Lipidios

1.812 visualizações

Publicada em

SITE: www.tioronni.com.br
E-MAIL: tio_ronni@hotmail.com

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.812
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lipidios

  1. 1. Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados ©2013. www.tioronni.com.br
  2. 2. Embora difamadas pela mídia, estas biomoléculas são essenciais para a manutenção de várias estruturas dos seres vivos e atuam e diversos processos metabólicos. LIPÍDIOS GLICEROL ÁCIDO GRAXOS
  3. 3. As moléculas lipídicas constituem 50% da massa da maioria das membranas de células animais, sendo o restante, constituído de proteínas. As moléculas lipídicas são anfipáticas, pois possuem uma extremidade hidrofílica ou polar (solúvel em meio aquoso) e uma extremidade hidrofóbica ou não-polar (insolúvel em água). FONTE: http://www.ufmt.br LIPÍDIOS
  4. 4. Desempenham várias funções biológicas importantes no organismo, entre elas: - Reserva de energia (1 g de gordura = 9 Kcal) em animais e sementes oleaginosas, sendo a principal forma de armazenamento os triacilgliceróis (triglicerídeos); - Armazenamento e transporte de combustível metabólico; - Componente estrutural das membranas biológicas; - São moléculas que podem funcionar como combustível alternativo à glicose, pois são os compostos bioquímicos mais calóricos em para geração de energia metabólica através da oxidação de ácidos graxos; - Oferecem isolamento térmico, elétrico e mecânico para proteção de células e órgãos e para todo o organismo (panículo adiposo sob a pele), o qual ajuda a dar a forma estética característica; - Dão origem a moléculas mensageiras, como hormônios, prostaglandinas, etc. - As gorduras (triacilgliceróis), devido à sua função de substâncias de reserva, são acumuladas principalmente no tecido adiposo, para ocasiões em que há alimentação insuficiente. A reserva sob a forma de gordura é muito favorável a célula por dois motivos: em primeiro lugar, as gorduras são insolúveis na água e portanto não contribuem para a pressão osmótica dentro da célula, e em segundo lugar, as gorduras são ricas em energia; na sua oxidação total são liberados 38,13kJ/g de gordura. FUNÇÃO
  5. 5. CLASSIFICAÇÃO DOS LIPÍDIOS As moléculas lipídicas constituem 50% da massa da maioria das membranas de células animais, sendo o restante, constituído de proteínas. As moléculas lipídicas são anfipáticas, pois possuem uma extremidade hidrofílica ou polar (solúvel em meio aquoso) e uma extremidade hidrofóbica ou não-polar (insolúvel em água). FONTE: http://www.ufmt.br www.tioronni.com.br
  6. 6. Os TAGs podem ser chamados de gorduras ou óleos, dependendo do estado físico na temperatura ambiente: se forem sólidos, são gorduras, e líquidos são óleos. No organismo, tanto os óleos como as gorduras podem ser hidrolisados pelo auxílio de enzimas específicas, as lipases (tal como a fosfolipase A ou a lipase pancreática), que permitem a digestão destas substâncias. TRIGLICERÍDIOS
  7. 7. TRIGLICERÍDIOS
  8. 8. TIPOS DE COLESTEROL
  9. 9. O colesterol, assim como a hipertensão e o diabetes, é um problema crônico e exige tratamento contínuo. Por isso, verifique regularmente a sua taxa de colesterol. Siga à risca a orientação do seu médico e tenha uma vida saudável. Para que serve o Colesterol? Ela é uma substância essencial para o nosso corpo, pois ela é encontrada em qualquer tipo da célula de um ser vivo, mais precisamente fazendo parte da membrana celular o qual tem a função de proteger a célula contra qualquer tipo de agressão bem como preservando o metabolismo celular. Ela é encontrada também na constituição de vários tipos de hormônios do corpo humano. Artéria coronária de um homem de 45 anos, vítima de um ataque cardíaco. Artéria coronária de uma mulher de 33 anos, vítima de um ataque cardíaco. TRIGLICERÍDIOS
