Aula 3.1 sistema articular

4.801 visualizações

Publicada em

Sistema Articular (Articulações e Ligamentos)

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
14 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.801
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
388
Comentários
0
Gostaram
14
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 3.1 sistema articular

  1. 1. Prof. MSc JoséVitor Alves
  2. 2.  Articulações ou junturas são as uniões funcionais entre os diferentes ossos do esqueleto.  Função: Colocar os ossos em contato e permitir a sua mobilidade Sinônimos Juntura = Articulação
  3. 3.  São divididas nos seguintes grupos, de acordo com sua estrutura e mobilidade: ▪Articulações Fibrosas (Sinartroses) ou imóveis; ▪ Articulações Cartilagíneas (Anfiartroses) ou com movimentos limitados; ▪Articulações Sinoviais (Diartroses) ou articulações de movimentos amplos.
  4. 4.  As articulações fibrosas incluem todas as articulações onde as superfícies dos ossos estão quase em contato direto, como nas articulações entre os ossos do crânio (exceto a articulação temporo-mandibular - ATM).  Há três tipos principais de articulações fibrosas: * Suturas * Sindesmoses * Gonfoses
  5. 5.  As extremidades dos ossos têm interdigitações ou sulcos, que os mantêm íntima e firmemente unidos.  Este tipo de articulação é encontrado somente entre os ossos planos do crânio.  Na maturidade, as fibras da sutura começam a ser substituídas completamente,de ambos os lados da sutura tornam-se firmemente unidos/fundidos.
  6. 6.  Sutura Plana  Ossos Nasais  Sutura Escamosa  Entre Parietal eTemporal  Sutura Serreada  Ossos Parietais
  7. 7. Serreada Escamosa Plana
  8. 8.  Nestas suturas o tecido interposto é também o conjuntivo fibroso, mas não ocorre nos ossos do crânio.  Na verdade, a Nomenclatura Anatômica só registra dois exemplos: sindesmose tíbio-fibular e sindesmose rádio-ulnar.
  9. 9. Rádio-Ulna Tíbia-Fíbula
  10. 10.  Articulação específica entre os dentes e seus receptáculos, os alvéolos dentários.  Este tipo de articulação fibrosa serve para fixar os dentes em seus alvéolos dentários e praticamente não permite movimentos.  Exceto quando durante a troca de dentes em crianças, quando enfraquecida no idoso ou caso doenças enfraqueçam essa articulação.  Sua função é amortecer os impactos da mastigação (ou hábitos pára-funcionais)
  11. 11.  Nas articulações cartilaginosas, os ossos são unidos por cartilagem pelo fato de pequenos movimentos serem possíveis nestas articulações, elas também são chamadas de anfiartroses.  Existem dois tipos de articulações cartilagíneas: * Sincondroses (Cartilagem Hialina) * Sínfises (Cartilagem Fibrosa)
  12. 12.  Os ossos de uma articulação do tipo sincondrose estão unidos por uma cartilagem hialina.  Muitas sincondroses são articulações temporárias, com a cartilagem sendo substituída por osso com o passar do tempo (isso ocorre em ossos longos e entre alguns ossos do crânio).  As articulações entre as dez primeiras costelas e as cartilagens costais são sincondroses permanentes.
  13. 13.  Crânio de um recém-nascido
  14. 14.  A articulação entre os ossos púbicos e a articulação entre os corpos vertebrais são exemplos de sínfises.  Durante o desenvolvimento as duas metades da mandíbula estão unidas por uma sínfise mediana, mas essa articulação torna-se completamente ossificada na idade adulta
  15. 15.  Sínfise da Mandíbula
  16. 16.  Articulação entre os corpos vertebrais
  17. 17. Diartroses
  18. 18. São a grande maioria das articulações do corpo. As superfícies ósseas são recobertas por cartilagem articular e unidas por ligamentos revestidos por membrana sinovial. Para que haja o grau desejável de movimento, em muitas junturas, o elemento que se interpõe as peças que se articulam é um líquido denominado Sinóvia ou Líquido Sinovial.
  19. 19.  Líquido sinovial é um líquido transparente e viscoso das cavidades articulares e bainhas dos tendões. É segregado pelas membranas sinoviais.  Este é o lubrificante natural das junturas, que permite o deslizamento com um mínimo de atrito e desgaste  É um ultra-filtrado do sangue, rico em ácido hialurônico.
  20. 20.  Superfície revestida por cartilagem hialina, que representa a porção do osso que não foi invadido pela ossificação.  A cartilagem articular é avascular e inervada. Sua nutrição portanto é precária o que torna a regeneração (em caso de lesão) mais difícil e lenta.
  21. 21.  Meio de união entre as peças esqueléticas articulada.
