JORNAL SETEMBRO 2014

1.001 visualizações

Publicada em

JORNAL TRIBUNA POPULAR

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.001
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
862
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

JORNAL SETEMBRO 2014

  1. 1. C M A P Galeria Tangaraí Center salas 306/307 Centro - Caldas Novas/GO (64) 3454-4999 www.jornaltribunapopularonline.com Denúncias e sugestões: jornaltribunapopularcn@gmail.com Edição 332 semanal Setembro 2014 Desfi le Cívico Carreata
  2. 2. Diferença entre votar Nulo e em Branco nas Eleições Você é jovem e vai vo-tar pela primeira vez este ano? Tem dúvidas sobre o processo eleitoral ou é elei-tor, mas somente agora se interessou em saber alguns assuntos relacionados às eleições? Já é hora de saber o valor das eleições 2014 para o exercício da cidada-nia, principalmente quanto ao voto e o que este signi-fica. A seguir você saberá qual a diferença entre vo-tar em branco e votar nulo. Muitos eleitores tem dúvida nas suas escolhas e não sa-bem quem votar e preferem votar em branco ou nulo, mas qual a diferença? Qual dessas duas opções é a me-lhor no processo eleitoral? Existem diferenças quando se escolhe branco e nulo. O voto em branco nas eleições 2014 embora muitas pessoas pensasse que a pessoa não votou em candidato nenhum, na ver-dade significa que a pessoa abdicou seu direito de vo-tar. Outras pessoas veem o voto em branco como for-ma de contestação, mas na verdade é um conformis-mo, também significa “tan-to faz” e são acrescentados os votos para os candidatos com maior votação no últi-mo turno. Por exemplo, se existem dois candidatos X e Y e X termina o primeiro turno com 52% dos votos e o candidato Y com 35% dos votos, 10% dos votos é branco e 3% nulo, isso sig-nifica que 3% dos eleitores não querem que o candidato X e ou Y no poder e o que vencer estará bom. Então, desta forma o candidato X tem 62% de aceitação do eleitorado. Agora para quem deseja fazer um protesto na hora da eleição 2014, a for-ma mais certa de fazer isso é o voto nulo, pois esse sig-nifica que o eleitor não está satisfeito com a proposta de nenhum candidato e se recusa a votar em um ou outro candidato. Esse tipo de voto é mais efetivo para quem quer exercer sua de-mocracia, pois este permi-te que o eleitor manifeste a sua insatisfação e é uma forma válida de manifestar sua insatisfação. Mas, nin-guém fala em como votar nulo nas instruções, somen-te como votar em branco. Por que será que isso não é feito? Para fazer isso, é ne-cessário digitar um número inexistente de candidato e na sequência aperta-se em confirmar (o botão verde da urna). Quando o eleitor coloca o voto em branco o sistema da urna informa que “você está votando em bran-co” e então o eleito confir-ma ou corrige, mas quando o eleitor coloca um número existente, o sistema da urna responde de forma negativa e o sistema responde ”nú-mero incorreto, corrija seu voto”, isto muitas vezes faz o eleitor se desencorajar ao nulo, mas este é um direito de democracia que os eleito-res têm. Este voto é o único válido que pode inclusive anular uma eleição inteira, pois se nenhum candida-to conseguir a maioria dos votos (mais de 50%) no úl-timo turno, as eleições têm que ser canceladas, por isso não se fala em voto nulo, so-mente em branco. Por isso, se está descontente? Vote nulo nas eleições 2014, pois este é seu direito. Mas o me-lhor a se fazer é pesquisar os candidatos e tentar escolher o melhor e exercer seu direi-to de cidadania. Não vamos desistir do Brasil ele ainda tem concerto. Vamos acre-ditar .
