Pré-projeto TCC

1.530 visualizações

Publicada em

Pré-projeto TCC

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.530
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pré-projeto TCC

  1. 1. ISRAEL JOSÉ DA CUNHA GERÊNCIA DE REDES SMNP Projeto de pesquisa apresentado como requi- sito parcial para obtenção do título de Bacharel em Sistemas de Informação na Universidade do Vale do Sapucaí – UNIVAS. Orientador: Prof. Ms. Márcio Emílio Cruz Vono Azevedo UNIVERSIDADE DO VALE DO SAPUCAÍ POUSO ALEGRE – MG 2015
  2. 2. ISRAEL JOSÉ DA CUNHA GERÊNCIA DE REDES SMNP Projeto de pesquisa apresentado como requi- sito parcial para obtenção do título de Bacharel em Sistemas de Informação na Universidade do Vale do Sapucaí – UNIVAS. Orientador: Prof. Ms. Márcio Emílio Cruz Vono Azevedo UNIVERSIDADE DO VALE DO SAPUCAÍ POUSO ALEGRE – MG 2015
  3. 3. LISTA DE SIGLAS E ABREVIATURAS ARPANET Advanced Research Projects Agency Network LAN Local Area Network WAN Wide Area Network SNMP Simple Network Management Protocol IP Internet Protocol TCP Transfer Control Protocol ACM Association Computing Machinery IMP Interface Message Processor ARPA Advanced Research Projects Agency RMON Remote Network Monitoring
  4. 4. SUMÁRIO INTRODUÇÃO ................................................................................ 4 2 OBJETIVOS ...................................................................... 5 2.1 Objetivo Geral .................................................................... 5 2.2 Objetivos Específicos............................................................. 5 3 JUSTIFICATIVA ................................................................. 6 4 QUADRO TEÓRICO ............................................................ 7 4.1 Rede de Computadores .......................................................... 7 4.2 Simple Network Management Protocol ......................................... 8 4.3 Java ................................................................................ 8 5 METODOLOGIA ................................................................ 9 5.1 Tipo de Pesquisa .................................................................. 9 5.2 Contexto da Pesquisa ............................................................ 9 5.3 Participantes ...................................................................... 9 5.4 Instrumentos ...................................................................... 10 5.4.1 Reunião ............................................................................ 10 5.4.2 Troca de e-mails .................................................................. 10 5.5 Procedimentos .................................................................... 10 5.6 Cronograma ...................................................................... 11 5.7 Orçamento ........................................................................ 11 REFERÊNCIAS................................................................................ 12
  5. 5. INTRODUÇÃO Segundo Tanenbaum (2003), a tecnologia da Informação começou a evoluir a partir do século XX, que se mostrou mais aberta ao desenvolvimento na coleta, tratamento e distribuição da informação. Neste período também nota-se o avanço das tecnologias que foram empregadas no setor de comunicação. Neste mesmo século teve início a nova era da tecnologia da informação, onde foram cria- dos métodos de comunicação, a rede de computadores, que surgiu com a ARPANET (Advanced Research Projects Agency Network) na década de 60, uma pequena rede de computadores que seria base da atual rede mundial de computadores. Para Forouzan (2006), a rede de computadores é baseada na ideia de comunicação dos dados entre pontos de rede, em que os pacotes são enviados de um local para o outro. Para o entendimento completo, deve-se ter conhecimento sobre as arquiteturas de rede, bem como o funcionamento, as transferências e tipos de dados. Na atual rede de computadores, estas transferências de dados são elevadas, tornando sua gerência cada vez mais complexa. O SNMP entra em ação para atender a necessidade de gerenciamento, criando métodos para gerenciar os dispositivos, pontos de acesso e utilização da rede. Para fazer a transferência de dados na rede de computadores é necessário a utilização do protocolo, que o SNMP (Simple Network Management Protocol) utiliza como base em pilhas para a transferência de dados. Segundo Mauro e Schmidt (2001), torna-se muito complexo gerenciar uma rede de com- putadores na atualidade, bem como manter toda rede em plena execução, dentro dos limites aceitáveis. Neste contexto é que o Simple Network Management Protocol (SNMP), começa a atuar, desde sua criação em 1988, com propósito de fazer o gerenciamento da rede de compu- tadores através do IP (Internet Protocol), podendo assim realizar o gerenciamento de maneira simples, com operações não complexas, facilitando os acessos remotos. Partindo deste princí- pio, faz-se necessário a criação de meios que facilite a gerência da rede, onde pode ser citado como exemplo, a quantidade e o tráfego de dados gerados nas empresas.
