MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
Emissão: Maio/2005
Obs.: Baseado em documento da UN-RECAP
EN: Engenharia da...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
13.6.2.b
Dispositivo de
segurança contra
bloqueio inadvertido da
PSV
RGI
EN...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
13.6.3 Placa de Identificação
conforme N-2054 ou N-
2159
EN 1- emitir proje...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
13.6.4.
Documen
tação
13.6.6
Prontuário (código
projeto, especificação
dos ...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
PR, UT, EE
Laboratório
Campo de
treinamento
de combate a
incêndio
Oficinas
...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
Ambiente
aberto
13.7.2
13.7.3
Vazamentos, Pintura,
isolamento térmico,
Limp...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
13.8.3
13.8.4
13.8.5
13.8.6
13.8.7
13.8.10
Treinamento de
operadores
RGI
RH...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
13.8.9
Aviso prévio ao
Sindipetro do estágio de
operadores e rciclagem
RGI
...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
13.8.11
Operação diferente da
condição de projeto
RGI
PR
UT
Laboratório
Cam...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
EN
EE
IE
ED
EI
1- o emitente deve assegurar que o Projeto de
Alteração ou R...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
13.10.2
13.10.3.5
Inspeção de segurança
Inicial
EN
EE
IE
1- a gerência que ...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
13.10.5
Inspeção extraordinária
de vasos de pressão
EN
EE
IE
ED
EO
1- a ger...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
Anexo II
Escopo
da NR-13
Anexo IV
Categoria
de vaso
EN 1- verificar que equ...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
CALDEIRAS DE VAPOR
ITEM
REQUISITO
Gerência
responsável
AÇÃO Evidências a ap...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
Documen
tação
13.1.6
13.1.8
Prontuário (código
projeto, especificação
dos m...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
Área de
Caldeira:
ambiente
aberto
13.2.1
13.2.3
13.2.5
13.2.6
Afastamento 3...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
13.3.4 Operador de caldeira
RGI
UT
RE
1- todas as caldeiras devem ser opera...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
13.4.1
13.4.2
13.4.3
Alteração ou Reparos
EN
EE
IE
1- projeto de Alteração ...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
13.5.2 Inspeção de segurança
Inicial
EN
PL
EE
IE
1- a gerência que instalar...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
13.5.8 Teste de acumulação
EN 1- prever a execução do teste de acumulação
n...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
EN
IE
1- se emitir relatórios de inspeção, atender
aos itens 13.5.2, 13.5.3...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
TAG Placa
conforme
N-2054 ou
N-2159?
Visível?
TAG e
Categoria?
Visível?
Ace...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
“CHEC LIST” NO CAMPO DE CALDEIRA DE VAPOR NR13
TAG Placa?
Visível?
TAG e
Ca...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
CONTROLE DE VASOS DE PRESSÃO NR13
LOCALIZAÇÃO:
TAG Categoria Serviço Tag PI...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS”
CONTROLE DE CALDEIRAS DE VAPOR NR13
LOCALIZAÇÃO:
TAG Categoria Serviço Tag ...
MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X
GERÊNCIAS”
Aspectos impotantes para verificar na auditoria
1- Projetos alternativos: s...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Matriz auditoria nr 13 tipo recap - matriz de responsabilidades

1.088 visualizações

Publicada em

Apostila

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.088
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Matriz auditoria nr 13 tipo recap - matriz de responsabilidades

  1. 1. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” Emissão: Maio/2005 Obs.: Baseado em documento da UN-RECAP EN: Engenharia da UN IE: Inspeção PR: Produção UT: Utilidades EE:Caldeiraria RH: Relações Humanas ED: Mecânica EI: Elétrica e Instrumentação PL: Planejamento PH: Profissional Habilitado VASOS DE PRESSÃO ITEM REQUISITO Gerência responsável AÇÃO Evidências a apresentar 13.6.1 Definição de vasos de pressão EN 1- preparar lista dos vasos de pressão por unidade de processo, “offite”, utilidade e de serviços gerais (restaurnte, oficinas, laboratórios) Apresentar a lista de cada vaso de pressão NR13, com identificação TAG, local onde está instalado, PMTA, Categoria, Tag e pressão de ajuste da PSV, Tag de Indicador de pressão 13.1.2 PHs IE 1- assegurar PH em nº suficiente para a UN Apresentar lista dos PHs 13.6.2.a PSV ou similar com pressão de abertura ajustada <= PMTA RGI EN 1- assegurar que a pressão de abertura das PSVs está ajustada na PMTA ou pressão de projeto, para todos os vasos de pressão. 