EDUCAÇÃO • Pág. 13
O JORNAL
QUE TODO
MUNDO LÊ!
Sexta, 04 de Dezembro de 2015 • Edição Semanal - Ano III - Nº 68 • www.jorn...
Sexta-Feira,
04/DEZ/2015
2 Leia também no site:
www.jornalcidademg.com.brOPINIÃO
Carta do Editor Juliano Rossi
juliano@jor...
Sexta-Feira,
04/DEZ/2015
4 Leia também no site:
www.jornalcidademg.com.brPOLÍTICA
300 cidades de
MG estão sem
dinheiro par...
Sexta-Feira,
04/DEZ/2015
5Acesse no Facebook
fb.com/jornalcidademgPOLÍTICA
Cobrança por consumo real poderá
aumentar o cus...
Sexta-Feira,
04/DEZ/2015
6 Leia também no site:
www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.b...
Sexta-Feira,
04/DEZ/2015
10 Leia também no site:
www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO
Anuncio Jornal Cidade 01_12 .indd 1 02...
Sexta-Feira,
04/DEZ/2015
11Acesse no Facebook
fb.com/jornalcidademgCOTIDIANO
Casos de Aids avançam em MG
“Foi difícil, mas...
Sexta-Feira,
04/DEZ/2015
13Acesse no Facebook
fb.com/jornalcidademgEDUCAÇÃO/CULTURA
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com....
Sexta-Feira,
04/DEZ/2015
14 Leia também no site:
www.jornalcidademg.com.brESPORTE
DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br...
Sexta-Feira,
04/DEZ/2015
15Acesse no Facebook
fb.com/jornalcidademgSOCIAL
JONAS BBB, O PAPAI MAIS
BABÃO DO MOMENTO!
João L...
Sexta-Feira,
04/DEZ/2015
16 Leia também no site:
www.jornalcidademg.com.brCOOPERATIVISMO
PUBLIEDITORIAL
Você sabia que a...
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015

281 visualizações

Publicada em

Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
281
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015

  1. 1. EDUCAÇÃO • Pág. 13 O JORNAL QUE TODO MUNDO LÊ! Sexta, 04 de Dezembro de 2015 • Edição Semanal - Ano III - Nº 68 • www.jornalcidademg.com.br • Distribuição Gratuita - Venda Proibida Bernardo Teixeira vence pela 4ª vez a Olimpíada de Matemática Lagoa da Prata poderá arrecadar quase 5 milhões de reais com o IPVA 2016 ECONOMIA • Pág. 02 KARATÊ Érica Cristina e Iago Junio são os melhores do ano em Minas Gerais ESPORTES • Pág. 14 Cobrança por consumo real poderá aumentar o custo da água, diz SAAE POLÍTICA • Pág. 05COTIDIANO • Pág. 06 PESQUISA Jornal Cidade pesquisou 15 itens nos cinco maiores supermercados do município Preços dos produtos da ceia de Natal variam até 89% em Lagoa da Prata COTIDIANO • Pág. 11 DIA MUNDIAL DE COMBATE A AIDS “Foi difícil, mas hoje eu posso falar que venci”, diz portadora do HIV O JORNAL QUE TODO MUNDO LÊ!
  2. 2. Sexta-Feira, 04/DEZ/2015 2 Leia também no site: www.jornalcidademg.com.brOPINIÃO Carta do Editor Juliano Rossi juliano@jornalcidademg.com.br N o ano em que com- pleta 25 anos de existência, o Top of Mind do jornal Folha da São PaulopremiaaCamponesa como a marca de leite mais lembrada pelos nordesti- nos. A pesquisa, realizada pelo Instituto Data Folha mobilizou328profissionais, que visitaram 244 municí- pios distribuídos por todas as regiões do país, e entre- vistaram os consumidores comapergunta:“Qualapri- meira marca que lhe vem à cabeça”? Na categoria Lei- te, a marca Camponesa foi a mais citada na região Nor- deste. “Pernambuco é nosso principal mercado no Nor- deste,commaisde56%de participação no segmento de leite em pó, seguido dos estados de Alagoas e Pa- raíba. A marca Campone- sa é a presença mais forte na mesa do café da manhã A Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG) di- vulgou nesta terça feira (1º) a tabela e o cronograma de pagamentos do Imposto sobre Propriedade de Veí- culos Automotores (IPVA) de 2016. A escala de pa- gamento começa no dia 13 de janeiro para os veículos com placas de finais 1 e 2. O contribuinte que decidir quitar o imposto à vista terá 3%dedesconto.Ovalorda TaxadeLicenciamento,com vencimento em 31 de mar- ço de 2016, é de R$ 85,81. Os agentes arrecadadores já estão aptos a receber os dois tributos. De acordo com a Admi- nistração Fazendária de La- goa da Prata, o município possui uma frota de 29.039 veículos, sendo 14.150 au- tomóveis/utilitários, 10.480 motocicletas/similares, dos nordestinos hoje, prin- cipalmente, a manteiga e o leite em pó, que fazem par- te da alimentação da famí- lia na região desde o fim da década de 40. É uma mar- ca que realmente não sai da cabeça das pessoas”, conta o presidente da Em- baré, Hamilton Antunes. A empresa investe forte em ações de comunicação na região, incluindo publicida- de em rádio, outdoor e bus- door. AEmbarééasextamaior 2.861 caminhonetes/pica- pes,1.342caminhões/cava- losmecânicos,199ônibus/ micro-ônibus e 7 motor ca- sa. A previsão de arrecada- ção de IPVA em Lagoa da Prata em 2016 é de aproxi- madamente 12 milhões de reais,sendoqueentramnos cofres municipais 40% do montante. O pagamento do IPVA e daTaxadeLicenciamentojá pode ser feito desde o dia 1 de dezembro, diretamen- te nos terminais de autoa- tendimento ou nos guichês de caixa dos agentes arre- cadadores autorizados. Pa- ra isso, basta informar o nú- mero do RENAVAM do ve- ículo. Para quem opte pelo pagamento com a emissão da guia de arrecadação do IPVA, esta poderá ser feita pelositedaSEF,nasreparti- ções fazendárias do Estado eUnidadesdeAtendimento empresa de lácteos do pa- ís tem fábrica em Lagoa da Prata, na região Centro- -Oeste de Minas Gerais, com 37,5 mil metros qua- drados de área construída e capacidade de processa- mento de 2,4 milhão de li- tros de leite por dia. Na área de confeitaria, a capacida- de produtiva é de 2 mil to- neladas/mês, e no setor de lácteos de 20,5 mil tonela- das/mês. As informações são da Assessoria de Imprensa. Integrado (UAI). “É de extre- maimportânciaopagamen- to do IPVA e taxa de Licen- ciamento, pois assim o con- tribuinte terá o seu CRLV emitido pelo DETRAN, evi- tará multas de trânsito, bem como a apreensão do ve- ículo, e estará exercendo o seu direito de cidadania, pois os tributos retornam à sociedade através da apli- cação na prestação de ser- viços públicos, com a saú- de, habitação, saneamento, transportes, segurança, en- tre outras”, ressalta o chefe da Administração Fazendá- ria local, Milton Antônio de Miranda. Outras informações podem ser consultadas nos sites do Jornal Cida- de (www.jornalcidademg. com.br) ou da Secretaria da Fazenda de MG (www. fazenda.mg.gov.br). Camponesa é a marca de leite mais lembrada pelos nordestinos Lagoa da Prata poderá arrecadar quase 5 milhões de reais com o IPVA 2016DIVULGAÇÃO
