Viabilidade economica fabio.koga

1.299 visualizações

Publicada em

Apresentação dos trabalhos de conclusão de curso dos alunos do MBA Executivo Internacional da FIA. Desde 2005 é o único curso de origem brasileira classificado entre os melhores do mundo pelo Executive MBA Ranking do Financial Times de Londres.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.299
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Viabilidade economica fabio.koga

  1. 1. Inovação em busca de competitividade e geração de valor 04/11/2011 ISBN 9788599809020 www.fia.com.br/profuturo
  2. 2. ESTUDO DE VIABILIDADE TÉCNICO ECONÔMICA DEMODERNIZAÇÃO DA CENTRAL TERMELÉTRICA DO POLO PETROQUÍMICO DE CAMAÇARI Autor: Fabio Koga Orientador: profª. Cristina Dai Prá Martens
  3. 3. Agenda• Introdução.• Pergunta de pesquisa.• Objetivos.• Referencial teórico.• Metodologia.• Principais resultados.• Considerações finais.
  4. 4. Introdução• O principal motivador deste trabalho foi analisar a viabilidade e necessidade de investimento em modernização/adequação de sistemas elétricos considerando um contexto mais amplo, levando em conta o ambiente interno e externo da empresa, suas estratégias futuras, ameaças potenciais caso não haja o investimento e potencial de retorno resultante a realização do projeto.
  5. 5. Introdução• Ocorre que muitas vezes este estudo não é realizado por falta de apoio dos fabricantes de equipamentos que não investem os recursos necessários para realização do levantamento de dados e não fornecem as informações necessárias para realização do estudo.
  6. 6. Arranjo de Distribuição do sistema Elétrico
  7. 7. Pergunta de pesquisa/ Objetivo Geral• A modernização do sistema elétrico do polo petroquímico é tecnicamente necessária e comercialmente viável?
  8. 8. Objetivos Específicos• Definir recursos técnicos e financeiros necessários a serem investidos para a modernização do sistema elétrico• Estudar riscos operacionais e financeiros atrelados a não execução do projeto de modernização• Definir modelos de negócios alternativos que propiciem o sucesso da estratégia de modernização investimentos com Recursos próprios x Project Financing• Definir potenciais retornos financeiros decorrentes da modernização
  9. 9. Referencial Teórico• Confiabilidade é a probabilidade de um item desempenhar satisfatoriamente a função requerida, sob condições de operação estabelecidas, por um período de tempo pré determinado.• Curva daBanheira 28 anos – Fonte Salum Fonte: Corrêa e Corrêa (2009)
  10. 10. Referencial Teórico• Pay Back• VPL• TIR• ProjectFinance Fonte: Prof. Leandro J. Morilhas - Profuturo
  11. 11. Referencial Teórico Fonte: Fonte: Prof James Wright - Profuturo 5 Forças Competitivas - PorterFonte: Micheal Porter – Vantagem Competitiva
  12. 12. Metodologia• A metodologia utilizada foi estudo de caso.• Como material de estudo e apoio ao estudo de caso, utilizou-se: – Análise de Documentos fornecidos pela empresa – Entrevista com dois executivos e um responsável pela gestão operacional da unidade – Observação realizada em visitas técnicas direcionadas
  13. 13. Principais Resultados• Confirmação técnica da necessidade do investimento na substituição de equipamentos e definição dos recursos necessários (Quantificação e Custeio)• Análise do Cenário Econômico e Estratégico no qual está inserida a Companhia e quais impactos a execução do projeto podem causar perante o cenário apresentado.• Análise da proposição técnica econômica para execução do projeto através de Valor Presente Líquido (VPL), Taxa de Retorno Interna (TIR) e Pay Back resultantes da proposição apresentada.
  14. 14. Posicionamento da Petroquímica Brasileira Fonte : Abiquim 2010
  15. 15. Análise SWOT
  16. 16. Resumo dos itens a serem substituídos após análise técnica AREA TRAFOS Painéis de Produtos Alta Painéis de Baixa Média Tensão Tensão Tensão SE NORTE 8 x 50 MVA 64 colunas diversos 4 X 20 MVA 4 x 1,5 MVA SE LESTE 9 colunas diversos SE SUL 12 colunas diversos SE 21 60 Colunas 167 colunas SE 41 42 colunas 21 colunas Área Comum 13 colunas UTE/ TG’s 100 colunasO estimativa de custo apresentada para execução do projeto pelo fornecedorde equipamentos contactado totaliza R$ 150 Milhões
  17. 17. Dimensionamento de Ganhos Premissas: Custo kWh R$ 0,18 Taxa de Utilização de Transformadores 75% 0,75 Redução de perdas (Tranformadores e Gerador) 5% 0,05 Periodo anual de utilização em dias 365 Jornada de trabalho em horas 24 Fator de Potência do Gerador 0,8 Redução de custos operacionais (fonte:Empresa) R$ 500.000,00 Custo de parada nas SE (SUL ou Leste) R$ 5.000.000,00 Custo de Parada na SE Norte R$ 40.000.000,00 Total de potência instalada transformadores a serem substituidos(kVA) 336000 Ganhos Potenciais Redução de perdas em Transformadores R$ 19.867.680,00 Redução de perdas no Gerador R$ - Redução de Custos Operacionais R$ 500.000,00 Eliminação de Custos com Falhas (media anual) R$ 5.000.000,00 Total de Savings por ano R$ 25.367.680,00