  10. 10. TIPOS DE COLESTEROL Quais são os principais tipos de Colesterol ? O colesterol é uma gordura que se encontra dissolvida no sangue e transportado para as células por 2 tipos de proteínas transportadoras denominadas de lipoproteínas a saber: 1) O LDL (low desnsity lipoprotein) ou colesterol ruim, o qual tem a propriedade de lesar artérias do coração e vasos em geral. 2) O HDL (high desnsity lipoprotein) também chamado de colesterol bom, o qual tem a função de proteger o coração e vasos arteriais em geral.
  11. 11. EFEITO DO COLESTEROL
  12. 12. Os fosfolipídios ocorrem em praticamente todos os seres vivos. Como são anfifílicos, também são capazes de formar pseudomicrofases em solução aquosa; a organização, entrentanto, difere das micelas. Os fosfolipídios se ordenam em bicamadas, formando vesículas. Estas estruturas são importantes para conter substâncias hidrossolúveis em um sistema aquoso - como no caso das membranas celulares ou vesículas sinápticas. Mais de 40% das membranas das células do fígado, por exemplo, é compotsto por fosfolipídios. Envolvidos nestas bicamadas encontram- se outros compostos, como proteínas, açúcares e colesterol. FOSFOLIPÍDIOS
  13. 13. ESTRUTURA DOS LIPÍDIOS A U L A D E Q UÍ MI C A
  14. 14. FOSFOLIPÍDIOS
  15. 15. A principal diferença entre os esfingolipídios e os fosfolipídios é o álcool no qual estes se baseiam: em vez do glicerol, eles são derivados de um amino álcool. Os vários tipos de esfingolipídios são classificados de acordo com o grupo que está conectado à base esfingóide. Se o grupo hidroxila estiver conectado a um açúcar, o composto é chamado de glicosfincolipídio. O grupo pode ser, também, um éster fosfófico, como a fosfocolina, na esfingomielina. Gangliosídios são glicosfingolipídios que contém o ácido N-acetilneurâmico (ácido siálico) ligado à cadeia oligossacarídica. Estas espécies são muito comuns no tecido cerebral. ESFINGOLIPÍDIOS
  16. 16. ESTERÓIDES Os esteróides são lipídios derivados do colesterol. Eles atuam, nos organismos, como hormônios e, nos humanos, são secretados pelas gônadas, córtex adrenal e pela placenta. A testosterona é o hormônio sexual masculino, enquanto que o estradiol é o hormônio responsável por muitas das características femininas.
  17. 17. Estes lipídios não desempenham funções estruturais, mas são importantes componentes em vários processos metabólicos e de comunicação intercelular. Todos estas substâncias têm estrutura química semelhante a do ácido prostanóico, um anel de 5 membros com duas longas cadeias ligadas em trans nos carbonos 1 e 2. As prostaglandinas diferem do ácido prostanóico pela presença de insaturação ou substituição no anel ou da alteração das cadeias ligadas a ele. PROSTAGLANDINAS
  18. 18. Estes lipídios não desempenham funções estruturais, mas são importantes componentes em vários processos metabólicos e de comunicação intercelular. Todos estas substâncias têm estrutura química semelhante a do ácido prostanóico, um anel de 5 membros com duas longas cadeias ligadas em trans nos carbonos 1 e 2. As prostaglandinas diferem do ácido prostanóico pela presença de insaturação ou substituição no anel ou da alteração das cadeias ligadas a ele. CAROTENÓIDES
  19. 19. OBESIDADE Denomina-se obesidade uma enfermidade caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, associada a problemas de saúde, ou seja, que traz prejuízos à saúde do indivíduo. A obesidade é o maior problema de saúde da atualidade e atinge indivíduos de todas as classes sociais, tem etiologia hereditária e constitui um estado de má nutrição em decorrência de um distúrbio no balanceamento dos nutrientes, induzindo entre outros fatores pelo excesso alimentar. O peso excessivo causa problemas psicológicos, frustrações, infelicidade, além de uma gama enorme de doenças lesivas. O aumento da obesidade tem relação com: o sedentarismo, a disponibilidade atual de alimentos, erros alimentares e pelo próprio ritmo desenfreado da vida atual.