  3. 3. Frutas fazem bem para o coração A constatação nem pa-rece novidade. A diferença é que, agora, um estudo desenvolvido na Univer-sidade de Oxford, no Rei-no Unido, calculou qual o impacto exato da inges-tão frequente delas para o peito. Segundo o trabalho, consumi-las diariamente afasta em até 40% o risco de doenças cardiovascu-lares baterem na porta. A animadora conclusão veio depois de os pesquisado-res avaliarem exatamente 451 681 voluntários, todos saudáveis. Por sete anos, os participantes catalogaram o quanto consumiam frutas. O resultado você já sabe: o coração de quem investiu em maçãs, laranjas, bana-nas e afins saiu ganhando. A pesquisa dos britânicos destaca – ainda mais! – a importância desses alimen-tos no cardápio de todo dia. Você já comeu a sua porção de hoje? Receita para domar a pressão: Para chegar a essa fór-mula, Philip Eaton, profes-sor de bioquímica do King’s College, em Londres, ligou dois dos seus achados em laboratório. Primeiro, ele descobriu que os chamados nitrolipídios, substâncias ofertadas pela dieta medi-terrânea, reduziam a pressão arterial de cobaias. Depois, observou que os bichos com uma alteração em uma en-zima chamada epóxido hi-drolase solúvel eram mais suscetíveis à decolagem da pressão. “Acontece que essa enzima é inibida justa-mente pelos nitrolipídios”, revela o cientista. Juntando os pontos, Eaton foi inves- tigar como esses elementos do bem se formavam. “Isso ocorre quando associamos as gorduras insaturadas, como as do azeite de oliva, aos nitratos ou nitritos en-contrados nos vegetais ver-des, a exemplo da alface e também da beterraba”, des-creve. Nozes com espinafre e beterraba com salmão são outras boas parcerias. Reflexão Já parou para pensar no impacto do racismo para a infância? Não importa se uma criança é branca, negra ou indígena. Qualquer uma, ao conviver em uma realidade de desigualdade e de discri-minação, tem a ilusão de que as pessoas devem ocupar, necessariamente, lugares diferentes na sociedade. E é de nossa responsabilidade mostrar o contrário! Precisa-mos minimizar esse impacto e contribuir para uma socie-dade mais democrática.
  4. 4. Vendo! Lote: Com 360 mts2 próximo ao Clube Bougainville em Caldas No-vas. Terreno plano, asfalto, iluminação pública, exce-lente localização, menos de 10 mts da rodovia. Valor R$ 22.000,00. Sala Comercial: No centro de Caldas No-vas, no Shopping Fonte das Thermas sala 213 em fren-te a Praça Mestre Orlando. Excelente ponto comercial com a melhor localização da cidade em frente a prin-cipal praça. Preço de oca-sião. Vendo! Apto: 1 quarto, banheiro social, sala e cozinha conjugada. Hotel Toulon Park Residence, saunas, restauran-te, piscinas de água quente e fria, área de lazer com reservas individuais. Localizado próxi-mo ao Fórum de Caldas Novas. VENDO! Apartamento Mobiliado no Lagoa Quente Hotel em Caldas Novas. Lo-calizado em frente ao Parque Lagoa Quente
  5. 5. Mêrce Cabelereiros agora com cursos profissionalizantes e venda de cabelos para qualquer tipo de alongamentos e apliques Quer ter cabelo com-prido em poucas horas? Co-nheça os tipos mais comuns de alongamentos e escolha o que mais combina com você. Mercê Cabelereiros inova o mercado com cursos profis-sionalizantes, venda de ca-belos e realiza os melhores looks utilizando todas as técnicas em apliques. Não perca tempo, matricule já. Rua 03 Qd. 08 Lt. 08 A, Es-tância Itajá, Caldas Novas/ GO. Telefones para contato: (64) 3454 2677/ 9206 8239 merces_cabelereiros@hot-mail. com. O curso atende-rá Caldas Novas e região, preço acessível, o que dará oportunidade para todos participarem. ANTES DEPOIS
  6. 6. Empréstimos acima de R$ 2.000,00 o cliente ganha uma cesta básica. Aproveite faça já o seu. Cred Caldas empresa consolidada no ramo de Empréstimos Consigna-dos, trabalhamos com as melhores taxas de juros do mercado. Compramos, portamos e refinanciamos suas dividas. Credito fácil sem burocracia sem consulta ao SPC e Serasa para Aposentados, Pensionistas, Funcionários Pú-blicos, Exército, Marinha e Aeronáutica. Atenção! Tem aposentados que podem tirar mais de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais). Trabalhamos com todos os bancos, atendemos Caldas Novas e Região. Faça já seu orçamento, solicite um dos nossos consultores autorizados, iremos até você. Galeria Tangaraí Center salas 306/307 2 o Andar Centro ao lado da Estação 11 – Caldas Novas. (64) 3454 4999/ 9235 6304/ 8419 2238/ 9258 3371/9648 6783/8131 7525
