Curriculum Vitae
Ivanisa Teitelroit Martins
Cientista Social, Gestora Governamental e Psicanalista
Aposentada em 2013 pelo...
2 [CURRICULUM VITAE]
2
IVANISA M. TEITELROIT DE S. MARTINS
Email: nysa@unisys.com.br
Telefones: 55 21 32045578
55 21 97645...
Curriculum Vitae - CV
3
Principals Atividades:
. Coordenação Nacional de Programa para atendimento de 1 milhão e meio de c...
4 [CURRICULUM VITAE]
4
○ Coordenação nacional das áreas de suporte técnico-administrativo e financeiro, do sistema de aten...
Curriculum Vitae - CV
5
○ Representação junto à comissão de Direitos do Menor da OAB em defesa de direitos violados, asseg...
6 [CURRICULUM VITAE]
6
PALESTRAS, TEXTOS, ARTIGOS E MONOGRAFIAS TEÓRICO-CLÍNICAS PUBLICADOS
“Lacan e a Antifilosofia” – Jo...
Curriculum Vitae - CV
7
Palestra proferida no IX Fórum Nacional de Dirigentes de Órgãos Governamentais de Defesa dos
Direi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Currículo 2015

340 visualizações

Publicada em

cientista social, gestora em planejamento nacional e psicanalista

Publicada em: Carreiras
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Currículo 2015

  1. 1. Curriculum Vitae Ivanisa Teitelroit Martins Cientista Social, Gestora Governamental e Psicanalista Aposentada em 2013 pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão após 28 anos de exercício da carreira de funcionária pública do governo federal. Ocupou cargos de direção e coordenou programas nacionais. Participou da redação de quatro artigos da Constituição que tratam da seguridade social, da descentralização político-administrativa e da participação social emtodos os níveis de governo. Participou ativamente da mudança paradigmática no atendimento de crianças e jovens que resultou na aprovação do Estatuto da Criança e do Adolescente. Instalou o Conselho Nacional de Direitos das Criança e do Adolescente e a rede de conselhos estaduais e municipais como Presidente do principal órgão nacional de implantação do Estatuto FCBIA). Participou da formulação, implantação e gestão dos principais programas sociais no Brasil, segundo os preceitos constitucionais. Trabalhou na Câmara de Deputados e no Senado em atividades de assessoria legislativa. De 2007 ao final de 2008, exerceu a função de Assessora Especial da Presidência da República no governo do Presidente Luís Inácio da Silva (Lula).
  2. 2. 2 [CURRICULUM VITAE] 2 IVANISA M. TEITELROIT DE S. MARTINS Email: nysa@unisys.com.br Telefones: 55 21 32045578 55 21 976458080 FORMAÇÃO ACADÊMICA ○ Mestradoem Planejamento e Políticas Sociais em Países em Desenvolvimento - London School of Economics and Political Science – Londres, bolsista do Conselho Britânico 1991-1992 ○ Especialização – Teoria Psicanalítica – Universidade de Brasília,Departamento de Psicologia Clínica 1998-2000 ○ Pós-Graduação (Mestrado) – Psicologia Clínica – Pontíficia Universidade Católica de São Paulo 1979-1981 ○ Pós-Graduação (Mestrado) – Psicologia Teórico-Experimental – Pontíficia Universidade Católica do Rio de Janeiro,bolsista da CAPES 1977-1978 ○ Graduação (Bacharelado) – Psicologia - Pontíficia Universidade Católica do Rio de Janeiro 1970-1974 IDIOMAS ○ Inglês - Fluente ○ Francês – Fluente ○ Espanhol - Intermediário INFORMÁTICA ○ Domínio dos aplicativos do Pacote MS Office – (Excel, Word, PowerPoint) e Internet. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL MEMBRO PSICANALISTA DA SOCIEDADE DE PSICANÁLISE IRACY DOYLE PERÍODO: 2006 – 2014 Formação: 2001-2006 pela apresentação de 5 trabalhos teórico-clínicos para banca de quatro psicanalistas em cada. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO PERÍODO: 1985 - 2013 CARGO: FUNCIONÁRIA PÚBLICA E GESTORA SECRETARIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS DO GOVERNO FEDERAL PERIODO: 2008 CARGO: Assessora CASA CIVIL PARA ARTICULAÇÃO E MONITORAMENTO DAS POLÍTICAS SOCIAIS DE EDUCAÇÃO, PREVIDÊNCIA SOCIAL E POLÍTICAS PARA AS MULHERES PERIODO: 2007 CARGO: Assessora Especial GOVERNO NO SENADO PARA POLÍTICAS SOCIAIS PERÍODO: 2005 CARGO: Secretária Parlamentar da Liderança GABINETE DO MINISTRO DA PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL PERÍODO: 1998 CARGO: Assessora SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL PERÍODO: 1997 Cargo: Coordenadora do Programa Brasil Criança Cidadã