  20. 20. FOTOS CHOCANTES
  21. 21. ANOREXIA Anorexia Nervosa Anorexia nervosa é um distúrbio alimentar resultado da preocupação exagerada com o peso corporal, que pode provocar problemas psiquiátricos graves. A pessoa se olha no espelho e, embora extremamente magra, se vê obesa. Com medo de engordar, exagera na atividade física, jejua, jejua, vomita, toma laxantes e diuréticos. É um transtorno que se manifesta principalmente em mulheres jovens, embora sua incidência esteja aumentando também em homens. Às vezes, os pacientes anoréxicos chegam rapidamente à caquexia, um grau extremo da desnutrição e o índice de mortalidade chega a atingir 15% a 20% dos casos. FONTE: http://drauziovarella.ig.com.br
  22. 22. BULIMIA Bulimia Nervosa Na bulimia nervosa, as pessoas ingerem grandes quantidades de alimentos (episódios de comer compulsivo ou episódios bulímicos) e, depois, utilizam métodos compensatórios, tais como vômitos auto-induzidos, uso de laxantes e/ou diuréticos e prática de exercícios extenuantes como forma de evitar o ganho de peso pelo medo exagerado de engordar. Diferentemente da anorexia nervosa, na bulimia não há perda de peso, e assim médicos e familiares têm dificuldade de detectar o problema. A doença ocorre mais freqüentemente em mulheres jovens, embora possa ocorrer mais raramente em homens e mulheres com mais idade. FONTE: http://www.abcdasaude.com.b
  23. 23. IMC – ÍNDICE DE MASSA CORPÓREA Cálculo do Índice de Massa Corporal Através do índice de massa corporal(IMC), pode-se estimar a adiposidade e conseqüentemente, se uma pessoa está acima do peso ideal(obesa). A vantagem do uso do IMC é que seu cálculo é simples, rápido e não requer nenhum equipamento especial, porém, devido a sua simplicidade e por não levar em conta o porte da pessoa entre outros, não pode ser considerado um meio livre de erros. O IMC também não pode distingüir as proporções de músculos, gordura, ossos e água no corpo. Portanto, seu uso não é recomendado para atletas e crianças, por exemplo. Apesar dessas desvantagens, o índice de massa corporal vem sendo usado pela Organização Mundial de Saúde como ferramenta para estatísticas sobre obesidade no mundo. FONTE: http://www.dietaesaude.org
  24. 24. IMC – ÍNDICE DE MASSA CORPÓREA
  25. 25. TMB – TAXA DE METABOLISMO BASAL
  26. 26. REVISÃO OS LIPÍDIOS Ué! Que turma é essa que tá chegando aí gente! Ah! É a turma dos lipídios. Chegou a turma dos lipídios que são conhecidos como simples e compostos. Também tem os esteróides e também vão surgir como carotenóides. Orgânicos, são importantes, como isolantes, reservas ou hormonais. Insolúveis em água, de vários tipos são, nos animais e vegetais estão. Os simples originados entre um álcool e ácidos graxos, tem óleos e gorduras chamados glicerídeos, as ceras são chamadas de cerídeos. Chegou... O álcool nos glicerídeos tem 3 carbonos é chamado glicerol. Manteiga, ovo e banha têm gordura animal, semente que tem óleo vegetal. O álcool já nos cerídeos cadeia longa não é mais o glicerol. Impermeabilizante, estão nos vegetais também na proteção dos animais. Chegou... Compostos ou conjugados ácido e álcool num radical vão se ligar que pode ser fosfato, como fosfolipídio, que compõe a membrana celular. E tem outro composto esfingomielina vai se chamar com ácido fosfórico também o nitrogênio no tecido nervoso vai estar. Chegou...
  27. 27. OBRIGADO

×