Especiacao

3.261 visualizações

Publicada em

SITE: www.tioronni.com.br
E-MAIL: tio_ronni@hotmail.com

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.261
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
229
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Especiacao

  1. 1. Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados ©2013. www.tioronni.com.br
  2. 2. Conceito de espécie é o processo evolutivo pelo qual as espécies vivas se formam. Este processo pode ser uma transformação gradual de uma espécie em outra (anagênese) ou pela divisão de uma espécie em duas por cladogênese.
  3. 3. ESPECIAÇÃO  Significa a evolução do isolamento reprodutivo entre duas populações. Processos Principais Subproduto da divergência evolutiva entre duas populações Favorecido por um processo Chamado reforço Ridley (2004)
  4. 4. Tipos de especiação  Alopátrica  Peripátrica  Simpátrica  Parapátrica  Hibridação  Reforço (reinforcement)  Anéis de especiação
  5. 5. Tipos de especiação  Especiação Alopátrica: (allo = diferente, patris = lugar)a nova espécie pode ocorrer quando uma barreira é imposta dentro da variação geográfica contínua da espécie ancestral; ou a nova espécie se origina a partir de populações periférica isoladas.
  6. 6. Tipos de Especiações Alopátricas Dispersão Vicariância
  7. 7. Tipos de especiação  Especiação Peripátrica: é um tipo especial de especiação alopátrica ou parapátrica, em que uma das populações isoladas é bastante menor do que a outra. Nestes casos, como a população é pequena, mecanismos como a deriva genética ou o efeito fundador são mais importantes, pois populações pequenas sofrem frequentemente do efeito de gargalo.
  8. 8. Tipos de especiação  Especiação Peripátrica:
  9. 9. Tipos de especiação  Especiação Parapátrica: (para = lado) não há separação geográfica completa entre as duas populações isoladas. Isso implica que algum fluxo génico pode ocorrer. Indivíduos das duas populações podem entrar em contacto ou mesmo atravessar a barreira de tempos a tempos, embora híbridos tenham uma viabilidade reduzida, levando eventualmente ao reforço das barreiras à reprodução.
  10. 10. Tipos de especiação  Especiação Parapátrica:
  11. 11. Tipos de especiação  Especiação Simpátrica (gr. Syn = juntos): não ocorre isolamento geográfico entre populações com um mesmo ancestral. Os mecanismos envolvidos neste tipo de especiação ainda são pouco conhecidos. Uma hipótese são os casos de seleção disruptiva, em que novas espécies podem surgir em uma mesma região geográfica.
  12. 12. Tipos de especiação  Especiação Simpátrica:
  13. 13. Tipos de especiação  Especiação Simpátrica:
  14. 14. Tipos de especiação  Especiação Simpátrica:
  15. 15. Tipos de especiação  Especiação por Hibridação: ocorre entre indivíduos que pertençam a complexos gênicos adaptativos diferentes.
  16. 16. Tipos de especiação  Reforço (reinforcement): ocorre quando as espécies voltam a ter contato após a especiação, podendo ter vários resultados possíveis.
  17. 17. Tipos de especiação  Anéis de Especiação: são espécies que tem uma determinada área que se sobrepõe e uma distribuição geográfica ampla. E D C A B
  18. 18. Efeito Fundador
  19. 19. Especiação artificial  Especiação artificial: Espécies novas foram criadas por selecção de animais de pecuária, mas as datas iniciais e os métodos usados para dar origem a tais espécies não são claros. Por exemplo, a ovelha doméstica (Ovis aris) foi criada através de hibridação, e já não produz descendentes férteis com o muflão (Ovis orientalis), que é uma das espécies que lhe deu origem. Gado domesticado, por outro lado, ainda pode ser considerado como a mesma espécie que várias variedades de gado selvagem, porque conseguem produzir descendentes férteis com estas variedades.
