Apresentação tendencias na nutrição caes e gatos

4.811 visualizações

Publicada em

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.811
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
196
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação tendencias na nutrição caes e gatos

  1. 1. João Marcel Camargo Candido Ferreira
  2. 2. Novas tendências na nutrição de cães e gatos
  3. 3. Revista Pet Food Industry <ul><li>2 empresas estão entre as 20 melhores (Guabi e Mogiana); </li></ul><ul><li>56% alimentos econômicos; </li></ul><ul><li>22% alimentos intermediários; </li></ul><ul><li>20% alimentos Premium; </li></ul><ul><li>2% alimentos Superpremium </li></ul><ul><li>Desafio é aumentar consumo de alimentos premium e superpremium no mercado </li></ul>
  4. 4. Como escolher o alimento? <ul><li>Idade e porte; </li></ul><ul><li>Nível de informação; </li></ul><ul><li>Poder aquisitivo; </li></ul><ul><li>Relação afetiva com o pet </li></ul>
  5. 5. Tendências mundiais- Pet Food Forum -Chicago-EUA-2008 <ul><li>Produtos naturais; </li></ul><ul><li>Produtos funcionais- saudáveis; </li></ul><ul><li>“ Humanização” dos animais- Luxo- Muitos produtos que se assemelham ao alimento humano; </li></ul><ul><li>Entre 10 famílias brasileiras 6 possuem um pet </li></ul>
  6. 6. Novos produtos <ul><li>Aumento produtos para perda de peso; </li></ul><ul><li>Linha holística; </li></ul><ul><li>Linha orgânica </li></ul>
  7. 7. Principais matérias-primas empregadas na confecção de alimentos para cães e gatos
  8. 8. Proteínas, gorduras, fibra e carboidratos <ul><li>Proteínas (origem animal); </li></ul><ul><li>Farinha de carne; </li></ul><ul><li>Farinha de vísceras de frango; </li></ul><ul><li>Farinha de penas; </li></ul><ul><li>Farinha de ossos, </li></ul><ul><li>Etc.. </li></ul><ul><li>Proteínas (origem vegetal); </li></ul><ul><li>Soja; </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Carboidratos : </li></ul><ul><li>Quirera de arroz; </li></ul><ul><li>Milho; </li></ul><ul><li>Sorgo </li></ul><ul><li>Milheto </li></ul><ul><li>* Amido = diferença no padrão digestivo nos diferentes ingredientes </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Fibras: </li></ul><ul><li>Hábito alimentar(comer verde,exemplo grama) </li></ul><ul><li>Saúde intestinal e saúde final </li></ul><ul><li>Como estudar e comprovar a fibra dos alimentos? </li></ul><ul><li>Rótulo; </li></ul><ul><li>Umidade </li></ul><ul><li>Método analítico (análise enzimática- FDT) </li></ul><ul><li>Não se deve tratar fibra solúvel como fibrar fermentável; </li></ul>
  11. 11. Fibras <ul><li>“ tudo depende do tipo e da quantidade de fibra utilizada” </li></ul><ul><li>Farinha de trigo; </li></ul><ul><li>Cascade soja </li></ul><ul><li>Polpa de beterraba; </li></ul><ul><li>Farelos em geral </li></ul>
  12. 12. Carboidratos <ul><li>30 a 55 % de alimentos secos e semi-úmidos </li></ul><ul><li>30 a 60 % da energia desses alimentos </li></ul><ul><li>Amido: </li></ul><ul><li>Excelente para modificar a textura e consistência dos alimentos,depende do tipo e da quantidade! </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Gorduras: </li></ul><ul><li>Importante fator de qualidade das rações </li></ul><ul><li>Veículo de vit. A,D,E e K </li></ul><ul><li>Alta palatabilidade; </li></ul><ul><li>Ác.graxos essenciais: </li></ul><ul><li>Omega 6 e 3 </li></ul><ul><li>Ac. araquidônico </li></ul><ul><li>EPA </li></ul><ul><li>DHA </li></ul>