  3. 3. Curriculum Vitae - CV 3 Principals Atividades: . Coordenação Nacional de Programa para atendimento de 1 milhão e meio de crianças e jovens. . Articulação e monitoramento da instalação de comissões descentralizadas formadas por governos municipais,estaduais,Unicef,OIT, Ministério Público e outras entidades da sociedade civil em todo o território nacional para seleção de 3000 projetos sócio-educativos complementares ao periodo da atividade escolar. . Aprovação e financiamento de 1500 projetos de socialização durante um periodo de 1 ano. CÂMARA DOS DEPUTADOS - Brasília PERÍODO: 1996-1997 CARGO: Assessora técnica da liderança do PSDB para Política Social (Seguridade social, previdência social, assistência social e proteção à infância e a adolescência). Principais Atividades: ○ Acompanhamento da Reforma da Previdência Social: Preparação de quadros, pareceres, justificativas, comentários tanto para a liderança quanto para os deputados fazerem a defesa das reformas em seus Estados de origem. ○ Formulação de pareceres, acompanhamento de M.P.s da previdência social e da assistência social, acompanhamento da Comissão de Seguridade Social e Família, preparação de emendas, requerimentos e convocações. ○ Preparação e organização do Seminário do Cidadão Portador de Deficiência. ○ Formulação de projetos nas áreas de direitos de jovens trabalhadores, portadores de deficiência e idosos e de emendas às M.P.s que alteram a Lei Orgânica de Assistência Social. INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA PERÍODO: 1995 CARGO: Pesquisadora SECRETARIA EXECUTIVA DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO (SEPLAN) PERIODO: 1994 CARGO: Assessora /Conselheira Suplente do Conselho Nacional da Seguridade Social pela SEPLAN (Secretaria de Planejamento,Orçamento e Coordenação da Presidência da República,Brasília) SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO PERÍDO: 1994 CARGO: Coordenadora do Setor de Assistência Social Principais atividades: ○ Representação da SPA junto ao Conselho de Segurança Alimentar. ○ Representação da SPA junto ao Comitê Nacional para a Conferência Mundial sobre a Mulher. ○ Elaboração do Relato das Ações Realizadas pelo Governo na área de Bem-Estar Social no ano de 1992 para compor a Mensagem da Presidência da República ao Congresso Nacional no ano de 1994. ○ Avaliação e Proposição do novo modelo institucional para a área de bem -estar social como colaboração para o Estudo de um Novo Pacto Federativo. ○ Proposição de critérios de Extensão do Programa de Assistência a Crianças em Circunstâncias Especialmente Difíceis ao Banco Interamericano de Desenvolvimento. FUNDAÇÃO CENTRO BRASILEIRO PARA A INFÂNCIA E A ADOLESCÊNCIA PERÍODO: 1993 MINISTÉRIO DO BEM ESTAR SOCIAL CARGO: Presidente Principais atividades: ○ Representação da instituição junto a órgãos nacionais e internacionais. ○ Coordenação nacional da política de proteção especial a crianças em circunstâncias especialmente difíceis, tais como meninos de rua, crianças envolvidas em prostituição infantil, uso e distribuição de drogas e em atos infracionais. ○ Coordenação nacional de 27 escritórios regionais, através de cooperação técnico-financeira a 880 projetos de agências governamentais e 1400 projetos de agências não governamentais.
