Jornal Cidade - Nº 62 - 23/10/2015

271 visualizações

Publicada em

Jornal Cidade - Nº 62 - 23/10/2015

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
271
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
44
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Cidade - Nº 62 - 23/10/2015

  1. 1. Se está em suas mãos, está em boas mãos. mãos, está em Outubro Rosa Todo mundo junto para combater e vencer o câncer de mama. Crediprata www.jornalcidademg.com.br • 23a29deOutubro2015 • Ediçãonº62 • Ano3 • JornaldeDistribuiçãoGratuita • VendaProibida Oex-prefeitoDivininho,oex-secretárioMarlúcioMeireleseoprefeitoPauloTeodoro foramdenunciadospelopromotorDr.LuizAugustodeRezendePena. Políticos de Lagoa da Prata estão na mira do Ministério Público O jornal a serviço da população. “Tem casa que pedimos água e as pessoas negam”, lamenta gari. Alémdelidarcomosperigostípicosda profissão, os garis enfrentam proble- mas devido à falta de consciência e até preconceitoporpartedapopulação. Falta de chuva gera preocupação em LP Assaltos à luz do dia deixam pessoas em alerta Política •07 Policial •09 Cotidiano •04 Meio Ambiente •08 Apesardobaixoíndicedechuvade 2015,oanode2014foiaindapiorno município.
  2. 2. Edição Semanal 23 a 29 de Outubro 20152 Opinião Carta do Editor Juliano Rossi • juliano@jornalcidademg.com.br • Fone/Whatsapp: 37 99938-6310 Tutores bate meta anual da Oxford em apenas um mês ERRAMOS •O Centro Educacional Tu- toresbateuametaestipula- dapelaUniversidadedeOxford, uma das maiores e a mais anti- ga do mundo no ensino da lín- guainglesa.Ocompromissoera captar 40 alunos até setembro de2016.Comumaestratégiade marketing arrojada – como é a característica da Tutores – esse número foi alcançado em ape- nasummês. O diretor do Centro Edu- cacional Tutores, Ricardo Cos- ta, explica que o sucesso dessa conquista deve-se à duas linhas de atuação adotadas pela em- presa. “A primeira foi trabalhar comnossacomunidadeinterna, osnossospais.Elesnamoravam essaideiaedesejavammuitoes- se projeto. O grande sucesso foi nossacomunidadeescolarabra- çaresseprojeto.Aoutralinhade atuação foi uma matéria publi- cada no Jornal Cidade que deu uma visibilidade muito grande. Aspessoasmeabordavamnarua parameparabenizarpelainicia- tivadetrazeraOxfordparaden- tro da Tutores. O resultado po- sitivo se deve muito à qualida- de do produto associado a ino- vação. Fizemos algo incomum: •Naúltimaedição(nº61),namatériasobreaaçãodoMinistérioPúblicocomopartedainvestigaçãodafarrados atestadosmédicos(página5),ondeselê“mandatosforamcumpridos”,ocorretoé“mandadosforamcumpridos”. uma campanha de matrículas para o curso de idiomas no mês de setembro e em meio à crise”, afirmaCosta. De acordo com o diretor, a Tutoresestáalinhadacomoque hádemelhornomundoemter- mos de educação. “Temos o sis- tema COC de Ensino, que tam- bémébritânico.Nosaproxima- mos dessa referência europeia. Tivemos que implementar no- vos projetos. As crianças de 6 a 8 anos irão para um acampa- mento,ondetodasasescolasda Achieve Languages participam deumacolôniadefériasnomeio doano. Nospróximosanostema idaàDisney.Seráumdiatodosó paraalunosdaOxforddetodoo mundo.Foraissoháocalendário cultural da Tutores junto com a Oxford. Um exemplo é o Hallo- ween, os meninos irão passar a noiteaquiconosco.Tambémire- mos comemorar o Dia de Ação de Graças. Não é só o aprender o idioma, a Tutores resolveu ir além. É preciso vivenciar a cul- tura. Estamos buscando tudo que Lagoa da Prata não tem. O queagentevemtrazendoéalgo extremamenteforte”,explica. Outra novidade que se- rá apresentada pela Tutores é a possibilidade do aluno fazer a prova do Toelf na própria es- cola. “É uma prova feita em to- do mundo e os alunos de Lagoa daPratanãoprecisarãomaisira grandesmetrópolesparafazera prova”. A coordenadora comercial e de expansão da Achieve Lan- guages no Brasil, Flávia Cury, que faz o relacionamento entre as escolas e a Oxford, comemo- ra o resultado obtido pela Tu- tores. “Temos o prazer imen- so em ter em nossa família a re- cém aberta unidade em parce- ria com o Centro Educacional Tutores, que em menos de um mêsalcançouametaanual. Um sucesso que só tende a se repe- tir e perpetuar. Nós, da Achieve Languages Brasil, em conjunto com a OUP Brasil, desejamos a todosnossosamigoslagopraten- ses que suas trilhas sejam per- meadasderealizaçõespositivas, coleçõesdementesabertasece- leirosdedesafiossingularesque promovamnossocrescimento”, disseCuryemcartaabertaàco- munidadedeLagoadaPrata. DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br DiretoriadoCentroEdu- cacionalTutoresplaneja levarosalunosàDisney. ArquivoTutores
