, na “Função Pedagógica”, o tutor fomenta um ambiente social amigável, essencial à aprendizagem online, garantindo que o processo educativo ocorra entre os alunos. Ao permitir a exploração do material do curso, pesquisas sem restrição e perguntas baseadas no pensamento crítico sobre o assunto discutido, o tutor atuará como animador e motivará seus alunos. Já na “Função Gerencial” o tutor estabelece o agendamento do curso, seu ritmo, os objetivos, regras e toma decisões. Palloff (2002) sugere que no começo do curso sejam enviados um plano de ensino, as diretrizes e o código de normas de comportamento a ser seguido e permitir aos participantes comentar e debater as expectativas em relação ao curso. III - Referências Bibliográficas - MACHADO, Liliana Dias & MACHADO, Eliam de Castro - O papel da tutoria em ambientes EaD - Disponível em: "O Papel da Tutoria em Ambientes EaD" - Acesso restrito em 11 set. 2013. - LITWIN, E. (Org.). - EaD: temas para debate de uma nova agenda educativa. Artmed, 2001.
  3. 3. - SOUZA, C. A. - Tutoria como espaço de interação em EaD. Curitiba, Set. 2004.

×