Romantismo artes

624 visualizações

Publicada em

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
624
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Romantismo artes

  1. 1. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Arte Ensino Médio, 2ª Série ROMANTISMO
  2. 2. ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem: A agitação de Tânger, 1837-38 / Eugène Delacroix / http://www.steveartgallery.se/spain/picture/image-00937.html
  3. 3. ARTE, 2º Ano Romantismo O século XIX foi agitado por fortes mudanças sociais, políticas e culturais causadas por acontecimentos do final do século XVIII. Foi a Revolução Industrial que gerou novos inventos com o objetivo de solucionar os problemas técnicos decorrentes do aumento de produção, provocando a divisão do trabalho e o início da especialização da mão de obra. Já a Revolução Francesa lutou por uma sociedade mais harmônica, em que direitos individuais fossem respeitados, traduzindo essa expectativa na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Do mesmo modo, a atividade artística tornou-se complexa (1). Imagensdecimaparabaixo:(a)AreuniãodosEstadosGeraisem05demaiode1789naSalles desGrandsMenus-PlaisirsdeVersailles/J.M.MoreauLeJeune/domíniopúblico.(b)"Napoleão Bonaparte"paraElbaesperandoachegadadeL'inconstante/HoraceVernet/domíniopúblico.
  4. 4. ARTE, 2º Ano Romantismo A palavra romantismo designa uma maneira de se comportar, de agir, de interpretar a realidade. O comportamento romântico caracteriza-se pelo sonho, por uma atitude emotiva diante das coisas e esse comportamento pode ocorrer em qualquer tempo da história. Romantismo designa uma tendência geral da vida e da arte, portanto, nomeia um sistema, um estilo delimitado no tempo (2). Imagens:(a)SaintCecilia(1895,oiloncanvas)/JohnWilliamWaterhouse/TheMontrealMuseum ofFineArts/domíniopúblico.(b)TheSouloftheRose,akaMySweetRose(1908,oiloncanvas)/ JohnWilliamWaterhouse/domíniopúblico.(c)TristãoeIsoldacomaPoção(1916,oiloncanvas)/ JohnWilliamWaterhouse/ArtRenewalCenterMuseum,image9996/domíniopúblico.
  5. 5. ARTE, 2º Ano Romantismo •A valorização dos sentimentos e da imaginação; •O nacionalismo; •A valorização da natureza como princípios da criação artística; • Os sentimentos do presente tais como: Liberdade, Igualdade e Fraternidade (3). Os artistas românticos procuraram se libertar das convenções acadêmicas em favor da livre expressão da personalidade do artista. Características gerais: Imagem: Os Desatres da Guerra é um conjunto de 80 impressões aquatint criado em 1810 / Francisco de Goya / domínio público.
  6. 6. ARTE, 2º Ano Romantismo ARQUITETURA E ESCULTURA A escultura e a arquitetura registram poucas novidades. Observa-se, grosso modo, a permanência do estilo anterior, o neoclássico. Vez por outra, retomou-se o estilo gótico da época medieval, gerando o neogótico (4). Imagem: O Palácio de Westminster visto de leste / Alvesgaspar / GNU Free Documentation License.
  7. 7. ARTE, 2º Ano Romantismo Imagens da esquerda pra direita: (a) "La danse" Musée d'Orsay, Paris França. Escultura feita entre 1865 e 1869 / Jean-Baptiste Carpeaux / Langladure / GNU Free Documentation License. (b) La Marseillaise, 1833, no Arco do Triunfo, Paris / François Rude / foto tirada por Tom Radulovich / GNU Free Documentation License.
  8. 8. ARTE, 2º Ano Romantismo • Aproximação das formas barrocas; • Composição em diagonal, sugerindo instabilidade e dinamismo ao observador; • Valorização das cores e do claro- escuro; • Dramaticidade (5). Características da pintura: Imagem: O Naufrágio / Joseph Mallord William Turner / Google Art Project: Home - pic Maximum resolution / domínio público.
  9. 9. ARTE, 2º Ano Romantismo Temas da pintura: •Fatos da história nacional e contemporânea da vida dos artistas; •Natureza revelando um dinamismo equivalente às emoções humanas; •Mitologia Grega (6). Jean Auguste Dominique Ingres - Joana D’Arc na coroação de Carlos VII, 1854 Imagem:JeanAugusteDominiqueIngres/Joana D’ArcnacoroaçãodeCarlosVII,1854/Museudo Louvre/PublicDomain.
