N 1521- identificação de equipamentos industriais

1.498 visualizações

Publicada em

Apostila

Publicada em: Engenharia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.498
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

N 1521- identificação de equipamentos industriais

  1. 1. N-1521 REV. F AGO / 2005 PROPRIEDADE DA PETROBRAS 2 páginas IDENTIFICAÇÃO DE EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS CONTEC SC-12 Normas Gerais de Projeto 1a Emenda Esta é a 1a Emenda da Norma PETROBRAS N-1521 REV. F e se destina a modificar o seu texto nas partes indicadas a seguir: ANEXO A - TABELA A-3 Alteração da Tabela Nota: A página transcrita a seguir substitui e cancela a página correspondente dentro desta Norma. ______________
  2. 2. N-1521 REV. F JUL / 2005 18 (CONTINUAÇÃO) TABELA A-3 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS EQUIPAMENTOS Equipamento Símbolo Situação Mangote MA “Manifold” de Fim de Linha PLM I Máquinas em Geral MG Martelete Hidráulico (rompedor de matacão) MH Mesa Rotativa MR Moinho MO Monobóia MN Motor de Combustão Interna MC Motor Elétrico M Movimentador de Material (transportador de esteira, de caçamba helicoidal, de parafuso) MM Ver Nota do item 3.2 BA Ver Nota do item 3.2 BD Ver Nota do item 3.2 BF Ver Nota do item 3.2 BG Ver Nota do item 3.2 BO Ver Nota do item 3.2 BS Ver Nota do item 3.2 CA Ver Nota do item 3.2 CC Ver Nota do item 3.2 EI Ver Nota do item 3.2 LE Ver Nota do item 3.2 ME Ver Nota do item 3.2 MS Painel de Corrente Contínua PCC Painel de Iluminação PL Painel de Iluminação de Emergência PLE Painel Elétrico em Geral (CCM, CDC, quadro) PN Pára-Raio PR Peneira, Esteira Filtrante PE Permutador/Trocador de Calor (aquecedor, refervedor, condensador, resfriador a ar, resfriador de ar) P M Ponte Rolante, Talha TN Porta Estanque a Água com Acionamento Hidráulico PEH Porta Estanque a Água com Acionamento Manual PEM Precipitador PP Propulsor Azimutal PA Purgador de Vapor PG Queimador (maçarico) QU E Queimador (maçarico) Q I Reator, Regenerador R Reator Limitador de Corrente RLC (CONTINUA)
  3. 3. N-1521 REV. F JAN / 2005 PROPRIEDADE DA PETROBRAS 20 páginas e Índice de Revisões IDENTIFICAÇÃO DE EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS Procedimento Esta Norma substitui e cancela a sua revisão anterior. Cabe à CONTEC - Subcomissão Autora, a orientação quanto à interpretação do texto desta Norma. O Órgão da PETROBRAS usuário desta Norma é o responsável pela adoção e aplicação dos seus itens. CONTEC Comissão de Normas Técnicas Requisito Técnico: Prescrição estabelecida como a mais adequada e que deve ser utilizada estritamente em conformidade com esta Norma. Uma eventual resolução de não segui-la ("não-conformidade" com esta Norma) deve ter fundamentos técnico-gerenciais e deve ser aprovada e registrada pelo Órgão da PETROBRAS usuário desta Norma. É caracterizada pelos verbos: “dever”, “ser”, “exigir”, “determinar” e outros verbos de caráter impositivo. Prática Recomendada: Prescrição que pode ser utilizada nas condições previstas por esta Norma, mas que admite (e adverte sobre) a possibilidade de alternativa (não escrita nesta Norma) mais adequada à aplicação específica. A alternativa adotada deve ser aprovada e registrada pelo Órgão da PETROBRAS usuário desta Norma. É caracterizada pelos verbos: “recomendar”, “poder”, “sugerir” e “aconselhar” (verbos de caráter não-impositivo). É indicada pela expressão: [Prática Recomendada]. SC - 12 Cópias dos registros das “não-conformidades” com esta Norma, que possam contribuir para o seu aprimoramento, devem ser enviadas para a CONTEC - Subcomissão Autora. As propostas para revisão desta Norma devem ser enviadas à CONTEC - Subcomissão Autora, indicando a sua identificação alfanumérica e revisão, o item a ser revisado, a proposta de redação e a justificativa técnico-econômica. As propostas são apreciadas durante os trabalhos para alteração desta Norma. Normas Gerais de Projeto “A presente Norma é titularidade exclusiva da PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. – PETROBRAS, de uso interno na Companhia, e qualquer reprodução para utilização ou divulgação externa, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. A circulação externa será regulada mediante cláusula própria de Sigilo e Confidencialidade, nos termos do direito intelectual e propriedade industrial.” Apresentação As Normas Técnicas PETROBRAS são elaboradas por Grupos de Trabalho - GTs (formados por especialistas da Companhia e das suas Subsidiárias), são comentadas pelas Unidades da Companhia e das suas Subsidiárias, são aprovadas pelas Subcomissões Autoras - SCs (formadas por técnicos de uma mesma especialidade, representando as Unidades da Companhia e as suas Subsidiárias) e homologadas pelo Plenário da CONTEC (formado pelos representantes das Unidades da Companhia e das suas Subsidiárias). Uma Norma Técnica PETROBRAS está sujeita a revisão em qualquer tempo pela sua Subcomissão Autora e deve ser reanalisada a cada 5 anos para ser revalidada, revisada ou cancelada. As Normas Técnicas PETROBRAS são elaboradas em conformidade com a norma PETROBRAS N - 1. Para informações completas sobre as Normas Técnicas PETROBRAS, ver Catálogo de Normas Técnicas PETROBRAS.