  3. 3. Sexta-Feira, 04/DEZ/2015 4 Leia também no site: www.jornalcidademg.com.brPOLÍTICA 300 cidades de MG estão sem dinheiro para pagar o 13º dos servidores DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br  O Município de Japaraí- ba terá 180 dias para regulari- zar a situação dos servidores que foram contratados irregu- larmente pela Administração Municipal. O prazo foi deter- minado pelo Juiz Dr. Islon Ce- zar Damasceno, em uma audi- ênciaconciliatóriarealizadana sexta-feira (27/11), com a par- ticipação do Promotor Dr. Luis Augusto de Rezende Pena e do Prefeito de Japaraíba Ro- berto Emilio Lopes. O proces- so judicial originado da ação civilpúblicamovidapeloMinis- tério Público de Minas Gerais (MPMG) ficará suspenso du- rante este período. O MPMG denunciou o Município de Ja- paraíba e o Prefeito Roberto Emílio Lopes por terem reali- zado a contratação de vários servidores sem concurso pú- blico. Em entrevista à rádio Ve- redas FM, o Prefeito Roberto Emílio admitiu que “existem al- gumas coisas a serem sana- das” e explicou a necessida- de das contratações. “Esten- demos o período de atendi- mento da policlínica e isso ge- rou mais contratos. Aumenta- mos o número de atendimen- to no Capoeirão. Se a mulher (servidora) entrou em licença maternidadeentendíamosque poderíamos fazer um contrato seguindo a lista do concurso DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg. com.br O Os cortes em gastos di- ários e mensais, cancelamen- to de obras e demissões de pessoas em cargos comissio- nados não foram suficientes para garantir que alguns mu- nicípios de Minas Gerais che- gassem ao final do ano, mar- cado pela crise, com condi- ções de pagar o 13º dos ser- vidores em dia. Em Lagoa da Prata a situação está diferen- te de algumas cidades minei- ras, pois a prefeitura paga a primeira parcela do 13º salá- rio no mês do aniversário do servidor e a segunda parce- la em dezembro. Para os ani- versariantes do último mês do ano, o valor é pago de forma integral. Segundo a Secretá- ria de Fazenda, Nívia Melo, a cidade não enfrenta proble- mas por causa das medidas administrativas adotadas em 2013. “A gente fez agora no final de novembro o decreto de encerramento orçamentá- rio, já prevendo o gasto com o pagamento da segunda par- cela do 13º salário. Temos um planejamento efetivo de com- pras, buscamos investimento com o Governo Federal, tra- balhamos também com reser- va de recurso desde 2013. Fomos muito criticados pela Câmara de Vereadores por is- so, mas temos que ter uma re- serva para os momentos de crise. Essa reserva é que tem nos ajudado e não temos ne- nhum fornecedor com o paga- mento atrasado”, disse. Segundo um levantamen- to feito pela Associação Mi- neira de Municípios (AMM), 35% das 853 cidades do Es- tado não tem orçamento para arcar com o benefício aos ser- vidores. De acordo com Melo, a queda de repasse por par- te do Governo Federal e Go- verno Estadual forçou o muni- cípio a fazer adequações. “A nossa arrecadação está em queda desde 2013. A partir daí tivemos cortes de recur- sos do Governo Estadual e também do Governo Federal. Em relação a 2014 (nos pri- meiros quatro meses do ano) houve em 2015 um reajuste 3,4%, que está muito abaixo da inflação. Por causa disso fi- zemos ajustes fiscais. Implan- tamos a nota fiscal eletrônica para serviços, redução de ho- ras extras e uma série de me- didas por causa da queda de arrecadação que a gente te- ve”, afirmou. NA REGIÃO De acordo com Júlio César Oliveira, diretor do setor de Recursos Humanos de Moe- ma, o pagamento do 13º sa- lário dos servidores deverá ser pago antes da data pre- vista. “Temos até o dia 20 de dezembro para pagar, mas até agora o programado é que os pagamentos do 13º sejam fei- tos no dia 15 de dezembro”, afirmou. Segundo a assessora de comunicação da Prefeitura Municipal de Japaraíba, Jordâ- nia Pereira, o 13º salário dos servidores será pago integral entre os dias 11 a 15 de de- zembro. A prefeitura de Santo An- tônio do Monte já acertou o pagamento da primeira parce- la do 13º salário dos servido- res que fazem aniversário nos 11 primeiros meses do ano. A data para pagar a segunda e última parcela ainda não foi definida, mas deverá ocorrer até o dia 24 de dezembro. Em Bom Despacho o 13º salário dos servidores será pago antes da data previs- ta. “Ainda não temos uma da- ta definida, mas com planeja- mento e boa gestão pagare- mos e ainda adiantaremos o 13º. O objetivo é valorizar os servidores e fomentar o co- mércio local”, disse a secre- tária municipal de Fazenda, Daniela Rocha. existente para substituir aque- la funcionária, mas de acordo com a lei isso não pode. O mu- nicípio hoje não tem capacida- de para aumentar o quadro de funcionários. Assim, entende- mos que o que poderia ser fei- to era a contratação temporá- ria para substituição. Assim que a licença da pessoa ven- cesse ela voltaria para o cargo e aquele contrato encerraria”, disse o prefeito. O Prefeito Roberto Emílio disse que vai avaliar a possi- bilidade de realização de no- vo concurso público para su- prir as vagas. “Um dos proble- mas foi por causa de uma téc- nica de enfermagem. No últi- mo concurso tinham 5 vagas disponíveis e apenas 2 candi- datas passaram. Tivemos que contratar. Concurso é muito caro e não temos como fazer paracontratarnumcurtoespa- çodetempo,semcontarqueé umdesperdíciodedinheiropú- blico. Gostaria de parabenizar o Ministério Público. Acho que se tivesse um trabalho dessa forma nas esferas estadual e federal nosso país não esta- ria dessa forma. Se não tives- se a denúncia talvez continua- ríamos a fazer errado. Vou ba- talhar para sanar essas irregu- laridades”, finalizou o prefeito. CONTRATAÇÕES IRREGULARES Justiça concede prazo de 180 dias para Município de Japaraíba regularizar contratações EXPLICAÇÕES Prefeito reconhece erro e explica De acordo com Secretaria de Fazenda, Lagoa da Prata irá pagar o 13º em dia e não tem nenhum fornecedor com pagamento em atraso PrefeitoRobertoEmiliosecomprometeuaresolverasirregularidades ARQUIVO