  4. 4. 4 [CURRICULUM VITAE] 4 ○ Coordenação nacional das áreas de suporte técnico-administrativo e financeiro, do sistema de atendimento a jovens que cometeram ato infracional no Estado do Rio de Janeiro, do Hospital da Criança e do Adolescente,de unidades de atendimento a portadores de deficiência e de ensino básico. ○ Coordenação nacional da implementação da rede de Conselhos Municipais, Estaduais e Nacional de Direitos da Criança e do Adolescente, órgãos de cooperação entre o Governo e a Sociedade para formulação de políticas,controle e monitoramento das ações dirigidas a crianças e adolescentes. ○ Conselheira titular do Conselho Nacional de Direitos da Criança e do Adolescente. ○ Representante do Ministro do Bem-Estar Social nas reuniões do Pacto pela Infância para acompanhamento dos compromissos assumidos pelos Governadores de Estado nas áreas de educação, saúde e proteção especial. ○ Representante do Ministro do Bem-Estar Social junto ao projeto IPEC – Programa Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil – coordenado pela OIT, Ministério do Trabalho, FCBIA, Sindicatos patronais, de trabalhadores e movimentos sociais. ○ Representante do Governo Brasileiro no Seminário Preparatório para a III Conferência Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo – A Criança na Agenda do Desenvolvimento e da Democracia. FUNDAÇÃO CENTRO BRASILEIRO PARA A INFÂNCIA E A ADOLESCÊNCIA – DF PERÍODO: 1990 CARGO: Coordenadora Técnica (FCBIA – DF) Principais atividades: ○ Coordenação de equipe de técnicos para prestação de consultoria junto ao Governo do Distrito Federal e o Fórum de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente. ○ Assessoria ao processo de implantação do Conselho de Defesa de Direitos da Criança e do Adolescente. ○ Adoção de planejamento participativo na identificação de programas e projetos para crianças e adolescentes em circunstâncias especialmente difíceis. ○ Apresentação de palestras para as comunidades locais e a Academia de Polícia sobre políticas sociais, de assistência social e participação da comunidade (implantação do Estatuto da Criança e do Adolescente). MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL PERÍODO: 1989 CARGO: Assessora da Secretaria de Previdência Social Principais atividades: ○ Redação em equipe dos pronunciamentos do Ministro da Previdência e Assistência Social sobre as novas bases da seguridade social brasileira. ○ Participação em debates com os sindicatos dos trabalhadores rurais sobre os novos direitos previdenciários. ○ Participação da análise das diretrizes da nova legislação de seguridade social encaminhada pelo Executivo ao Congresso Nacional. MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL PERÍODO: 1988-1989 CARGO: Assessora da Secretaria de Previdência Social Principais atividades: ○ Assessoria, como representante da secretaria, ao relator da Comissão de Ordem Social na Assembleia Nacional Constituinte no capítulo relativo à Assistência Social. ○ Redação de documentos sobre a descentralização político-administrativa. ○ Apresentação no I Simpósio Nacional sobre Assistência Social, promovido pela comissão, Previdência e Assistência Social da Câmara dos Deputados, de palestra sobre a Sistematização do Conceito e as Funções da Assistência Social. ○ Participação como convidada das discussões realizadas pelo NEPPOS/NESP-UNB e IPEA sobre a lei Orgânica de Assistência Social. FUNDAÇÃO NACIONAL PARA O BEM-ESTAR DO MENOR PERÍODO: 1985-1986 CARGO: Diretora da Escola para Jovens Infratores “João Luiz Alves” Principais atividades: ○ Direção de estabelecimento educacional para 250 jovens entre 14 e 18 anos de idade. ○ Implantação de administração colegiada de staff de 150 funcionários, representados pelos coordenadores dos setores de educação,profissionalização,cultura e lazer, disciplina e serviços. ○ Adoção de assembleias de alunos e funcionários para debates sobre atividades diárias, situações de crise e projetos de vida.