  7. 7. Em Caldas Novas, comemorações da Semana da Pátria A prefeitura de Caldas Novas promoveu desfile cí-vico com a participação da Polícia Militar do Estado de Goiás, Corpo de Bom-beiros, escolas municipais e particulares. Nas primeiras horas da manhã, o prefeito de Caldas Novas, autorida-des civis e o Major Wagner, representando o Exército Brasileiro, realizaram o has-teamento da Bandeira Na-cional, de Goiás, e do mu-nicípio. O desfile foi aberto pela Banda Corumbá, da Polícia Militar do Estado de Goiás, que pertence ao 11ª Batalhão de Pires do Rio, regida pelo Maestro Bolí-var Nunes Ríncon. A banda executou canções durante a apresentação de outras ins-tituições militares e civis. A 23ª Companhia de Enge-nharia de Combate do Exér-cito Brasileiro, da cidade de Ipameri, também enviou soldados, veículos militares, e viaturas operacionais para o desfile promovido pela prefeitura de Caldas Novas. Soldados do 11º Batalhão foram encerradas com desfile cívico de Engenharia de Constru-ção do Exército Brasileiro, da cidade de Araguari-MG, também participaram do evento cívico em Caldas Novas. O pelotão de mili-tares marchou pela Avenida Orcalino Santos, saudando moradores e autoridades. O evento também contou com a participação de poli-ciais e viaturas pertencentes ao 26º Batalhão da Polícia Militar, comandado pelo Tenente Coronel Wesley Si-queira Borges. O Corpo de Bombeiros, e o Serviço de Atendimento Móvel de Ur-gência também desfilaram. De acordo com o prefeito, o desfile cívico foi antecipado para que o Exército Brasi-leiro pudesse participar das comemorações da Semana da Pátria em Caldas Novas, já que no dia 07, as Com-panhias Militares realizam desfiles, e participam de solenidades importantes em todo o país. O desfile cívico em comemoração à Semana da Pátria foi realizado por meio da Secretaria de Edu-cação, Ciência e Tecnologia de Caldas Novas, e contou com a participação de esco-las municipais, colégios par-ticulares, e o apoio de servi-dores de diversos órgãos. Saúde A prefeitura de Caldas Novas entregou na manhã desta sexta-feira, 5 de se-tembro, equipamentos hos-pitalares avaliados em 200 mil reais para a Secretaria Municipal de Saúde. Os aparelhos serão instalados no Pronto Atendimento In-fantil, e Maternidade Amor e Esperança. Foram entregues um oxímetro, respiradores mecânicos, um desfibrila-dor, um eletrocardiógrafo, conversor configurável para desfibrilador, autoclave ana-lógico, e monitores cardía-cos, que já estão à disposi-ção da população de Caldas Novas. O prefeito contou que os equipamentos foram enviados por meio do Go-verno Federal e Governo de Goiás para dar mais agili-dade e eficiência ao atendi-mento médico da cidade.
  8. 8. Elias Vaz quer levar trabalho de fiscalização para todo o Estado de Goiás Depois de 14 anos trabalhando na Câmara Municipal de Goiânia, se destacando na fiscalização dos atos do Poder Execu-tivo e no combate à cor-rupção, o vereador Elias Vaz (PSB/Rede) concorre agora a uma vaga de de-putado estadual. Partiram deles algumas das princi-pais denúncias sobre irre-gularidades em contratos da prefeitura de Goiânia, como no caso dos brin-quedos do Parque Mutira-ma. “Focamos o nosso tra-balho na fiscalização dos atos do Poder Executivo. Como vereador de Goiâ-nia, analiso os contratos e as contas da prefeitura e, desta forma, consegui-mos evitar o desperdício do dinheiro público. Com a candidatura a deputa-do estadual, pretendemos levar este trabalho para a Assembleia Legislativa”, afirma Elias Vaz. O vere-ador também foi respon-sável pela revelação dos supersalários pagos a fun-cionários da Companhia de Urbanização de Goiâ-nia (Comurg). “Em meio a uma crise financeira na capital, descobrimos que tinha diretor que che-gou a receber R$ 80 mil por mês. Denunciamos e essa farra com dinheiro público acabou”, afirma. O vereador diz acreditar a fiscalização é uma das principais atribuições do parlamentar, seja nas câ-maras municipais, nas as-sembleias estaduais ou no Congresso Nacional. Projetos O vereador destaca também a elaboração de projetos e a luta para que eles sejam aprovados. “O parlamentar é um re-presentante do povo, e é desta forma que atuamos. Damos voz ao cidadão, recebemos e discutimos ideias. Procuramos levá-las adiante por meio de projetos de lei que bene-ficiem a sociedade”, afir-ma. Um dos projetos de lei do vereador, aprovado em primeira votação na Câmara, pode gerar mi-lhares de vagas gratuitas em shoppings da capital. “Estudamos a legislação municipal e vimos que um dispositivo, que garante reserva de vagas gratuitas em empreendimentos que geram grande impacto, não estava sendo cum-prido. Propusemos outro projeto para fazer isso valer”, relata. Elias Vaz também tem projetos em tramitação para garantir tempo máximo de espera em filas de unidades de saúde da capital. “Esta é uma ideia que vamos, caso consigamos uma vaga na Assembleia”, tentar levar para todo o Estado. Fon-te: Pedro Palazzo.