  4. 4. Sexta-Feira, 04/DEZ/2015 5Acesse no Facebook fb.com/jornalcidademgPOLÍTICA Cobrança por consumo real poderá aumentar o custo da água AUMENTO Mudança na cobrança proposta pela vereadora Cida Marcelino irá aumentar o valor do metro cúbico de água de R$ 1,50 para R$ 2,09 para as famílias que gastam até 15.000 litros de água por mês, de acordo com estudo feito pelo SAAE DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br AvereadoraCidaMarcelino(PRB) apresentou um projeto de lei de inicia- tiva popular que tem o objetivo de ins- tituir a cobrança real do consumo de água nas faturas do Serviço Autôno- mo de Água e Esgoto (SAAE). Ela es- tánasruascoletandoassinaturaspara queoprojetoentrenapautadaCâma- ra e seja discutido pelos legisladores. Para isso é preciso a adesão de apro- ximadamente 1.700 eleitores. “Chega de pagarmos pela água que não con- sumimos. Por isso solicitamos o apoio doscidadãosedosvereadores.Estou na Praça da Matriz, estou na porta do ABC,naportadoBH...Apartirdas17h vou de casa em casa pegar a assina- turadaquelesquequiserem”,disseCi- da em entrevista à rádio Veredas FM. Depois que o SAAE iniciou a co- brança da tarifa de tratamento de es- goto–quecorrespondea90%dova- lorcobradopelatarifadeágua–asso- licitações pedindo a cobrança sobre o consumo real da água tem ganhado forçaentreapopulação.Oqueaspes- soas não sabem – e a vereadora tam- bém não informou – é que a proposta decobrançasobreoconsumorealpo- deriaaumentar,aindamais,opreçoque oscontribuintespagamnasfaturasde água,conformeapontaosestudosfei- tos por uma empresa contratada pelo SAAE. ENTENDA Atualmente, o SAAE cobra a tari- fa de água domiciliar, com valor míni- mo de R$ 22,47, para o consumo de até 15.000 litros ao mês. Em valores redondos, a autarquia cobra R$ 1,50 para cada mil litros (ou metro cúbico) de água gasta pelo cliente que consu- miraté15.000litrosaomês.Somando a tarifa de esgoto e demais serviços, a fatura mínima fica em torno de R$ 42. De acordo com o diretor-adjunto do SAAE, o engenheiro Astácio Cor- rêaNeto,noprimeirosemestreaautar- quiacontratouumaempresaparafazer umlevantamentosobreaviabilidadeda cobrançaporconsumoreal.Paraaten- der ao projeto conforme propõe a ve- readora Cida, o metro cúbico de água das famílias que gastam até 15.000 li- tros de água ao mês passaria dos atu- aisR$1,50paraR$2,09,gerandoum aumento de 39% para o consumidor. “Quemgastaos15metroscúbicosho- jeepagaumacontadeR$42deágua e esgoto, passará a pagar R$ 65 pelo consumoreal.Cercade90%dapopu- laçãopagaráaté39%maiscaro”,expli- cou Neto. AvereadoraCidanãoconcordoue sugeriuàautarquiaquediminuaosgas- tos operacionais. “Quanto ao estudo, seráquefoiinformadoparaaempresa contratada pelo SAAE que o mesmo possui12cargosdechefiaquepoderia serreduzidopara4?Secompararmos com a prefeitura, que possui 17 che- fias para administrar 95 milhões de re- ais,oSAAEpossui12chefesparaad- ministrar 8,5 milhões de reais. A redu- ção das chefias resultaria em diminui- ção de gastos e poderia ser revertida emfavordosconsumidores.Diminuin- do a despesa do SAAE sobraria mais dinheiro para investimento sem preci- sar cobrar mais da população”, ques- tionou Cida. PROJETO É ILEGAL, AFIRMA ADVOGADO DO SAAE OassessorjurídicodoSAAE,Sérgio Resende, disse que o projeto é ilegal e, mesmo sendo de iniciativa popular, se for aprovado pelos vereadores se- ráderrubadopelaJustiça.“Nestecaso específico,quedizrespeitoaalteração emorçamento,ouseja,pode-seinterfe- rirnaarrecadaçãodoSAAE,apropos- ta é de exclusiva competência do Exe- cutivo.Esseprojetodelei,mesmoten- dorespaldopopular,seráinconstitucio- nal na origem, pois é um projeto de lei que não existe”, argumentou. O diretor do SAAE, Toninho Sam- paio,comparouoprojetodoconsumo real com o decreto legislativo aprova- dorecentementepelosvereadoresde Lagoa da Prata determinando à autar- quiaasuspensãodacobrançadosno- vos valores da tarifa de tratamento do esgoto. “Entramos com um mandado de segurança para derrubá-lo, pois é umdecretoinconstitucional.Issosóde- monstraaincompetênciadaCâmarae dos vereadores que não sabem o que estão legislando. Fico sentido com is- to, pois aqueles mais iluminados que estãoládeveriamentenderenãovotar nisso, mas eles embarcam por ser um projeto eleitoreiro. Ficam de bem com apopulaçãoedepoisfalam:Nósquerí- amos,masoprefeitonãoquis.Masnão éoprefeitoquenãoquer,éaleiquenão permite.Elessãolegisladoresedeviam entender de leis”, critica Sampaio. QUANTO CUSTA A TARIFA DE ÁGUA DOMICILIAR? Consumo de até 15.000 litros de água ao mês: R$ 1,4987 por metro cúbico Consumo de até 20.000 litros de água ao mês: R$ 1,9287 por metro cúbico Consumo de até 25.000 litros de água ao mês: R$ 2,0252 por metro cúbico Consumo de até 30.000 litros de água ao mês: R$ 2,1116 por metro cúbico Consumo de até 40.000 litros de água ao mês: R$ 2,3248 por metro cúbico Consumo de até 50.000 litros de água ao mês: R$ 2,4289 por metro cúbico (*) 1.000 litros corresponde a 1 metro cúbico de água. (**) Além da tarifa de água, o valor total da fatura do SAAE é composto pe- la cobrança da tarifa de esgoto (que corresponde a 90% do valor da tarifa de água) e tarifa de conservação do hidrômetro. Consumidores publicaram na internet contas do SAAE em protesto ao aumento do valor da taxa de esgoto INTERNET FOTOS: ARQUIVO PONTOS DE VISTA “Quero falar sobre o meu projeto de lei. Convidei o Fortunato para entrar comigo, pois ele é uma pessoa há muitos anos trabalha com essa bandeira do consumo real. Recebi diversas ligações e