  5. 5. Curriculum Vitae - CV 5 ○ Representação junto à comissão de Direitos do Menor da OAB em defesa de direitos violados, assegurando advogado de defesa para jovem que foi transferido para o sistema penitenciário. ○ Negociação junto aos Juizados de Menores das Comarcas do Estado do Rio de Janeiro para permissão de saídas coletivas periódicas de jovens que demostrassem condição para tal (vigência do Código de Menores). OUTRAS EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS PUBLICAÇÕES INFANTO-JUVENIS, EDITORA ABRIL, SÃO PAULO PERÍODO: 1980 CARGO: Redatora da Revista Recreio Principais Atividades: ○ Redação de artigos,reportagens e pesquisa de atividades ○ Assessoria psicopedagógica para publicações especializadas FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS PERÍODO: 1979 CARGO: Professora Assistente da Faculdade de Psicologia Principais Atividades: ○ Aulas semanais para 6 turmas de 100 estudantes cada,sobre Processos Cognitivos. ○ Apreciação e análise comparativa das teorias de Jean Piagete Pierre Wallon. INSTITUTO DE PESQUISAS DE OPINIÃO E MERCADO PERÍODO: 1976-1978 CARGO: Coordenadora de Projetos de Pesquisa Principais Atividades: ○ Análise de pesquisas quantitativas e qualitativas. ○ Moderação de discussões em grupo para levantamento de opiniões. CASA DE SAÚDE SAINT ROMAIN PERÍODO: 1976-1977 CARGO: Psicóloga Clínica de Centro de Crianças Principais Atividades: ○ Psicodiagnóstico,atendimento individual e em grupo de crianças. ○ Orientação a famílias. GRUPO UNIÃO DE BANCOS PERÍODO: 1974-1975 CARGO: Chefe de Setor de Treinamento de Pessoal Principais Atividades: ○ Supervisão de instrutores ○ Planejamento de programas de treinamento ○ Análise da situação funcionário-empresa ○ Administração colegiada SANATÓRIO DO RIO DE JANEIRO EM CONVÊNIO COM O INSTITUTO DE PSICOLOGIA APLICADA E A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA PERÍODO: 1973 CARGO: Psicóloga clínica de Instituição para Doenças Mentais Principais Atividades: ○ Psicodiagnóstico ○ Atendimento supervisionado coletivamente pela instituição e individualmente pelo Instituto de Psicologia Aplicada
  6. 6. 6 [CURRICULUM VITAE] 6 PALESTRAS, TEXTOS, ARTIGOS E MONOGRAFIAS TEÓRICO-CLÍNICAS PUBLICADOS “Lacan e a Antifilosofia” – Jornada Externa Comemorativa de 60 anos da Sociedade de Psicanálise Iracy Doyle 2013 “Violência Epistêmica na Inscrição da Diferença Sexual” – Jornada Anual da Federação Internacional de Sociedades de Psicanálse (IFPS) na cidade do México 2012 “Seguridade Social, um Patrimônio Nacional” – Jornal do Brasil 2008 “A Bolsa (Jovem) ou a Vida” – Jornal do Brasil 2007 “Pensata: escrita e violência” – Revista Imprensa 2006 “Há braço, abraço, a-braço”, apresentado como trabalho teórico-clínico final de formação como psicanalista. 2006 “Sintoma como índice para reconhecimento da estrutura significante, publicado em “Psicanálise, uma prática teorizada” – Tributo a Horus Vital Brazil. (publicado em Psicanálise uma prática teorizada – Companhia de Freud 2006 “Tornar-se Mulher ou como surge uma mulher (não há uma libido feminina, há uma função feminina)”. 2005 “O Erotismo no Discurso (a plasticidade dos conceitos)” 2005 “Para além de uma leitura de ordem simbólica” 2005 “Operadores em estruturas passionais na clínica psicanalítica” 2004 “Os nomes do pai entre o mito e a lógica”, publicado em “Mensagem na Garrafa número 3”. 2004 “O movimento do Método de Conhecimento em Freud” 2003 Temática, trabalho científico sobre técnica psicanalítica – “A escuta Clínica e seus Impasses”, apresentado como trabalho final de Especialização em Teoria Psicanalítica 2000 “Crianças sem Nome” – Jornal do Brasil 1994 Artigo publicado no Jornal do Brasil – “Meninos de Rua: Uma falsa alternativa” 08/1993 Tese de Mestrado em Política Social e Planejamento em Países em Desenvolvimento – “Crianças de Rua – Avaliação e Perspectivas do Desempenho das Organizações não Governamentais”. 08/1992 Palestra proferida no seminário preparatório da III Conferência IBERO-AMERICANA de Chefes de Estado e de Governo – A criança na Agenda da Democracia e do Desenvolvimento Brasileiro.
