Independencia do Brasil

828 visualizações

Publicada em

Independencia do Brasil

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
828
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Independencia do Brasil

  1. 1. plácidas De um povo heróico o brado retumbante...”  Sabiam que o grito não aconteceu às margens do riacho do Ipiranga, como sugere a letra do Hino Nacional? O príncipe bradou o seu célebre grito no alto da colina próxima ao riacho, onde sua tropa esperava que ele se aliviasse de um súbito mal-estar intestinal.
  2. 2. Curiosidades  O hino foi cantado pela primeira vez no dia 13 de abril de 1831, na festa de despedida de Dom Pedro I.  A letra de Ovídio Saraiva foi considerada ofensiva pelos portugueses. Eles foram chamados até de "monstros". Por isso, não demorou muito para que ela fosse rejeitada. No entanto, a partir de 1837, a partitura começou a ser
  3. 3. Curiosidades  É desrespeito bater palmas durante a execução do Hino Nacional Brasileiro. De acordo com o Artigo 30 da Lei nº 5.700, de 1º de setembro de 1971, "durante a execução do Hino Nacional, todos devem tomar atitude de respeito, de pé e em silêncio, os civis do sexo masculino com a cabeça descoberta e os militares em
  4. 4.  A Independência do Brasil ocorreu em 1822, porém, o quadro “Independência ou Morte”, de Pedro Américo, foi pintado apenas em 1888, em Florença, na Itália, sob encomenda da Corte portuguesa. O 1822 o pintor ainda nem era nascido!
  5. 5. História da Independência do Brasil
  6. 6. Introdução  A Independência do Brasil ocorreu em 7 de setembro de 1822. A partir desta data o Brasil deixou de ser uma colônia de Portugal. A proclamação foi feita por D. Pedro I as margens do riacho do Ipiranga em São Paulo.
  7. 7. Causas  Vontade de grande parte da elite política brasileira em conquistar a autonomia política;  Desgaste do sistema de controle econômico, com restrições e altos impostos,
  8. 8. Dia do Fico  Em 9 de janeiro de 1822, D. Pedro I recebeu uma carta da Corte exigindo seu retorno para Portugal. Porém, D. Pedro respondeu negativamente aos chamados de Portugal e proclamou : "Se é para o bem de todos e felicidade geral da
  9. 9. O processo de independência  Após o Dia do Fico, D. Pedro tomou uma série de medidas que desagradaram a metrópole, pois preparavam caminho para a independência do Brasil.  D. Pedro convocou uma Assembleia Constituinte, organizou a Marinha de Guerra e obrigou as tropas de Portugal a
  10. 10.  D. Pedro determinou também que nenhuma lei de Portugal seria colocada em vigor sem a sua aprovação. Além disso, o futuro imperador do Brasil, convocava o povo a lutar pela independência.
  11. 11. Proclamação da Independência  Ao viajar de Santos para São Paulo, D. Pedro recebeu uma nova carta de Portugal exigindo seu retorno e anulando a Assembleia Constituinte. Diante desta situação, D. Pedro deu seu famoso grito, as margens do riacho Ipiranga:
  12. 12. Curiosidade  Segundo alguns pesquisadores, D. Pedro estaria na casa de sua amante, a Marquesa de Santos, quando recebeu a carta de sua esposa, a Imperatriz Leopoldina, alertando-o sobre as ordens
  13. 13. Pós Independência  D. Pedro I foi coroado imperador do Brasil em dezembro de 1822;  Portugal reconheceu a independência, exigindo uma indenização de 2 milhões de libras esterlinas;  Em algumas regiões do Brasil, principalmente no Nordeste, ocorreram revoltas, comandadas por portugueses, contrárias à independência do Brasil. Estas manifestações foram duramente reprimidas pelas tropas imperiais.
  14. 14. Resumo – Independência do Brasil Causas Dia do Fico Preparação para a independência Proclamação da independência Pós independência

×