  14. 14. Gorduras(lipídios) <ul><li>Cães e gatos não necessitam de gordura per si, mas de ácidos graxos! </li></ul><ul><li>Ômegas 3 e 6; </li></ul><ul><li>Fontes de gorduras: </li></ul><ul><li>Sebo bovino,gordura de frango,óleos de peixes,óleos vegetais,entre outros. </li></ul>
  15. 15. Minerais e Vitaminas <ul><li>Macro e micro minerais: </li></ul><ul><li>“ devem estar balanceados na dieta para evitar toxidez,deficiências”. </li></ul><ul><li>Vitaminas: </li></ul><ul><li>Fornecidas no premix vitamínico-mineral sem levar em conta as quantidades presentes nos ingredientes! </li></ul>
  16. 16. Aditivos <ul><li>Tecnológicos,antioxidantes,entre outros; </li></ul><ul><li>Sensoriais: corantes e pigmentantes </li></ul><ul><li>Funcionais; </li></ul><ul><li>Zootécnicos </li></ul><ul><li>Anticocdianos. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>“ necessidade de mais estudos em ingredientes destinados a alimentação de cães e gatos”! </li></ul><ul><li>Qualidade do alimento depende de todos os ingredientes </li></ul>
  18. 18. Testes de controle de qualidade mais comumente usados na fabricação <ul><li>Umidade aproximadamente 8 % - método rápido/ estufa; </li></ul><ul><li>Análises de gordura </li></ul><ul><li>Granulometria (peneira*,laser,raio-X, sedimentação); </li></ul><ul><li>Densidade aparente(logo após a saída do alimento da extrusora); </li></ul><ul><li>Gelatinização do amido; </li></ul><ul><li>Durabilidade(resitência ao manuseio e formação de finos); </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Dureza (resistência a mordida); </li></ul><ul><li>Propriedades de viscosidade; </li></ul><ul><li>Transição de fases </li></ul>
  20. 20. Principais antioxidantes utilizados em alimentos para cães e gatos <ul><li>Ácidos graxos insaturados e saturados </li></ul><ul><li>Monosaturados; </li></ul><ul><li>poliinsaturados; ( mais propícios a oxidação); </li></ul><ul><li>Ácidos graxos insaturados; </li></ul><ul><li>Ác.oléico (monoinsaturado); </li></ul><ul><li>Ác.linoleico (poliinsaturado); </li></ul><ul><li>Ác.linolenico (poliinsaturado) </li></ul>
  21. 21. Antioxidantes sintéticos <ul><li>BHA; </li></ul><ul><li>BHT; </li></ul><ul><li>Galatos </li></ul>
  22. 22. Antioxidantes Naturais <ul><li>Tocofenois: </li></ul><ul><li>Vitamina E:alfa,beta,delta e gama </li></ul><ul><li>No premix o que está mais disponível é a alfa,pois é a mais eficiente! </li></ul><ul><li>Alecrin </li></ul>
  23. 23. Pro-oxidantes e agentes quelantes <ul><li>Àcido cítrico promove a quelação de íons metálicos </li></ul>
  24. 24. Alimentos funcionais <ul><li>Prebióticos: </li></ul><ul><li>FOS e MOS </li></ul><ul><li>Probióticos: </li></ul><ul><li>Lactobacillus; </li></ul><ul><li>Enterococcus; </li></ul><ul><li>Entre outros </li></ul>
  25. 25. <ul><li>Condroprotetores: </li></ul><ul><li>Sulfato de condroitina; </li></ul><ul><li>Sulfato de glicosamina; </li></ul><ul><li>Ácidos graxos Poliinsaturados: </li></ul><ul><li>Ômega 3 e 6 </li></ul>
  26. 26. Principais métodos de avaliação in vivo de alimentos comerciais para cães e gatos <ul><li>Palatabilidade ou apetibilidade; </li></ul><ul><li>Digestibilidade; </li></ul><ul><li>Saúde a longo prazo; </li></ul><ul><li>pH urinário de gatos; </li></ul><ul><li>Necessidades nutricionais: </li></ul><ul><li>Método fatorial; </li></ul><ul><li>Método dose-resposta </li></ul><ul><li>Regressão </li></ul>
