DIVERSIDADE NOS ANIMAIS
A – FORMA DO CORPO DOS ANIMAIS
O corpo dos animais tem as formas que lhe permitem
adaptar-se ao am...
3. – Animais assimétricos – Os que não
possuem qualquer forma de divisão
do seu corpo.

NOTA: O homem tem o corpo dividido...
PÊLOS – São característicos dos
mamíferos e têm origem na epiderme.
Ajudam a manter a temperatura do corpo,
evitando a per...
CONSTITUIÇÃO DA PENA

ESCAMAS – São características dos peixes e répteis.
Servem de protecção e permitem uma melhor desloc...
B

INVERTEBRADOS –

Revestimento dos invertebrados
CUTÍCULA
QUITINA

CALCÁRIO (concha)
CARAPAÇA
(crusta)

PLACAS CALCÁRIAS...
PLACAS
CALCÁRIAS
e
ESPINHOS
CALCÁRIOS – Substância calcária e
resistente, que protege e evita a perda de
água. (Estrela-do...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Diversidade nos animais

1.570 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.570
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
195
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
63
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Diversidade nos animais

  1. 1. DIVERSIDADE NOS ANIMAIS A – FORMA DO CORPO DOS ANIMAIS O corpo dos animais tem as formas que lhe permitem adaptar-se ao ambiente em que vivem. Assim, o corpo dos animais apresenta formas muito variadas: Cónica Esférica ou arredondada Achatada Fusiforme/hidrodinâmica Cilíndrica Aerodinâmica Estrela Irregular Tendo em conta a forma e a distribuição das partes constituintes do corpo dos animais podemos dividi-los, quanto à sua simetria, em três grupos: 1. – Animais com simetria bilateral – Os que apresentam uma só forma de divisão do seu corpo em duas partes idênticas. 2. – Animais com simetria radial – Os que apresentam mais do que uma forma de divisão do seu corpo em duas partes idênticas.
  2. 2. 3. – Animais assimétricos – Os que não possuem qualquer forma de divisão do seu corpo. NOTA: O homem tem o corpo dividido em cabeça, tronco e membros. REVESTIMENTO DO CORPO DOS ANIMAIS O revestimento do corpo dos animais é superficial do seu corpo e que os separa do revestimento pode ser formado pela pele, camadas: 1. – EPIDERME – Camada mais exterior a camada mais meio externo. O que possui duas da pele. 2. – DERME – Camada interna da pele. A VERTEBRADOS PELE PÊLOS PENAS NUA ESCAMAS Epidérmicas Dérmicas
  3. 3. PÊLOS – São característicos dos mamíferos e têm origem na epiderme. Ajudam a manter a temperatura do corpo, evitando a perda do calor e são, muitas vezes impermeáveis à água. Ex. Cão – gato – homem – lama - coelho – urso – porco… PENAS – São características das aves e têm origem na zona profunda da pele (derme). Intervêm no voo e têm cores e dimensões variáveis. Apresentam as seguintes características: São isoladoras – Evitam a perda de calor, mantendo por isso uma boa temperatura. São impermeáveis – Não deixam passar a água, devido a uma camada de gordura que possuem. NOTA As aves possuem vários tipos de penas 1 – Rémiges – Encontram-se nas extremidades das asas. São compridas, estreitas e dirigem o voo, funcionando como os remos de um barco. 2 – Rectrizes – São as penas compridas da cauda que orientam o voo. Funcionam como o leme de um barco. 3 – Tectrizes – Cobrem todo o corpo. São curtas, largas e têm a mesma disposição das telhas de um telhado. 4 – Plúmulas – Encontram-se debaixo das constituindo a penugem. São macias e finas. tectrizes,
  4. 4. CONSTITUIÇÃO DA PENA ESCAMAS – São características dos peixes e répteis. Servem de protecção e permitem uma melhor deslocação na água e solo. Podem ser: EPIDÉRMICAS – Têm origem na zona da epiderme. Estão ligadas umas às outras formando um revestimento contínuo, que impede a perda de água. Não acompanham o crescimento do animal, soltando-se em conjunto ou farrapos (muda). - Répteis DÉRMICAS – Têm origem na camada mais profunda da pele, derme. Não estão ligadas entre si e acompanham o crescimento do animal. – Peixes NOTA – Alguns répteis, além das escamas, possuem placas ósseas – crocodilo – ou carapaça óssea – tartaruga. NUA - A pele nua é característica dos batráquios ou anfíbios (rã, salamandra, tritão, sapo). A pele possui um líquido gelatinoso que segrega um muco que a mantém sempre húmida. Tem um importante papel na respiração.
  5. 5. B INVERTEBRADOS – Revestimento dos invertebrados CUTÍCULA QUITINA CALCÁRIO (concha) CARAPAÇA (crusta) PLACAS CALCÁRIAS QUITINA – Substância dura e resistente que protege os insectos evitando assim a perda excessiva de água. (joaninha – mosca – escaravelho – aranha – grilo …) CALCÁRIO (CONCHA) – As conchas podem ser: 1 – UNIVALVE – Quando a concha é única. (caracol, lapa) 2 – BIVALVE – Quando a concha é formada por duas peças. (berbigão, mexilhão) CARAPAÇA – Substância calcária muito dura e resistente também chamada crusta, que evita a perda de água. (lagosta, santola, camarão)
  6. 6. PLACAS CALCÁRIAS e ESPINHOS CALCÁRIOS – Substância calcária e resistente, que protege e evita a perda de água. (Estrela-do-mar, ouriço-do-mar). CUTÍCULA – Substância muito fina, resistente e flexível. Evita a perda de água e tem importante papel na respiração. (minhoca, sanguessuga) FUNÇÕES DO REVESTIMENTO Proteger os animais dos choques. Dificultar a penetração de micróbios e outros corpos estranhos ao organismo. Impedir a perda excessiva de água. Defender o corpo dos animais, servindo como camuflagem Manter a temperatura do corpo. Servir de meio de respiração.

×