  4. 4. N-1521 REV. F JAN / 2005 2 SUMÁRIO 1 OBJETIVO...........................................................................................................................................................3 2 DOCUMENTOS COMPLEMENTARES...............................................................................................................3 3 SISTEMÁTICA DE IDENTIFICAÇÃO ..................................................................................................................4 4 DESCRIÇÃO DOS ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO.....................................................................................4 4.1 SÍMBOLO DO EQUIPAMENTO .............................................................................................................4 4.2 IDENTIFICAÇÃO DA ÁREA OU DA UNIDADE......................................................................................4 4.3 IDENTIFICAÇÃO SEQÜENCIAL DO EQUIPAMENTO DENTRO DA ÁREA OU DA UNIDADE............4 4.3.1 EXEMPLO 1 ..................................................................................................................................5 4.3.2 EXEMPLO 2 ..................................................................................................................................5 4.3.3 EXEMPLO 3 ..................................................................................................................................5 4.4 IDENTIFICAÇÃO INDIVIDUAL DE CADA EQUIPAMENTO ..................................................................5 4.5 IDENTIFICAÇÃO CONJUNTA DE EQUIPAMENTOS COM MESMA FUNÇÃO ....................................5 5 IDENTIFICAÇÃO DE EQUIPAMENTOS .............................................................................................................6 5.1 EQUIPAMENTOS EM GERAL ...............................................................................................................6 5.2 EQUIPAMENTOS ACIONADORES .......................................................................................................6 5.2.1 EXEMPLO 1 ..................................................................................................................................6 5.2.2 EXEMPLO 2 ..................................................................................................................................6 5.3 SUBESTAÇÃO E EQUIPAMENTOS......................................................................................................6 5.3.1 SUBESTAÇÃO DE ENTRADA ......................................................................................................6 5.3.2 SUBESTAÇÃO AUXILIAR.............................................................................................................7 5.3.3 EQUIPAMENTOS PERTENCENTES À SUBESTAÇÃO ...............................................................7 5.4 EQUIPAMENTOS AUXILIARES ............................................................................................................7 5.5 UNIDADES PACOTE .............................................................................................................................9 6 BIBLIOGRAFIA....................................................................................................................................................10 ANEXO A - LISTA DOS SÍMBOLOS DAS CLASSES DE EQUIPAMENTOS..........................................................11 TABELAS TABELA A-1 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS SÍMBOLOS DOS EQUIPAMENTOS ..............................11 TABELA A-2 - LISTA DE SÍMBOLOS DAS UNIDADES (SISTEMA EM PACOTE) POR ORDEM ALFABÉTICA...15 TABELA A-3 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS EQUIPAMENTOS...........................................................16 _____________ /OBJETIVO
  5. 5. N-1521 REV. F JAN / 2005 3 1 OBJETIVO 1.1 Esta Norma fixa as condições exigíveis para a identificação de equipamentos pertencentes às instalações industriais da PETROBRAS. 1.2 Esta Norma se aplica aos equipamentos industriais, que façam parte do fluxo industrial de uma das seguintes áreas: a) processo; b) utilidades; c) interligações; d) instalações de bombeamento ou de compressão; e) parques de armazenagem; f) terminais; g) estações coletoras; h) unidades marítimas de perfuração e produção e outros sistemas complementares. 1.3 Esta Norma não se aplica aos instrumentos de medição e de controle, cuja identificação é feita pela norma ISA S 5.1, bem como à identificação de tubulações, que deve seguir a norma PETROBRAS N-1522 (com exceção das instalações marítimas de produção que são regidas pela I-ET-3010.00-1200-200-PMT-001). 1.4 Esta Norma somente se aplica a trabalhos iniciados a partir da data de sua edição. 1.5 Esta Norma contém Requisitos Técnicos e Práticas Recomendadas. 2 DOCUMENTOS COMPLEMENTARES Os documentos relacionados a seguir contêm prescrições válidas para a presente Norma. Portaria no 3214, de 08/06/1978 - Alterada pela Portaria no 23, de 27/12/1994 - Norma Regulamentadora no 13 (NR-13) - Caldeiras e Vasos de Pressão; PETROBRAS N-1018 - Identificação de Tanque e de Vaso de Pressão; PETROBRAS N-1278 - Algarismos e Letras para Identificação de Equipamentos; PETROBRAS N-1522 - Identificação de Tubulações Industriais; PETROBRAS N-1710 - Codificação de Documentos Técnicos de Engenharia; ISA 5.1 - Instrumentation Symbols and Identification Formerly.