  20. 20. Especiação artificial A experiência com Drosophila realizada por Diane Dodd em 1989.
  21. 21. Tipos de Isolamentos  Isolamento Geográfico: é o termo que designa as barreiras que interrompem o fluxo gênico entre populações.
  22. 22. Tipos de Isolamentos  Isolamento Reprodutivo: é o termo que designa a interrupção total do fluxo gênico entre populações. Isolamento geográfico Isolamento reprodutivo Especiação
  23. 23.  Pré-zigóticos ou pré-fecundação  Pós-fecundação ou pós-zigótico Mecanismo de isolamento reprodutivo
  24. 24. Mecanismo de isolamento reprodutivo  Prézigóticos ou pré-fecundação: impedem a formação dos zigotos híbridos  - Isolamento ecológico ou de habitat - Isolamento sazonal ou temporal - Isolamento sexual ou etológico - Isolamento mecânico ou morfológico - Isolamento por polinizadores diferentes - Isolamento gamético - Isolamento comportamental
  25. 25. Mecanismo de isolamento reprodutivo  Pós-fecundão ou zigótico: reduzem a viabilidade ou a fertilidade dos híbridos (Teoria de Dobzhansky- Muller): O isolamento pós-zigótico é causado por interação de múltiplos locos e não em um único loco. - Inviabilidade ou viabilidade reduzida dos híbridos - Esterilidade dos híbridos - Anomalias dos híbridos
  26. 26. • Anagênese: é a evolução progressiva de espécies que envolve uma mudança na frequência genética de uma população inteira. • Cladogênese: corresponde a um processo evolutivo que gera ramificações nas linhagens de organismos ao longo de sua história evolutiva e implica obrigatoriamente em especiação biológica. Problemas no Nível de Espécie
  27. 27. Veja abaixo alguns exemplos de animais híbridos: - Mula: resultado do cruzamento entre uma égua e um jumento; - Zebralo: resultado do cruzamento entre uma zebra e um cavalo; - Ligre: resultado do cruzamento entre um leão e uma tigresa; - Tambacu: cruzamento entre os peixes tambaqui e pacu-aranha; - Leopon: cruzamento entre uma leoa e um leopardo; - Huarizo: resultado do cruzamento entre um lhama com uma alpaca. Mula (Burro) Zebralo A égua (Equus caballus) possui 64 cromossomos, enquanto que o jumento (Equus asinus) possui 62, resultando em 63 cromossomos nos muares (ou mulas)
  28. 28. Veja abaixo alguns exemplos de animais híbridos: - Mula: resultado do cruzamento entre uma égua e um jumento; - Zebralo: resultado do cruzamento entre uma zebra e um cavalo; - Ligre: resultado do cruzamento entre um leão e uma tigresa; - Tambacu: cruzamento entre os peixes tambaqui e pacu-aranha; - Leopon: cruzamento entre uma leoa e um leopardo; - Huarizo: resultado do cruzamento entre um lhama com uma alpaca. Ligre Tambacu
  29. 29. Veja abaixo alguns exemplos de animais híbridos: - Mula: resultado do cruzamento entre uma égua e um jumento; - Zebralo: resultado do cruzamento entre uma zebra e um cavalo; - Ligre: resultado do cruzamento entre um leão e uma tigresa; - Tambacu: cruzamento entre os peixes tambaqui e pacu-aranha; - Leopon: cruzamento entre uma leoa e um leopardo; - Huarizo: resultado do cruzamento entre um lhama com uma alpaca. Leopon Huarizo
  30. 30. Efeito Fundador  Alteração nas frequências gênicas por deriva genética, que promovem uma cadeia de mudanças genéticas em outros locos. Isto se dá no caso de colonizações envolvendo um número pequeno de indivíduos (efeito fundador), também chamado de gargalo de garrafa ou efeito "bottleneck", comum em processos de especiação Alopátrica por Peripatria.
  31. 31. Síntese  SEM ISOLAMENTO REPRODUTIVO, A BIODIVERSIDADE SERIA MUITO MENOR (SENE, 2009).

×