Escola Secundária Dom Egas Moniz, em ResendeEducação TecnológicaJoão Miguel Pereira 9ºC nº15 31 de Maio de 2011
ÍndicePágina -----------------------------------------------------------------------------Temapág. 1 Índicepág. 2 Introduç...
IntroduçãoEste trabalho sobre a cereja pretende dar a conhecer melhor ao leitor este fruto tãoconsumido apreciado, produzi...
A cerejasAs cerejas são frutos pequenos e arredondados que podem apresentarvárias cores, sendo o vermelho a mais comum ent...
Principais países produtoresBulgáriaChileChinaFrançaGréciaIrãoItáliaA Turquia é o país com a maior quantidade de cereja pr...
Em termos de calendário de maturação, nas variedades precoces ou medianamente precocesencontram-se a Earlise, Big Burlat e...
em automóveis ligeiros de mercadorias e entregam nos mandatários dos diversos mercadosabastecedores – Lisboa e Porto.Actua...
muito significativo (cerca de 475 ha) ao longo dos últimos anos com excepção do ano de2007.Os cerejais no mundoRelativamen...
ConclusãoCom este trabalho foi possível adquirir novos conhecimentos sobre este fruto tãoemblemático, doce e suculento que...
BibliografiaFOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF THE UNITED NATIONS:www.fao.org.Instituto Nacional de Estatística: www.ine...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Cereja - Trabalho informativo

2.111 visualizações

Publicada em

A Cereja
Secundária de Resende
2010/11
João Pereira

Publicada em: Educação, Turismo, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.111
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Cereja - Trabalho informativo