  6. 6. N-1521 REV. F JAN / 2005 4 3 SISTEMÁTICA DE IDENTIFICAÇÃO 3.1 Em todos os documentos relativos a um equipamento industrial ou em documentos onde haja menção a um equipamento industrial, deve existir a identificação do equipamento industrial conforme definido nos itens 3.2 e 5.1. A identificação deve, sempre que possível, ser aplicada no próprio equipamento, conforme normas PETROBRAS N-1018 e N-1278. 3.2 Todos os equipamentos devem ser identificados individualmente por uma combinação alfanumérica composta dos seguintes elementos: a) símbolo do equipamento (ver Nota); b) identificação da área ou da unidade onde está localizado o equipamento; c) identificação seqüencial do equipamento dentro da área ou da unidade; d) identificação individual de cada equipamento (quando aplicável). Nota: Os seguintes símbolos não devem ser usados, pois fazem parte do “Sistema Cadastral de Equipamentos”: BA, BD, BF, BG, BO, BS, CA, CC, EI, LE, ME e MS. 4 DESCRIÇÃO DOS ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 4.1 Símbolo do Equipamento 4.1.1 O símbolo do equipamento deve ser composto por 1 a 3 letras maiúsculas. O ANEXO A desta Norma é uma relação dos símbolos dos equipamentos. 4.1.2 Para equipamentos não incluídos na relação do ANEXO A, deve ser solicitado um novo símbolo à Subcomissão Autora da CONTEC. 4.2 Identificação da Área ou da Unidade 4.2.1 A identificação da área ou da unidade dentro da instalação industrial, onde está localizado o equipamento, deve ser constituída por um grupo de algarismos. 4.2.2 A identificação da área ou da unidade deve seguir um dos critérios a seguir, conforme diretriz estabelecida pelo órgão responsável pela operação da instalação: a) conforme Anexo C da norma PETROBRAS N-1710: Área de Atividade; b) conforme Anexo B da norma PETROBRAS N-1710: Identificação das Instalações; c) sistema de identificação já adotado em instalações existentes. 4.3 Identificação Seqüencial do Equipamento Dentro da Área ou da Unidade A identificação do equipamento dentro da área ou da unidade é composta de 3 algarismos em seqüência numérica de 001 até 999.
  7. 7. N-1521 REV. F JAN / 2005 5 4.3.1 Exemplo 1 TQ-6300005 Significa: 5o tanque (TQ) da área 6300 (exemplo Anexo C da norma PETROBRAS N-1710 - alínea a) do item 4.2.2 desta Norma). 4.3.2 Exemplo 2 SD-3122.08005 Significa: 5o separador de condensado da instalação 3122.08 (exemplo conforme Anexo B da norma PETROBRAS N-1710 - alínea b) do item 4.2.2 desta Norma). 4.3.3 Exemplo 3 TQ-4100005 Significa: 5o tanque (TQ) da área 4100 (utilizando uma codificação existente - alínea c) do item 4.2.2 desta Norma). 4.4 Identificação Individual de Cada Equipamento Deve ser composta por uma letra maiúscula, começando por A, sendo usada apenas nos casos em que existam 2 ou mais equipamentos com a mesma função e situados na mesma área ou unidade; a letra deve ser colocada em seguida ao número, sem separação. Constitui exceção, somente na área de abastecimento, o caso de tanques (TQ), cilindros (CN, LP, LR, RP) e esferas (EF) de armazenagem de gases, devendo ser dada a cada equipamento uma identificação numérica diferente, dispensando-se a letra final de diferenciação individual. Exemplos: P-2211002A P-2211002B Significa: 2 permutadores de calor (P), idênticos e com a mesma função (A e B), de número de ordem 002, da área 2211 (exemplo conforme Anexo C da norma PETROBRAS N-1710). 4.5 Identificação Conjunta de Equipamentos com Mesma Função Para os casos onde houver necessidade de resumir em uma única identificação os equipamentos com a mesma função e situados na mesma área ou unidade, deve-se usar o caracter “/” para separação entre o primeiro e último existente. No caso de não existir 1 ou mais equipamentos intermediários, deve-se usar o caracter “#” para separação. Exemplo: Em uma unidade onde houver 8 lançadores de “pig” LP-1223001A, LP-1223001B, LP-1223001C, LP-1223001D, LP-1223001E,
