Perto da fronteira italiana,
o Musée Jean Cocteau
deu outra visibilidade
à cidadezinha de Menton
e atrai por sua arquitetu...
Ao lado, o hotel e restaurante La
Colombe d’Or, em Saint-Paul de
Vence; e, abaixo, tela feita com
placas de números de rua...
Ao lado, a arquitetura de Josep Lluís Sert para a Fondation
Maeght, em Saint-Paul de Vence; abaixo, o Musée Pablo
Picasso,...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Côte d'Azur-Casa Vogue Junho 2012

117 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
117
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Côte d'Azur-Casa Vogue Junho 2012

  1. 1. Perto da fronteira italiana, o Musée Jean Cocteau deu outra visibilidade à cidadezinha de Menton e atrai por sua arquitetura aerodinâmica, do argelino Rudy Riccioti; e, ao lado, o Grand-Hôtel du Cap-Ferrat, sobre o Mediterrâneo, após reforma milionária Fotos:XXXXXXXXXXXXXXXXXX Berço de artistas e cenário predileto de celebrities e boêmios, a Côte d’Azur, no litoral sul da França, é mais do que um elogio à boa-vida. Décor, arquitetura e arte arrematam um tour de sonho Por João Miguel Simões bleu vie la en lazer viagem 198 CASAVOGUE.COM.BR
  2. 2. Ao lado, o hotel e restaurante La Colombe d’Or, em Saint-Paul de Vence; e, abaixo, tela feita com placas de números de rua, na galeria e concept store La Flo, em Saint-Tropez. Na pág. ao lado, no alto, ambiente do Five Hotel & Spa, novidade em Cannes; e, abaixo, vista de Saint-Tropez – antes uma vila de pescadores, hoje um balneário chic Ladrão de Casaca (1955), o thriller romântico de Hitchcock,inspiraatéhojeviajantesdetodoomun- do. Nele, Grace Kelly e Cary Grant, a mocinha e o galã da época, deram vida a cenas inesquecíveis, gravadas em cartões-postais da Côte d’Azur co- mo o hotel Carlton, em Cannes, a Promenade des Anglais, em Nice, ou a ponte de Èze – sem falar da perseguição de carro, na estrada vertiginosa que vai até o Principado de Mônaco, onde vislumbramos al- deias lindas de morrer, como Tourrette sur Loup. Serve o preâmbulo para dizer que, tratando-se deste canto do sul da França, a nossa imaginação dispara. Neste roteiro, privilegiamos sobretudo lo- cações como Cannes ou Saint-Tropez, com desvios por localidades igualmente charmosas, mas tão ou mais exclusivas, como Saint-Paul de Vence, Cap Ferrat, Menton, já perto da Itália, ou até mesmo Montecarlo, em Mônaco. Abrimos o capítulo do onde ficar com o Grand- -Hôtel du Cap-Ferrat. Erguido numa falésia, ele passou por uma reforma milionária e já perdeu a conta de todas as celebridades que aprimoraram as braçadas em sua piscina oceânica aquecida. Faz a linha palace, com algumas villas mediterrâneas, um spa e um restaurante com estrela Michelin. Segue- se o hotel La Réserve, em Ramatuelle, com suítes e villasassinadaspelodesignerJean-MichelWilmotte. JáoFiveHotel&SpaéonovoxodódeCannes.Com layout contemporâneo, destaca-se por ter apenas 45 quartos, um spa Cinq Mondes e um cardápio assina- dopeloschefsestrelasJacqueseLaurentPourcel.Por último,oVillaMarie,emSaint-Tropez,éumhotelao mesmotemporomânticoerústico-chicqueacabade ganhar quatro novas suítes couture. Falar de boa mesa por aqui parece até redundân- cia.Existe,claro,umalistaintermináveldesugestões – algumas delas ficam nos hotéis citados acima –, mas enumeramos dois sem erro: La Colombe d’Or, um hotel-restaurante de charme inquestionável, em Saint-Paul de Vence; e o palaciano Le Louis XV, do renomado chef Alain Ducasse, instalado no Hôtel de Paris, em Montecarlo. O estilo “coquete” da Côte d’Azur é também uma fonte de inspiração em matéria de decoração. ONDE