  1. 1. Escola Secundária Dom Egas Moniz, em ResendeEducação TecnológicaJoão Miguel Pereira 9ºC nº15 31 de Maio de 2011
  2. 2. ÍndicePágina -----------------------------------------------------------------------------Temapág. 1 Índicepág. 2 Introduçãopág. 3 As cerejas, propriedades, utilizações da cereja, onde écultivada;pág. 4 Principais países produtores de cerejas , principaisprodutores de cereja em Portugal, Calendário deprodução de cereja em Portugal;pág. 5 Calendário de produção de cereja em Portugal(continuação), variedade de espécies de cerejasproduzidas em Portugal, escoamento da produção;pág. 6 Escoamento da produção (continuação), escoamento daprodução em Resende, os cerejais em Portugal;pág. 7 Os cerejaisem Portugal (continuação), os cerejais no mundo;pág. 8 Conclusãopág. 9 Bibliografia1
  3. 3. IntroduçãoEste trabalho sobre a cereja pretende dar a conhecer melhor ao leitor este fruto tãoconsumido apreciado, produzido no concelho de Resende e em Portugal.Para tal irei realizar pesquisas em páginas da internet, livros e estudos sobre este tema.Com um objectivo de tornar este trabalho mais rico e atraente irei recorrer a gráficos,esquemas e imagens.Irei tentar dar o meu melhor. Espero que goste!2
  4. 4. A cerejasAs cerejas são frutos pequenos e arredondados que podem apresentarvárias cores, sendo o vermelho a mais comum entre as variedadescomestíveis.A Cereja é a fruta da cerejeira, uma planta originária da Ásia. Por seruma planta arbórea, a cerejeira produz pequenos frutos, com aproximadamente 2 cm,arredondados, de coloração variável (existem cerejas amarelas, vermelho escuro e roxas).Este fruto é muito apreciado na Europa e no Brasil por ser de gosto muito agradável.PropriedadesAs cerejas contém proteínas, cálcio, ferro e vitaminas A, B, e C. Quando consumida aonatural, tem propriedades refrescantes, diuréticas e laxativas. Como a cereja é muito rica emtanino, consumida em excesso pode provocar problemas estomacais, não sendo aconselhávelconsumir mais de 200 ou 300 gramas por dia.Utilizações da CerejaA cereja e um fruto com uma vasta variedade de utilização, sendo utilizado como matéria-prima da confecção de produtos de beleza e cosmética. A cereja é também utilizada naprodução de licores, bolos, gelados…Os pés deste fruto são também utilizados em chás vistoque estes têm aptidão medicinal a nível do sistema urinário, renal, entre outras.Onde é cultivadaO seu cultivo é realizado em regiões frias. Necessitam de 800 a 1000 horas de frio para que possam produzirsatisfatoriamente.3
  5. 5. Principais países produtoresBulgáriaChileChinaFrançaGréciaIrãoItáliaA Turquia é o país com a maior quantidade de cereja produzida, segundo dados de 2007,com cerca de 392 001 t. Os Estados Unidos da América e o Irão ocupam o 2º e 3º lugar daprodução mundial com 270 000 t e 225 000 t, respectivamente.Principais produtores de cereja em PortugalTrás-os-Montes, um pouco por toda a região, com maior incidência no triângulo Alfândegada Fé, Macedo de Cavaleiros e Mirandela, mas também, em Valpaços, Vinhais e Lamego;Beira Interior, essencialmente nos concelhos do Fundão e da Covilhã, respectivamente com69% e 12% da área desta região;Entre Douro e Minho, quase exclusivamente no concelho de Resende, onde se concentra89% da área de cerejeiras desta região.Calendário de produção de Cereja em PortugalTabela 1 – Calendário de produção e comercialização da cereja4PolóniaPortugalRoméniaEspanhaSíriaTurquia
  6. 6. Em termos de calendário de maturação, nas variedades precoces ou medianamente precocesencontram-se a Earlise, Big Burlat e Brooks e nas variedades intermédias a tardias a Summit,Sunburst, Hedelfingen, Maring, Early Van Compact, Van, Arcina e De Saco Cova da Beira.As primeiras produções de cereja, a nível nacional, surgem na zona de Resende, ocorrendo apartir de meados de Abril, com as colheitas das variedades/ecótipos regionais Abrileira eRabicha ou em simultâneo na Beira Interior, na zona sul da Serra da Gardunha (Alpedrinha eSoalheira), na 1ª semana de Maio, com as variedades mais precoces (Burlat e Earlise). Uma aduas semanas depois efectua-se a colheita em Alfândega da Fé. A campanha termina,simultaneamente em todas as zonas de produção, a meados de Julho, com as variedades maistardias.Variedade de espécies de cerejas produzidas em PortugalO leque de variedades de cerejeira é enorme. Dentro das variedades com tradição de cultivoem Portugal destacam-se, como mais importantes, as seguintes: Saco da Cova da Beira, Sacodo Douro, Lisboeta, São Julião, Big Burlat, Maring, Napoleão Pé Comprido, e Big Windsor(Roxa), sendo as primeiras quatro de origem nacional. Recentemente foram introduzidasnovas variedades, mais atractivas do ponto de vista comercial, pelo facto do fruto atingirelevado