algumas pessoas foram na minha casa e disseram que era para eu entrar com um projeto de iniciativa popular sobre a implantação do consumo real. Então, eu quero pedir a colaboração de todos e a partir dessa semana eu estarei na rua colhendo assinaturas, mas para assinar a pessoa precisa estar portando o título de eleitor.” CIDA MARCELINO Vereadora, durante reunião da Câmara em 16 de novembro “O SAAE tem que ter uma sustentabilidade. Lagoa da Prata é uma das poucas cidades da região que não tiveram problema com crise hídrica devido o investimento e a sustentabilidade. Não adianta lançar um projeto demagogo dizendo que vai abaixar o custo, sendo que isso vai tornar a autarquia insustentável. O SAAE funciona muito bem, tanto é que vários representantes de Pará de Minas, Divinópolis, Francisco Sá, no norte de Minas vieram até aqui copiar nosso modelo.” ASTÁCIO CORRÊA NETO Diretor-adjunto do SAAE, em entrevista ao Jornal Cidade “Eu entendo que a vereadora está trabalhando de uma forma esperta. Se ela não sabe (e talvez ela não saiba pelo pouco conhecimento que tem de legislação), deveria saber que vereador não mexe em matéria que envolve recursos financeiros e orçamentos. Vereador tem que saber a hora de parar e saber até onde pode ir. Essa demagogia vai ser contra ela no futuro, pois se por acaso fosse acontecer do jeito que ela quer, ia onerar a população.” TONINHO SAMPAIO Diretor do SAAE, em entrevista ao Jornal Cidade
  5. 5. Sexta-Feira, 04/DEZ/2015 6 Leia também no site: www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br O Rotary Clube de Prince- sadoOestefoireativadonoúl- timo dia 27 de outubro e, des- deentão,iniciouosseustraba- lhos semanais. O clube tem o objetivo de servir ao próximo e carrega como lema “Seja um presente para o mundo!”, ten- do como interesse a humani- dade. A ideia teve início no dia 24 de outubro em uma reu- nião realizada pelos rotarianos DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg. com.br  O S.O.S montou um Ba- zar Beneficente permanente em prol da instituição para ar- recadar fundos e fazer melho- rias na Instituição. O bazar es- tá localizado na Rua Rio Gran- de do Sul, 684, Bairro San- ta Eugênia, pertinho do Su- permercado Gontijo e está aberto de segunda a sexta- -feira, de 8h às 12h, e de 13h às 17h, e aos sábados de 8 às 12 h. “Chegou a hora de vo- cê fazer uma doação para o S.O.S. Precisamos de doa- ções novas e seminovas para vender no bazar (talvez mer- cadorias de lojas de estações anteriores) eletrodomésticos, roupas que não usam mais que estejam em bom estado de conservação, utensílios de casa (panela, louças, talheres, tapetes, vasilhames, enfeites, quadros), artigos de cama, mesa e banho, colchas, bol- sas, roupas para recém-nas- cidos, carrinho de bebê, cer- do distrito 4560, onde Lagoa da Prata está inserida. Estive- ram presentes membros de ci- dades vizinhas, o governador 2015/2016 Paulo Ramos, da cidade de Divinópolis, o go- vernador 2012/2013 Aristi- des Garcia, da cidade de Ar- cos,ogovernador2011/2012 Walmor Zambroti, da cida- de Guaxupé, o governador 1997/1998 Juventino Souza da cidade Lavras, o governa- dor 1996/1997 Carlos Peça- nha, da cidade de Divinópo- cado para criança, cadeirinha, tênis, sapatilhas, sandálias, chinelos, colchões, fogões, bicicleta, brinquedos, tudo em bom estado, pois iremos vender no bazar beneficiante do S.O.S”, explicou Ana Pau- la, funcionária da instituição. As doações podem ser fei- lis e o representante da área 6 Wemerson Simão, da cida- de de Pains. “Todos os com- panheirospresentessentiram- -se motivados com a iniciativa de Lagoa da Prata em fundar um novo Rotary Clube. Temos a honra de comunicar que va- mos iniciar os projetos do clu- beparaacomunidadeeparao mundo”, destacou Deinner Sil- va, um dos membros do Prin- cesa do Oeste, que terá como presidenteoempresárioÂnge- lo de Oliveira. tas no próprio bazar ou pelos telefones: S.O.S.: 3261-1744  Otaviana: 3261-2554 ou 99153-8328 Tim Cecília: 99961-7636 Vivo Apoio: JORNAL CIDADE Lagoa da Prata tem um novo Rotary Clube S.O.S inaugura Bazar beneficente O nome escolhido para o novo clube do Rotary foi “Princesa do Oeste” O bazar funciona de segunda a sábado, na rua Rio Grande do Sul, 684 - Santa Eugênia DIVULGAÇÃO JÉSSICA RIBEIRO DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br  Se tem uma coisa que está no topo dos gastos dos consumidores nos tempos atuais são os itens de alimentação. Quem começou a pes- quisar os preços para a ceia de Na- tal já percebeu que eles estão al- tos. De acordo com levantamen- to feito pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Ge- túlio Vargas (FGV), o valor da ces- ta natalina acumula alta de 18,6% de dezembro do ano passado a no- vembro deste ano. Essa alta supe- ra a inflação média de 5,77%, acu- mulada no mesmo período. A jornalista Bernadete Seixas la- mentou a alta dos preços e ressal- tou que a alta dos preços irá impac- tar as comemorações de Natal. “Na verdade agora tudo deve ser redu- zido. O brasileiro é bem aproveita- dor da situação basta ter uma crise para maquiar os preços em promo- ção, sendo porque “estamos em cri- se” dá para fazer promoção e se não estivéssemos os preços estariam nas alturas. Mas o Natal acontece- rá, de forma reduzida, mas aconte- cerá”, acrescentou Seixas. A dona-de-casa Kely Garcia também comentou sobre a alta dos preços. “O Natal acontecerá com contenções de gastos. Não só o meu, mas de todas as famílias de classe baixa. A crise está atingindo a todos, infelizmente”, lamentou. O Jornal Cidade fez um levanta- mento dos preços praticados dos itens da cesta de Natal nos cinco maiores supermercados de Lagoa da Prata. Confira no quadro ao la- do: Preços dos produtos da ceia de Natal variam até 89% em LP PESQUISA Jornal Cidade pesquisou 15 itens nos cinco maiores supermercados do município De acordo com a Fundação Getúlio Vargas, o valor da cesta natalina acumula alta de 18,6% nos últimos 12 meses Bernadete Seixas e Kely Garcia RHAIANE CARVALHO