2- assegurar que todos os vasos existentes ou em projeto estão protegidos por PSV ou similar. 3- vasos novos ou alterações de projeto/processo: considerar na emissão de projeto o sistema de proteção e listar o TAG da PSV ou similar que protege em documento próprio. 4- manter atualizado o documento que relacione vaso e PSV que protege e vice-versa. 5- Assegurar a verificação de PSVs existentes, em caso de instalação de novo vaso de pressão ou modificação de vaso existente. Apresentar documento que lista Vaso X PSV com localização, pressão de ajuste e existência de válvula com dispositivo contra bloqueio indevido K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 1 / 26
  2. 2. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” 13.6.2.b Dispositivo de segurança contra bloqueio inadvertido da PSV RGI EN 1- nas plantas existentes, definir os bloqueios entre PSVs e equipamento protegido onde devem ser instalados cadeados ou lacres e plaquetas. 2- nos vasos novos ou alterações de projeto/processo, definir os bloqueios entre PSVs e equipamento protegido onde devem ser instalados cadeados ou lacres e plaquetas. 3- manter atualizado o documento que relacione vaso e a respectiva PSV. 4- informar no luxograma de engenharia da instalação as válvulas que devem ter dispositivo contra bloqueio indevido. Apresentar o documento que informa e controla a instalação de dispositivo contra bloqueio inadvertido e plaqueta de advertência Apresentar o tipo de dispositivo de tranca de bloqueios e da plaqueta de advertência PR, EE, UT 1- providenciar e fiscalizar a instalação de cadeado e plaqueta em todos os bloqueios de PSVs conforme definido pela Engenharia. . Verificar por amostragem no campo IE 2- verificar, com periodicidade definida, e providenciar a substituição de cadeados, correntes e conjuntos lacres-plaqueta de advertência danificados. Apresentar o procedimento com a periodicidade definida 13.6.2.c Instrumento que indique pressão de operação RGI EN 1- assegurar que todos os vasos existentes têm indicação de pressão de operação, no campo ou no painel. 2- nos vasos novos ou alterações de projeto/processo, considerar e prever existência de indicação de pressão de operação para todos os vasos, listando em documento o TAG do indicador de pressão de operação de cada vaso. 3- manter atualizado o documento que relacione vaso e respectivo indicador de pressão. Apresentar lista TAG vaso X Tag PI com localização Verificar por amostragem no campo K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 2 / 26
  3. 3. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” 13.6.3 Placa de Identificação conforme N-2054 ou N- 2159 EN 1- emitir projeto de placa de identificação adequando para todos os vasos existentes. 2- nos vasos novos ou alterações de projeto/processo, considerar e prever instalação ou alteração da placa de identificação em todos os vasos. Apresentar o modelo utilizado com as unidades do sistema SI Verificar por amostragem no campo EE 1- instalar placas de identificação no corpo em local de fácil acesso Verificar por amostragem no campo 13.6.3.1 TAG e categoria do vaso EN 1- nos vasos novos ou alterações de projeto/processo, considerar e prever instalação ou alteração da placa ou pintiura de TAG e categoria em todos os vasos. Apresentar procedimento de identificação no campo EE 1- instalar placa ou pintura de TAG e categoria em todos os vasos em local visível a 10 metros de distância. 2- inspecionar e substituir placas e pinturas danificadas ou ilegíveis. Verificar por amostragem no campo K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 3 / 26