  3. 3. Edição Semanal 23 a 29 de Outubro 20154 Economia • Cotidiano Biosev reúne fornecedores para debater o setor sucroenergético Contadores Márcio Bento e Reinaldo Felisbino palestram no Encontro Cooperativista da Lagoacred •Cerca de 100 fornecedores e parceiros se reuniram em LagoadaPratacomosrepresen- tantesdaBiosev,asegundamaior processadoraglobaldecana-de- -açúcar. O objetivo do encon- tro foi debater sobre os desafios e perspectivas do setor sucroe- nergético.Oeventofoirealizado nodia16deoutubronoUmuara- maClube,econtoucomapresen- ça do presidente da Biosev, Rui Chammasedeoutrosdiretores. DeacordocomLeandroKas- ter, superintendente da unida- dedaBiosevemLagoadaPrata, a ideia é que eventos como este continuemaserpromovidospa- ra que seja feita uma aproxima- ção com os parceiros da empre- sa.“Estamosfelizescomosresul- tadosqueestamostendoatravés dasparcerias.Omomentoagora édeexporparaessesfornecedo- reseparceirosoqueaBiosevtem feito,ouseja,levarinformaçõese debatermossobreelas”,afirmou. Para Rui Chammas, presi- dentedaBiosev,oeventoémui- to importante para a empresa e para os fornecedores. “Estamos tendo a oportunidade de reunir essaspessoasqueacreditamem nossotrabalho.Portanto,énosso dever mostrarmos a eles o atual cenáriodoaçúcar,etanoleener- gia”,destacou. Oeventocontoutambémcom apresençadosecretáriomunici- pal de Desenvolvimento Carlos HenriqueLacerda(Carlão)edo secretáriodeMeioAmbienteLes- sandroGabriel.Nolocalfoiservi- dopelobuffetDivinaGula umco- quetele,logoapós,umalmoço. Carlão avaliou a iniciativa daBiosevempromoveroencon- tro.“Essetipodeeventoémuito importante para mostrar a pro- ximidade que a empresa tem com a população, e também pa- ra estreitar os laços com os pro- dutores.Umademonstraçãocla- ra disso é a construção da fábri- caderaçãoqueforneceparapro- dutoresdacidadeedaregião.As palestras mostraram a relevân- cia de um empregador que gera 1500empregosdiretose300indi- retos,somenteemLagoadaPra- ta,”afirmou. Oencontroteveoobjetivodedebatersobreosdesafiosepers- pectivasdosetorsucroenergético LeandroKaster(centro),superintendentedaBiosevemLagoada Prata,CarlãoeLucas,dasecretariadeDesenvolvimento. OspalestrantesReinaldoFelisbinoeMárcioDuarteBento DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br •OSicoobLagoacredrealizou a segunda série de palestras doEncontroCooperativistacom oscontadoreseempresáriosRei- naldo César Felisbino de Castro eMárcioDuarteBento.Aspales- trasforamrealizadasnosdias6e 10deoutubronoauditóriodaco- operativa. Os palestrantes mostraram que, além de produzir e comer- cializarprodutoseserviçoscom eficiência, os empresários tam- bém devem se preocupar com a gestãofiscaldoempreendimento. MárcioBento,diretordacon- tabilidadePatrimonium,citouem suapalestraocenárioeconômico doBrasil,embaixadevidoàcrise, eincentivouosparticipantesaen- frentaremesseperíodocommui- tadedicaçãoecriatividade.“Acri- senãoéinvencível.Emcasaque tem uma base forte, as paredes sacodem,masnãocai.Nós,brasi- leiros, passamos por momentos muitopioresdoqueesseevence- mos.Asuaempresaécomoumfi- lho.Ouvocêsededicaaelaouela vaitecobrar”,explicou. O contador ainda disse aos participantes que é possível re- duzir os impostos pagos pelas empresas dentro da legalidade, apenas enquadrando no regime tributáriocorreto.Ogerenteco- mercialUalissonDiasparticipou da palestra e gostou da dica. “O conteúdodapalestrafoidegran- de valia. Pois percebi qual regi- me tributário a minha empresa se adequa melhor. Isso é impor- tanteparareduzirosnossoscus- tos.EssainiciativadaLagoacred émuitoimportante,poisnosdeu oportunidadedeaprendernovos conceitos.Éoconhecimentoque engrandeceaspessoas”,finalizou oempresário. DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br Fotos:JéssicaRibeiro Fotos:JúlioMarcos “Tem casa que pedimos água e as pessoas negam”, lamenta gari •Separarolixodomésticocor- retamentee,principalmente, depositá-loemlocaisadequados sãoatitudesquedemandamalgu- mas mudanças de postura. Cui- dadosadequadoscomosresídu- osenvolvemconsciênciaambien- taleprevinemdoenças,enchen- tesepossíveisprejuízosàsaúde dos coletores e dos moradores. EmLagoadaPrataosagentesde limpezaurbanaestãoenfrentan- do várias adversidades, como a formaqueapopulaçãodescarta olixoeatépreconceito. “Nossaequipelidacomsitua- çõesfacilmenteevitáveis.Encon- tramossacosrasgadosporexces- so de peso ou com resíduos per- furantesecortantessemodevi- doacondicionamento,materiais quenãosãoderesponsabilidade do caminhão de coleta domici- liar”,afirmaFábioPereira,chefe dosetordeLimpezaPública. Um dos maiores problemas resultantesdomauacondiciona- mentodolixodomiciliaréoris- coàsaúdedoscoletores.“Osaci- dentesacontecem,emsuamaio- ria, pelo modo que a população descartaolixo.Nocasodevidros eobjetosperfurantesémuitoim- portanteembalaremjornal,colo- caremumacaixetaeescrever‘vi- dro’,sepossível”,acrescentouPe- reira. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Esta- tística (IBGE), o Brasil descarta a cada dia 230 mil toneladas de detritos – e mais da metade dis- socorrespondealixodoméstico. EmLagoadaPrata,os20coleto- res que trabalham no caminhão compactador recolhem mais de 35 toneladas de resíduos diaria- mente. “O caminhão compacta- dorépararecolherlixodomésti- co.Acoletaéfeitatrêsvezespor semanaemtodososbairrosedia- riamentenocentro.Paralixosco- mo entulho e galhos de árvores, temos outro caminhão que pre- cisaseracionadopormeiodote- lefone.Osrecicláveissãorecolhi- dospelaAscalp”,frisouPereira. É preciso atenção e cuidado ao descartar materiais, que são chamadosresíduossólidosespe- ciais,comolâmpadasfluorescen- tes,pilhas,pneus,baterias,resídu- oshospitalaresemateriaistóxi- cos,radioativoseexplosivosem geral. Estes, não podem ser co- locadosjuntoaolixodomiciliar. “Resíduos sólidos especiais não devemsercolocadosjuntocomo lixodomiciliarcomum.Essesma- teriaissãoaltamentepoluentese causam um sério risco ao meio ambiente e à saúde do homem. Devemserdescartamossepara- damenteeemlocalapropriado”, afirmou. PRECONCEITO Uma gari usou as redes sociais para falar das dificuldades en- frentadasnotrabalho.