  9. 9. “Vamos trabalhar para que o Ideb de Goiás continue a ser o primeiro do país”, afirma Marquinho do Privé O candidato Marquinho do Privé afirmou que como deputado estadual defenderá a universalização do ensino em tempo integral na rede pública de educação O candidato a depu-tado estadual Marquinho do Privé (PSDB) afirmou durante evento político na manhã desta segunda-feira, 8 de setembro, que irá apresentar projetos de lei para a criação de mais escolas de tempo integral nos municípios de Goi-ás. Marquinho do Privé contou que como deputa-do estadual irá apresentar projetos de lei para am-pliar o número de colégios em tempo integral no Es-tado. “Graças ao trabalho realizado pelo Governador Marconi Perillo, hoje o en-sino médio de Goiás está em primeiro lugar no Ideb de todo o Brasil. Vamos trabalhar pela universali-zação do ensino de tem-po integral na rede públi-ca educação”, destacou o candidato a deputado esta-dual. De acordo com Mar-quinho do Privé, a educa-ção será pauta prioritária na Assembleia Legislativa. O candidato a deputado estadual contou que apre-sentará projetos para que o Sesc, Senac e Senai pos-sam atuar em parceria com o poder público para ofe-recer cursos gratuitos para a população. “Eu quero ser o representante de Caldas Novas e de toda a Região na Assembleia Legislati-va, para buscar melhorias e benefícios para a nossa população, lutando pela geração de empregos, e por mais oportunidades de inserção dos jovens no mercado de trabalho, com a ampliação da oferta de cursos gratuitos de capaci-tação profissional”, decla-rou Marquinho do Privé. O candidato a deputado es-tadual afirmou que irá tra-balhar pela construção de mais hospitais regionais, e irá apresentar projetos de lei para a criação de novas delegacias especializadas nos municípios do interior, para o combate a furtos e roubos, tráfico de drogas e violência contra a mulher. Fonte: Assessoria de Comunicação do Candi-dato Marquinho do Privé
  10. 10. Empresário José Araújo e sua comitiva receberam Iris Rezende e Ronaldo Caiado em Caldas Novas Cumprindo suas agen-das, as comitivas dos can-didatos Ronaldo Caiado e Iris Rezende participaram de uma grande carreata em Caldas Novas. A carreata foi organizada pelo presidente do PMDB local José Araújo Lima, empresários e lideres políticos que apoiam a can-didatura de Iris e Ronaldo Caiado. O trajeto teve iní-cio no aeroporto e transcor-reu os principais bairros da cidade, Iris e Caiado foram recebidos com carinho por onde passaram. Na oportu-nidade Iris concedeu uma entrevista exclusiva à Rádio Tropical FM onde salientou a questão da venda da Celg, ressaltou a importância da empresa para o estado “Não podemos perder o que já constituímos”, está na hora de somar e não diminuir. ’’ afirmou Iris. Questionado a respeito da segurança Iris Resende, disse que promo-verá o aumento do efetivo da PM através de concursos públicos, e construindo pe-nitenciarias que de fato ree-duquem os presos, indagado sobre como fará com que suas propostas sejam cum-pridas, Iris respondeu que as verbas têm que ser adminis-tradas com seriedade e com-petência aplicando os recur-sos de forma adequada nas áreas certas. Essas e demais perguntas foram respondidas pelo candidato aos ouvintes da Tropical FM. Segundo o empresário José Araújo a re-ceptividade ficou dentro das expectativas, pois o povo goiano conhece os trabalhos prestados por de Iris e Caia-do. Fiquei muito feliz de ver o povo de Caldas Novas re-ceber Iris e Caiado de braços abertos, pois acredito que eles juntos farão muito por Goiás finaliza Araújo.