  8. 8. N-1521 REV. F JAN / 2005 6 LP-1223001F, LP-1223001G e LP-1223001H, a identificação resumida do conjunto deve ser LP-1223001A/H. Nota: Caso não existam os equipamentos LP-1223001B, LP-1223001D e LP-1223001E, a identificação resumida do conjunto deve ser LP-1223001A#C#F/H. 5 IDENTIFICAÇÃO DE EQUIPAMENTOS 5.1 Equipamentos em Geral Os elementos da identificação do equipamento devem ser escritos na ordem indicada no item 3.2. Entre o símbolo do equipamento e o restante da identificação deve haver um traço de união. O restante da identificação deve ser escrito sem separação, exceto quando necessário o uso de símbolos gráficos como “-”, “/” ou “#”, onde permitidos. 5.2 Equipamentos Acionadores A identificação deve ser composta pelo símbolo do equipamento acionador, seguido da identificação do equipamento acionado, separadas as 2 partes por um traço de união. 5.2.1 Exemplo 1 M-B-6210002 Significa: Motor elétrico (M) que aciona a segunda (002) bomba (B) da área 6210 (exemplo conforme Anexo C da norma PETROBRAS N-1710). 5.2.2 Exemplo 2 TS-GE-5140001 Significa: Turbina a Gás (TS) que aciona o primeiro (001) gerador de energia elétrica (GE) da área 5140 (exemplo conforme Anexo C da norma PETROBRAS N-1710). 5.3 Subestação e Equipamentos 5.3.1 Subestação de Entrada A identificação deve ser composta pelo símbolo de subestação (SE) seguido de um traço de união e da identificação da área correspondente à “subestação de entrada” ou “central de utilidades”, conforme a localização da subestação de entrada: em “área própria” ou na “central de utilidades”. Exemplo: SE-BBBBXXX
  9. 9. N-1521 REV. F JAN / 2005 7 Significa: Subestação de entrada localizada em área própria (área “BBBB”, correspondente ao Anexo C da norma PETROBRAS N-1710 e “XXX” ao seqüencial da Subestação). 5.3.2 Subestação Auxiliar 5.3.2.1 A identificação deve ser composta pelo símbolo de subestação (SE) seguido de um traço de união e da identificação da área ou unidade à qual a subestação está servindo. 5.3.2.2 Quando uma subestação auxiliar serve a mais de uma área ou unidade, a subestação recebe a identificação da preponderante. Exemplo: SE-5130001 Significa: Subestação (SE) da área 5130, que é a preponderante entre as áreas que a subestação serve (exemplo conforme o Anexo C da norma PETROBRAS N-1710). 5.3.3 Equipamentos Pertencentes à Subestação A identificação deve ser composta pelo símbolo do equipamento seguido da mesma identificação da área ou unidade utilizada para a subestação e, em seguida, por 3 algarismos que em seqüência numérica de 001 a 999 identificam o equipamento dentro da subestação. O símbolo da classe de equipamento é separado da identificação da área ou unidade por traço de união. Quando existem vários equipamentos idênticos e de mesma função, deve haver diferenciação por uma letra maiúscula, começando por A, colocada após os 3 algarismos citados. 5.3.3.1 Exemplo 1 TF-5310001 Significa: Primeiro (001) transformador (TF) da subestação da área 5310. 5.3.3.2 Exemplo 2 TF-5310001A TF-5310001B Significa: 2 transformadores (TF) idênticos e de mesma função (A e B), de número de ordem 001, da subestação da área 5310. 5.4 Equipamentos Auxiliares 5.4.1 A identificação dos equipamentos auxiliares de outro equipamento principal deve ser composta pelo símbolo do equipamento auxiliar, seguido por um traço de união e pela identificação completa do equipamento principal. Exemplo:
  10. 10. N-1521 REV. F JAN / 2005 8 VE-F-2211002 Significa: Ventilador (VE) do segundo (002) forno (F) da área 2211. 5.4.2 Quando existirem 2 ou mais equipamentos auxiliares, idênticos entre si, com a mesma função e acoplados ao mesmo equipamento principal, a identificação de cada um dos equipamentos auxiliares deve ser completada por uma letra maiúscula, começando por A, colocada em seguida à identificação do equipamento principal, precedido de um traço. Exemplos: B-C-5134003A-A B-C-5134003A-B Significa: 2 bombas de lubrificação (B) idênticas e de mesma função (A e B), do terceiro (003) compressor (C), de um grupo de compressores idênticos e de mesma função, da área 5134. 5.4.3 Quando existirem 2 ou mais equipamentos auxiliares, de mesmo tipo e acoplados ao mesmo equipamento principal, mas não idênticos entre si, a identificação de cada um dos equipamentos auxiliares deve ser completada por 3 algarismos, de 001 a 999, colocados em seguida à identificação do equipamento principal e separados por um traço de união. 5.4.3.1 Exemplo 1: P-C-5134004-01 P-C-5134004-02 Significa: Primeiro (01) e segundo (02) resfriadores (P) do quarto (004) compressor (C), da área 5134. 5.4.3.2 Exemplo 2: a) B-C-5134001A - Bomba de Óleo Lubrificante do compressor 001A da área 5134; b) B-C-5134001B - Bomba de Óleo Lubrificante do compressor 001B da área 5134. Nota: O exemplo 2 pode ser escrito resumidamente como: B-C-5134001A/B. [Prática Recomendada] 5.4.3.3 Exemplo 3: a) bombas idênticas e com mesma função: - B-C-5134001A-A - Bomba de Óleo Lubrificante A do compressor 001A da área 5134; - B-C-5134001A-B - Bomba de Óleo Lubrificante B do compressor 001A da área 5134;