“Ocami- nhão é para coleta de lixo do- miciliar, mas o povo coloca pe- dra,entulho,eoutrascoisas.Se- manapassadaestavatrabalhan- do e me deparei com uma cai- xa.Dentrodelahaviacincogati- nhosvivosnomeiodolixo.Co- loqueiacaixadeladoejogueisó o lixo no caminhão. Fora as hu- milhações que sofremos. Tem casaquepedimoságuaeaspes- soasnegam,pornojo,sóporque estamos sujos de lixo”, desaba- fou a gari. Além de lidar com os pe- rigos típicos da profis- são, os garis enfrentam problemasdevidoàfalta de consciência e até pre- conceitoporpartedapo- pulação. DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br Osgarisestãosujeitosacortesporcausadoscacosdevidros misturadosaleatoriamentenolixodoméstico Reprodução/Internet
  4. 4. Edição Semanal 23 a 29 de Outubro 20156 Cotidiano Fotos:JulianoRossi Plano Popular CNH Fácil beneficia mais de 200 futuros condutores PUBLIEDITORIAL •Idealizado pelo empre- sário Gabriel Miranda, o Plano Popular CNH Fácil be- neficiou mais de 200 pesso- as que sonhavam com a car- teira de habilitação. Realiza- do no último final de sema- na nas dependências da Au- to Escola Central, a iniciati- va possibilitou às pessoas o acesso às aulas de legislação e direção por preços que che- gavam a até 60% de desconto e com parcelamento em até 24 pagamentos. “A carteira de habilita- ção hoje é muito mais do que a realização de um sonho e motivo de independência por parte de seu portador. Hoje é exigência no merca- do de trabalho e quem possui a CNH tem mais chances de conquistar um bom empre- go. E como em 2016 o gover- no vai mudar as regras para o processo de obter a carteira, vai ficar muito mais difícil e mais caro, resolvemos possi- bilitar as pessoas a realização de seus sonhos e objetivos de um jeito bem fácil”, explica Gabriel. O Plano Popular CNH Fá- cil oferece a carteira de ha- bilitação pelo menor preço possível – provavelmente o menor do Brasil. E além do preço baixo, oferece a vanta- gem de ser realizado em par- ceria com as principais auto- escolas da região. “Aqui, na Auto Escola Central, ofere- cemos qualidade no atendi- mento que possibilita um al- to índice de aprovação. No último exame de legislação, dos 30 alunos que levamos tivemos somente uma re- provação. E no último exa- me de rua, geralmente con- seguimos a aprovação de 50% dos alunos que fazem a pro- va pela primeira vez. O índice médio de aprovação das au- toescolas mineiras não chega a 20%”, afirma o empresário. A adesão dos futuros con- dutores foi tão grande que as vagas disponíveis se encer- raram às 13 horas de domin- go, antes do horário previsto, que seria às 17 horas. A adesão dos futuros condutoresfoitãogran- de que as vagas disponí- veisforamocupadasan- tesdohorárioprevisto AutoEscolaCentralfoiapontadacomoamelhorempresadosegmentopelosdoisprêmios empresariaisdeLagoadaPrata Pessoasseaglomeramparagarantiroseulugarparaconhecero PlanoCNHFácil Auditóriorecebeulotaçãomáximanaspalestras OempresárioGabrielMirandaéoidealizadordoPlanoPopular CNHFácil
  5. 5. Edição Semanal 23 a 29 de Outubro 2015 7Política MarlúcioMeireles,ex-secretáriomunicipal. Políticos de Lagoa da Prata estão na mira do Ministério Público Ministério Público denuncia também o prefeito Paulo Teodoro •O ex-prefeito de Lagoa da Prata, Antônio Divino de Miranda (Divininho) está sendo acusado pelo Ministé- rio Público da prática de cri- me previsto no Decreto-Lei n.º 201/1967, porque, no ano de 2012, teria realizado despe- saspúblicasemdesacordocom asnormasfinanceirasederes- ponsabilidade fiscal pertinen- tes,emdetrimentodoeráriodo Município de Lagoa da Prata/ MG. Se condenado, Divininho podereceberpenadedetenção que varia de 3 meses a 3 anos e se tornará inelegível desde a condenação até o transcur- so do prazo de oito anos após o cumprimento da pena e não poderá disputar cargos eleti- vos. Divininho já foi citado e está se defendendo na Justiça. Já o ex-secretário Marlú- •Emaçãocivilpúblicarecen- tementeajuizada,apromo- toria acusa o prefeito Paulo Cé- sar Teodoro da prática de atos deimprobidadeadministrativa. Segundo o Promotor de Justiça que ajuizou a ação, Dr. Luís Au- gustodeRezendePena,Teodoro publicouodecretonº039/2015, no dia 30 de janeiro de 2015, re- duzindo em 4 horas a jornada de trabalho prevista para o car- gocomissionadodeDiretorTéc- nico Regulador e Coordenador deSaúde. Ocorre que o referido De- creto foi omisso no que diz res- peitoàcompensaçãofinanceira decorrentedajornadadetraba- lhoreduzida,permitindo,assim, que o ocupante do cargo de Di- retorTécnicoReguladoreCoor- denadordeSaúdecontinuassea receberaremuneraçãointegral cio Meireles e Divininho estão sendo acusados pelo Ministé- rio Público de praticarem cri- me previsto na Lei de Licita- ções. O Promotor de Justiça, Dr. Luís Augusto de Rezende, ofereceu denúncia criminal contra Marlúcio e Divininho, sob a alegação de que eles, no ano de 2008, realizaram con- trato de locação de imóvel pa- ra funcionar como sede da De- legacia de Polícia, contrato es- sequenãofoiprecedidodelici- tação, ensejando, assim, ofen- sa à Lei nº 8.666/1993. Na ação o Promotor de Justiça susten- tou: “O contrato de locação re- alizado pela Administração Municipal, mediante procedi- mentodedispensadelicitação, se apresentou ilegal sob todos os aspectos: seja porque o ca- so não se enquadrava na hipó- tese prevista no artigo 24, in- ciso X, da Lei n.