  4. 4. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” 13.6.4. Documen tação 13.6.6 Prontuário (código projeto, especificação dos materiais, procedimento usados na fabricação, montagem, inspeção final e determinação PMTA, desenhos, dados dispositivos segurança, características funcionais, ano fabricação, categoria) + Registro de segurança + Projeto de instalação+ Projetos de alteração ou reparos + Relatórios de Inspeção EN 1- emitir projeto dos vasos existentes que não têm prontuário, com a aprovação de PH. 2- nos vasos com alterações de projeto/processo, considerar e prever emissão de revisão do projeto e de revisão do prontuário dos vasos. 3- documentos de projeto que envolvam vasos de pressão ou caldeiras devem ter identificação do PH (engo. Mecãnico ou Naval) – nome, assinatura e CREA 4- disponibilizar o prontuário para a consulta plena do pessoal de operação, inspeção, manutenção, CIPA, Sindicato e DRT. 5- assegurar que todos os vasos de pressão, incluindo os de pacotes de máquinas, de instrumentação, de laboratório, das oficinas tenham prontuário próprio. Verificar procedimento de confecção de Documentação de vasos de pressão Verificar por amostragem no arquivo 13.6.5 Registro de Segurança de Vasos de pressão: Livro próprio ou sistema informatizado IE 1- enviar mensalmente, aos responsáveis pela operação dos vasos, lista dos equipamentos inspecionados para compor e atualizar o Registro de Segurança. Verificar na Documentação K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 4 / 26
  5. 5. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” PR, UT, EE Laboratório Campo de treinamento de combate a incêndio Oficinas Serviços gerais e de apoio Restaurante 1- atualizar e anotar, sempre, as ocorrências operacionais que impactem na segurança e as inspeções de segurança realizadas. 2- operador deve assinar e carimbar 3- PH deve assinar os registros de inspeção Verificar quem é o responsável pela guarda do livro de Registro de Segurança Verificar as assinaturas Verificar se há epaços ou linhas em branco Verificar se há rasuras Verificar se há informações outras além de ocorrências operacionais que afetem a segurança e o registro de inspeção periódica ou extraordinária 13.7.1. Drenos, respiros, BVs, indicadores de pressão, nível e temperatura devem ser facilmente acessíveis. EN 1- prever na emissão de projetos ou alterações de projeto, que envolvam vasos de pressão. 2- prever facilidades de acesso aos drenos, “vents”, BVs, indicadores, visores e PSVs Verificar por amostragem no campo Ambiente confinado ou aberto 13.7.2.a, b, c 13.7.3 2 saídas amplas a 180º acesso fácil e seguro (NR8 para as plataformas) ventilação permanente RGI EN 1- prever na emissão de projetos ou alterações de projeto, que envolvam vasos de pressão. 2- prever duas saídas amplas para acesso a todo vaso de pressão. Verificar por amostragem no campo 13.7.2. d, e 13.7.3 Iluminação normal e iluminação de emergência RGI EN 1- prever na emissão de projetos ou alterações de projeto de adequação, que envolvam vasos de pressão. 2- assegurar que todos os vasos de pressão possuem iluminação de normal e de emergência Verificar por amostragem no campo K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 5 / 26
  6. 6. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” Ambiente aberto 13.7.2 13.7.3 Vazamentos, Pintura, isolamento térmico, Limpeza e Obstrução da Área RGI EE ED EI PL 1- prever e assegurar limpeza, organização da área, recomposição de isolamento, organização, eliminação de vazamentos em vasos e na área de processo, particularmente a intervenção em instalações da área de processo onde estão instalados vasos de pressão. Verificar por amostragem no campo 13.7.5 Projeto Alternativo de Instalação (caso não se atenda ao 13.7.2) temporário EN 1- emitir Projeto Alternativo de Instalação e quando aplicável; obter o “de acordo” do Sindicato. 2- o projeto alternativo de instalação pode ser emitido para adequar ou regularizar vasos de pressão que não atendam requisitos de SMS, inlcuindo todas as NRs. Verificar a existência de algum caso 13.7.6 13.7.7 Projeto de Instalação EN 1- emitir para vasos existentes e novos, com a assinatura de PH e manter atualizado. 2- divulgar para toda a UN, a cada atualização. Verificar por amostragem 13.8.1 Manual de operação PR UT 1- emitir manual de operação de vasos categorias I e II, em português, manter atualizado e acessível aos operadores. Verificar por amostragem no campo 13.8.2 Calibração dos instrumentos RGI EI 1- todos os instrumentos e controles, que interfiram com a segurança dos vasos devem ser periodicamente calibrados / manutenidos. 2- obrigatório o gerenciamento de “jumping” Verificar procedimento e por amostragem o certificado de alguns instrumentos Verificar a prática de “jumping” e se há casos de “jumping” autorizado K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 6 / 26