  11. 11. N-1521 REV. F JAN / 2005 9 b) bombas idênticas e com mesma função: - B-C-5134001B-A - Bomba de Óleo Lubrificante A do compressor 001B da área 5134; - B-C-5134001B-B - Bomba de Óleo Lubrificante B do compressor 001B da área 5134. Nota: O exemplo 3 pode ser escrito resumidamente como: B-C-5134001A/B - A/B. [Prática Recomendada] 5.4.3.4 Exemplo 4: a) bombas diferentes: - B-C-5134001A-01 - Bomba 01 do compressor 001A da área 5134; - B-C-5134001A-02 - Bomba 02 do compressor 001A da área 5134; b) bombas diferentes: - B-C-5134001B-01 - Bomba 01 do compressor 001B da área 5134; - B-C-5134001B-02 - Bomba 02 do compressor 001B da área 5134. Nota: O exemplo 4 pode ser escrito resumidamente como: B-C-5134001A/B - 01/02. [Prática Recomendada] 5.4.3.5 Exemplo 5 (bombas diferentes): a) bombas idênticas e com mesma função: - B-C-5134001A-01A - Bomba 01A do compressor 001A da área 5134; - B-C-5134001A-01B - Bomba 01B do compressor 001A da área 5134; b) bombas idênticas e com mesma função: - B-C-5134001A-02A - Bomba 02A do compressor 001A da área 5134; - B-C-5134001A-02B - Bomba 02B do compressor 001A da área 5134; c) bombas idênticas e com mesma função: - B-C-5134001B-01A - Bomba 01A do compressor 001B da área 5134; - B-C-5134001B-01B - Bomba 01B do compressor 001B da área 5134; d) bombas idênticas e com mesma função: - B-C-5134001B-02A - Bomba 02A do compressor 001B da área 5134; - B-C-5134001B-02B - Bomba 02B do compressor 001B da área 5134. Nota: O exemplo 5 pode ser escrito resumidamente como: B-C-5134001A/B - 01A/B02A/B. [Prática Recomendada] 5.5 Unidades Pacote 5.5.1 A identificação das unidades pacote (“package units”) como um conjunto deve ser feita da mesma forma que para os equipamentos em geral, conforme descrito nos itens 3.2 e 5.1, com os símbolos das unidades previstos no ANEXO A. 5.5.2 Quando houver interesse em identificar individualmente equipamentos componentes da unidade pacote, a identificação deve ser feita pelo símbolo do equipamento, seguido de um traço de união e pela identificação da unidade pacote e do número de ordem.
  12. 12. N-1521 REV. F JAN / 2005 10 5.5.2.1 Exemplo 1: UC-1231001A/B - 2 Unidades Pacote Compressoras idênticas. 5.5.2.2 Exemplo 2: a) C-UC-1231001A - Compressor da Unidade Compressora 001A da área 1231; b) C-UC-1231001A-A - Compressor A da Unidade Compressora 001A da área 1231; c) C-UC-1231001A-B - Compressor B da Unidade Compressora 001A da área 1231. 5.5.2.3 Exemplo 3 (vasos diferentes): a) V-UC-1231001A-01 - Vaso 01 da Unidade Compressora 001A da área 1231; b) V-UC-1231001A-02 - Vaso 02 da Unidade Compressora 001A da área 1231; c) V-UC-1231001A-01A - Vaso 01A da Unidade Compressora 001A da área 1231; d) V-UC-1231001A-01B - Vaso 01B da Unidade Compressora 001A da área 1231. 5.5.2.4 Exemplo 4 (bombas diferentes): a) B-C-UC-1231001A-01 - Bomba 01 do Compressor da Unidade Compressora 001A da área 1231; b) B-C-UC-1231001A-02 - Bomba 02 do Compressor da Unidade Compressora 001A da área 1231; c) B-C-UC-1231001A-02A - Bomba 02A do Compressor da Unidade Compressora 001A da área 1231; d) B-C-UC-1231001A-02B - Bomba 02B do Compressor da Unidade Compressora 001A da área 1231; e) B-C-UC-1231001A-A-02B - Bomba B do Compressor 02B da Unidade Compressora 001A da área 1231. 5.5.2.5 Exemplo 5: a) TS-C-UC-1231001A - Turbina a gás do Compressor da Unidade Compressora 001A da área 1231; b) TS-C-UC-1231001B - Turbina a gás do Compressor da Unidade Compressora 001B da área 1231; c) TS-C-UC-1231001A-A-B - Turbina B do Compressor A da Unidade Compressora 001A da área 1231. 6 BIBLIOGRAFIA I-ET-3010.00-1200-200-PMT-001 - Piping Standard and Material for Oil Production and Process Facilities. _____________ /ANEXO A