º 8.666/1993; seja porque no procedimento administrativo, em si, não fo- ram observadas as formalida- des mínimas para a comprova- ção da viabilidade da dispensa deconcorrênciaparaalocação levada a efeito pelo Município doreferidocargo,novalordeR$ 11.005,63,estabelecidaparauma jornada diária de 8 (oito) horas detrabalho. Para o Promotor de Justi- ça, o Prefeito Paulo César Teo- doro, assim agindo, violou a Lei Complementar Municipal n.º 003/1991, segundo a qual a re- dução da jornada de trabalho de servidor público por meio de Decreto somente pode ocor- rercomanecessáriacompensa- çãofinanceira,ouseja,seriaim- prescindívelqueogestor,noca- so concreto, também reduzisse proporcionalmente a remune- raçãodocargocomissionadode DiretorTécnicoReguladoreCo- ordenadordeSaúde. Na ação civil pública, Dr. Luiz Augusto pede a condena- çãodePauloCésarTeodorope- la prática de ato de improbida- deadministrativaearestituição dosprejuízosfinanceiroscausa- dosaoscofrespúblicos.Seade- núncia for aceita pela Justiça, o prefeitotambémcorreráorisco desetornarinelegívelpelopra- de Lagoa da Prata/MG.”. Pela ação penal, Divininho e Mar- lúcio podem receber pena de prisão que varia de 3 anos a 5 anos, além de multa. Pelos mesmos fatos o Mi- nistério Público ajuizou ação civil de improbidade admi- nistrativa contra Divininho e nal.Seaacusaçãoforaceitape- la Justiça e os réus forem con- denados,elestambémpoderão perderosdireitospolíticosdu- rante 8 anos, além de sofrerem pena de prisão e multa. O OUTRO LADO Por meio do advogado que Marlúcio, pleiteando, inclusi- ve, a restituição dos prejuízos financeiroscausadosaoerário, prejuízos esses que, segundo o Promotor de Justiça, superam o valor de 10 mil reais. O ex-prefeito e Marlúcio Meireles ainda não foram ci- tados nesta denúncia crimi- zodeoitoanos. OOUTROLADO O prefeito Paulo Teodoro aindanãofoinotificado,oficial- mente,dadenúnciadoMinisté- rioPúblico.Elereconheceuque a publicação do Decreto foi um erro e já restituiu aos cofres pú- blicos, do próprio bolso, os 26 mil reais que seriam o prejuízo causado. Na última quarta-feira, Te- odoro concedeu uma entrevis- taàRádioVeredaseapresentou a sua versão. “Existe um cargo criado pela Câmara de Verea- dores de Diretor Regulador da Saúde. Esse cargo é de livre no- meaçãoehojeéocupadoporum médico. É um cargo de dedica- ção exclusiva, tem horário, tra- balha sábado, domingo, feria- do, à noite. É ele quem autori- za uma ressonância, uma ma- mografia e outros exames. Es- se médico é o cardiologista Dr. Marcos Eugênio, que é compe- tenteetemumcoraçãodotama- nhodomundo.Eleestavatraba- lhando muito nas atividades do cargo de diretor da saúde e não estavasobrandotempo paraele atendernoSOS,naVilaVicenti- naeatenderopovodo jeito que ele gosta. Ele me pediu para al- terar o horário de trabalho para quatro horas diárias. Em deter- minadomomento,fizumDecre- toparaatenderopedidodele.Só que eu não poderia ter feito um Decreto reduzindo a carga ho- ráriadoRegulador.EsseDecre- tovigoroupor4mesese16dias”, disseoprefeito. PauloTeodorodisseque,há dois meses, foi informado pe- lo Promotor de Justiça Dr. Luiz Augusto de que o Decreto era irregular e que ele, o promotor, iria tomar as devidas providên- cias. “Dr. Luiz Augusto é muito competente e um grande fiscal. Imediatamente, derrubamos o Decreto. Fizemos o cálculo do suposto prejuízo ao município pelofatodetertrabalhado4ho- ras, e na sexta-feira passada de- volviparaoscofrespúblicos,do meu bolso, o valor de 26 mil re- ais,queseriaoprejuízocausado pelomeuDecreto.Odesconhe- cimento da lei não me exime da responsabilidade. Qualquer er- roqueeuvenhaacometertenho queresponderporele.Portanto, nãocausamosnenhumprejuízo financeiroenemnaexecuçãodo serviço do Dr. Marcos Eugênio, quedesenvolveumtrabalhoso- cialmagnífico”,argumentouTe- odoro. osdefende,DivininhoeMarlú- cio disseram que ainda não re- ceberam a intimação da Justi- ça e irão se pronunciar, oficial- mente, após serem citados. O espaço no Jornal Cidade está aberto para que eles façam os seus esclarecimentos. O ex-prefeito Divini- nho, o ex-secretário Marlúcio Meireles e o prefeito Paulo Teodoro foram denunciados pe- lopromotorDr.LuizAu- gusto. Prefeito já restituiu 26 milreaisaoscofrespúbli- cospararessarcirospre- juízos causados pela pu- blicaçãodeumDecreto. DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br AntônioDivinodeMiranda(Divininho),ex-prefeito. PauloCésarTeodoro(PaulinhoDespachante),prefeito.