  10. 10. ARTE, 2º Ano Romantismo Principais artistas: Goya - Nasceu no pequeno povoado de Fuendetodos, Espanha, em 1746 e morreu em Bordeaux, em 1828. Goya e sua mitologia povoada por sonhos e pesadelos, seres deformados, tons opressivos. Senhor absoluto da caricatura do seu tempo. Trabalhou temas diversos: retratos de personalidades da corte espanhola e de pessoas do povo, os horrores da guerra, a ação incompreensível de monstros, cenas históricas e as lutas pela liberdade (10). Imagem: Francisco Goya / O três de Maio, 1814 / Museu do Prado / Public Domain.
  11. 11. ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem: Francisco Goya - O casamento, 1792 / Museu do Prado / Public Domain.
  12. 12. ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem:FranciscoGoya/Oguardasol,1777/PublicDomain.
  13. 13. ARTE, 2º Ano Romantismo Turner - Representou grandes movimentos da natureza, mas, por meio do estudo da luz que a natureza reflete, procurou descrever uma certa atmosfera da paisagem. Uma das primeiras vezes que a arte registra a presença da máquina (locomotiva) (11) . Imagem: William Turner / Pôr do Sol sobre um lago, ca. 1840 / Public Domain.
  14. 14. ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem:WilliamTurner/OGrandeCanal,Veneza,1835/MetropolitanMuseumofArt/PublicDomain.
  15. 15. ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem:WilliamTurner/AbatalhadeTrafalgar,1806/TateGallery/PublicDomain.
  16. 16. ARTE, 2º Ano Romantismo Delacroix - Suas obras apresentam forte comprometimento político e o valor da pintura é assegurada pelo uso das cores, das luzes e das sombras, dando-nos a sensação de grande movimentação. Representava assuntos abstratos personificando-os (12). Imagem: Hamlet e Horácio no cemitério, 1839. oil on canvas / Eugène Delacroix / domínio público.
  17. 17. ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem: A liberdade guiando o povo, 1830. oil on canvas / Eugène Delacroix / domínio público
  18. 18. ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem: A agitação de Tânger, 1837-38 / Eugène Delacroix / http://www.steveartgallery.se/spain/picture/image-00937.html
  19. 19. ARTE, 2º Ano Romantismo MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA No início do século XIX, o exército de Napoleão Bonaparte invadiu Portugal, obrigando D. João VI, a família e a corte (nobres, artistas, empregados) a virem para o Brasil. D. João VI, preocupado com o desenvolvimento cultural, trouxe para o Brasil material para montar a primeira gráfica brasileira, onde foram impressos diversos livros e um jornal chamado A Gazeta do Rio de Janeiro (13). Imagem: Interior de uma casa cigana (cerca de 1820) / Jean-Baptiste Debret / domínio público.
  20. 20. ARTE, 2º Ano Romantismo Nesse momento, o Brasil recebe forte influência cultural europeia, intensificada ainda mais com a chegada de um grupo de artistas franceses (1816), encarregado da fundação da Academia de Belas Artes (1826), na qual os alunos poderiam aprender as artes e os ofícios artísticos. Esse grupo ficou conhecido como Missão Artística Francesa (13). Imagem: Nicolas-Antoine Taunay / Regresso das bodas, de 1801 a 1815 / Museu Nacional de Arte Antiga / Domínio Público.
  21. 21. ARTE, 2º Ano Romantismo Os artistas da Missão Artística Francesa pintavam, desenhavam, esculpiam e construíam à moda europeia. Obedeciam ao estilo neoclássico (novo clássico), ou seja, um estilo artístico que propunha a volta aos padrões da arte clássica (greco-romana) da Antiguidade (14). Imagem: Johan Moritz Rugendas / Rua Direita, no Rio de Janeiro / Pinacoteca Municipal de São Paulo / Domínio Público.