  7. 7. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” 13.8.3 13.8.4 13.8.5 13.8.6 13.8.7 13.8.10 Treinamento de operadores RGI RH PR UT 1- assegurar a operação das unidades (vasos de categorias I e II) com profissional treinado que atenda ao 13.8.4 e anexos I-A e I-B 2- assegurar que operadores novos ou não tenham treinamento para operação de vasos, categorias I e II, supervisionado por PH. Verificar se o programa do curso atende a NR13 anexos I-A e I-B Verificar certficado de treinamento de operadores 13.8.8 Estágio de operadores RGI RH PR UT 1- operadores devem ter comprovante de estágio supervisionado por PH de 300 horas (vasos de categorias I e II) Vericar atestado de estágio de operadores Verificar se o nº de horas atende a NR13 RH Laboratório Campo de treinamento de combate a incêndio Oficinas Serviços gerais e de apoio Restaurante 1- operadores devem ter comprovante de estágio supervisionado de 100 horas (vasos de categorias III, IV e V). Vericar atestado de estágio de operadores Verificar se o nº de horas atende a NR13 K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 7 / 26
  8. 8. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” 13.8.9 Aviso prévio ao Sindipetro do estágio de operadores e rciclagem RGI RH PR UT 1- informar previamente ao Sindicato dos estágios a realizar: período, participantes, entidade ou empresa ou responsável pelo estágio e PH que vai supervionar. 2- assegurar a reciclagem permanente dos operadores. Verificar procedimento de realização deestágio Verificar aviso prévio de estágio ao Sindicato RH Laboratório Ccampo de treinamento de combate a incêndio Oficinas Serviços gerais e de apoio Restaurante 1- informar previamente ao Sindipetro dos estágios a realizar: período, participantes, supervisor responsável pelo estágio. 2- assegurar a reciclagem permanente dos operadores. Verificar procedimento de realização deestágio Verificar procedimento de realização dos estágios K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 8 / 26
  9. 9. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” 13.8.11 Operação diferente da condição de projeto RGI PR UT Laboratório Campo de treinamento de combate a incêndio Oficinas Serviços gerais e de apoio Restaurante 1- assegurar a operação dos vasos de projeto dentro dos limites do projeto; 2- qualquer alteração na condição de operação do vaso diferente do projetado deve passar por reprojeto e tomas medidas de segurança para a nova condição. Verificar por amostragem no campo Verificar a Documentação por amostragem 13.9.1 13.9.2 13.9.3 Alteração ou Reparo EN EE IE ED EI 1- projeto de Alteração ou Reparo deve ser emitido sempre que houver reparo que comprometa a segurança ou que altere o projeto do vaso. Verificar a Documentação por amostragem EN EE IE ED EI 1- quando o Projeto de Reparo alterar o projeto, essa informação deve ser enviada a EN para análise e atualização da documentação Verificar a Documentação por amostragem K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 9 / 26
  10. 10. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” EN EE IE ED EI 1- o emitente deve assegurar que o Projeto de Alteração ou Reparo deve ser concebido ou aprovado por PH, ser divulgado para envolvidos e determinar materiais, procedimentos de execução, CQ, qualificação de pessoal. Verificar Procedimento de execução de PAR - Pojeto de Alteração ou Reparo 13.9.4 TH após soldagem em partes sob pressão EE IE 1- assegurar que qualquer soldagem em parte pressurizada seja seguida de TH, conforme definido pelo PH,. 2- intervenções com soldas superficiais podem ter o TH dispensado pelo PH . Verificar por amostragem em Relatório de Inspeção 13.9.5 Sistemas de controle e segurança dos vasos devem ser manutenidos EI 1- Instrumentos e sist. Controle e segurança de vasos de pressão devem ter manutenção preventiva/preditiva. Verificar Plano de Manutenção Preventiva de Instrumentos PL ED Ee IE 1- PSVs e similares devem ter manutenção preventiva/preditiva. Verificar Plano de Inspeção de PSVs: responsáveis e aprovadores das tarefas K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 10 / 26