  6. 6. Edição Semanal 23 a 29 de Outubro 20158 Meio Ambiente•Esporte DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br •Nesta quinta-feira (22) te- ve início a sétima edição da competição.Osjogosacontece- rão até o dia 7 de dezembro no poliesportivo Leopoldo Besso- ne, a partir das 20h. De acordo comWalmirFranco,umdosor- ganizadores da copa, o objetivo dosjogos é fomentar oesporte e a filantropia. “Além de incen- tivarmosapráticadoesporteno município, temos também que enfatizar a doação dos alimen- tos que são arrecadados e doa- dos para entidades do municí- pio”,afirmou. Confira na tabela ao lado os confrontos e acompanhe os re- sultadosdosjogosemwww.jor- nalcidademg.com.br. Começa a sétima edição da Copa Lagoacred Card Falta de chuva gera preocupação em Lagoa da Prata DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br •Nos últimos meses o mu- nicípio de Lagoa da Pra- ta vem enfrentando um perí- odo de estiagem. De acordo com o arquiteto Carlos Brasil Guadalupe (Lalinho), que faz amediçãopluviométricahá30 anosnomunicípio,aprevisãoé que este ano termine em situa- ção semelhante à de 2014. “Em 2015 choveu apenas 961 milí- metros de água e a média é de 1500 milímetros”, afirmou. Uma situação incomum foi registrada em 2015. Nos meses de julho e agosto, de acordo comoarquiteto,nãochoveuem Lagoa da Prata. “É muito raro ficar sem chover durante dois mesesseguidos.Em2015foram 96 dias sem chover, no período de junho a agosto. Nossa faci- lidade é incrível em termos de água,poistemoslagoaspreser- vadasquemantémolençolfre- ático,temosminaseumaquan- tidadeabundantenosubsolo.O gasto do SAAE é mínimo e ba- rato, pois a água está no subso- lo”, destacou. Apesardasituação,Lalinho se diz otimista em relação à es- tiagem. “O mundo passa por mudanças, e isso é cíclico. O ano passado atingiu um índi- ce histórico de estiagem, esse ano está melhor e acredito que o ano que vem será ainda me- lhor. Para alcançar a média, te- ria que chover quase 500 milí- metrosatéofinaldoano.Acre- dito que pelo menos 200 milí- metros caia até o final do ano. Esse ciclo de seca começou em 2012”, enfatizou. O arquiteto também desta- ca que o desequilíbrio do pla- neta tem afetado diretamente anatureza.“Seestáacontecen- do uma seca intensa desse jei- to, vai chegar uma hora que vai chover sem parar”, afirmou. ABASTECIMENTO DEÁGUA De acordo com o diretor do SAAEAntônioSampaio,aestia- gemnãocomprometeuasreser- vas de água no município. “Em Lagoa da Prata temos o sistema de poços artesianos, que é mais difícil de medir, mas pela va- zão podemos dizer que a estia- gemnãotemafetado.Claroque o volume de água é menor, mas avazãoéexcelente.Atualmente, o município possui cerca de 29 poçosartesianos,masnemtodos estão em funcionamento. Exis- tem alguns que foram perfura- doscasotenhaanecessidadede usar. A ideia é que mais quatro poçosperfuradoseumreserva- tório,quecomporta1milhãode litros de água, sejam construí- dos”,afirmou. Sampaiodestacouquemes- mo sem a previsão da falta de água no município há a neces- sidade de se pensar em um pla- noB.“Aindanãopensamosnisso por confiar no que o nosso sub- solonosoferece,mastemosque pensar,poissempreexisteapos- sibilidade da água faltar. Temos que pensar em economia sem- pre. O padrão de consumo em umacasadetrêsmoradoreséde 15millitrosdeáguapormês,eis- soraramenteécumprido”,enfa- tizou. CONSCIÊNCIA A auxiliar administrativo Inêz Nunes afirma que a falta de chuva está afetando a sua saú- de.“Meusproblemasrespirató- rios pioraram . Com esse clima secoeuficomuitodoente.Cabe a nós fazermos a nossa parte e economizar”,disse. Para a auxiliar de serviços gerais Célia Oliveira, a popula- ção deve ter mais consciência e economizar a água que ainda tem. “Temos que economizar, mas a gente vê pessoas desper- diçando água lavando carros na calçadaeatéasfalto.Éumabsur- doemuitotristetambém!”,afir- mou. Para fazer denúncias anôni- mas sobre o uso abusivo da água é só ligar no telefone 3261-3400 ou0800-283-3340. ArquivoAAPA Apesar do baixo índice de chuva de 2015, o ano de 2014 foi ainda pior no município. TrechodoRioSãoFrancisco,emLagoadaPrata,registrabaixovolumedeágua. Inês,aux.administrativo Célia,aux.deserviços
  7. 7. Edição Semanal 23 a 29 de Outubro 2015 9Policial Reforma de presídio de LP deve ser entregue no mês de novembro Governo muda de ideia e concurso da PM será para nível médio Assaltos à luz do dia deixam pessoas em alerta DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br •A reforma das duas alas do Presídio de Lagoa da Prata, reativaránosistemaprisional110 vagas, que estavam interditadas desdeumarebeliãoquedestruiu partedasinstalaçõesdaunidade emfevereirodesteano.Nosúlti- mosmeses,aSecretariadeEsta- dodeDefesaSocial(Seds)inves- tiu110milreaisnasobras. Ascelasestãosendoequipa- dascomcamasdealvenariacons- truídascommãodeobradetrês recuperandosdoCentrodeRein- tegraçãoSocialdaAssociaçãode ProteçãoeAssistênciaaos Con- denados (Apac) do município