  22. 22. ARTE, 2º Ano Romantismo Os pintores deveriam seguir algumas regras na pintura tais como as inspiradas nas esculturas clássicas gregas e na pintura renascentista italiana, sobretudo em Rafael, mestre inegável do equilíbrio da composição e da harmonia do colorido (15). Jacques-Louis David - Bonaparte cruzando a passagem de São Bernardo, 1802. Jean-Auguste Dominique Ingres – Napoleão em seu trono imperial, 1806. Imagem:Jacques-LouisDavid/Palácio deVersailles/DomínioPúblico. Imagem:JeanAuguste DominiqueIngres/Muséede l'Armée/PublicDomain.
  23. 23. ARTE, 2º Ano Romantismo Principais artistas da Missão Francesa: Nicolas-Antonine Taunay (1775-1830) - pintor francês de grande destaque na corte de Napoleão Bonaparte e considerado um dos mais importantes da Missão Francesa. Durante os cinco anos que residiu no Brasil, retratou várias paisagens do Rio de Janeiro (16). Imagem:VistadomorrodeSantoAntônio,1816/Museu NacionaldeBelasArtes(RiodeJaneiro,RJ)/Nicolas-Antoine Taunay/domíniopúblico.
  24. 24. ARTE, 2º Ano Romantismo Jean-Baptiste Debret (1768-1848) - foi chamado de "a alma da Missão Francesa". Ele foi desenhista, aquarelista, pintor cenográfico, decorador, professor de pintura e organizador da primeira exposição de arte no Brasil (1829) (17). Imagem: Jean Batiste Debret / Aclamação do jovem Pedro II como Imperador do Brasil, após a Abdicação de D. Pedro I, 1831 / Public Domain.
  25. 25. ARTE, 2º Ano Romantismo Debret - Família de Botocudos em marcha, 1834. Debret – Grupo de vendedoras baianas , 1826. Debret – Negros cargueiro. Escravos Urbanos no Brasil, c. 1822 Imagem:(a)Jean-BaptisteDebret/FamíliadeBotocudosemmarcha,1834/Pinacotecado EstadodeSãoPaulo/PublicDomain,(b)Jean-BaptisteDebret/Groupof"baianas"sellingtheir goodsinXIXthCenturyRiodeJaneiro,1826/PublicDomaine(c)Jean-BaptisteDebret/Negros cangueiros.EscravosurbanosnoBrasil,cercade1830/NewYorkPublicLibrary-DigitalGallery/ PublicDomain.
  26. 26. ARTE, 2º Ano Romantismo Em 1818, trabalhou no projeto de ornamentação da cidade do Rio de Janeiro para os festejos da aclamação de D.João VI como rei de Portugal, Brasil e Algarve. Mas é em Viagem pitoresca ao Brasil, coleção composta de três volumes com um total de 150 ilustrações, que ele retrata e descreve a sociedade brasileira. Seus temas preferidos são a nobreza e as cenas do cotidiano brasileiro e suas obras nos dão uma excelente ideia da sociedade brasileira do século XIX (18). Imagem: Botica, 1823 / Museu do Açude, Rio de Janeiro / Jean-Baptiste Debret / domínio público.
  27. 27. ARTE, 2º Ano Romantismo Alguns dos artistas da Missão Francesa vieram para o Brasil no séc. XIX. Eram pintores motivados pela paisagem luminosa e pela existência de uma burguesia rica e desejosa de ser retratada. Imagem: Chafariz do Moura, Rio de Janiero, 1817 / Thomas Ender.
  28. 28. ARTE, 2º Ano Romantismo É nessa perspectiva que se situam alguns artistas europeus independentes da Missão Artística Francesa: Thomas Ender, austríaco, chegou ao Brasil com a comitiva da Princesa Leopoldina. Viajou pelo interior, retratando paisagens e cenas da vida no nosso povo em Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Sua obra compõe-se de 800 desenhos e aquarelas (19). Imagem: A rua do Piolho em 1817, do acervo da Akademie der Bildende Kunst, Viena / Thomas Ender.
  29. 29. ARTE, 2º Ano Romantismo Johann-Moritz Rugendas, alemão, esteve no Brasil entre 1821 e 1825. Além do nosso país, visitou outros da América Latina, documentando, por meio de desenhos e aquarelas, a paisagem e os costumes dos povos que conheceu. Imagem:JohannMoritzRugendas/PorãodeumNavioNegreiro/NewYork PublicLibraryDigitalGallery/PublicDomain.