  11. 11. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” 13.10.2 13.10.3.5 Inspeção de segurança Inicial EN EE IE 1- a gerência que instalar/montar vaso de pressão novo deverá providenciar a inspeção inicial, antes da entrada em operação, que deve compreender exame interno, externo e TH na base definitiva, executada por PH; 2- caso algum inspetor de equip.externo a UN participe, este deve ser qualificado (de acordo com a Portaria 16 INMETRO); 3- deve ser emitido Relatório de Inspeção conforme NR-13, item 13.10.8. 4- o fiscal ou gerência fiscalizadora deve submeter o Relatório de inspeção a IE para verificação. Verificar Procedimento de Recebimento de Novas Unidades: quem executa a inspeção inicial e emquipamentos e tubulações Verificar se essas informações são repassadas ao IE conforme padrão da Inspeção Verificar Documentação por amostragem 13.10.3 13.10.3.5 Inspeção de segurnaça periódica de vasos e atendimento ao prazo PL EN EE IE 1- para equipamentos liberáveis em operação, programar para inspeção. 2- para equipamentos liberáveis somente em parada, programar o escopo da parada. Verificar Documentação por amostragem 13.10.4 PSVs devem ser desmontadas, inspecionadas e recalibradas por ocasião da insp. Interna periódoca. EE PMSC 1- consultar, sempre que houver intervenção em vasos de pressão, primeiramente IE para verificar se a inspeção é periódica e se é necessário recalibrar a PSV que protege. Verificar Plano de inspeção de PSVs Verificar Documentação por amostragem Verificar procedimento de remoção, transporte e instlaçõ de PSVs PL ED EE IE 1- incluir no escopo da parada as PSVs que só podem ser liberadas em parada (ligadas a tocha ou a outros equipamentos), mesmo que o equipamento protegido seja liberável em operação. Verificar procedimento de parada K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 11 / 26
  12. 12. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” 13.10.5 Inspeção extraordinária de vasos de pressão EN EE IE ED EO 1- a gerência ou fiscal que executar uma das ações abaixo deverá providenciar e considerar a inspeção do vaso: - em caso de acidente que danifique o vaso de pressão, - em caso de alteração ou projeto que afete a segurnaça - quando o vaso sofrer alteração de local de instalação; - quando o vaso ficar inativo por mais de 12 meses e iniciar a operação. Verificar Documentação por amostragem 13.10.6 Quem faz a inspeção EN EE IE 1- qualquer inspeção (inicial, periódica, extraordinária) deve ser feita por PH. 2- caso algum inspetor de equip. participe, este deve ser qualificado (de acordo com a Portaria 16 INMETRO); 3- deve ser emitido Relatório de Inspeção conforme NR-13, item 13.10.8. Verificar Documentação por amostragem 13.10.7 13.10.8 Relatório de Inspeção EN IE 1- emitir relatórios de inspeção em conformidade com o item 13.10.8 e com a assinatura de PH e dos técnicos que efeturam a inspeção 2- incluir na Documentação do vaso de pressão Verificar Documentação por amostragem EN IE 1- ao emitir relatórios de inspeção, atender aos itens 13.10.6, 13.10.5, 13.10.4, 13.10.3, 13.10.2. 2- verificar se há mudança da placa de identificação Verificar Documentação por amostragem K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 12 / 26
  13. 13. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” Anexo II Escopo da NR-13 Anexo IV Categoria de vaso EN 1- verificar que equipamentos são vasos de pressão NR-13 e categorizar, por ex.:. - permutadores de calor (resfriadores, condensadores, refervedores, etc); - resfriadores a ar (air coolers); - filtros; - torres (fracionadoras, retificadoras, absorvedoras, regeneradoras, etc); - vasos em geral (acumuladores, separadores); - vasos pulmão (acionamento de emergência para válvulas de controle críticas); - reservatórios de compressores (ar comprimido, amônia, nitrogênio, gases em geral); - dutos especiais projetados pelo ASME VIII (risers e câmaras plenas de UFCC); - equipamentos auxiliares incluídos nos sistemas de lubrificação forçada de compressores, sopradores, bombas de grande porte (permutadores, vasos, filtros, e outros); - potes ou reservatórios de líquido para a selagem de bombas (conforme o plano de selagem API 54); - vasos acumuladores na sucção e na descarga de compressores alternativos; - cilindros acumuladores de óleo em sistemas de acionamento hidráulico; - equipamentos auxiliares em geral: conjunto compressor de ar de serviço de oficina, aquecedores de água; - potes de ar de acionamento de válvulas de controle. 2- verificar “pacotes’ e ‘skids” máquinas, equipamentos rotativos, elétricos e instrumentação que podem conter vasos de pressão. 2- Atentar que máquinas ou equipamentos Verificar a lista dos vasos de pressão de uma uidade de processo, por amostragem. K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 13 / 26