e detrêsdetentosdoprópriopre- sídio,emtrocaderemiçãodaspe- nas,comdescontodeumdiaaca- datrêstrabalhados. Os recursos da Seds foram empregados em reforma elé- •Nodia9deoutubroogover- nador de Minas Gerais Fer- nandoPimenteldivulgounoDi- ário Oficial do Estado (DOE) o Decreto nº 413 de 8 de outubro de 2015 que prorroga em mais cinco anos para que candida- tos com nível médio possam fa- zer o concurso da Polícia Mili- tar.Alémdisso,adatadasinscri- ções foi prorrogada até o dia 29 deoutubro. Ao todo, serão preenchidas 1.590 vagas de soldado e o salá- rio inicial é de R$3.049,05 para cargahoráriade40horassema- nais,incluindoassistênciamédi- •Uma onda de assalto vem acontecendo em Lagoa da Prata e assustando os morado- resdolocal.Nodia14deoutubro duasjovensforamabordadaspor doisrapazesqueestavamarma- dos com arma de fogo. Durante aaçãoosbandidosagrediramas mulheres para levar dois apare- lhoscelulares.Elesfugiramdebi- cicletaenãoforamlocalizados. No sábado, 17, uma mulher que estava em uma motocicleta no bairro Américo Silva seguin- dosentidoaocentrofoisurpreen- dida por outra motocicleta ocu- padapordoisjovens.Opassagei- roanunciouoassalto,sacouuma armaeapontouparaavítimadi- zendo:“Perdeu,perdeu”.Osban- didosroubaramabolsadamulher quecontinhaovalorde1.600re- aisemdinheiro.Osindivíduosfu- giramenãoforamencontrados. Nasegunda-feira(19)umpos- todecombustíveisfoiassaltado. SegundoinformaçõesdaPolícia Militar, os funcionários prepa- ravam o malote, com aproxima- damente30milreaisemcimada mesadoescritório,quandoosin- divíduoschegarameanunciaram oassalto. Umdosbandidosesta- vadepossedeumaarmadefogo. De acordo com a PM, os indiví- duos,quetrajavammoletons,es- ca e hospitalar, psicológica, far- damentoeassistênciaodontoló- gica.Dototaldevagasofertadas pelo concurso, 1.431 serão para candidatosdosexomasculinoe 159paraosexofemininoeocur- sofuncionaránointeriordoEs- tado.Parao7ºBatalhãodaPo- líciaMilitaremBomDespacho estãoprevistas120vagas,sen- do8paraosexofeminino. De acordo com o sargento Washington Felipe, para passar no concurso é imprescindível umarotinarígidadeestudos.“O conteúdoprogramáticoéamplo, portantoestabeleçahoráriosdi- áriosdeestudo.Descanse,poiso sonoéessencialparaassimilaro conteúdoestudado.Procureaju- daespecializada,poisoconteú- doaserestudadoémuitoespecí- tavam em uma moto XT 600 de corbranca.Apósroubaremtodo odinheiroosautoresfugiramto- mandorumoignorado. Nodia20naAv.José Bernar- desMacielporvoltadas18horas um vendedor de laranjas foi as- saltado por dois indivíduos que estavam em uma moto. Um dos bandidoscortouobraçodoido- socomumafacaaoroubarotodo odinheiroqueotrabalhadorha- viaarrecadadopormeiodasven- das.Ossuspeitosfugiramenãofo- ramencontrados. Nasemanapassada,umare- sidêncianobairroParadisofoias- saltada por volta de 11h30. Dois indivíduos entraram na casa e játinhamembaladováriosobje- tos,comotelevisão,tênis,perfu- me, quando o proprietário che- gou em casa. Ele adentrou a va- fico.Tambémébomqueocandi- dato procure por ajuda em cur- sosdepreparaçãooumesmoem aulasparticulares”,afirmou. Para participar do concur- so o candidato deverá ter uma altura mínima de 1,60, estar em dia com as obrigações milita- res e eleitorais, possuir idonei- dade moral, ter aptidão física e nãoapresentartatuagemvisível quandoemusodosuniformese ter nascido entre 28 de julho de 1986 e 28 de julho de 1998. As provasobjetivasdemúltiplaes- colha e dissertativas serão apli- cadas no dia 13 de dezembro, a partirdas8h. A inscrição poderá ser feita pelo site www.pmmg. mg.gov.br/crseataxadepar- ticipaçãoédeR$122,95. randaequandoestacionavaamo- toumdosbandidos,queportava um revólver, anunciou o assalto eexigiuqueelefugisse.Osassal- tantesevadiram,emseguida,sem levarosobjetos.Elesestavamem umveículoChevroletMonza. DeacordocomaPolíciaMi- litar, algumas medidas podem sertomadasparaevitarosassal- tos.Aoretirardinheirodobanco guarde-ocomcuidadoemumlo- cal discreto. Nunca conte as no- tasempúblicoeaosairdaagência certifique-sedequenãoestásen- doseguido.Quandosaircombol- saprocuremantê-lajuntoaocor- poecomozíperfechado.Nãoos- tenteobjetosdevalor.Nãodêin- formaçõesparaninguémsobreo seuitinerário,hábitoseviagens. E,seperceberquealguémestálhe seguindoavisealguém. trica, hidráulica, reconstrução da alvenaria e vigas de susten- tação, troca de portas e disposi- tivos de trancamento das celas. O Poder Judiciário, por sua vez, destinou55milreaisprovenien- tesdasmultaspecuniárias.Esse valor garantiu a construção das camas, grades para as áreas de circulação interna, nova guarita comvistapanorâmicadointerior da unidade e a instalação de um circuito de videomonitoramen- to.Jáestãoemfasedetestesoito câmeras. Aexpectativaéqueaobraes- tejaconcluídaatéodia15deno- vembroeaunidadevoltearece- berospresosemsuacapacidade total,queéde112vagas.Aparce- riadoPresídiodeLagoadaPra- tacomoPoderJudiciárioecom oMinistérioPúblico,pormeiodo promotordeJustiçaEduardoAl- meidaSilva,éumadasprincipais