  13. 13. N-1521 REV. F JAN / 2005 11 ANEXO A - LISTA DOS SÍMBOLOS DAS CLASSES DE EQUIPAMENTOS TABELA A-1 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS SÍMBOLOS DOS EQUIPAMENTOS Símbolo Equipamento Situação A Agitador, Misturador AB Abafador (controle, selagem) AC Condicionador de Ar AE Aerador AH Acumulador Hidráulico AL Alimentador (distribuidor de sólidos) AM Amostrador AQ Aquecedor (de ar, água ou óleo) AR Acoplamento Rápido (navios e plataformas móveis - QCDC) B Bomba BA Ver Nota do item 3.2 BBC Bacias de Acumulação, Equalização e outras Bacias de Concreto para Drenagens e Tratamento de Efluentes BC Braço de Carregamento (bico de enchimento) BCP Banco de Capacitores BD Ver Nota do item 3.2 BF Ver Nota do item 3.2 BG Ver Nota do item 3.2 BL Balança BO Ver Nota do item 3.2 BOP Válvulas de Segurança de Cabeça de Poço (“Blow-Out Preventer”) BQ Briquetador BR Britador BS Ver Nota do item 3.2 BT Bateria de Acumuladores C Compressor CA Ver Nota do item 3.2 CB Carregador de Bateria de Acumuladores CBT Caixa de Blocos Terminais CC Ver Nota do item 3.2 CF Conversor de Freqüência CH Chave Desligadora (seca e a óleo) CI Ciclone/Hidrociclone CM Chaminé CN Conjunto de Cilindros e Garrafas (por exemplo: CO2, N2) CO Comporta, Adufa CP Cabeça de Poço CX Caixa de Passagem (sistemas elétricos) (CONTINUA)
  14. 14. N-1521 REV. F JAN / 2005 12 (CONTINUAÇÃO) TABELA A-1 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS SÍMBOLOS DOS EQUIPAMENTOS Símbolo Equipamento Situação CXP Caixas de Passagem, Partição e Poços de Concreto para Drenagens e Tratamento de Efluentes D Desaerador DA Decantador, Desarenador, Clarificador DAA “Damper” de Ventilação (“damper” estanque a água) DB Duto de Barramento DE Equipamento de Drenagem Elétrica DF “Damper” Corta-Fogo DFG “Damper” Estanque a Fogo e Gás E DG “Damper” de Estanqueidade I DI Difusor DJ Disjuntor (média e alta tensão e relevantes de baixa tensão) DL Dessalgadora DM “Damper” (modulante e manual) E DMT “Damper” Modulante DR “Damper” de Regulagem M DS Desintegrador Mecânico DSP “Damper” de Sobrepressão I DT Detetor de Metais E Ejetor, Edutor EB Embarcação Salva-Vidas/Barco de Resgate/Balsa Inflável EF Esfera EG Eliminador de Gotas EI Ver Nota do item 3.2 EL Elevador (inclusive escadas móveis de acesso a navios) EP Empilhadeira para Manuseio de Sólidos (basculante, giratória) ES Extrator (de sucata, metais) EX Extrusora EXT Exaustor F Forno FH Filtro para Harmônicos I FL Flotador FLC Floculador FR Freio FT Filtro G Gasômetro GA Gaseificador GD Guindaste (CONTINUA)
  15. 15. N-1521 REV. F JAN / 2005 13 (CONTINUAÇÃO) TABELA A-1 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS SÍMBOLOS DOS EQUIPAMENTOS Símbolo Equipamento Situação GE Gerador de Energia Elétrica GG Gerador de Gás GN Guincho ou Cabrestante GR Grelha GV Gerador de Vapor [ver norma regulamentadora no 13 (NR-13)] GVC Caldeira [ver norma regulamentadora no 13 (NR-13)] H Hidrante IN Inversor de CC/CA JE Junta de Expansão L Lavador LE Ver Nota do item 3.2 LP Lançador de Raspador/Separador e Esfera (“Pig”) LR Lançador/Recebedor de Raspador/Separador e Esfera (“Pig”) M Motor Elétrico MA Mangote MC Motor de Combustão Interna ME Ver Nota do item 3.2 MG Máquinas em Geral MH Martelete Hidráulico (rompedor de matacão) MM Movimentador de Material (transportador de esteira, de caçamba helicoidal, de parafuso) MN Monobóia MO Moinho MR Mesa Rotativa MS Ver Nota do item 3.2 MV Válvula Motorizada P Permutador/Trocador de Calor (aquecedor, refervedor, condensador, resfriador a ar, resfriador de ar) M PA Propulsor Azimutal PCC Painel de Corrente Contínua PE Peneira, Esteira Filtrante PEH Porta Estanque a Água com Acionamento Hidráulico PEM Porta Estanque a Água com Acionamento Manual PG Purgador de Vapor PL Painel de Iluminação PLE Painel de Iluminação de Emergência PLM “Manifold” de Fim de Linha I PN Painel Elétrico em Geral (CCM, CDC, quadro) (CONTINUA)
  16. 16. N-1521 REV. F JAN / 2005 14 (CONTINUAÇÃO) TABELA A-1 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS SÍMBOLOS DOS EQUIPAMENTOS Símbolo Equipamento Situação PP Precipitador PR Pára-Raio QU Queimador (maçarico) E Q Queimador (maçarico) I R Reator, Regenerador RC Retentor de Chama RE Retorta RF Retificador RLC Reator Limitador de Corrente RM Retomador RP Recebedor de Raspador/Separador e Esfera (“Pig”) RS Resistor de Aterramento S Secador SA Separador de Água SAO Separador Água/Óleo SC Separador Centrífugo SD Separador de Condensado SE Subestação SF Soprador de Fuligem (Ramonador) SG Separador Gás/Óleo/Água SGL Separador Gás/Lama SI Silo SL Silenciador ST Chave de Partida Suave (“Soft-Starter”) I SP Soprador T Torre (de destilação, de fracionamento, de retificação) TA Tocha (“flare”) TB Turbina a Vapor ou a Ar TC Transformador de Corrente TD Tubo de Despejo TE Triturador de Esgoto (dejetor) TF Transformador de Força e Distribuição TFI Transformador para Alimentação de Instrumentação TG Turbogerador (o símbolo GE para turbogerador deve ser preferido) TH Turbina Hidráulica TL Transformador de Iluminação TLE Transformador de Iluminação de Emergência TN Ponte Rolante, Talha (CONTINUA)