  11. 11. O candidato a deputado federal João Campos (PSDB) concedeu entrevista exclusiva ao Tribuna Popular e falou sobre política, religiosidade e campanha para 2014 O candidato a depu-tado federal João Campos (PSDB) concedeu entrevis-ta exclusiva ao Tribuna Po-pular e falou sobre política, religiosidade e campanha para 2014. Ele diz: “Não vamos parar um momento sequer e queremos que o 4565 seja o número mais digitado nas urnas, no dia cinco de outubro. PINGUE-PONGUE Tribuna Popular: As pessoas costumam dizer que o país não tem leis, ou que precisa mudar as leis, que é preciso reformar. Vai ter? João Campos: Está tendo. E por vezes ouço as pessoas dizerem em alguns setores da mídia: “o pro-blema é a lei criminal que é frouxa”. A dificuldade é por-que todos têm responsabili-dades. O sistema como um todo tem de funcionar. Não dá para jogarmos a culpa só nas polícias, só na legisla-ção, só no Poder Judiciário. Apenas para exemplificar, o sistema penitenciário brasi-leiro é uma vergonha. Não funciona. E por causa de leis. O juiz é culpado ou as polícias são culpadas? E faz parte deste sistema. Não têm vagas. A lei é frouxa. Os presídios estão cheios. Não tem vaga e a estrutura não oferece o mínimo de condições para que o bandi-do e o condenado cumpram a pena com dignidade. TP: O que tem sido feito na Câmara dos Depu-tados? João Campos: Em 2007 assumi por nomeação do presidente da Câmara a coordenação da reforma do Código de Processo Pe-nal, que estava fatiada em sete processos. Convidei para diálogo todos os que operam a justiça criminal no Brasil, discutindo cada projeto para votação. Con-seguimos aprovar o proje-to que trata do Tribunal do Júri, que é crime de homicí-dio. Pode perguntar ao dou-tor (juiz) Jesseir (Coelho de Alcântara) aqui em Goiânia o quanto melhoramos a lei sobre crime de homicídio. O julgamento hoje é muito mais rápido. Aprovamos o projeto da produção da pro-va. Como atua um perito e daí por diante. Aprovamos os que tratam de procedi-mentos. O do interrogató-rio, com a possibilidade até de videoconferência… TP: Mas alguns ainda ficaram… João Campos: Ficaram faltando dois, que a Câmara aprovou e o Senado não. Fi-cou faltando o de recursos, porque uma das coisas que não permite a Justiça andar com celeridade é a quanti-dade de recursos. Alguns re-cursos servem apenas para protelar. E o do inquérito policial, porque é um aper-feiçoamento do trabalho da polícia. O dos recursos é mais importante do que o dos inquéritos. TP: O senhor também relatou uma lei sobre drogas apreendidas? João Campos: Nos úl-timos dias entrou em vigor uma lei que vai permitir que toda droga apreendida no Brasil seja destruída em 30 dias. As polícias não têm lu-gar para guardar tanta droga apreendida. São toneladas, não tem onde guardar. E ainda tem que desviar con-tingente para fazer a guarda. Os bandidos chegam, inva-dem depósitos e acabam le-vando parte dessa carga. TP: Qual deve ser a maioridade penal: 18 ou 16 anos? João Campos: Ah, 16 anos sem dúvida. Na maio-ria dos países do mundo a idade para fins de respon-sabilidade penal está entre 14 e 16 anos. Vou citar ape-nas um dado em relação ao Brasil. O novo Código Civil estabeleceu que a responsa-bilidade civil plena ocorre aos 18 anos e não mais aos 21, como antigamente. Com isso, a emancipação pode se dar aos 16 anos. Uma das formas como se dá a eman-cipação é o casamento. En-tão o cidadão no Brasil ao se casar aos 16 anos, ou ser emancipado por outra cir-cunstância, pode ter filhos, educar filhos, constituir em-presas, gerenciar, ser diretor de qualquer negócio.

×