  6. 6. Sexta-Feira, 04/DEZ/2015 10 Leia também no site: www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO Anuncio Jornal Cidade 01_12 .indd 1 02/12/15 16:13 DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br Na madrugada do dia 28 de novembro com- pareceu ao quartel da Polícia Militar de Lagoa da Prata um homem de 46 anos, relatando que o seu caseiro, que fica em um sítio, recebeu uma ligação dizendo que havia sido assalta- do. Foram roubados uma televisão de 32 po- legadas e uma espingarda de chumbinho da marca CBC. A ocorrência foi registrada e en- caminhada para a Delegacia de Polícia Civil. Na manhã de 29 de novembro a Polícia Militar compareceu na Fazenda Fundão, onde um ho- mem, de 55 anos, relatou que estava dormin- do quando ouviu um barulho do lado de fora e percebeu que dois indivíduos, aparentemen- te menores, estavam empurrando uma motoci- cleta Yamaha DT de cor preta com placa GSR 9382 de Lagoa da Prata. Com medo, o homem correu para um matagal nos fundos da residên- cia e esperou o dia clarear. Foi levada a moto e 250 reais em dinheiro, que estavam na casa. Durante patrulhamento realizado na madru- gada do dia 29 de novembro, a Polícia Mili- tar encontrou um homem (52 anos) desmaia- do dentro de um veículo e com um corte pro- fundo na cabeça. Foi acionado um resgate e a vítima foi levada para o Pronto Atendimento Médico (PAM). Posteriormente, a vítima infor- mou que foi subtraída a quantia de R$ 400,00 em dinheiro, 01 celular e as chaves do veícu- lo contendo as chaves de sua residência e da sua mercearia, que também foi alvo de furto. Ao observarem as filmagens do local, os mi- litares perceberam tratar-se de um indivíduo conhecido como J. P. A vítima foi transferida para a cidade de Divinópolis após tomogra- fia computadorizada onde se contou amassa- mento de crânio. Na noite dia 1 de dezembro a Polícia Militar compareceu à rua Rio Grande do Norte, no bairro Santa Eugênia, onde a vítima J.O. (21 anos), relatou que estava sendo ameaçada de morte pelo suspeito L. R. S. B. (25 anos), por não aceitar o fim do relacionamento. Enquan- to colhia os dados, os militares visualizaram o autor, que foi abordado e se comportou de for- ma agressiva, sendo necessário o uso de força progressiva. O suspeito foi preso, seu veículo apreendido e a ocorrência encerrada na Dele- gacia Regional de Bom Despacho. PRINCIPAIS OCORRÊNCIAS DA SEMANA Realizado o 1º Seminário de Segurança em estabelecimentos comerciais DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br Aconteceunodia30deno- vembro o I Seminário de Segu- rançaemestabelecimentosco- merciais. A reunião aconteceu no auditório do Sicoob Lagoa- cred e contou com a presença de oitenta pessoas. O encon- tro teve como objetivo dar di- cas, fornecer ideias e suges- tões para que os comerciantes tenhammaissegurançaemsu- as empresas. Deacordocomopresiden- te do Consep, Francisco Ca- bral,oeventoproporcionouaos comerciantesummomentopa- ra tirarem dúvidas sobre a se- gurança.“Váriasideiassurgiram após um debate. Em conjunto com a comunidade, o Consep pretende criar campanhas de conscientização, bem como parcerias com as polícias Mili- tar e Civil e Guarda Municipal, trazendo as mesmas para pró- ximo do cidadão lagopratense. Pretendemos trazer cursos de segurança em cada comércio separadamente,bemcomoim- plementar a rede de comércio protegidos.Váriosoutrosproje- tosestãosendoanalisados,po- rém, para o sucesso de todos, dependemos do apoio da so- ciedadeeprecisamosquemais pessoas façam parte do Con- sep. Juntos, seremos mais for- tes!”, destacou o presidente. O seminário, que foi minis- trado pelo Sargento Washing- tonFelipe,da107ªCompanhia daPolíciaMilitar,éumaparceria doCONSEPcomaACE/CDL, PM, Polícia Civil e Guarda Mu- nicipal.“Todososórgãosdese- gurançapúblicadenossacida- deestiverampresentesecontri- buíram com a realização do se- minário”, enfatizou. O seminário teve como objetivo a discussão de estratégias de segurança para o comércio. FOTOS: SILMA RODRIGUES Notas Policiais
  7. 7. Sexta-Feira, 04/DEZ/2015 11Acesse no Facebook fb.com/jornalcidademgCOTIDIANO Casos de Aids avançam em MG “Foi difícil, mas hoje eu posso falar que venci”, diz portadora do HIV DADOS Secretaria de Estado de Saúde não informou os números de Lagoa da Prata DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br ODiaMundialdeLutaContraaAI- DS é celebrado no dia 1º de dezem- bro por uma decisão da Assembleia da Organização Mundial de Saúde, realizada em outubro de 1987, com apoio das Organizações das Nações Unidas (ONU). No Brasil, a data pas- sou a ser adotada, a partir de 1988. Segundo estimativas do Ministé- riodaSaúde,onúmerodepessoasin- fectadaspeloHIVnoBrasilédeapro- ximadamente 530 mil pessoas. Des- tas, 25,4% não sabem que estão in- fectadas,ecercade30%dospacien- tesaindachegamaoserviçodesaúde tardiamente.SegundoaSecretariado Estado de Saúde, em Minas Gerais a incidência do vírus HIV na população de 20 a 34 anos tem crescido. O nú- mero de novos casos nessa faixa etá- ria aumentou de 36,6% passando de 1085,em2012,para1483,em2014. Até o dia 19 de novembro deste ano foramdetectados1.162novosporta- dores. De acordo com o médico Diogo Oliveira, os casos de AIDS em Lagoa da Prata não são notificados no mu- nicípio, e sim, no serviço de infecto- logia de Divinópolis, através da Fune- di (Fundação Ezequiel Dias). Em con- tato com o Serviço de Infectologia de Divinópolis a atendente disse que as informações sobre o índice da doen- çasópodemseradquiridasnaRegio- naldeSaúde. OJornalCidadeentrou emcontatocomaRegionaldeSaúde em Divinópolis, mas segundo a aten- denteessedadonãopodeserrevela- do por se tratar de uma doença infec- tocontagiosa. EM ENTREVISTA EXCLU- SIVA, O MÉDICO DIOGO OLIVEIRA FALOU SOBRE A AIDS: JORNAL CIDADE: Em quanto tempo a pessoa infectada apre- sentará os sintomas da AIDS? Diogo Oliveira: É uma doença in- fectocontagiosa que ataca o sistema imunológico da pessoa. Na verdade