calibre e ter melhor poder de conservação, tais como: Brooks, Hedelfingen, Summit,Sunburst, Arcina, Sweetheart, Van, Bing e Earlise.Escoamento da produçãoA cereja é despachada, à consignação, por transportadoras com destino aos operadores noMercado Abastecedor de Lisboa (mandatários).Utilizam geralmente caixas de madeira/plástico, novas e/ou reutilizadas, com 5 a 8 Kg decapacidade, raramente caixas de cartão. O preço, normalmente baixo, principalmente quandohá excesso de produção/oferta, é estabelecido pelo mandatário e resulta da diferença do valorde venda da cereja subtraindo os custos de transporte, descarga e comissão de venda. Algunsprodutores mais criteriosos na escolha dos frutos são mais disputados e conseguem melhorespreços.Alguns produtores contratam com transportadoras que carregam directamente na exploração5
  7. 7. em automóveis ligeiros de mercadorias e entregam nos mandatários dos diversos mercadosabastecedores – Lisboa e Porto.Actualmente conhecem-se algumas tentativas de produtores de cereja para se agruparem eassegurar eles próprios o transporte da cereja até Lisboa.Escoamento da produção em ResendeA Cermouros é uma sociedade comercial por quotas, constituída por 20 produtores de cereja,localizada no coração da produção de cereja, com boas infra-estruturas e algum equipamentode normalização. Tem capacidade de frio para 200 toneladas, composta por 5 câmarasconvencionais e camiões frigoríficos. Está actualmente alugada a um comerciante de frutas.Trabalha com cerejas e com todas as outras frutas.Tem como principais clientes os entrepostos dos hipermercados. Fornece a cereja em caixade cartão de 5 kg.Trabalha também com outros intermediários e com os mercados abastecedores do Porto e deLisboa.Os produtores entregam a cereja em caixas plásticas de 10 kg e com preço previamenteajustado. A escolha e embalamento são realizados nas instalações da Cermouros, comcritérios de qualidade ajustados ao canal que vai seguir. A pesagem é feita após a embalagemdefinitiva.Esquema da rota da maioria cereja de Resende:Produtor → Cermouros → Grandes Superfícies ou Mercado Abastecedor → ConsumidorAnualmente ocorre também neste concelho o Festival da Cereja, onde são postas adisposição do consumidor toneladas de cereja a preços baixos. Este festival conta tambémcom animação de rua, muita música, e carros alegóricos.Os cerejais em PortugalO pomar de cerejeira nacional apresenta forte implantação aNorte do rio Tejo principalmente nas regiões da Beira Interior,Trás-os-Montes e entre Douro e Minho. A área de cerejeira tem registado um aumento não6
  8. 8. muito significativo (cerca de 475 ha) ao longo dos últimos anos com excepção do ano de2007.Os cerejais no mundoRelativamente aos dados da cerejeira no resto do Mundo, verifica-se na tabela 2 que no anode 2007 o Irão é o país com maior área de cerejeira com 34 000 ha, seguido pelos EstadosUnidos da América, Turquia, Itália e a Espanha. Segundo os dados da FAO este conjunto depaíses representa cerca de 42,31% da área mundial de cerejeira.A União Europeia apresenta uma grande representatividade em termos de área de cerejeira(34,29%) sendo de realçar países como a Itália, a Espanha e a França com as maioresproduções da U.E. Quanto a Portugal, regista um aumento da área de crejeiras nos últimoscinco anos mas em termos percentuais representa, segundo os dados do ano de 2007, apenas1,79% da área mundial.Tabela 2 – Distribuição mundial da superfície de cerejeira/ha (FAO,2008)7
  9. 9. ConclusãoCom este trabalho foi possível adquirir novos conhecimentos sobre este fruto tãoemblemático, doce e suculento que é a cereja, como é o caso do nome das espécies,principais países produtores, entre outros assuntos.A meu ver este trabalho terá importância a nível da aquisição de conhecimentos essenciaispara a minha vida académica e na sociedade.8
  10. 10. BibliografiaFOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF THE UNITED NATIONS:www.fao.org.Instituto Nacional de Estatística: www.ine.pt.CERFUNDÃO:Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas:Wikipedia:http://pt.wikipedia.org/wiki/Cerejeirahttp://pt.wikipedia.org/wiki/Cereja-doceConfagri: http://www.confagri.pt/Noticias/Pages/noticia31649.aspxMundo Português: http://www.mundoportugues.org/content/1/7331/cereja-portuguesa-cada-vez-mais-valorizada-procuradaCâmara Municipal de Resende: http://www.cm-resende.ptOutros:http://www.imotion.com.br/imagens/details.php?image_id=6635http://jackevidadebarbie.blogspot.com/2010/08/eu-testeilinha-natura-todo-diainverno.htmlhttp://cafezinhodascinco.blogspot.com/2008/02/irresistvel.htmlhttp://pratosdabela.blogspot.com/2010_06_01_archive.htmlhttp://www.chucrutecomsalsicha.com/archives/estaes_do_ano/Google Palavras-chave:A cerejaCereja de Resende9

×