conquistasdaunidade,segundo odiretor-geraldoestabelecimen- to,AlexandroÂngelodaSilva. “Comareformaconseguire- mosofertaraosnossoscustodia- dosocumprimentohumanizado dapenaeofereceraosseusfami- liaresmelhorescondiçõesduran- te as visitações. A intenção é de queasobrasnãoparemporaqui equepossamosfazersempreme- lhorias na nossa unidade, bene- ficiando os funcionários, os de- tentos e os seus familiares”, dis- seAlexandro. Quando o assunto é o Presí- dio de Lagoa da Prata o juiz da comarca do município, Aloysio LibanodePaulaécategórico:“A unidade é pequena e nós só te- mosduaspossibilidades:oume- lhoramos a sua estrutura ou fe- chamos. A escolha foi trabalhar emparceriaparamelhorarauni- dade. A ideia não é só cobrar. É modificaremelhorarasituação. Éfazeralgonovoemelhoreisto só acontece por que mantemos umdiálogoabertocomoConse- lho Comunitário de Segurança Pública, o Ministério Público, a Apaceunidadeprisional”,disse omagistrado. Fonte: Secretaria de Estado deDefesaSocial Reparos nas celas estão sendo feitos por 3 recu- perandosdaApace3de- tentosdaprópriaunida- deprisional Serão preenchidas 1.590 vagasdesoldadoeosalá- rioinicialédeR$3.049,05 Partedopresídioficoudestruídapelarebeliãodefevereirodesteano.Foraminvestidos165milre- aisnareforma. Estãoprevistas120vagasparao7ºBatalhãodaPolíciaMilitar,emBomDespacho Divulgação/MonsterConcursos Reprodução/Internet
  8. 8. Edição Semanal 23 a 29 de Outubro 201510 Cultura www.pharlab.com.br facebook.com/pharlab @Pharlab pharlab_oficial Cervelli Um outubro mais que especial! Pharlab, sua saúde é preciosa para nós. Escolhido para lembrar os riscos, divulgar a prevenção e alertar sobre o câncer de mama, outubro é um mês especial. A Pharlab acredita que esse desafio deva ser diário, sem tréguas, e nos mova não apenas durante um mês, mas por todos os 365 dias do ano. É com essa mobilização que poderemos vencer esse desafio! Então? Vamos juntos? Divulgue, esclareça, informe e, claro, faça seu autoexame! Anuncio Jornal Cidade 20_10 .indd 1 16/10/15 13:49 Banda Língua de Musquito participa do Festival de Comunicação e Artes da PUC/BH DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br •Nodia07deoutubroabanda LínguadeMusquitoseapre- sentounoFestivaldeComunica- çãoeArtes2015:DemocraciaeDi- versidadeCultural,realizadope- losalunoseprofessoresdoCurso de Comunicação Social da PUC Minas Coração Eucarístico, em BeloHorizonte.Cercade700pes- soasparticiparamdoshow. Oeventofoicriadoparapro- mover o encontro entre aqueles queestãoemumprocessodefor- mação e profissionais que estão fora do ambiente universitário, objetivandoarticularperspecti- vasdediversosatoressociaisque ocupamdiferenteslugaresdefala noscamposdacomunicaçãoeda arte. A Língua de Musquito exe- cutoucançõesautoraisereleitu- rasdeartistasconsagradoscomo Tim Maia, The Rolling Stones e TheBeatles. De acordo com o guitarrista DouglasSilveira,oconviteparato- carnoeventosurgiupormeiodos própriosalunosdafaculdade.“Al- gunstiveramcontatoconosco,se- japorterouvidonossoEPoucon- tatopessoal.Comoelesgostaram bastantedenossasmúsicas,creio queissofoifatordeterminantepa- raquenoschamassemparaparti- cipardofestival”,afirmou. Silveiraaindadestacouquea sensaçãodetertocadonofestival. “Ah!Tocarésemprebom.Epoder levarsuamúsicaparaoutraspes- soas,outroshorizontes,émuitole- galebemgratificante”,destacou. AbandaLínguadeMusquito foicriadahá16anoseatualmen- teécompostaporDanielRibeiro deMelo,oBel(bateria),Douglas Silveira(guitarra),HelderClério (baixo)eGeorgeBernardes(gui- tarraevocais). Paraquemdesejacontratara banda ou conhecer mais do seu trabalho é só entrar em contato pelotelefone378819-3790,pelo e-mail helderclerio@ hotmail. comoupelapáginanoFacebook/ LinguadeMusquito.Paraouvir as músicas acesse soundcloud. com/l-ngua-de-musquito-mu- sica/ Arquivopessoal
  9. 9. Edição Semanal 23 a 29 de Outubro 2015 11Social Colunista Michele Pacheco •michele@jornalcidademg.com.br • Fone/Whatsapp: 37 99125-0920 • Facebook: Michele Pacheco II •Instagram: colunista_michelepacheco EDITORIAL Apromoçãoparaosbooksdosbaixinhosfoiumsucessoeagora,atendendoapedidosdosgrandinhosvemaía megapromoçãodobookfotográfico.Jáestoupensandoemumaboaofertaparaadultostambémnomêsde novembro.Osgrandinhos tambémvãoterchancedefazerfotostemáticas!Emnovembrocontotodososde- talhesdapromoção!Aguardem!!! TALENTONATO Genteapagaluz...jánasceufazen- doposeecomcarãodemodelo....a ganhadoradoBookinfantilfemi- ninoda LuizaBabyfoiaGeova- na.Ameifazerasfotosdessagati- nha,foimuitotranquiloediverti- do.Nemprecisavafalarmuito,pois amodelojáfaziatudo,éumtalen- tonato.Muitoobrigadaàmamãe daprincesaeaSamaraqueajudou nasfotos JOÃO MIGUEL OganhadordapromoçãoLuiza Baby masculino foi o João Mi- guel, queadoroubrincarnopar- quinhoefezmuitochutesagol. Nem se incomodou com o flash eaproveitoumuitoasbrincadei- ras.Muitoobrigadaaosassisten- tes e a mamãe que confiou no meutrabalho. Rapidinhas •Vem aídia31deoutubroaquela festinhatop.CEQUE?CETAMA estádevoltaecomgásredobrado