é a síndrome da imunodeficiência ad- quirida, popularmente conhecida co- mo HIV. É uma doença viral transmiti- Dados do Ministério da Saúde (2014) 734 milé a quantidade de estimativa de pessoas que vivem com AIDS no país 589 milé o número de pessoas que já receberam diagnóstico de Aids no país 338 milé o número de pacientes que estão com a carga viral indetectável (baixa) no país 404 milé a quantidade de pessoas que aderiram ao tratamento com antirretrovirais no país. “Descobri que era portado- ra do vírus há vinte anos. Os tratamentos ainda eram ex- perimentais e o preconceito era muito grande. Eu já qua- se morri por causa de tra- tamento. Tive uma anemia muito forte e as plaquetas baixaram demais. Descobri que estava com o vírus quan- do comecei a ter sintomas como emagrecimento, tontu- ra e falta de apetite. Os mé- dicos pediram os exames e descobrimos a doença. De- pois desse dia eu fiquei in- ternada por três anos lutan- do pela vida. Nesse período de internação várias doen- ças oportunistas me atingi- ram. O preconceito está den- tro da gente. Eu não tenho preconceito e não me impor- to com quem tem preconceito comigo, eu não sou a úni- ca. Se as pessoas sabem foi porque eu quis contar. Dire- tamente, as pessoas não me falam nada, mas fico saben- do que muitas pessoas falam. Tive que enfrentar muita coi- sa, meu pai... minha mãe. Às vezes eu chegava no lugar e as pessoas saíam. Muitas pessoas iam até a minha casa de curiosidade. Foi difícil, mas hoje eu posso falar que venci. Quando descobri que era portadora do vírus eu tinha duas filhas pequenas. Depois de passar por tudo isso, tive mais uma filha. Graças a Deus nasceu sem o vírus e não hou- ve contaminação vertical. Para mim, conviver com o vírus é normal, tirando os efeitos colaterais dos remédios. Hoje há muita informação disponível. Principalmente os jovens, te- nham cuidado ao sair com alguém, mesmo se você conhe- ce há algum tempo. Previnam-se, é o melhor remédio. Por- que o tratamento requer muito de você, a pessoa tem que querer viver. As pessoas que estão começando a luta, digo que precisam aceitar. Só depois de se aceitarem terão for- ça para enfrentar essa provação”. da sexualmente, de mãe para filho no parto e por compartilhamento de se- ringas. Pessoasquereceberamtrans- fusão de sangue até 1994 devem fa- zer o exame para saber se está tudo bem, pois naquela época ainda não se tinha um controle rigoroso por par- te de quem é doador. Sem levar em conta que a doença começa a apare- cermesmodepoisde5a10anosque a pessoa adquiriu o vírus. JORNAL CIDADE: Mesmo nes- se período em que o vírus não se manifestou é possível detectá-lo através do exame de sangue? DiogoOliveira:Sim,temosostes- tes por diversos métodos que dentre 30ou60diasque apessoateve con- tatocomalguémsuspeitojáconsegui- mos descobrir. JORNAL CIDADE: Uma pessoa com AIDS pode ter uma vida nor- mal? DiogoOliveira:Sim.Ospacientes que seguem o tratamento de manei- ra correta, que acompanham a doen- ça dentro do serviço de infectologia e têm um médico que dá suporte tem uma vida normal, com ressalvas. JORNAL CIDADE: Quais os cui- dados que o portador da doença deve ter? Diogo Oliveira: Primeiramente, deve tomar cuidado na parte sexual usando preservativo. Não pode mais ser doador de sangue. Ao fazer pro- cedimentoodontológicoecirurgiade- veavisaroresponsávelpelomanuseio dosinstrumentoscirúrgicos.Também não poderá fazer uso de bebida alco- ólica e fumo por causa dos medica- mentos. JORNAL CIDADE: A mãe porta- dora do vírus pode amamentar? Diogo Oliveira: Não, ela não de- ve amamentar, pois poderá passar o vírus. Neste caso, o governo dá o su- porte e oferece o leite em pó especial para a criança. JORNALCIDADE:Comofuncio- na o tratamento? Diogo Oliveira: O Brasil hoje é re- ferência mundial no tratamento da AI- DS. O SUS fornece os melhores me- dicamentos para os pacientes. Não tem como a pessoa comprar os me- dicamentos, pois é oferecido somen- tepeloMinistériodaSaúdeapartirde umanotificaçãoecomprovaçãoquea pessoa é portadora do vírus. Individu- alizamososcasos,poispodeseruma gestante, as idades também se dife- rem,oestágiodadoença,entreoutros fatores para chegarmos a um trata- mentofeitoatravésdemedicamentos. JORNAL CIDADE: Existe uma população de risco de contágio? Diogo Oliveira: Sim. As pessoas quetrabalhamemáreasdesaúdeco- moenfermeiros,técnicosemenferma- gem,farmacêutico,médicos etc,teo- ricamente tem o risco aumentado pe- lofatodemanusearseringas,bisturie materiais de procedimento cirúrgico. Onúmerodetransmissãoentrejovens também é maior. JORNAL CIDADE: Como deve procederapessoaquetiveralgu- madúvidasobreocontágioede- sejar fazer o exame? DiogoOliveira:Paraquemtiveral- guma sobre o contágio de HIV ou he- patite B ou C é só procurar um aten- dimentomédiconasunidadesdesaú- de,prontosocorro,hospitalounaspo- liclínica, pois são oferecidos gratuita- mente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Em Lagoa da Prata não exis- te a dificuldade para se fazer o exa- me e é totalmente sigiloso. O HIV e a hepatite C são doenças silenciosas e têm tratamento. Até 2018 chegará aoBrasilosmedicamentosexcepcio- nais, que serão liberados pelo Minis- tério da Saúde. Hoje, as pessoas se preocupam em não engravidar, mas esquecem das doenças que se não forem cuidadas podem levar à morte.Médico Diogo Oliveira Depoimento da vendedora Marta Adriana Pereira, portadora do HIV há 20 anos FOTOS: JÉSSICA RIBEIRO