ENCONTRAR Black Card www.fleurs-cannes.com Château de Villeneuve/Fondation Emile Hugues www.museedevence.com Five Hotel & Spa www.five-hotel-cannes.com Fondation Maeght www.fondation-maeght.com Grand-Hôtel du Cap-Ferrat www.grand-hotel-cap-ferrat.com La Colombe d’Or www.la-colombe-dor.com La Flo www.laflo.com La Réserve Ramatuelle www.lareserve-ramatuelle.com/en/hotel Le Louis XV www.alain-ducasse.com/en/restaurant/ le-louis-xv-alain-ducasse Musée Jean Cocteau www.jeancocteau.net Musée Pablo Picasso www.musees-nationaux-alpesmaritimes.fr/picasso/le-musee/ picasso-a-vallauris Villa Marie www.villamarie.fr Fotos:C.Larit,HKV&DR(VillaMarie),FondationMargueriteetAiméMaeght/©Archives FondationMaeght,GettyImages(MuséeJeanCocteau),ManolloYllera/Divulgação(Grand-Hôtel duCap-Ferrat),MoirencCamille/Hemis/GlowImages(Saint-Tropez)edivulgação lazer viagem CASAVOGUE.COM.BR 201
  3. 3. Ao lado, a arquitetura de Josep Lluís Sert para a Fondation Maeght, em Saint-Paul de Vence; abaixo, o Musée Pablo Picasso, em Vallauris – o artista viveu na Côte d’Azur entre 1948 e 1955; e, mais abaixo, ambiente do hotel Villa Marie. Na pág. ao lado, o décor à la Versalhes do Le Louis XV, restaurante de Alain Ducasse em Montecarlo Destacamos dois endereços menos óbvios. O pri- meiro fica em Cannes e responde pelo nome de Black Card Fleuriste. As criações florais de autor são a grande sacada, mas a loja comporta ainda fra- grâncias para a casa e um espaço-laboratório onde se pode escolher entre objetos, móveis e peças dese- nhadas para valorizar os arranjos. Já La Flo, mistura feliz de galeria e concept store, encontra-se em Saint- -Tropez e representa grifes como Chan Luu, Shine Shine e Liebeskind, numa variedade de opções que vão da joalheria e dos tecidos aos serviços de décor personalizado do arquiteto Ludovic Petit. Uma volta completa pela Côte d’Azur deve in- cluir museus e galerias. De antemão, recomenda-se o novo Musée Jean Cocteau, em Menton. Bolado pelo argelino Rudy Riccioti, o edifício ganhou notoriedade por seu traçado aerodinâmico, desta- cando-se uma cobertura de concreto que parece mudar de forma de acordo com a incidência de luz. Há outras instituições imperdíveis: a Fondation Maeght, em Saint-Paul de Vence, dedicada à ar- te contemporânea, com arquitetura do catalão Josep Lluís; o Musée National Pablo Picasso, em Vallauris, com enfoque numa faceta menos co- nhecida do artista, a de ceramista; e o Château de Villeneuve e a Fondation Emile Hugues, em Vence, o primeiro, mais dedicado à arte moderna e con- temporânea, e a segunda, à arte e ao patrimônio. Enfim, muitos são os caminhos e as possibilida- des de um roteiro na Côte d’Azur, mas a certeza é só uma: ao final, você dará por muito bem aproveita- dos os dias e as horas que passou ali. l UM LIVRO, UM ROTEIRO Publicado em 2011, L’Architecture Contemporaine sur la Côte d’Azur (disponível na Amazon), de Jean-Lucien Bonillo e Jean-François Pousse, não é só um livro bonito para exibir na estante ou na mesa da sala. Ao longo de 304 páginas ricamente ilustradas e de uma seleção criteriosa de 50 edifícios notáveis, a obra cobre, de 1945 aos nossos dias, a arquitetura mais emblemática da Côte d’Azur. O roteiro sugerido já inspirou algumas visitas temáticas na região. Para ler e seguir seus passos. l’architecture contemporaine sur La côte d’azur Jean-Lucien BoniLLo Jean-François Pousse lespressesduréelL’architecturecontemPorainesurlacôted’azur ture, érieure oire des cture du nde partie des nce-Alpes- n France. de la eur de an- récise et e grâce à lespressesduréel lazer viagem 202 CASAVOGUE.COM.BR

×