  6. 6. 2 OBJETIVOS 2.1 Objetivo Geral Desenvolver uma aplicação que realize a gerência de redes, com foco na configuração e desempenho, tomando como base para o gerenciamento o protocolo SNMP (Simple Network Management Protocol), em português Protocolo Simples de Gerência de Rede. 2.2 Objetivos Específicos • Analisar o tráfego de dados em rede de computadores local. • Utilizar o protocolo SNMP para gerenciamento de elementos de redes. • Possuir uma plataforma para consolidar as informações de gerência da rede.
  7. 7. 3 JUSTIFICATIVA A realização deste trabalho é apoiado na quantidade de informação que circula na atual rede mundial de computadores e nos pontos de acesso locais, criando a necessidade de gerir as transferências de dados ponto a ponto de maneira eficaz e eficiente, com ênfase no desempenho e na configuração. A ferramenta de gerência de configuração e desempenho de rede de compu- tadores, baseada no SNMP, possibilita o conjunto de novas fontes bibliográficas para pesquisa, com pioneirismo no desenvolvimento de aplicações específicas para a administração de rede de computadores, os equipamentos e os pacotes e datagramas. 1 1 Datagramas (ou trama ou pacote) é a reunião de partes únicas de transferência de dados dentro de uma rede de computadores.
  8. 8. 4 QUADRO TEÓRICO Segundo Comer (2007), há um crescimento muito grande das redes de computadores na atualidade. No início, há 30 anos, existia apenas um número limitado de usuários, hoje torna- se essencial o uso da rede de computadores em todos os setores como, negócios, propaganda, transporte, planejamento, faturamento, economia, pesquisas e produção. Atualmente as institui- ções de ensino vem fazendo uso das redes, para facilitar o acesso a informação, disponibilizando acervos digitais, consultas a acervos físicos, boletins, onde alunos e professores possam intera- gir. A rede de computadores também é usada em níveis federais, estaduais e militares, deixando assim a clareza de que a rede de computadores está em todas as partes. Segundo o autor acima, este crescimento tem influência no setor econômico, devido aos meios disponíveis para comunicação, nomeado como telecommuting, que modificou a maneira com que os negócios são feitos. Conforme a evolução da rede de computadores foi aconte- cendo gerando também a necessidade do mercado de criar serviços e produtos relacionados, criando um mercado vasto, gerando novos empregos na área tecnológica, levando em conside- ração que as empresas necessitam de colaboradores que tenham conhecimentos em informática, que saibam planejar, comprar, instalar, operar, gerenciar os sistemas de hardware e software e infraestrutura de redes e inter-redes. 4.1 Rede de Computadores Para Forouzan (2006), na década de 60, os computadores de grande porte conhecidos como mainframes, trabalhavam isolados nas empresas relacionadas à pesquisa, então a ARPA (Advanced Research Projects Agency), uma agência interna dentro do departamento de defesa dos Estados Unidos, queria facilitar o compartilhamento de dados entre as instituições de pes- quisa, assim também diminuir os custos e esforços. No encontro realizado em 1967 na ACM (Association Computing Machinery), foi apresentada a ideia de uma rede de comunicação de computadores pela ARPA, o nome da pequena rede de computadores foi ARPANET. A prin- cipal ideia da ARPANET era fazer com que pequenos computadores pudessem se comunicar entre si, independente de seus fabricantes, criando uma rede de comunicação heterogênea. Para a comunicação ser estabelecida faz-se necessário o uso de uma interface nomeada IMP (Inter- face Message Processor), onde os computadores locais acessavam a interface que possibilitava a
  9. 9. comunicação entre eles. A ARPANET foi concretizada em 1969, e no ano de 1973 foi lançado o primeiro artigo sobre o TCP (Transmission Control Protocol), logo o TCP seria divido em TCP e IP (InternetWorking Protocol), onde cada um deles ficaria incubido de papéis diferentes. De acordo com Kirch (1999), o protocolo TCP/IP foi aceito como padrão em 1983, assim os servidores passaram a utiliza-lo como protocolo padrão, desta maneira a pequena ARPANET expandiu-se e tornou-se a Internet, extinguindo então a ARPANET em 1990. 4.2 Simple Network Management Protocol O lançamento do SNMP foi em 1988, com o objetivo de fazer o gerenciamento de redes, que constantemente está crescendo, baseados no padrão de dispositivos IP, o SNMP ainda consiste em um grupo de operações de gerenciamento que pode ser executado remotamente. Segundo Mauro e Schmidt (2001), o SNMP também é capaz de gerenciar toda a rede e não exclusivamente dispositivos separadamente, tais como roteadores, hosts e impressoras, etc. Através do RMON (Remote Network Monitoring) para entender como a rede funciona e como cada componente separadamente afeta a rede de computadores como um todo, há a possibilidade de fazer com o que o RMON gerencie não somente a rede LAN, mas também as interfaces WAN (Wide Area Network). 4.3 Java Na revolução dos computadores a que mais contribuiu para o desenvolvimento foi a criação de microcomputadores pessoais, que possibilitou que milhões de pessoas tenham acesso a informação, modificando assim a vida das pessoas bem como a maneira com que os negócios são geridos. Para Deitel e Deitel (2005),o projeto Green, não se desenvolveu bem no início da década de 90. Mais com a explosão causada pela expansão da web em 1993, a Sum investiu em novas funcionalidades, como conteúdo dinâmico, animações e interatividade, colocando o Java na web. Através de uma conferência em 1995, hoje o Java é utilizado em diversos setores, como de telecomunicação, aplicativos mobile, desktop e web, pager, tvs e monitores. 8