  18. 18. Cenário 1Fluxo de Caixa para o Cenário 1 Atratividade considerando investimento com recursos próprios
  19. 19. Premissas Cenário 1• Considerou-se que os investimentos serão realizados com 100% de recursos próprios.• O prazo de vida do projeto será de 10 anos• O prazo de execução do projeto será de 3 anos• Os desembolsos serão realizados em 3 parcelas anuais iguais no valor de R$ 50 milhões cada.• Todos transformadores serão instalados durante a primeira fase do projeto, permitindo que a empresa se beneficie da redução de perdas técnicas a partir do ano 1. O ganho estimado com redução de perdas foi abatido do valor de investimento nos anos 1 e 2.
  20. 20. Premissas Cenário 1• A partir do ano 3 será deduzida do beneficio estimado uma parcela de 5 Milhões referente à custos com paradas por falhas na SE Sul ou Leste, conforme apresentado no quadro 1 (Ganhos Potenciais).• Não foram consideradas paradas por falhas na SE Norte, pois o custo de uma falha na SE Norte é muito grande e distorceria o estudo.
  21. 21. Cenário 2Fluxo de Caixa para o Cenário 2 Atratividade considerando financiamento de 60% do montante total do investimento por parte do fornecedor dos equipamentos.
  22. 22. Premissas Cenário 2• Considerou-se que os investimentos serão realizados com 40% de recursos próprios e 60% financiamento pelo fornecedor.• O prazo de vida do projeto será de 10 anos• O prazo de execução do projeto será de 3 anos• Os desembolsos serão realizados da seguinte forma: a partir do ano zero a empresa realizará pagamentos em 3 parcelas anuais iguais no valor de R$ 20 milhões cada. A partir do ano 1 serão acrescidos aos fluxos de pagamento as parcelas anuais de financiamento.
  23. 23. Premissas Cenário 2• A taxa de juros anuais utilizada para simulação foi de 6% ao ano.• Todos transformadores serão instalados durante a primeira fase do projeto, permitindo que a empresa se beneficie da redução de perdas técnicas a partir do ano 1.• O ganho estimado com redução de perdas foi abatido do valor de investimento nos anos 1 e 2.• A partir do ano 3 será deduzida do beneficio estimado uma parcela de 5 Milhões referente à custos com paradas por falhas na SE Sul ou Leste, conforme apresentado no quadro 1 (Ganhos Potenciais).• Não foram consideradas paradas por falhas na SE Norte, pois o custo de uma falha na SE Norte é muito grande e distorceria o estudo.
  24. 24. Considerações Finais• Neste trabalho constatou-se que existe a necessidade técnica e viabilidade econômica para aprovação do projeto de modernização do sistema elétrico de Camaçari desde que o projeto seja financiado.
  25. 25. Considerações Finais• Sem investimentos em atualização tecnológica a confiabilidade do sistema elétrico diminui exponencialmente.• O estudo constatou que tecnicamente o sistema eletrico atual apresenta risco aos operadores por nao atender às normas vigentes (NR-10) e a continuidade operacional, de acordo com relátóio DNV e levantamento de campo realizado.• A análise do ambiente interno e externo da empresa indicou que a não realização do projeto impactaria negativamente na estratégia de crescimento da empresa.• Outro ponto apontado pelo estudo refere-se a ameaça imposta pelos competidores internacionais, que podem aproveitar-se de um eventual black out Petroquímico.
  26. 26. Considerações FinaisLimitações da Pesquisa:• Por solicitação das empresas envolvidas os números apresentados foram alterados, de forma que não impactassem os objetivos do estudo.• Neste trabalho não foram simulados cenários para diferentes sistemas de amortização de juros.• Não foram considerados os ganhos decorrentes do aumento na margem de venda de energia para outras empresas do polo.• Não foram comparados os resultados obtidos para o investimento na modernização do sistema elétrico com investimento em novas plantas.• Sugere-se a avaliação de outros modelos de financiamento, leasing e eventualmente a locação do sistema elétrico.• A mensuração de ganhos por redução de perdas técnicas baseou-se na substituição de transformadores, poderia ser realizado um estudo mais amplo considerando-se a troca dos turbogeradores de energia e caldeiras para geração de vapor.
  27. 27. Muito Obrigado! Fábio Kogafabiokoga@uol.com.br
  28. 28. BACK UP
  29. 29. Entrevista Informal• Qual o custo de produção da Energia Eletrica,• Qual o Preço de venda da energia eletrica• Existe um histórico de ocorrencias so sistema de distribuição de energia do polo? Qual a Frequencia?• Qual o custo de um black out para a empresa?• Considerando a estratégia de crescimento da empresa, existe plano de expansão para esta localidade?
  30. 30. Entrevista Informal• Qual a taxa de atratividade típica esperada para um projeto?• Como será o processo de decisão para o investimento em questão?

×