  22. 22.  Formada por duas membranas  Membrana fibrosa (externa)  Mais resistente e reforçada por ligamentos capsulares.  Membrana sinovial (interna)  Rica em vascularização, sendo encarregada de produzir o líquido sinovial.
  23. 23.  O movimento das articulações depende, essencialmente da forma das superfícies que entram em contato e dos meios de união que podem limitá-lo.  Na dependência destes fatores as articulações podem realizar movimentos de um, dois ou três eixos.  Este é o critério adotado para classificá-las funcionalmente.
  24. 24. Quando uma articulação realiza movimentos apenas em torno de um eixo (1 grau de liberdade). As articulações que só permitem a flexão e extensão, como a do cotovelo, são monoaxiais.
  25. 25.  Gínglimo ou Dobradiça  Realiza movimentos de flexão e extensão ▪ Articulação do Cotovelo e das Falanges
  26. 26.  Trocóide  Tipo superfície articular formada por segmentos de cilindro  Realiza movimentos de rotação e seu eixo de movimento, único, é vertical. ▪ Ex. Articulação Radio Unar
  27. 27.  Quando uma articulação realiza movimentos em torno de dois eixos (2 graus de liberdade).  As articulações que realizam extensão, flexão, adução e abdução, como a rádio- cárpica (articulação do punho) são biaxiais.
  28. 28.  Condilar  Superfícies articulares de forma elíptica.  Permitem flexão, extensão, adução e abdução ▪ Ex. ATM
  29. 29.  Em sela  Nestas articulações as faces ósseas são reciprocamente côncavo- convexas  Permitem flexão, extensão, adução, abdução e rotação. ▪ Ex. Articulação carpo- metacárpica do polegar
  30. 30.  Quando uma articulação realiza movimentos em torno de três eixos (3 graus de liberdade).  As articulações que além de flexão, extensão, abdução e adução, permitem também a rotação, são ditas triaxiais, cujos exemplos típicos são as articulações do ombro e do quadril.
  31. 31.  Esferóide  É uma forma de articulação na qual o osso distal é capaz de movimentar-se em torno de vários eixos, que tem um centro comum. ▪ Ex. Articulação do Ombro e do Quadril
  32. 32. Ligamentos: São constituídos por fibras colágenas dispostas paralelamente ou intimamente entrelaçadas umas as outras. São maleáveis e flexíveis; São muito fortes, resistentes e inelásticos (para não ceder facilmente à ação de forças.
  33. 33. Ligamentos e cápsula articular tem por finalidade manter a união entre os ossos, mas além disso, impedem o movimento em planos indesejáveis e limitam a amplitude dos movimentos considerados normais.
  34. 34.  Discos atuam na melhor adaptação das superfícies que se articulam (tornando-as congruentes) ou seriam estruturas destinados a receber violentas pressões, agindo como amortecedores.  Meniscos, com sua característica em forma de meia lua, são encontrados na articulação do joelho. Exemplo de disco intra-articular encontramos nas articulações esternoclavicular e ATM.
  35. 35.  Facilitam o deslizamento de tendões que passam através de túneis fibrosos e ósseos (retináculo dos flexores de punho).
  36. 36.  São fendas no tecido conjuntivo entre os músculos, tendões, ligamentos e ossos. São constituídas por sacos fechados de revestimento sinovial.  Facilitam o deslizamento de músculos ou de tendões sobre proeminências ósseas ou ligamentosas.
  37. 37.  Ligamento palpebral (medial e lateral)
  38. 38.  Ligamento longitudinal (anterior e posterior)
  39. 39.  Ligamento coracóide  Ligamento transverso superior da escápula
  40. 40.  Ligamento coracoacromial
  41. 41.  Ligamento anular do rádio  Ligamento colateral ulnar
  42. 42.  Ligamento colateral do rádio
  43. 43.  Ligamento iliofemoral
  44. 44. Ligamento Isquiofemoral
  45. 45.  Ligamento Colateral (fibular e tibial)  Ligamento da Patela
  46. 46.  Ligamento Cruzado Anterior
  47. 47.  Ligamento Cruzado Posterior
  48. 48.  1 – Defina o que é articulação e qual sua função?  2 – Complete  A) ______________: não há cavidade articular, os ossos são unidos por tecido conjuntivo fibroso.  B) ______________: os ossos são unidos por cartilagem, não há cavidade sinovial.  C) ______________ : existe uma cavidade articular onde os ossos são unidos por uma capsula e geralmente por ligamentos acessórios.
  49. 49.  3 - De acordo com o grau de movimento permitido pela articulação, como definir:  Sinartrose  Anfiartrose  Diartrose
  50. 50.  4 – Qual as características das articulações Fibrosas? Cite seus tipos  5 – Qual as características das articulações Cartilagíneas? Cite seus tipos  6 – Quais as características das articulações Sinoviais? Cite seus tipos

×