  10. 10. 5 METODOLOGIA Neste capítulo será apresentado as metodologias propostas para a execução do trabalho. 5.1 Tipo de Pesquisa A metodologia de pesquisa utilizada neste trabalho será aplicada, segundo UNIVALI (2011), o resultado obtido neste tipo de pesquisa possui utilização instantânea para a resolução do problema, tratando-se de um meio de buscar novas resoluções para um problema de forma a inovar as soluções em diversos campos como desenvolvimento de produtos, serviços, processos e metodologias. 5.2 Contexto da Pesquisa A aplicação será utilizada em uma empresa do setor de hotéis, para que possa ser testada e utilizada, assim podendo identificar falhas e novas necessidades do setor de infraestrutura de gerência de redes. 5.3 Participantes Este projeto é elaborado por: Israel José da Cunha, Graduando em Sistemas de Informa- ção na UNIVAS - Universidade do Vale do Sapucaí, atua como professor de Informática Básica, Intermediária, avançada e aplicada na Tecnologia.com - Escola Profissionalizante e Professor de Tecnologia da Informação no Estado de Minas Gerais - Escola Estadual Professora Maria Vitorino de Souza. Sob a orientação de: Márcio Emílio Cruz Vono de Azevedo, Graduado em Engenharia Elétrica, modalidade Eletrônica pelo Inatel - Instituto Nacional de Telecomunicações, Mestre em Ciência e Tecnologia da Computação pela UNIFEI - Universidade Federal de Itajubá e atua com professor no curso de Sistemas de Informação da UNIVÁS - Universidade do Vale do
  11. 11. Sapucaí, Professor no curso de Engenharia da Computação do Inatel - Instituto Nacional de Te- lecomunicações e Especialista em Sistemas no Inatel - Instituto Nacional de Telecomunicações 5.4 Instrumentos A pesquisa é um meio de fomentar a coleta dados, de acordo com Marconi e Lakatos (2009), os instrumentos de pesquisa contêm “desde os tópicos da entrevista, passando pelo questionário e formulário, até os testes ou escala de medidas de opiniões e atitudes”. 5.4.1 Reunião Serão realizadas reuniões presenciais e virtuais com o professor orientador, para a dis- cussão dos requisitos, da usabilidade, dos processos de engenharia de software e desenvol- vimento, questões teóricas sobre a aplicabilidade e a orientação para o desenvolvimento do projeto, será também feito reunião com pessoas que atuam na área para coletar experiência de campo. Todas as reuniões terão caráter temático, para livre arbítrio dos participantes. 5.4.2 Troca de e-mails Será feito de forma colaborativa, as orientações e modificações, através de e-mails, para facilitar o transporte de dados e informação de forma ágil e simples, sem causar dados as outras atividades paralelas. 5.5 Procedimentos • Obtenção de Fonte dos softwares instalados. • Descrição de Hardware e do sistema operacional. • Descrição do Consumo de Memória em tempo de execução. 10
  12. 12. • Descrição de Consumo de Processamento em tempo de execução. • Instalação e configuração de agentes remotos. • Descrição de utilização de rede. • Captura de Dados e tráfego de rede. 5.6 Cronograma Ações / Meses Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Qualificação X Quadro teórico X X Quadro metodológico X X X Desenvolvimento do sistema X X X X X X X X X Discussão dos resultados X X X X Pré-banca X Redação da introdução X X considerações finais X X Formatação final X X Banca de defesa X Correções finais X X Entrega de Capa Dura X Reuniões X X X X X X X X X Revisões Bibliográficas X X X X X X X X X Revisão Textual X X X X X X X X X Tabela 1 – Cronograma das atividades previstas 5.7 Orçamento Despesas Valor Previsto (R$) Impressão R$ 200,00 Encadernação R$ 90,00 Impressão Capa Dura R$ 250,00 Livros R$ 675,00 Transporte R$ 600,00 Ebook R$ 244,00 Total R$ 2.059,00 11
  13. 13. REFERÊNCIAS COMER, D. E. Redes de Computadores e internet: Abrange transmissão de dados, ligações inter-redes, web e aplicações. [S.l.]: Ed.4 - Porto Alegre: Bookman, 2007. DEITEL, H. M.; DEITEL, P. J. Java: Como Programar. [S.l.]: 6.Ed - São Paulo: Pearson, 2005. FOROUZAN, B. A. Comunicação de dados e redes de computadores. [S.l.]: Porto Alegre: Bookman, 2006. KIRCH, O. Guia do Administrador de Redes Linux. [S.l.]: Curitiba: Conectiva, 1999. MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de Pesquisa. [S.l.]: 7. Ed. São Paulo: Atlas, 2009. MAURO, D. R.; SCHMIDT, K. J. SNMP Essencial. [S.l.]: Rio de Janeiro: Campus, 2001. TANENBAUM, A. S. Redes de Computadores. [S.l.]: Rio de Janeiro: Campus, 2003. UNIVALI, U. do Vale do I. Produção acadêmico-científica: a pesquisa e o ensaio. [S.l.]: Itajaí: UNIVALI, 2011.

×