  8. 8. Sexta-Feira, 04/DEZ/2015 13Acesse no Facebook fb.com/jornalcidademgEDUCAÇÃO/CULTURA DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br Foidivulgadanodia27denovem- bro a lista dos vencedores das Olim- píadas de Matemática. Bernardo Tei- xeira de Amorim Neto, que estuda no 9º ano da Escola Estadual Nossa Se- nhoradeGuadalupe,conquistouopri- meiro lugar pela quarta vez consecu- tiva. Neto divide a colocação geral no nível 2, para os 8º e 9º anos, com o também ganhador consecutivo Bru- no Barros de Sousa, da Escola Paro- quial São Miguel, de Xambioá (TO). Bernardo é filho de Magali Amo- rim e Bernardo Amorim Filho. Para o estudante,conquistaroprimeirolugar foi uma recompensa pelas horas em que dedicou aos estudos. “A Olimpí- adadeMatemáticadasEscolasPúbli- cas (Obemep) tem um material muito bom para estudo no site, e este mate- rial está disponível a todos. As pesso- as que conseguem medalha ganham um curso de um ano. O Programa de IniciaçãoCientífica,nomeucaso,are- gionaléemDivinópolis.Paraaspesso- as que desejam fazer uma boa prova, recomendoestudo.Acessemositeda Obemep,resolvamasprovasanterio- res, os bancos de questões, e na ho- ra das provas é preciso manter a cal- ma. Para o ensino superior pretendo estudar na área de exatas, não sei ao certo se a matemática pura. Um dos projetosdaObemepéoProgramade Iniciação Científica – Mestrado, que permitequevocêfaçaumagraduação emumaáreadeexatasenquantofazo mestrado em matemática”, afirmou. Foram6.501medalhistas,distribu- ídosentre500deouro,1.500depra- tae4.501debronze,alémde42.283 premiados com menção honrosa. To- DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br  O Colégio Águia de Prata realizou no dia 26 de novem- bro o Sarau da Lua Cheia. O evento surgiu de uma ideia de mudar a tradicional feira literá- ria. De acordo com a diretora de marketing e idealizadora do projeto,AnaPaulaMadeira,es- te foi um dos encontros que o colégio pretende fazer. “A vi- da é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, nós, do Colégio Águia de Pra- ta, cantamos, dançamos, reci- tamos,choramos,sorrimosevi- vemosintensamente,sendoes- sa nossa meta, estamos sem- precriandoeventosinteressan- tes e diferentes para receber- mos aplausos de nossos pais, mestres amigos e comunida- de”, afirmou. O nome do sarau se deu por causa da lua do dia. “O ce- nário não poderia ser outro a nossa linda lagoa de cor prata. E como sabemos que a leitu- raéachaveparaafelicidade,é através dela que aprendemos ler, ouvir, falar e escrever, pois abre horizontes e aproxima o mundo e as pessoas”, frisou. No local, foram homenage- ados os acadêmicos da Aca- demia Lagopratense de Letras (Acadelp),realizadaumaexpo- sição de livros dos escritores dacidadeeumaapresentação doCoraldaEmbaré.“Epara in- centivar a leitura e levar ao co- nhecimento dos alunos os es- critoresdeLagoadaPrata,de- cidimoshomenagearosacadê- micos da Acadelp. A progra- mação também contou com a mostra de livros dos escritores de Lagoa e apresentação do Coral da Embaré. Os alunos, professorasesupervisorado1º ao 5º ano pesquisaram, entre- vistaram e estudaram os aca- dêmicos, que sob a lua cheia expuseram os livros fazendo uma linda noite de autógrafos”, destacou. Os acadêmicos Maria do Rosário,AdircileneBatista,Sô- nia Rezende, Genésio Santos, Neneve Castro, Marina Alves, Rosana Silva, Gilmar da Silva, Ciro dos Santos, Sebastião Borges entre outros, autogra- faram as sua obras para o pú- blico presente. dos os medalhistas são convidados a participar do Programa de Iniciação Científica de 2016. Para o diretor da Escola Estadu- al Nossa Senhora de Guadalupe, Ita- marRabelo,essaconquistaéfrutoda dedicaçãodoalunoedotrabalhodos professores de matemática ao longo dos anos. “O Bernardo é um menino muitointeligente,esforçadoeestudio- so. Ele vem conquistando essas me- dalhas há vários anos, mas também tem o mérito do corpo docente desta escolaquetrabalhaosconteúdoscom ele. Sei que o Bernardo estuda muito emcasa,maseletambémsanaasdú- vidasdelecomosprofessoresdema- temáticadaescola,issotambéméim- portante. Paraacomunidadeficaore- sultado de saber que o ensino da es- cola tem qualidade”, afirmou. A edição 2015 da Obmep bateu recorde de escolas e municípios ins- critos, com 47.582 escolas de 5.538 cidades,oquecorrespondea99.48% dos municípios do país. O número de estudantes chegou a 17.970.745. O estado de São Paulo teve o maior nú- mero de inscritos, com 3.373.019 de participantes. As provas da primeira fase foram aplicadas no dia 2 de junho e a se- gunda fase, que reuniu os estudan- tes com melhor pontuação na primei- ra, foi no dia 12 de setembro. Quase 900milalunosparticiparamdessaeta- pa,queteveseisquestõesdiscursivas nas quais foi necessário expressar os cálculos e o raciocínio desenvolvido. A COMPETIÇÃO AOlimpíadaédivididaemtrêsníveis. Oprimeiroécompostoporestudantes do 6º e 7º anos do ensino fundamen- tal. No segundo, fazem as avaliações alunos do 8º e 9º anos do ensino fun- damental.Jáo3ºnívelécompostopor estudantes do ensino médio. Criada em 2005, a Obmep busca estimularepromoveroestudodaMa- temática entre os alunos das escolas públicas,alémdecontribuirparaame- lhoriadaqualidadedaeducaçãobási- ca.AprimeiraediçãodaOlimpíadaen- volveu 10,5 milhões de alunos de 31 milescolas(localizadasem93,5%dos municípios brasileiros). A competição é promovida pelos ministériosdaEducaçãoedaCiência eTecnologiaeérealizadapeloInstitu- to Nacional de Matemática Aplicada (Impa)epelaSociedadeBrasileirade Matemática (SBM). Bernardo Teixeira vence as Olimpíadas de Matemática pela 4ª vez ESTUDIOSO O garoto é aluno da Escola Estadual Nossa Senhora de Guadalupe e tem 14 anos. Ele venceu a competição pela 4ª vez consecutiva Bernardo Teixeira, vencedor das Olimpíadas de Matemática Diretora pedagógica Marta Vidal e alunos antes do início das apresentações Bernardo com a professora Dejaine Lopes e com o coordenador das Olimpíadas, Fábio Bento Itamar Rabelo, diretor da Escola Estadual Nossa Senhora de Guadalupe FOTOS: JÉSSICA RIBEIRO FOTO: ANA PAULA MADEIRA/ÁGUIA DE PRATA Colégio Águia de Prata realiza o Sarau da Lua Cheia