  30. 30. ARTE, 2º Ano Romantismo Fontes de pesquisa: - CALDEIRA, Jorge; CARVALHO, Flávio; MARCONDES, Claudio, GOES, Sérgio. Viagem pela história do Brasil. 2ª Ed. São Paulo, Cia das Letras, 1997. - MELLO, Evandro Cabral. Olinda Restaurada: guerra e açúcar no Nordeste, 1630-1654. 2ª Ed. Rio de Janeiro, 1998. - GOMBRICH, E.H. A História da Arte. Rio de Janeiro: Editora Guanabara, 1978. - PROENÇA, Graça. História da Arte. São Paulo: Editora Ática, 1994.
  31. 31. Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do Acesso 2 e 18A agitação de Tânger, 1837-38 / Eugène Delacroix. http://www.steveartgallery.se/spain/picture/ima ge-00937.html 26/03/2012 3a A reunião dos Estados Gerais em 05 de maio de 1789 na Salles des Grands Menus-Plaisirs de Versailles / J.M. Moreau Le Jeune / domínio público. http://en.wikipedia.org/wiki/File:Estatesgeneral.j pg 28/03/2012 3b Napoleão Bonaparte para Elba esperando a chegada de L'inconstante / Horace Vernet / domínio público http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Napole on_Bonaparte_auf_Elba.jpg 28/03/2012 4a Saint Cecilia (1895, oil on canvas) / John William Waterhouse / The Montreal Museum of Fine Arts / domínio público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Waterh ouse,_John_William_-_Saint_Cecilia_-_1895_.jpg 28/03/2012 4b The Soul of the Rose, aka My Sweet Rose (1908, oil on canvas) / John William Waterhouse / domínio público http://commons.wikimedia.org/wiki/File:John_W illiam_Waterhouse_- _The_Soul_of_the_Rose,_aka_My_Sweet_Rose.J PG 28/03/2012 4c Tristão e Isolda com a Poção (1916, oil on canvas) / John William Waterhouse / Art Renewal Center Museum, image 9996 / domínio público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:John_wi lliam_waterhouse_tristan_and_isolde_with_the_ potion.jpg 28/03/2012 5 Os Desatres da Guerra é um conjunto de 80 impressões aquatint criado em 1810 / Francisco de Goya / domínio público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Goya- Guerra_%2802%29.jpg 28/03/2012 Tabela de Imagens
  32. 32. Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do Acesso 6 O Palácio de Westminster visto de leste / Alvesgaspar / GNU Free Documentation License http://commons.wikimedia.org/wiki/File:London _Parliament_2007-1.jpg 28/03/2012 7a La danse Musée d'Orsay, Paris França. Escultura feita entre 1865 e 1869 / Jean-Baptiste Carpeaux / Langladure / GNU Free Documentation License http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jean- Baptiste_Carpeaux_%22La_danse%22_mus %C3%A9e_d%27Orsay_Paris_France.JPG 30/03/2012 7b La Marseillaise, 1833, no Arco do Triunfo, Paris / François Rude / foto tirada por Tom Radulovich / GNU Free Documentation License. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Rude_ Marseillaise.jpg 30/03/2012 8 O Naufrágio / Joseph Mallord William Turner / Google Art Project: Home - pic Maximum resolution / domínio público http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Joseph_ Mallord_William_Turner_-_The_Shipwreck_- _Google_Art_Project.jpg 30/03/2012 9 Jean Auguste Dominique Ingres/ Joana D’Arc na coroação de Carlos VII, 1854 / Museu do Louvre / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Ingres_c oronation_charles_vii.jpg 03/04/2012 10 Francisco Goya / O três de Maio, 1814 / Museu do Prado / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Tres_de _Mayo_by_Goya.jpg 03/04/2012 11 Francisco Goya - O casamento, 1792 / Museu do Prado / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Francisc o_de_Goya_y_Lucientes_-_The_Wedding_- _WGA10010.jpg?uselang=pt-br 03/04/2012 12 Francisco Goya / O guarda sol, 1777 / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:El_Quit asol.jpg 03/04/2012 Tabela de Imagens
