Marketing pessoal, relacionamento humano como criar empatia

780 visualizações

Publicada em

Em um mundo de mudanças rápidas e tecnologias avançadas caminhamos para um rumo em que o diferencial das pessoas será a capacidade de se relacionar e encantar ao próximo, todas as demais formas de se comunicar sofrem a "exigência" de estar no âmbito tecnológico.

Publicada em: Marketing
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
780
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Marketing pessoal, relacionamento humano como criar empatia

  1. 1. Marketing Pessoal Relacionamento Humano: como criar empatia. Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing
  2. 2. Marketing Pessoal NÃO é... • Inventar mentiras; • Contar vantagens; • Ser anti-ético; • Ser espertalhão; • Levar vantagem em tudo. Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing
  3. 3. O poder do entusiasmo e da autoconfiança. • Autoconfiança É acima de tudo acreditar em si próprio e no poder de realizar, aliada a uma grande capacidade de superação de problemas e imprevistos. • Entusiasmo É o combustível natural da determinação Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing
  4. 4. Para conquistar é preciso mudar!!! • A conquista de objetivos: Está intimamente ligada à mudança (às vezes radical) de atitudes pessoais . É preciso coragem para alterar o próprio comportamento em prol dos objetivos. • Na mudança: É que a maioria das pessoas esbarram na falta de atitude adequada à situação. Resultado: a força de vontade e o desejo dão lugar à acomodação e a busca de “culpados” pelo insucesso (crise, mercado, dólar, apoio de parentes, falta de informação por parte da empresa...) Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing
  5. 5. Autoconhecimento Devemos ter em mente que ninguém é perfeito. Todos nós estamos MELHORANDO A CADA DIA!!! • Reconhecer os nossos pontos fortes e fracos é uma excelente fórmula para a melhoria contínua de nossa atitudes e comportamentos. • Uma análise SWOT de nosso ambiente pessoal pode redirecionar as nossas vidas Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing
  6. 6. Auto avaliação Avaliar possibilidades de mudança e potencializar resultados. Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing
  7. 7. Princípios da criação de empatia • Princípio 1 Interesse-se, sinceramente, pelas pessoas; • Princípio 2 Sorria; • Princípio 3 Lembre-se de que o nome de uma pessoa é, para ela, o som mais doce e mais importante que existe em qualquer idioma; • Princípio 4 Seja um bom ouvinte. Incentive as pessoas a falar sobre elas mesmas; Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing
  8. 8. Princípios da criação de empatia • Princípio 5 Fale sobre o assunto que interessam às outras pessoas; • Princípio 6 Faça um elogio honesto e sincero. Em outras palavras,faça a outra pessoa se sentir importante, mas faça-o sinceramente. • Princípio 7 Não critique, não condene, não se queixe, não tenha preconceitos. Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing
  9. 9. Como conquistar pessoas para o seu modo de pensar • Princípio 1 O melhor meio de vencer uma discussão é evitá-la; • Princípio 2 Respeite a opinião alheia. Nunca diga: “Você está errado”; • Princípio 3 Se errar, reconheça o erro imediatamente e com ênfase; • Princípio 4 Comece de forma amigável; • Princípio 5 Consiga com que a outra pessoa diga “sim” imediatamente; Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing
  10. 10. Como conquistar pessoas para o seu modo de pensar • Princípio 6 Deixe a outra pessoa falar na maior parte da conversa; • Princípio 7 Procure, honestamente, ver as coisas pelo ponto de vista alheio; • Princípio 8 Mostre-se simpático às idéias e desejos alheios; • Princípio 9 Dramatize suas idéias. Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing
  11. 11. Aspectos fundamentais a serem observados na comunicação • Cuidados com a voz: a voz é o veículo da linguagem falada e portanto deve merecer especial atenção por parte do emissor da comunicação; • Usar vocabulário adequado: (comunicar não é falar palavras difíceis); Respeitar a correta pronúncia das palavras; Dosar a intensidade da voz; Evitar erros de concordância verbal; Evitar erros gramaticais; Evitar vícios de linguagem; Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing
  12. 12. Aspectos fundamentais a serem observados na comunicação • Diminuir o número de gírias; • Observar postura corporal; • Atentar para a gesticulação: como forma de complementação da linguagem falada; • Comunicar não é falar muito: mas sim, falar na ocasião oportuna de maneira clara e precisa; • Comunicar não é só falar continuamente: mas também ouvir o que os outros têm a dizer. Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing
  13. 13. Comunicação verbal O que importa não é só o que se diz, mas como se diz... Jefferson C. Nascimento - Consultoria de Marketing

×