  14. 14. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” CALDEIRAS DE VAPOR ITEM REQUISITO Gerência responsável AÇÃO Evidências a apresentar 13.1.1 13.1.9 13.5.5 Definição de caldeiras e categorias EN 1- verificar se o equipamento é realmente caldeira. Verificar a lista de caldeiras, A, B, C e especiais (URE e CO e Recuperadoras de calor) com homologação do Sindicato: TAG, PMTA, Tag, localização e pressão de ajuste PSVs, Tag e localização do Indicador de Nível, Tag e localização do Indicador de pressão. 13.1.2 PHs IE 1- assegurar PH em nº suficiente para a UN Lista dos PHs 13.1.4 PSV, PI, alimentação água, drenagem e indicação nível água no tubulão RGI EN 1- todas as caldeiras a instalar devem dispor dos acessórios citados neste item. Verificar lista caldeiras x PSVs, PI, Indicadores de nível 13.1.5 Placa identificação, placa de TAG e categoria em local visível a 10 metros EN 1- todas as caldeiras devem dispor dessas informações. 2- placa no corpo da caldeira em local de fácil acesso Verifcar por amostragem se o sistema de unidades é o SI K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 14 / 26
  15. 15. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” Documen tação 13.1.6 13.1.8 Prontuário (código projeto, especificação dos materiais, procedimento usados na fabricação, montagem, inspeção final e determinação PMTA, desenhos, dados dispositivos segurança, características funcionais, ano fabricação, categoria) + Registro de segurança + Projeto de Instalação + Projeto de Alteração e Reparo + Relatórios de Inspeção EN 1- para todas as caldeiras novas ou com alterações de projeto ou de processo, considerar e prever emissão ou revisão dos documentos 2- disponibilizar para consulta plena dos operadores, pessoal de inspeção e manutenção, CIPA, Sindicato e DRT Verificar por amostragem no arquivo 13.1.7 Registro de Segurança de caldeiras em Livro próprio IE 1- enviar a RE, UT as inspeções das caldeiras e testes de PSVs executadas. Verificar por amostragem no arquivo PR UT IE 1- atualizar e anotar, sempre, as ocorrências de operação que impactem na segurança e as inspeções realizadas. 2- no Registro, operador de caldeira e PH devem assinar e identificar seu nome completo Verificar quem é o responsável pela guarda do livro de Registro de Segurança Verificar as assinaturas Verificar se há epaços ou linhas em branco Verificar se há rasuras ou folhas faltantes ou espaços em branco Verificar se há informações outras além de ocorrências operacionais que afetem a segurança e o registro de inspeção periódica ou extraordinária K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 15 / 26
  16. 16. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” Área de Caldeira: ambiente aberto 13.2.1 13.2.3 13.2.5 13.2.6 Afastamento 3 metros de outras instalaçõe, depósitos de combustíveis e vias públicas; 2 saídas amplas a 180º; acesso oper./manut por plataformas conforme NR8; captação e lançamento gases de combustão; iluminação normal e de emergência. RGI EN EE IE 1- considerar para instalação de novas caldeiras 2- providenciar projeto de instalação, atendendo as NRs e com a assinatura de PH, 3- verificar a necessidade de projeto alternativo de instalação temporário, caso não atenda ao item 13.2.3, com o aval do Sindicato. Verificar no campo Verificar na Documentação em arquivo 13.2.7 Painel na sala controle EN PR UT 1- prever instalação de painel de instrumentos na sala de controle para caldeiras categoria A Verificar no campo 13.3.1 Manual de operação RE UT 1- para todas as caldeiras, emitir e sempre manter atualizado e acessível aos operadores e em português. Verificar no campo 13.3.2 Calibração dos instrumentos e controles RGI EI IE 1- todos os instrumentos e controles de segurnaça das caldeiras devem ser periodicamente calibrados/manutenidos. 2- proibição de “jumping” Verificar Plano de Manutenção Preventica dos Instrumentos e Intertravamentos Verificar se há “jumping” autorizado. 13.3.3 Qualidade da água de caldeira UT 1- o controle e tratamento da água deve ser implementada e estar em conformidade com o projetista da caldeira. Verificar por amostragem uma nálise química da água de caldeira e o requiso do Fabricante K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 16 / 26