  17. 17. N-1521 REV. F JAN / 2005 15 (CONCLUSÃO) TABELA A-1 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS SÍMBOLOS DOS EQUIPAMENTOS Símbolo Equipamento Situação TO Tratador de Óleo TP Transformador de Potencial TQ Tanque de Armazenamento ou de Mistura TQS Tanque de Armazenamento Subterrâneo Escavado em Rocha TR Torre de Resfriamento TS Turbina a Gás TU Turco UPS Sistema de Energia Ininterrupta UTR Unidade Terminal Remota UV Unidade de Visualização (inclusive câmeras de TV) V Vaso, Tambor VE Ventilador, Exaustor E VN Veneziana VT Ventilador de Insuflamento VS Visor de Linha VV Variador de Velocidade (inclusive redutor/multiplicador) Z Equipamento Industrial não Incluído nesta Norma (ver item 4.1.2) TABELA A-2 - LISTA DE SÍMBOLOS DAS UNIDADES (SISTEMA EM PACOTE) POR ORDEM ALFABÉTICA Símbolo Equipamento Situação UA Unidade de Aquecimento e Secagem UB Unidade de Bombeio (cavalo de pau) UC Unidade de Compressão (gás, ar) UD Unidade de Dessalinização de Água UE Unidade de Eletrocloração UG Unidade de Geração de Energia Elétrica UH Unidade Hidráulica UL Unidade de Liquefação e Reliquefação UM Unidade Misturadora de Fluidos UQ Unidade de Dosagem Química UR Unidade de Refrigeração (ou frigorífica) UT Unidade de Tratamento de Gás ou Água
  18. 18. N-1521 REV. F JAN / 2005 16 TABELA A-3 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS EQUIPAMENTOS Equipamento Símbolo Situação Abafador (controle, selagem) AB Acoplamento Rápido (navios e plataformas móveis - QCDC) AR Acumulador Hidráulico AH Aerador AE Agitador, Misturador A Alimentador (distribuidor de sólidos) AL Amostrador AM Aquecedor (de ar, água ou óleo) AQ Bacias de Acumulação, Equalização e outras Bacias de Concreto para Drenagens e Tratamento de Efluentes BBC Balança BL Banco de Capacitores BCP Bateria de Acumuladores BT Bomba B Braço de Carregamento (bico de enchimento) BC Briquetador BQ Britador BR Cabeça de Poço CP Caixa de Blocos Terminais CBT Caixa de Passagem (sistemas elétricos) CX Caixas de Passagem, Partição e Poços de Concreto para Drenagens e Tratamento de Efluentes CXP Caldeira [ver norma regulamentadora no 13 (NR-13)] GVC Carregador de Bateria de Acumuladores CB Chaminé CM Chave de Partida Suave (“Soft-Starter”) ST I Chave Desligadora (seca e a óleo) CH Ciclone/Hidrociclone CI Comporta, Adufa CO Compressor C Condicionador de Ar AC Conjunto de Cilindros e Garrafas (por exemplo: CO2, N2) CN Conversor de Freqüência CF “Damper” Corta-Fogo DF “Damper” (modulante e manual) DM E “Damper” de Ventilação (“damper” estanque a água) DAA “Damper” Estanque a Fogo e Gás DFG E “Damper” de Estanqueidade DG I “Damper” de Regulagem DR M “Damper” Modulante DMT “Damper” de Sobrepressão DSP I (CONTINUA)
  19. 19. N-1521 REV. F JAN / 2005 17 (CONTINUAÇÃO) TABELA A-3 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS EQUIPAMENTOS Equipamento Símbolo Situação Decantador, Desarenador, Clarificador DA Desaerador D Desintegrador Mecânico DS Dessalgadora DL Detetor de Metais DT Difusor DI Disjuntor (média e alta tensão e relevantes de baixa tensão) DJ Duto de Barramento DB Ejetor, Edutor E Elevador (inclusive escadas móveis de acesso a navios) EL Eliminador de Gotas EG Embarcação Salva-Vidas/Barco de Resgate/Balsa Inflável EB Empilhadeira para Manuseio de Sólidos (basculante, giratória) EP Equipamento de Drenagem Elétrica DE Equipamento Industrial não Incluído nesta Norma (ver Nota do item 4.1.2) Z Esfera EF Exaustor EXT Extrator (de sucata, metais) ES Extrusora EX Filtro FT Filtro para Harmônicos FH I Floculador FLC Flotador FL Forno F Freio FR Gaseificador GA Gasômetro G Gerador de Energia Elétrica GE Gerador de Gás GG Gerador de Vapor [ver norma regulamentadora no 13 (NR-13)] GV Grelha GR Guincho ou Cabrestante GN Guindaste GD Hidrante H Inversor de CC/CA IN Junta de Expansão JE Lançador de Raspador/Separador e Esfera (“PIG”) LP Lançador/Recebedor de Raspador/Separador e Esfera (“PIG”) LR Lavador L (CONTINUA)