  33. 33. Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do Acesso 13 William Turner / Pôr do Sol sobre um lago, ca. 1840 / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:William _Turner_-_Sun_Setting_over_a_Lake.JPG 03/04/2012 14 William Turner / O Grande Canal, Veneza, 1835 / Metropolitan Museum of Art / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Joseph_ Mallord_William_Turner_- _The_Grand_Canal,_Venice_-_WGA23173.jpg 03/04/2012 15 William Turner / A batalha de Trafalgar, 1806 / Tate Gallery / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Joseph_ Mallord_William_Turner_027.jpg 03/04/2012 16 Hamlet e Horácio no cemitério, 1839. oil on canvas / Eugène Delacroix / domínio público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Eug %C3%A8ne_Ferdinand_Victor_Delacroix_018.jpg 26/03/2012 17 A liberdade guiando o povo, 1830. oil on canvas / Eugène Delacroix / domínio público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Eug %C3%A8ne_Delacroix_-_La_libert %C3%A9_guidant_le_peuple.jpg 26/03/2012 18 A agitação de Tânger, 1837-38 / Eugène Delacroix http://www.steveartgallery.se/spain/picture/ima ge-00937.html 26/03/2012 19 Interior de uma casa cigana (cerca de 1820) / Jean-Baptiste Debret / domínio público http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Debret_cas a_ciganos.jpg 29/03/2012 20 Nicolas-Antoine Taunay / Regresso das bodas, de 1801 a 1815 / Museu Nacional de Arte Antiga / Domínio Público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Nicolas- Antoine_Taunay_-_Regresso_da_Boda.jpg? uselang=pt-br 03/04/2012 21 Johan Moritz Rugendas / Rua Direita, no Rio de Janeiro / Pinacoteca Municipal de São Paulo / Domínio Público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Rugend as_-_Rua_Direita_no_Rio_de_Janeiro.JPG 03/04/2012 Tabela de Imagens
  34. 34. Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do Acesso 22a Jacques-Louis David / Palácio de Versailles / Domínio Público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jacques _Louis_David_- _Bonaparte_franchissant_le_Grand_Saint- Bernard,_20_mai_1800.jpg 05/04/2012 22b Jean Auguste Dominique Ingres / Musée de l'Armée / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jean_Au guste_Dominique_Ingres_- _Napoleon_I_on_the_Imperial_Throne_- _WGA11834.jpg 05/04/2012 23 Vista do morro de Santo Antônio, 1816 / Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro, RJ) / Nicolas-Antoine Taunay / domínio público. http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Nicolas- Antoine_Taunay.jpg 29/03/2012 24 Imagem: Jean Batiste Debret / Aclamação do jovem Pedro II como Imperador do Brasil, após a Abdicação de D. Pedro I, 1831 / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Aclama %C3%A7%C3%A3o_de_D_Pedro_II_em_1831_by _Debret.jpg 05/04/2012 25a (a) Jean-Baptiste Debret / Família de Botocudos em marcha, 1834 / Pinacoteca do Estado de São Paulo / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jean- Baptiste_Debret_-_Fam %C3%ADlia_de_Botocudos_em_marcha.JPG 05/04/2012 25b (b) Jean-Baptiste Debret / Group of "baianas" selling their goods in XIXth Century Rio de Janeiro, 1826 / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Baianas -debret.jpg 05/04/2012 Tabela de Imagens
  35. 35. Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do Acesso 25c (c) Jean-Baptiste Debret / Negros cangueiros. Escravos urbanos no Brasil, cerca de 1830 / New York Public Library - Digital Gallery / Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Debret_ -_Negros_Cangueiros.jpg 05/04/2012 26 Botica, 1823 / Museu do Açude, Rio de Janeiro / Jean-Baptiste Debret / domínio público http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jean_Ba ptiste_Debret_-_Botica,_1823.jpg 29/03/2012 27 Chafariz do Moura, Rio de Janiero, 1817 / Thomas Ender. http://www.cursodehistoriadaarte.com.br/lopret o/index.php/arte-arte-brasileira-poesia-francisco- de-melo-franco-1757-1823/ 29/03/2012 28 A rua do Piolho em 1817, do acervo da Akademie der Bildende Kunst, Viena / Thomas Ender http://www.riototal.com.br/riolindo/tur086.htm 29/03/2012 29 Johann Moritz Rugendas / Porão de um Navio Negreiro / New York Public Library Digital Gallery/ Public Domain. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Rugend as_-_N%C3%A8gres_a_fond_de_cale.jpg 05/04/2012 Tabela de Imagens

×