  17. 17. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” 13.3.4 Operador de caldeira RGI UT RE 1- todas as caldeiras devem ser operadas por “operador de caldeiras”, atendendo currículo mínimo de treinamento e estágio da NR-13. Verificar lista de operaores por caldira 13.3.5 13.3.6 13.3.7 Treinamento de operadores RGI RH PR UT 1- todos os operadores novos devem ter treinamento conforme anexo I-A e possuir o certificado de conclusão. Verificar se o programa do curso atende a NR13 anexos I-A e I-B RH PR UT 1- o treinamento deve ser supervisionado por PH e obedecer currículo mínimo do Anexo I-A da NR-13. Verificar certficado de treinamento de operadores 13.3.9 Estágio de operadores RGI RH PR UT 1- operadores devem ter estágio de 80 (caldeira A) ou 60 horas (Caldeira B ou C) em função da categoria da caldeira. Vericar atestado de estágio de operadores Verificar se o nº de horas atende a NR13 13.3.10 Aviso prévio ao Sindipetro do estágio de operadores RGI RH PR UT 1- informar previamente ao Sindipetro dos estágios a realizar: período, participantes, entidade ou empresa ou responsável pelo estágio. 2- atestar reciclagem permanente dos operadores Verificar procedimento de realização deestágio Verificar aviso prévio de estágio ao Sindicato 13.3.12 Operação diferente da condição de projeto RGI EN PR UT IE 1- assegurar a operação dentro dos limites do projeto; 2- qq alteração na condição de operação diferente do projetado deve passar por reprojeto e tomadas medidas de segurança para a nova condição. Verificar Documentação. Verificar no campo. K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 17 / 26
  18. 18. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” 13.4.1 13.4.2 13.4.3 Alteração ou Reparos EN EE IE 1- projeto de Alteração ou Reparo deve ser emitido sempre que houver reparo que comprometa a segurança ou que altere o projeto da caldeira. Verificar Documentação EN EE IE 1- quando o Projeto de Reparo alterar o projeto, essa informação deve ser enviada a EN para análise e atualização da documentação. Verificar Procedimento de Execução do PAR - Projeto de Alteração ou Reparos EN EE IE 1- projeto de Alteração ou Reparo deve ser concebido ou aprovado por PH, ser divulgado para envolvidos e determinar materiais, procedimentos de execução, CQ, qualificação de pessoal. Verificar Documentação 13.4.4 TH após soldagem em partes sob pressão EN EE IE 1- qualquer soldagem ou mandrilamento em parte pressurizada deve ser seguida de TH, conforme a definição do PH. Verificar na Documentação um Relatório de Inspeção 13.4.5 Sistemas de controle e segurança das caldeiras devem ser manutenidos EEI 1- instrumentos e sistemas de controle de segurança (intertravamentos) devem ter manutenção preventiva ou preditiva. Verificar Plano de Manutenção Preventiva de Instrumentos PL ED EI IE 1- PSVs deve ter manutenção preventiva. Verificar Documentação Verificar Plano de Inspeção de PSV K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 18 / 26
  19. 19. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” 13.5.2 Inspeção de segurança Inicial EN PL EE IE 1- a gerência que instalar/montar caldeiras deverá providenciar a inspeção inicial, antes da entrada em operação, que deve compreender exame interno e externo, TH e teste de acumulação na base definitiva, executada por PH; 2- caso algum inspetor de equip. participe, este deve ser qualificado (de acordo com a Portaria 16 INMETRO); 3- deve ser emitido Relatório de Inspeção conforme NR-13, item 13.5.13 4- o fiscal ou gerência fiscalizadora deve submeter o Relatório de inspeção a IE para verificação. Verificar Documentação 13.5.3 13.5.4 Prazos de inspeção de segurnaça periódica RGI PL ED IE 1- programar inspeção da caldeira, exames interno e externo, TH e das PSVs. Apresentar a peogramação de inspeção periódica de caldeiras e PSVs Verificar procedimento de remoção, transporte e instalação de PSV 13.5.6 Avaliação de integridade EN IE 1- programar a execução da avaliação da caldeira após 25 anos de serviço ou em caso de acidente.. Apresentar a peogramação da avalaição de integridade das caldeiras 13.5.7 Inspeção e Teste de PSVs UT IE 1- as caldeiras “B” e “C” e da URE devem ter acionamento manual mensalmente em operação. Apresentar o procedimento de teste de PSV PL IE 1- programar a inspeção e o teste das PSVs Apresentar a peogramação de inspeção periódica de caldeiras e PSVs K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 19 / 26
