Egídio guanzati e anselmo valli

129 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
129
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Egídio guanzati e anselmo valli

  1. 1. CENTENÁRIO DA CHEGADADOS CONSTRUTORESITALIANOSEGÍDIO GUANZATIEANSELMO VALLIA DOM PEDRITOExposição ComemorativaPromoção: Prefeitura Municipal de Dom Pe-drito / Secretaria Municipal deEducação e Cultura /Assessoriade Cultura - SMEC .Curadoria : Mus. Adilson Nunes de Oliveira.Pesquisa e produção de textos : Mus. Adil -son Nunes de Oliveira.Arte final: Marluci Machado Firpo .Jeferson Guedes Rodrigues.Imagens: Fototeca do Museu Faulo Firpo.Apoiadores Culturais :Associação de Amigos do Museu PauloFirpo.Associação Cultural Italiana do Rio Gran-de do Sul - ACIRS.Sesmaria Cultural de Dom PedritoEgídio Guanzati Anselmo Valli Casa da Família Xavier e atual Escolinha Infantil Tupy SilvaMUSEU PAULO FIRPO
  2. 2. Os primeiros imigran-italianos que vierampara Dom Pedrito,nasduas últimas décadasde 1800 e início do século XX,não fazem parte daqueles desti-nados à colonização do RioGrande do Sul.Entraram no Estado por inicia-tiva e interesse pessoal , comoBrasil reimigantes de Montevidéo ouBuenos Aires , ou como imigrantes camufla-dos , com interesses no comércio localizadoou ambulante , no artesanato ,nas lides do campo ou nas profissões liberais.Dom Pedrito não se caracterizacomo zona de colonização itali-ana, por isso a aculturação foiRio Grande do Sul um processo natural.Giorgis, Mincola, Brandi, Barbieri,Bernardini,Prabaldi, Ambrozio, Firpo,Gigante , Franci ,D’Mutti, Canuto, Prati ,Corsini, Capuano,Pa-cielo,Guanzati e Valli,entre outros,chegarama Dom Pedrito em épocas diversas.Na década de 50, do século passado, atraí-das pela expansão das lavouras de arroz esoja , muitas famílias italianas ou ítalo-descendentes vieram para Dom Pedrito, contri-buindo avultadamente para o progresso doEgídio Guanzati Anselmo Valli Rodero- Itália- cidade natal de Egídio Guanzati e Anselmo ValliMUSEU PAULO FIRPO
  3. 3. Egídio Guanzati , nasceu em19 de setembro de 1886, filhode Clemente Guanzati e En -grazia Cavalasca Guanza -ti .Iniciou aos 13 anos a tra-balhar em Milão e de-pois na Suíça e Alemanha.Vem , com seus pais e ir- Guanzati, jovem aindamãos, para Montevidéo , residente em Rodero.em 1907 e, junto com seu primo, Anselmo,estabeleceu-se em Rivera ( Uruguai ) emfins de 1910.Ambos colaboraram naconstrução da matriz dessacidade uruguaia. Em 11 defevereiro de 1911, vierampara Dom Pedrito , emuma diligência, a pedido doFamília Guanzat i Pe. Ludovico Ceyte ,entãoVigário, com o objetivo de atender a conclu-são das obras da igreja matriz Nossa Se-nhora do Patrocínio, iniciadas em 1899, eedificar a nova Casa Paroquial - ao ladoda matriz - Rua BernardinoÂngelo - e que seriam assuas primeiras constru -Egídio Guanzati Anselmo Valli Dom Pedrito : Praça Gal. Osório – vistas laterais - 1905 e 1910MUSEU PAULO FIRPO
  4. 4. Egídio Guanzati Anselmo Valli Praça Gal.Osório Dom Pedrito - 1920Construção da matriz de D.PedritoDurante a construção da matriz,aeles vem se juntar Guisepe Bartolomeu Meliga, como “decoratore”,responsável pelas pinturas.Como os construtores não acei-taram pagamento pelos servi-ços , pediram que o Poder Di -vino prolongasse suas vidase os aproximasse ainda maisde Dom Pedrito .G. MeligaNa obra da Casa Paroquial concretizarama primeira laje de cimento da região , fatoque causou polêmica e curiosidade , tam-bém pela questão de segurança.CasaParoquialMUSEU PAULO FIRPO
  5. 5. Obras da Escola Na. Sra do Horto.Em 1912 , iniciam a construção da EscolaNossa Senhora do Horto e a da Usina Elé-trica Municipal, que seriam inauguradas noano seguinte.Usina ElétricaAs obras do Quartel tam-bém tiveram a participaçãode Egídio e Anselmo - 1921-1922 .Agradecimento de Guan-zati a seus operários naconstrução do quartel .Egídio Guanzati Anselmo Valli Construções de Guanzati e Valli Av. José BonifácioMUSEU PAULO FIRPOObras do Quartel