  9. 9. Sexta-Feira, 04/DEZ/2015 14 Leia também no site: www.jornalcidademg.com.brESPORTE DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br  Os karatecas Érica Cris- tina e Iago Junio participaram doCampeonatoBrasileironos dias 13, 14 e 15 de novembro emIandaiatuba/SP.Aatletasa- grou-se campeã na categoria defaixasamarelas,ouroemka- ta,prataemkumiteebronzeem kumite de equipe. Por meio da soma de pontos no ranking da FederaçãoMineiradeKaratêin- terestilos, Érica e seu namora- do Iago Junio, que se classifi- counoCampeonatoBrasileiro comooterceiromelhordoBra- silnacategoriaShiaiKumite,re- ceberãonodia6dedezembro, em Eloi Mendes/MG, o certifi- cado de melhores do ano em MinasGerais.“Somososúni- cos de Lagoa da Prata a ser campeõesmineiroseaparti- cipardestasolenidade”,des- tacou Iago. Érica tem 15 anos e é filha de José Aparecido Calazans e Alessandra Maria Borges. “Uma foto que vai ficar mar- cada para a vida toda. Só te- nho a agradecer a todos que me apoiaram e ajudaram a continuar lutando. Mesmo com perdas a gente tem que continuarlutandopraconse- guiromelhorresultado.Nun- capenseiquesubirnopódio seria tão inesquecível, e ain- da mais subir em 1° lugar, sendo a melhor karateca do Brasilnaminhacategoria.Só tenho a agradecer a Deus e as pessoas que me coloca- ram no caminho do karatê”, destacou. O atleta Iago Junio não po- deriatercompetidodevidouma lesão, mas, mesmo assim, en- frentou as dores para disputar a prova. “Na minha categoria havia 38 pessoas. Entrei con- fiante, mas sabia que não teria muita chance, porém, confiei e deutudocerto.Éumsentimen- to inexplicável!”, afirmou. Iago é patrocinado pelo Centro Educacional Tutores. KARATÊ - Érica Cristina e Iago Junio são os melhores do ano em MG Os atletas são namorados e treinam juntos com o professor Wagner Heleno ARQUIVO PESSOAL
  10. 10. Sexta-Feira, 04/DEZ/2015 15Acesse no Facebook fb.com/jornalcidademgSOCIAL JONAS BBB, O PAPAI MAIS BABÃO DO MOMENTO! João Lucas é filho de Jonas com Natália Viei- ra. A produção foi confeccionada aqui em LP. LETÍCIA, O FURACÃO Aminha amiga Letícia divou! Ela está com tu- do.Marquevocêtambémoseuensaiofoto- gráficocomopreçopromocionalatédezembroe ganhe fotos reveladas. Contato: 9 9125-0920. BOMBADÃO MATHEUS NERY Presença vip na loja Nutri Sport,ofisioculturista ago- ra é oficialmente o represen- tante da marca. A Aliniker não perdeutempoejágarantiuuma foto com o CAMPEÃO MUN- DIAL. Foto: Michele Pacheco VOVÔ CORUJA Essevovôécorujamesmo!Libérioeaesposaestavamfelicíssi- moscomoniverdosnetosPedroeBernardo.Tambémnãoé paramenos,essesgatinhosarrasamnosquesitosbelezaefofura. CASAL LOVE Vaidarcasamento!ODanielBorgesestánum love só com a sua namorada Larissa. Com declaração de amor e tudo encontrou a sua al- ma gêmea. ALINE, GRAVIDINHA! Minha amiga Aline está com barrigaredondinhaàespera dosegundobaby.Bomparto,boa hora e que Jesus abençoe mais esteanjinhonasuavida. CONVITE ESPECIAL Gente,a apresentaçãodaPassoStudiodedan- çaaconteceránodia5dedezembronoPolies- portivo Leopoldo Bessone às 20h. Jéssica e Luiz Garciacomtodasuaequipeseapresentarãocom otema“Umaviagempelomundo”,nãopercam! UM DOCE DE GÊMEOS Maria Eduarda e João Vítor completaram se- te anos. São filhos de Dalila Lima e Dener Silva. Foto: Daiane Santiago Rapidinhas Caderno Especial - Gente, estou preparando um caderno especial para Natal e vou precisar da contribuição de todos. Me mandem fotos boas das reuniões de família no natal. Me conte como é a noite de Natal em sua casa! Niver - O Emersom Lacerda soprou velinhas dia 2 de dezembro, mas ninguém conhece esse nome, mas se comentar “Merson” todos sabem que é. Felicidades, gato! Brasil em Brisa - A nova loja está sob a direção da Thayla e com um nome super original. A loja já está aberta ao público com muitas novidades e um estilo maravilhoso. Amei e recomendo! Meninas da POP - Pediu está pedido, não pode ficar arrependido! O ciúme tomou conta das meninas da loja da Avenida Brasil, pois fiz uma rapidinha comentando da turma da loja do centro. Então, as meninas da loja POP também fazem oração todos os dias antes de abrir a loja. Pronto, acabou o ciúmes? Revelação de fotos - Atendendo aos pedidos, estou fazendo uma promoção de revelação de fotos. Quer ter as suas fotos reveladas e montar um lindo álbum? Me pergunte como pelo telefone: (37) 9 9125-0920 (tim e zap). Michele Pacheco •michele@jornalcidademg.com.br •Whatsapp: 37 9 9125-0920 •Facebook: Michele Pacheco II •Instagram: colunista_michelepacheco
  11. 11. Sexta-Feira, 04/DEZ/2015 16 Leia também no site: www.jornalcidademg.com.brCOOPERATIVISMO PUBLIEDITORIAL Você sabia que a maioria dos beneficiá- rios do INSS recebe apenas um salário mí- nimo por mês e que apenas uma pequena parcela recebe o benefício máximo? Quemfazumaprevidênciacomplemen- tar hoje tem renda garantida no futuro para continuar aproveitando a vida. O Sicoob Previ é uma entidade sem fins lucrativos com inúmeras vantagens frente aos planos oferecidos pelo merca- do e que possui as melhores condições comerciais para você. Trata-se de um Pla- node PrevidênciaComplementarfechado, exclusivo, diferenciado e completo, desen- volvido para associados do Sicoob. Sua fi- nalidade é oferecer um plano de previdên- cia privada para proteger os associados dos três riscos sociais, sendo eles: Sobrevivência (aposentadoria complementar) Invalidez (renda por invalidez) Morte (pensão para os beneficiários) Com o Sicoob Previ você tem a oportu- nidade de planejar a sua aposentadoria e de sua família, além de programar a facul- dade dos seus filhos, trazendo segurança futura! Porque planejar continua sendo o me- lhor negócio! •LAGOA DA PRATA (Matriz) Avenida Benedito Valadares, 590 - Centro - Lagoa da Prata/MG - CEP: 35590-000 | Telefax: (37) 3262-5600 • crediprata@sicoobcrediprata.com.br •JAPARAÍBA Avenida Francisco Tavares de Morais, 193 - Centro - Japaraíba/MG - CEP: 35580-000 | Telefax: (37) 3354-1105 • japaraiba@sicoobcrediprata.com.br •MOEMA Rua Tupinambás, 325 - Centro - Moema/MG - CEP: 35604-000 | Telefax: (37) 3525-1577 • moema@sicoobcrediprata.com.br •ESTEIOS Praça João Batista do Couto, 460 - Centro | Esteios/MG - CEP: 35596-000 | Telefax: (37) 3425-1213 • esteios@sicoobcrediprata.com.br Planeje sua aposentadoria com o Sicoob Crediprata: Faça o seu SICOOB PREVI! Venha ao Sicoob Crediprata e faça a sua previdência! Sabrina Morais Gerente de Relacionamento

×