Disciplina: Novas Abordagens no Ensino de LiteraturaDocente: Carlos Augusto<br />Equipe:<br />Janaína Costa, João Neto, Ma...
Haicai<br />                                                      ou haikai<br /> A essência do haicai  a percepção do mom...
História do haikaino Japão<br />Tanka;<br />Renga;<br />Haikai.<br />
Exemplo<br />Represadas estão as águas<br />Do Rio SahoE todo o campo plantado.<br />Replicou Yakamochi:Colhido o arroz pr...
Renga<br />Além da tanka existiu a renga um tipo de poesia muito difundido no Japão e logo  ganhou o nome de haikai-renga ...
Haikai<br />O Haikai possui uma longa história que retoma a filosofia espiritualista e o simbolismo Taoista dos místicos o...
<ul><li> Na filosofia Zen, assim como no Haikai, é necessário ter introspecção e análise mais profunda fazendo-se perceber...
165 famílias ;
Fazendas de café;
Afrânio Peixoto (1875 – 1947), o marco inicial do desenvolvimento do haicai no Brasil, pelo fato dele ter publicado em 192...
Domingo dos pais -      Filhos reunidos relembram      o "herói" ausente.     IraíVerdan     Magé, 17/08/2011<br />
Um "quê" na paisagem:      Os buquês amarelados...      Ipê florescido.<br />
Guilherme de Almeida<br />Desfolha-se a rosa. Parece até que floresce O chão cor-de-rosa.<br />O ar. A folha. A fuga.No la...
Escritores brasileiros de haikai<br />tudo dito,nada feito,fito e deito<br />Paulo Leminski<br />viver é super difícilo ma...
Millôr Fernandes<br />Olha,Entre um pingo e outroA chuva não molha.<br />Millôr Fernandes<br />Nos dias quotidianosÉ que s...
Importância<br />Foi com Leminski que o haikai encontrou, fora da comunidade japonesa, a melhor realização no Brasil, e a ...
     Obrigada pela atenção!<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Slide haicai

2.504 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.504
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
77
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slide haicai

  1. 1. Disciplina: Novas Abordagens no Ensino de LiteraturaDocente: Carlos Augusto<br />Equipe:<br />Janaína Costa, João Neto, Marília Costa e Priscila Maria<br />
  2. 2.
  3. 3. Haicai<br />  ou haikai<br /> A essência do haicai a percepção do momento presente, buscando na natureza os elementos para a criação individual.<br />
  4. 4. História do haikaino Japão<br />Tanka;<br />Renga;<br />Haikai.<br />
  5. 5. Exemplo<br />Represadas estão as águas<br />Do Rio SahoE todo o campo plantado.<br />Replicou Yakamochi:Colhido o arroz precoce,Eu o saberei usar bem<br />
  6. 6. Renga<br />Além da tanka existiu a renga um tipo de poesia muito difundido no Japão e logo  ganhou o nome de haikai-renga (versos ligados “cômicos”, divertidos, informais) e sua popularidade se deu entre a classe dos comerciantes, soldados, monges e até nobres, em situações informais.<br />
  7. 7. Haikai<br />O Haikai possui uma longa história que retoma a filosofia espiritualista e o simbolismo Taoista dos místicos orientais e mestres Zen-budistas que expressam muito de seus pensamentos na forma de mitos, símbolos, paradoxos e imagens poéticas. Isto se deve à tentativa de transcender a limitação imposta pela linguagem usual e pensamento linear e científico que trata a natureza e o próprio ser humano como máquina. <br />
  8. 8. <ul><li> Na filosofia Zen, assim como no Haikai, é necessário ter introspecção e análise mais profunda fazendo-se perceber e descobrir curiosos e belos fatos naturais que de outra forma passariam despercebidos. O objetivo é capturar a essência do local numa poesia contemplativa e descritiva com grande valorização nos contrastes, na transformação e dinâmica, na cor, nas estações do ano, na união com a natureza, no que é momentâneo versus o que é eterno (ruptura do contínuo) e no elemento de surpresa.</li></li></ul><li>Navio com os primeiros japoneses no Brasil.<br /><ul><li>18 de julho de 1908;
  9. 9. 165 famílias ;
  10. 10. Fazendas de café;
  11. 11. Afrânio Peixoto (1875 – 1947), o marco inicial do desenvolvimento do haicai no Brasil, pelo fato dele ter publicado em 1928, na Revista Excelsior, um ensaio sobre essa forma de poesia japonesa. </li></li></ul><li>Estrutura do haikai<br /> É uma forma extremamente concisa de poesia que "gira" em torno de uma série bem definida de regras, mas nem sempre obedece sua forma original, podendo ser adaptada para diversas circunstâncias. Assim, existem poemas baseados em apenas algumas das características do Haikai:<br />Poesia de três linhas e 17 sílabas normalmente distribuídas na forma 5, 7 e 5 sílabas respectivamente em cada linha.<br />Assim como o "click" de uma máquina fotográfica, deve registrar ou indicar um momento, sensação, impressão ou drama de um fato específico da natureza. É aproximadamente a imagem de um "flash" ou resultado de um "insight" (=visualização/iluminação), cercado de pureza, simplicidade e sinceridade.<br />Não costuma haver posicionamento do poeta, pois é preferencialmente uma descrição do presente evitando comparações ou conceitos do tipo "isso é belo (ou feio), etc", evitando o aparecimento das fraquezas do ser humano perante a natureza.<br />Fim de inverno<br />          prenúncio primaveril<br />            Clareia a tarde.<br />
  12. 12. Domingo dos pais -      Filhos reunidos relembram      o "herói" ausente.     IraíVerdan     Magé, 17/08/2011<br />
  13. 13. Um "quê" na paisagem:      Os buquês amarelados...      Ipê florescido.<br />
  14. 14. Guilherme de Almeida<br />Desfolha-se a rosa. Parece até que floresce O chão cor-de-rosa.<br />O ar. A folha. A fuga.No lago, um círculo vago.No rosto, uma ruga.<br />Um gosto de amora Comida com sol. A vida Chamava-se: "Agora".<br />
  15. 15. Escritores brasileiros de haikai<br />tudo dito,nada feito,fito e deito<br />Paulo Leminski<br />viver é super difícilo mais fundoestá sempre na superfície<br />Paulo Leminski<br />A vocês, eu deixo o sono.O sonho, não!Este eu mesmo carrego!<br />Paulo Leminski<br />
  16. 16. Millôr Fernandes<br />Olha,Entre um pingo e outroA chuva não molha.<br />Millôr Fernandes<br />Nos dias quotidianosÉ que se passamOs anos<br />Millôr Fernandes<br />[POEMEU EFEMÉRICO]Viva o BrasilOnde o ano inteiroÉ primeiro de abril<br />Millôr Fernandes<br />
  17. 17. Importância<br />Foi com Leminski que o haikai encontrou, fora da comunidade japonesa, a melhor realização no Brasil, e a mais conhecida. É certo que se poderá talvez dizer que seus haikais não se parecem muito com o haiku, tal como o lemos hoje em japonês. Mas não há a menor dúvida de que na sua poesia se encontram presentes em alto grau algumas das qualidades mais notáveis da poesia de haikai, tal como foi descrita e difundida por Blyth em língua inglesa. É ainda ao círculo de Leminski que devemos uma constante e importante atividade de produção, tradução, difusão e ensino do haikai-zenista.<br />
  18. 18. Obrigada pela atenção!<br />
  19. 19. Boa tarde!<br />

×