  20. 20. N-1521 REV. F JAN / 2005 18 (CONTINUAÇÃO) TABELA A-3 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS EQUIPAMENTOS Equipamento Símbolo Situação Mangote MA “Manifold” de Fim de Linha PLM I Máquinas em Geral MG Martelete Hidráulico (rompedor de matacão) MH Mesa Rotativa MR Moinho MO Monobóia MN Motor de Combustão Interna MC Motor Elétrico M Movimentador de Material (transportador de esteira, de caçamba helicoidal, de parafuso) MM Não utilizar - ver Nota do item 3.2 BA Não utilizar - ver Nota do item 3.2 BD Não utilizar - ver Nota do item 3.2 BF Não utilizar - ver Nota do item 3.2 BG Não utilizar - ver Nota do item 3.2 BO Não utilizar - ver Nota do item 3.2 BS Não utilizar - ver Nota do item 3.2 CA Não utilizar - ver Nota do item 3.2 CC Não utilizar - ver Nota do item 3.2 EI Não utilizar - ver Nota do item 3.2 LE Não utilizar - ver Nota do item 3.2 ME Não utilizar - ver Nota do item 3.2 MS Painel de Corrente Contínua PCC Painel de Iluminação PL Painel de Iluminação de Emergência PLE Painel Elétrico em Geral (CCM, CDC, quadro) PN Pára-Raio PR Peneira, Esteira Filtrante PE Permutador/Trocador de Calor (aquecedor, refervedor, condensador, resfriador a ar, resfriador de ar) P M Ponte Rolante, Talha TN Porta Estanque a Água com Acionamento Hidráulico PEH Porta Estanque a Água com Acionamento Manual PEM Precipitador PP Propulsor Azimutal PA Purgador de Vapor PG Queimador (maçarico) QU E Queimador (maçarico) Q I Reator, Regenerador R Reator Limitador de Corrente RLC (CONTINUA)
  21. 21. N-1521 REV. F JAN / 2005 19 (CONTINUAÇÃO) TABELA A-3 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS EQUIPAMENTOS Equipamento Símbolo Situação Recebedor de Raspador/Separador e Esfera (“PIG”) RP Resistor de Aterramento RS Retentor de Chamas RC Retificador RF Retomador RM Retorta RE Secador S Separador Centrífugo SC Separador de Água SA Separador Água/Óleo SAO Separador de Condensado SD Separador Gás/Óleo/Água SG Separador Gás/Lama SGL Silenciador SL Silo SI Sistema de Energia Ininterrupta UPS Soprador SP Soprador de Fuligem (ramonador) SF Subestação SE Tanque de Armazenamento ou de Mistura TQ Tanque de Armazenamento Subterrâneo Escavado em Rocha TQS Tocha (“flare”) TA Torre (de destilação, de fracionamento, de retificação) T Torre de Resfriamento TR Transformador de Corrente TC Transformador de Força e Distribuição TF Transformador de Iluminação TL Transformador de Iluminação de Emergência TLE Transformador de Potencial TP Transformador para Alimentação de Instrumentação TFI Tratador de Óleo TO Triturador de Esgoto (dejetor) TE Tubo de Despejo TD Turbina a Gás TS Turbina a Vapor ou a Ar TB Turbina Hidráulica TH Turbogerador (o símbolo GE para turbogerador deve ser preferido) TG Turco TU Unidade de Visualização (inclusive câmeras de TV) UV Unidade Terminal Remota UTR (CONTINUA)
  22. 22. N-1521 REV. F JAN / 2005 20 (CONCLUSÃO) TABELA A-3 - LISTA POR ORDEM ALFABÉTICA DOS EQUIPAMENTOS Equipamento Símbolo Situação Válvulas de Segurança de Cabeça de Poço (“Blow-Out Preventer”) BOP Válvula Motorizada MV Variador de Velocidade (inclusive Redutor /Multiplicador) VV Vaso, Tambor V Veneziana VN Ventilador, Exaustor (cancelado, usar VT e EXT) VE E Ventilador de Insuflamento VT Visor de Linha VS Legenda para a coluna situação: E: Excluído; I: Incluído; M: Modificado; Item em Branco: Sem Alterações. _____________
  23. 23. N-1521 REV. F JAN / 2005 IR 1/1 ÍNDICE DE REVISÕES REV. A, B, C e D Não existe índice de revisões. REV. E Partes Atingidas Descrição da Alteração 1.3 Revisado 1.5 Revisado 2 Revisado 3.1 Revisado 3.2 Revisado 3.2.2 Eliminado 4.1.2 Revisado 4.4 Revisado 5 e 5.1 Incluídos 5.2 a 5.5 Renumerados ANEXO A Revisado REV. F Partes Atingidas Descrição da Alteração 1.2 Revisado 1.3 Revisado 4.4 Revisado 4.5 Incluído 5.1 a 5.4 Revisados 5.5 Revisado e Renumerado ANEXO A Revisado _____________
  24. 24. N-1521 REV. F JAN / 2005 GRUPO DE TRABALHO 12-19 Membros Nome Lotação Telefone Chave Ernani Luis Sztajnbok CENPES/EB/IP 812-6269 BXH5 Carlos Joel Paiva Nunes MATERIAIS/CQDM/DTMN 814-1693 SM64 Luiz Coimbra Montebello AB-RE/ES/TEE 814-6542 EG35 Jorge Luiz de Souza Peixoto UN-BC/ST/EIS 861-4180 LMAE Secretário Técnico Flávio Miceli ENGENHARIA/SL/NORTEC 817-7468 ERQE _____________

×