  20. 20. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” 13.5.8 Teste de acumulação EN 1- prever a execução do teste de acumulação nas condições citadas neste item (inspeção inicial, alterações de projeto, parâmetros operacionais, ...). Verificar na Documentação 13.5.9 Inspeção de segurança extraordinária EN PL EE ED IE EI 1- a gerência ou fiscal que executar uma das ações abaixo deverá providenciar a inspeção: - em caso de acidente, - em caso de alteração ou reparo que afete a segurança, - quando sofrer alteração de local de instalação; - quando ficar inativa por mais de 6 meses e iniciar a operação. Verificar na Documentação 13.5.10 13.5.11 Quem faz a inspeção EN IE 1- qualquer inspeção (inicial, periódica, extraordinária) deve ser feita pelo PH. 2- Caso algum inspetor de equip. participe, este deve ser qualificado (de acordo com a Portaria 16 INMETRO); 3- deve ser emitido Relatório de Inspeção conforme NR-13, item 13.5.13. Verificar na Documentação 13.5.12 Relatório de Inspeção para Sindipetro IE 1- PH deve enviar relatório de inspeção em até 30 dias após a inspeção para o Sindicato . Verificar na Documentação 13.5.13 13.5.14 Relatório de Inspeção EN IE 1- emitir relatórios de inspeção em conformidade com este item 2- incluir na Documentação da Caldeira Verificar na Documentação K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 20 / 26
  21. 21. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” EN IE 1- se emitir relatórios de inspeção, atender aos itens 13.5.2, 13.5.3, 13.5.4, 13.5.9, 13.5.10. 2- verificar a necessidade de mudança na placa de identificação Verificar na Documentação “CHEC LIST” NO CAMPO DE VASOS DE PRESSÃO NR13 K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 21 / 26
  22. 22. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” TAG Placa conforme N-2054 ou N-2159? Visível? TAG e Categoria? Visível? Acesso a drenos, “vents”, BV, PI, LI, TI? Iliminação normal e de emergência? 2 saídas amplas e distintas? PSV Tag? Lacres? Dispositivo e plaqueta contra bloqueio? PI ou PT Tag? Etiqueta de calibração? Obs K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 22 / 26
  23. 23. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” “CHEC LIST” NO CAMPO DE CALDEIRA DE VAPOR NR13 TAG Placa? Visível? TAG e Categoria? Visível? Acesso a drenos, “vents”, BV, PI, LI, TI? Iliminação normal e de emergência? 2 saídas amplas e distintas? PSVs Tag? Lacres? Dispositivo e plaqueta contra bloqueio? PI ou PT Tag? Etiqueta de calibração? Obs K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 23 / 26
  24. 24. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” CONTROLE DE VASOS DE PRESSÃO NR13 LOCALIZAÇÃO: TAG Categoria Serviço Tag PI Localizaçã o do PI Tag PSVs Pressã o ajuste PSVs Localizaçã o PSVs Há válvulas com dispositivo e plaqueta contra bloqueio inadveetido? Localização válvulas com bloqueio inadvertido Fluxograma Desenho de conjunto Obs K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 24 / 26
  25. 25. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” CONTROLE DE CALDEIRAS DE VAPOR NR13 LOCALIZAÇÃO: TAG Categoria Serviço Tag PI Tag LI Tag PSVs Pressã o ajuste PSVs Localizaçã o PSVs Há válvulas com dispositivo e plaqueta contra bloqueio inadveetido? Localização válvulas com bloqueio inadvertido Fluxograma Desenho de conjunto Obs K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 25 / 26
  26. 26. MATRIZ DE RESPONSABILIDADE “NR-13 X GERÊNCIAS” Aspectos impotantes para verificar na auditoria 1- Projetos alternativos: são provisórios e devem ter prazo de validade; 2- Procedimentoss e descomissionamento e comissionamento de unidades; 3- GRD - Guias de remessa de documentos: para garantir a distribuição a todos os interessados eenvolvidos; 4- Regras para inspeção inicial de vaso novo IE faz por contato da EN) e de novas instalações (Empreendimento contrata); 5- MD - Memorial para o executante com a lista dos Projetos de Alteração e instruções de inspeção e testes; 6- Banco único, gerenciado pela EN: para garantir que a inclusão de vaso NR-13 seja de conhecimento de todos, para as devidas providências de cada um; 7- Contratos: incluir nas especificações técnicas de Contrato todas os ítens de serviço devidos a NR-13, com: pintar TAG e categoria, ...; 8- Atestado de conclusão dos cursos NR-13 e de treinamento supervisionados de Operadores das unidades: todos devem ter atestado de Vaso de Pressão e de Caldeira de Vapor; Nos atestados i9ndividuais registrar as disciplinas e a carga horária de cada uma; Atenção para o treinamento e estágio de operadores de compressor de oficina, de caldeiras e vasos de pressão de restaurante, ... 9- Documento de aviso prévio ao Sindicato de realização de estágio; 10-Atestados de cursos de reciclagem por operador; 11-Auto-auditoria: registros de auto-auditoria; 12-Contrato de ronda para verificar estado de pintura, limpeza, vazamentos, placa e categoria, ... 13-PSV: procedimento de remosção, calibração e re-instalação. K:trabsantiniMatriz Auditoria de NR13 tipo RECAP.doc 26 / 26

×