  27. 27. Palatabilidade <ul><li>Odor; </li></ul><ul><li>Sabor; </li></ul><ul><li>Textura </li></ul><ul><li>Forma </li></ul><ul><li>tamanho </li></ul>
  28. 28. Aceitabilidade <ul><li>“ One-pan-method” (uma tigela); </li></ul><ul><li>A x B fornecidos em período diferente </li></ul><ul><li>Preferência pelo “Two pan method” (duas tigelas): </li></ul><ul><li>A x B fornecidos simultaneamente </li></ul>
  29. 29. digestibilidade <ul><li>Aparente; </li></ul><ul><li>Verdadeira </li></ul><ul><li>ileal; </li></ul><ul><li>Total </li></ul>
  30. 30. Noções teóricas sobre formulação de alimentos para cães e gatos <ul><li>Custo de alimentação entre 70 a 80 %; </li></ul><ul><li>Formulação: </li></ul><ul><li>Custo x Nutrição ótima </li></ul><ul><li>Regulamentação MAPA: </li></ul><ul><li>Fiscalização </li></ul><ul><li>IN-9 </li></ul>
  31. 31. <ul><li>Classificação MAPA: </li></ul><ul><li>Alimentos completos; </li></ul><ul><li>Alimentos complementares; </li></ul><ul><li>Alimentos especiais </li></ul>
  32. 32. <ul><li>Nutrientes Essenciais: </li></ul><ul><li>Lipídios; </li></ul><ul><li>Minerais; </li></ul><ul><li>Vitaminas; </li></ul><ul><li>Proteínas(aminoácidos): </li></ul><ul><li>10 aa para cães e 11 para gatos </li></ul><ul><li>Perfis nutricionais recomendados pela ANFAL PET! </li></ul>
  33. 33. <ul><li>Classificação mercadológica : </li></ul><ul><li>Econômicos; </li></ul><ul><li>Standard(padrão); </li></ul><ul><li>Premium; </li></ul><ul><li>Super premium </li></ul>
  34. 34. <ul><li>Para se formular uma ração deve-se seguir as características: </li></ul><ul><li>Otimizar a produção animal; </li></ul><ul><li>Otimizar a saúde; </li></ul><ul><li>Minimizar gastos com alimentação; </li></ul><ul><li>Segurança alimentar; </li></ul><ul><li>Tornar custos competitivos; </li></ul><ul><li>Permitir variação de ingredientes e manter o valor nutricional dos alimentos </li></ul>
  35. 35. Métodos de formulação <ul><li>Manuais: </li></ul><ul><li>Tentativa e erro; </li></ul><ul><li>Quadrado de Pearson; </li></ul><ul><li>Algébrico (sistemas de equações) </li></ul><ul><li>Programas de Computadores: </li></ul><ul><li>Dinâmico ou misto; </li></ul><ul><li>Programação linear(custo-mínimo); </li></ul><ul><li>Programação não linear </li></ul>
  36. 36. Objetivos <ul><li>Espécie/fase de vida </li></ul><ul><li>Saúde/desempenho; </li></ul><ul><li>Custo; </li></ul><ul><li>Palatabilidade e Digestibilidade; </li></ul><ul><li>Processamento </li></ul>
  37. 38. Procedimentos <ul><li>Objetivos; </li></ul><ul><li>Método de formulação; </li></ul><ul><li>Necessidades nutricionais da espécie; </li></ul><ul><li>Disponibilidade e composição de matérias-primas; </li></ul><ul><li>Determinação e limites de nutrientes; </li></ul><ul><li>Determinação e limites de ingredientes </li></ul>
  38. 39. Exemplo <ul><li>Espécie: cão </li></ul><ul><li>Fase do ciclo: manutenção </li></ul><ul><li>Processo: extrusada </li></ul><ul><li>Validade:12 meses </li></ul><ul><li>Qualidade da ração:premium </li></ul>
  39. 40. Fonte <ul><li>IV Curso Teórico sobre Nutrição de cães e gatos: “ Uma Visão Industrial”, 25 e 26 de outubro de 2008,UNESP-Jaboticabal ! </li></ul>
  40. 41. <ul><li>Muito obrigado </li></ul>

×