  7. 7. Curriculum Vitae - CV 7 Palestra proferida no IX Fórum Nacional de Dirigentes de Órgãos Governamentais de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente – Questão Social e Estratégias de Sobrevivência – Subsídios a uma Política de Profissionalização e Proteção ao Trabalho do Adolescente. Palestra proferida no I Congresso Nacional e Internacional da Organização Humanitária Esperança sem Fronteiras – A responsabilidade do Estado no Atendimento à Criança e ao Adolescente. Palestra proferida no I Simpósio Nacional sobre Assistência Social – Sistemas e Funções da Assistência Social, publicado nos Anais do Congresso Nacional, promovido pela Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social. 05/1989 SEMINÁRIOS PARA FORMAÇÃO DE PSICANALISTAS NA SPID O Deslocamento da Noção de Inconsciente de Freud e Lacan (1ª parte) Coordenação: Ivanisa Teitelroit Martins 06/2010 Ementa: Análise da construção do conceito do inconsciente a partir da operação do recalque. “O recalque”, como pedra angular sobre a qual repousa toda a estrutura da psicanálise; “O inconsciente”, em que Freud formula a teoria do recalque com mais disposição à argumentação e “A Pulsão e seus destinos”, como texto referencial para analisar as operações do recalque sobre as pulsões. O Deslocamento da Noção de Inconsciente de Freud e Lacan (2ª parte) Coordenação: Ivanisa Teitelroit Martins 11/2010 Ementa: Análise da construção do conceito do inconsciente: a denegação ou a negativa, Verneinung. Em “Além do Princípio do Prazer” Freud discute a oposição entre pulsões de vida e pulsões de morte. Em “A Negativa” propõe que a afirmação, Bejahung, pertence a Eros e a negativa dotaria o pensar de uma primeira medida de liberdade face à repressão. Em colóquio, Hyppolite e Lacan debateram o termo denegação como Aufhebung do recalque na aceitação ou não do retorno do recalcado. Seminário “De Angst a angústia” (1a e 2a parte) ( do pequeno objeto a aos nomes-do-pai) coordenação: Ivanisa Teitelroit Martins 06/2012 a 11/2012 O desejo humano como função do desejo do Outro. O sujeito só pode entrar no mundo como resto, como irredutível em relação ao que lhe é imposto pela marca simbólica. É ao objeto causal, pequeno objeto a, primitivamente produzido, que se identificará o desejo com o desejo de reter. O objeto existe como produto da angústia. E é colocado à disposição da função determinada pela introdução da demanda. A angústia como conceito em Kierkegaard e a ausência de luto na peça de Hamlet: não há ato por falta de desejo. Ciclo de Palestras em Psicanálise e Filosofia Política Ia II: Slavoj Zizek e Alain Badiou Coordenação: Ivanisa Teitelroit Martins e Pedro Laureano. 05/2013 a 11/2013 “A região gauche” e a doxa em Slavoj Zizeke AlainBadiou . A crítica domarxismo, uma hipótese comunista e uma ideia comunista. O Real em Jacques Lacane Slavoj Zizek. Ciclo de Palestras em Psicanálise e Filosofia Política III: “O Ato Político e o Ato Analítico em Jacques Lacan e Savoj Zizek” Coordenação: Ivanisa Teitelroit Martins 06/2014

×