parafazermaisumafestaemalto nívelnesta5ªedição.Comagale- ramaistopdaregião,anotenasua agenda.Nãoperca! •A voz supercarismática!Quem liga para a empresa Embaré se- ráatendidopelavozmaissimpáti- caqueexiste.Minhaqueridaami- gaRúbiaatendeatodosdomesmo jeito,dáatévontadedebaterpapo, mascomoaempresaémuitogran- denãosobratempoparaconversar. Masficaumexemplodebomaten- dimentocomqualidadeeomelhor detudohumildade!!! •Corte e Costura - Comache- gadadoanovemaquelemontede convitedefestas.Nãoprecisarepe- tirroupa,reservejáseumodelitono- vocomoValmirJúnior,alémdeser umgrandeartistadesenhaecostu- ratudoperfeito. •RedeSociais-Gente,mesegue noInstagram:colunista_michele- pacheco e no Facebook Michele PachecoII, assim todos vão ficar podedentrodanovidadeseeven- tosdacidadeeregião.Babados,di- casdemodas,cabeloesaúde! ASPODEROSAS AtodapoderosaéaAnaCláudia,mamãesupercorujadastrigêmeasClara,GiovannaeLuísa.Claraémais tímida,GiovanaémaisespontâneaeLuízaamaisalegre.Afestafoirealizada nosítiodaLorena.Lugarperfei- to!MuitoObrigada,Marina,porfazerdessahistória,eAnamuitoobrigadaporconfiaremmeutrabalho,foi umamanhãmuitodivertida!!! BLOG A Marcela Loren fez tanto su- cesso nas redes sociais divul- gando a moda Plus Size por meio das fotos da loja Luiza Modas, que uma pessoa mui- to influente na cidade convi- dou-a para ser modelo com to- do seu carisma, representann- do oficial um blog especiali- zado neste ramo. Que suces- sooooooooooooo.....Divou! PALHACINHA Essa é a Cíntia, minha palhaci- nha preferida. Adoro esse seu jeito, esse sorriso fácil e risada boa. Te desejo muitas felicida- des e que o papai do céu conti- nueteiluminandoeprotegendo. CONTANDOOSDIAS JussaraeWilsonsãoospaisdo Leandroeestãocontandoosdias paraachegadadaLarissa,amais novaintegrantedafamília.Felici- dadesàfamíliaemuitasaúdepara essaprincesinha.Foto:Lindomar Fotógrafo. VENCEDORA Eu venci e você também pode vencer. A Daniela passou por todo o processo do tratamento docâncereestáensinandoein- centivando as pessoas através de palestras. Sempre com o as- tralláemcimaecomsorrisono rosto,fezmelhor,escolheuviver bemedebemcomavida.Apoio daAcademiaEstaçãodoCorpo, queaderiuacampanhaOutubro Rosa.Foto:MichelePacheco
  10. 10. Edição Semanal 23 a 29 de Outubro 201512 Cooperativismo •O cenário atual reserva muitos desafios para os empresários e empreendedo- resemnossopaís.Assoluções nãosãosimpleseexigemcada vez mais criatividade e inova- ção,masháumacerteza: seos desafios são grandes, as opor- tunidadessãoenormes.Poris- so,éprecisoestaratentoebus- carsempreparceriasquefavo- recemocrescimentoconstan- teesustentáveldeseunegócio. O cooperativismo é uma maneira pela qual a sociedade se organiza, por meio de aju- para o seu dia a dia. Venha ser nosso parceiro, que nós esta- mos de portas abertas para fa- zerpartedasuahistória. SICOOBCREDIPRATAas- sociadoaoquehádemelhor,as- sociadoavocê. damútua,pararesolverdiversos problemascomunsrelacionados aoseudiaadia.Unindoesforços emumempreendimentocoleti- vo, as pessoas realizam ações e obtêm resultados dificilmente alcançáveisindividualmente. Cooperarjánãoémaisatitu- dedeumaminoria,massimuma realidadedepessoasquebuscam cada vez mais alternativas para fortalecerseusnegóciosesupe- rarasadversidadesencontradas pelocaminho. Historicamente,umdospro- blemascomunsaosempreende- dores e empresários de peque- daeconomialocal,beneficiando a comunidade. Ao reduzir as ta- xasdejurosetarifasdeserviços, acooperativaaumentaarendade seusassociados(cooperados),fa- vorecendotodaaeconomialocal. OSICOOBCREDIPRATAé assim, uma instituição onde vo- cêtemosmelhoresrendimentos pararealizarseusinvestimentos, e as melhores taxas para tomar aquelecréditovitalemseudiaa dia,sejacapitaldegiro,desconto derecebíveisetc,nóstemoscon- dições favoráveis para lhe aten- der,eaindapossuímososdemais produtoseserviçosqueosbancos tradicionaisoferecem. Aosempresárioseempreen- dedores, quero deixar o convite para virem conhecer o SICOOB CREDIPRATA, uma cooperati- vahumanaesustentável,queofe- recesoluçõespráticaseatrativas nas empresas tem sido o acesso ao crédito em condições de ta- xas, prazos e garantias compa- tíveis com suas necessidades. E nesse contexto, o cooperativis- mo de crédito surge como uma respostaadequadaaesseproble- ma. Na cooperativa de crédito vocêtemacessoadiversosservi- çosfinanceiros,comasmelhores condições possíveis, para aten- darasdemandasenecessidades deseunegócio. Comoacooperativasópode operar com seus associados, ela promove verdadeira irrigação INFORMATIVO INSTITUCIONAL GESTÃO, CENÁRIO E OPORTUNIDADES CRISTIANO LOPES Palestra com Realização: Parceria: 10.11.2015 19h Centro de eventos da Paróquia São Carlos Borromeu Rua Alexandre Bernardes Primo, 240 Américo Silva - Lagoa da Prata/MG INSCRIÇÕES NO SICOOB CREDIPRATA: 37 3262-5600 • ENTRADA GRATUITACrediprata Vantagens de participar de uma cooperativa de crédito Chegou a vez de Lagoa da Prata! FernandoLopes-GerentedePessoaJurídicadoSicoobCrediprata

×