  6. 6. Egídio Guanzati ,Carlinda Mena Guanzati –esposa – e a neta Maria Adelaide .Egídio executou várias obras para a Prefei-tura , de Dom Pedrito .Ocupou o cargo de Engenheiro Fiscal e Che-fe Administrativo do Setor de Obras.Recusando- se receber qualquer gratificação pelosserviços e ainda auxili-ando financeiramente oPoder Público no su -primento de fundos pa-ra atender os serviços ,sem exigir juros sobreas quantias adiantadas, Egídio Guanzati e amigosrazão por que foi, duran- italianos Barbieri e Pacielo.te muito tempo, isento de impostos munici-pais de suas proprie -dades e serviços.Egídio e filhas : Enedina eAlice,no corredor da sua casa,na Av. José Bonifácio.Egídio Guanzati Anselmo Valli Conjunto arquitetônico - Rua Duque de CaxiasMUSEU PAULO FIRPO
  7. 7. Mãe de Anselmo Valli,no campo,em Rodero.Casas geminadas deEgídio e Anselmo -Av. José .Bonifácio.Anselmo Valli nasceu em Rodero,em 29 desetembro de 1886. Filho de Antônio e EmíliaCavalasca . Trabalhou na construção civilem Milão e Turim, e depois na Suíça.Foi sargento em Florençae , em 1909 emigra pa-ra a América, em buscade trabalho , junto com oprimo,Egídio,que morava,então, no Uruguai.Gaetano Bernardini, Egídio GuanzatiRoberto Avogado e Anselmo Valli .Admirador de música e poesia, recitava Dante ,com desenvoltura e , como tenor, canta-va , amadoristicamente , árias e canções.Egídio Guanzati Anselmo Valli Prédios da Rua Duque de Caxias e da Av. Barão do Rio BrancoMUSEU PAULO FIRPO
  8. 8. Anselmo Valli se casouem 21 de setembro de1912, em Livramento ,com sua prima , MariaCavalasca Guanzatti ,irmã de Egídio.Os noivos Anselmo e Maria ValliEm 1924 , viajou à Itália , com a esposa edois filhos . Atuou na construção civil emMilão. Retorna, dois anos depois, com maisum filho - Ângelo José - que será registradobrasileiro.Neptunia- navio que os levou à ItáliaEm 1926, inicia a obra de sua nova residên-cia – foto abaixo.Volta à Itália , ne-negocia suas terrase adquire uma fa-zenda. Então , emsociedade com Do-nato Prabaldi, iniciaEgídio Guanzati Anselmo Valli Projeto e Prédio da Família Godoy Dias - Av. Borges de MedeirosMUSEU PAULO FIRPO
  9. 9. Anselmo separou-se da parceria agrope -cuária, em 1953 e edifica a sede da Fazen-da Santa Emília, no primeiro distrito, pro-priedade hoje de seus descendentes .Fazenda Santa EmíliaAinda realiza obrasna Fazenda SãoDemétrio, proprie-dade então de Ma-nuel ( Ico ) MércioXavier e, posterior-mente, constrói asede da Fazendade Dalísio R. deVargas .Fases da construção da sede FazendaSantaErnestinaAnselmo Valli naturalizou-se brasileiro , em1947.Egídio Guanzati Anselmo Valli Av. José Bonifácio, estado atual da casa de E. GuanzatiMUSEU PAULO FIRPO
  10. 10. Aos 88 anos,Egí-dio Guanzati foiagraciado com oTítulo de Cida -dão Pedritense.Egídio Guanzati, recebendo,da Câmara de Vereadores,o Título de Cidadão Pedri-tenseDurante as comemorações do Biênio da Co-lonização e Imigração - 1974 - recebeu ahomenagem da Colônia Italiana.Egídio Guanzati faleceu em 9 de junho de1976.Anselmo Valli também faleceu em Dom Pe-drito, em 17 de dezembro de 1968.Dom Pedrito o homenageou , dando seunome a uma rua da cidade .Egídio homenageado pelo Cônsul da ItáliaLogotipodo Biênioda Colonizaçãoe ImigraçãoEgídio Guanzati Anselmo Valli Agência Ford –Av. Barão do Upacarahy - em construção.Casa da Família do Dr . José Tude de Godoy, Av. JoséBonifácio, esquina Av.Júlio de Castilhos .MUSEU PAULO FIRPO
  11. 11. A Administração Municipal tem , na obra deEgídio Guanzati e Anselmo Valli, umaverdadeira história, construída em pedrae cal, como testemunho arquitetônico deuma época.Francisco Alves Dias - Prefeito Municipal de Dom Pedrito.Congratulamo - nos com a comunidadeitaliana de Dom Pedrito , nas figuras ex-ponensiais na arte de construir - EgídioGuanzati e Anselmo Valli - cidadãosexemplos de um século.Ieda T. Fernandes Bortolin - Presidente da Associação deAmigos do Museu Paulo FirpoEgídio e Anselmo - nos tijolos superpostos, agenialidade sedimenta a fluidez da vida , emconstruções centenárias.Zairy Gularte Vian – Profa. da Escola Na. Sra. do Horto eMembro da Sesmaria Cultural de Dom PedritoCom suas genialidades, eles modificaram apaisagem urbana de Dom Pedrito e expres -saram, na arquitetura, um testemunho parti -cular de seu amor telúrico ( pode - se dizer :“topolatria” ? ) à cidade que adotaram e osadotou.Adilson Nunes de Oliveira - Diretor do Museu Paulo Firpo.Egídio Guanzati Anselmo Valli D. Pedrito atual - Praça Gal Osório e caixa d’água -Praça e Prefeitura.MUSEU PAULO FIRPO

×