A NOVA ORDEM MUNDIAL

11.123 visualizações

Publicada em

0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.123
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
355
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
537
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • O artesanato antecedeu a indústria e era disperso pelo espaço geográfico. A produção era limitada e predominava o sistema familiar de trabalho. Nas cidades o sistema de corporações produzia para o mercado local. O artesanato antecedeu a indústria e era disperso pelo espaço geográfico. A produção era limitada e predominava o sistema familiar de trabalho. Nas cidades o sistema de corporações produzia para o mercado local. O sistema de fábrica caracteriza a indústria moderna. Trabalhadores, máquinas e matérias primas ficam reunidos em um mesmo local. Trabalhadores não são donos dos meios de produção
  • A NOVA ORDEM MUNDIAL

    1. 1. Profª Isabel Aguiar
    2. 2. 1 Mundo contemporâneo: economia e geopolitica • – Processo de desenvolvimento do capitalismo • CARACTERÍSTICAS DO CAPITALISMO • Objetivo: Lucro; • Propriedade privada dos meios de produção (terra, máquinas ... e dos bens de produção (produtos finais); • Dinheiro e similares são meios de troca; • Lei da oferta e procura; • Predomínio do trabalho assalariado; • Divisão de classes: quem possui os meios e bens de produção e o trabalhador que vende seu trabalho em troca de um salário!!
    3. 3. •ORIGEM DO CAPITALISMO • Passagem da Idade Média para a Idade Moderna; • Renascimento urbano e comercial na Europa; • Surge uma nova classe social a burguesia e também os banqueiros e cambistas; • Aparecem as características primárias do sistema capitalista : • Lucro; • Acúmulo de riquezas; • Controle dos sistemas de produção e • Expansão dos negócios
    4. 4. CAPITALISMO COMERCIAL Expansão Marítima Economia Mercantilista Metalismo Trabalho Escravo FASES DO CAPITALISMO
    5. 5. Expansão Marítima Economia Mercantilista Metalismo Trabalho Escravo CAPITALISMO COMERCIAL
    6. 6. CAPITALISMO INDUSTRIAL Revolução Industrial Expansão das redes de transporte Trabalho assalariado Liberalismo
    7. 7. CAPITALISMO FINANCEIRO Formação de Monopólios e oligopólios (forma evoluída do monopólio) Introdução de novas tecnologias e fontes de energia Avanço na siderurgia Expansão Imperialista
    8. 8. CAPITALISMO INFORMACIONAL Revolução Técnico-Científica Capitalismo Industrial-Financeiro Conhecimento como forma de desenvolvimento Capitalismo informacional e global
    9. 9. • As revoluções industriais anteriores foram movidas a energia: • a Primeira: carvão; • a Segunda: petróleo e eletricidade, • a Terceira Revolução Industrial é movida a conhecimento. • Outra grande mudança na geopolítica da produção, foi que as primeiras indústrias, se desenvolveram junto às fontes de matérias-primas e energia (bacias carboníferas); • atualmente essas instituições típicas da revolução informacional, estão próximas a universidades e centros de pesquisas, onde se desenvolvem os chamados tecnopolos, em razão da presença de indústrias de alta tecnologia como a robótica, informática, telecomunicações e biotecnologia. Em síntese...
    10. 10. • CARTEL - acordo firmado entre empresas do mesmo ramo, afim de estabelecer o preço de uma mercadoria x, controlando o produto. OPEP, cimento e gasolina no Brasil e do aço nos Estado Unidos • CONGLOMERADO – é uma forma de oligopólio na qual várias empresas que atuam em setores diversos se unem para tentar dominar determinada oferta de produtos e/ou serviços, sendo em geral administradas por uma holding • Um exemplo de conglomerado é a empresa Mitsubishi, que fabrica desde carros até canetas, ou a LG Group, que fabrica de celulares, notebooks e televisores, até eletrodomésticos e produtos petroquímicos. • HOLDING – Forma de oligopólio, no qual é criada uma empresa para administrar um grupo delas que se uniu com o intuito de promover determinada oferta de produtos e serviços. Deca: Oferece bidês, chuveiros, pias, mictórios entre outros. Poll: Forma embrionária de cartel, onde várias empresas mantém serviços comum a todos ex: escritório de assistência técnica • TRUSTE – Conglomerado de empresas de um só dono, atuando em setores diversos da economia. ex: grupo Bradesco, grupo globo, grupo Silvio Santos e Grupo Votorantim. PARA NÃO ESQUECER...
    11. 11. O SUBDESENVOLVIMENTO
    12. 12. CAUSAS  Processo de Descolonização  Dependência Econômica  Dívida Externa  Guerras civis  Corrupção
    13. 13. CONSEQUENCIAS  Fome  Falta de Moradia  Desemprego  Falta Saneamento Básico  Baixa Expectativa de Vida
    14. 14. • O MUNDO PÓS 1ª GUERRA MUNDIAL • Os países mais descontentes e que podem ser considerados como causadores da guerra foram a Itália e a Alemanha; • Estes países desejavam aumentar seu mercado consumidor externo, mas devido a partilha da Ásia e África entre a Inglaterra, França e outros países, a Itália e Alemanha ficaram descontentes, pois não tiveram participação na partilha, ou seja, ficaram em desvantagem. 3 GEOPOLITICA E ECONOMIA DO PERIODO PÓS SEGUNDA GUERRA
    15. 15. O Subdesenvolvimento 1. Explique as origens do subdesenvolvimento. • Segunda Guerra Mundial (discussões sobre under-development); • Entretanto suas origens remontam aos processos contraditórios da expansão do capitalismo, isto é, desde as Grandes Navegações; • A descolonização (1940-1960) evidencia as diferenças.
    16. 16. O Subdesenvolvimento 2. Quais as principais características dos países subdesenvolvidos? • Baixos índices de desenvolvimento humano e econômico; • Exportadores de matéria-prima e de alimentos a preços baixos; • Industrialização tardia, quando existente, e agravadora das desigualdades; • Pobreza extrema.
    17. 17. 3. O subdesenvolvimento é um estágio evolutivo rumo ao desenvolvimento? Explique. • Países em desenvolvimento? • Origens históricas: transferência direta de riqueza das colônias para a metrópole; • Países emergentes; • Riqueza X Desenvolvimento (visão macro); • Obs.: Os Tigres Asiáticos. O Subdesenvolvimento
    18. 18. O Subdesenvolvimento 4. O subdesenvolvimento é um fenômeno extremamente complexo, que apresenta causas internas e externas em casa país. Explique sucintamente essas causas. • Origens históricas da diferença entre países ricos e pobres (conflito Norte X Sul); • Democracias não consolidadas (ditaduras); • Comandados por elites; • Papel do Estado (subsídios e incentivos fiscais); • Paternalismo, Protecionismo, Corrupção, Dívida Externa; • Guerras Civis.
    19. 19. O Subdesenvolvimento 5-Qual é a diferença entre a nova divisão internacional do trabalho e as divisões anteriores? •Exportadores de matéria-prima e detentores de mão-de obra barata e desqualificada (países subdesenvolvidos na antiga DIT); •Globalização Econômica e desenvolvimento do capitalismo informacional; •Produtores de alto valor com base no trabalho informacional, os produtores de grande volume baseado no trabalho de baixo custo, os produtores de matérias- primas e os produtores redundantes.
    20. 20. Geopolítica e economia do pós-Guerra 1. O que foi a Guerra Fria? Qual foi sua duração? • Conflito ideológico entre o mundo capitalista (EUA) e o socialista (URSS) sem confronto bélico que tem seu início com o fim da II Guerra em 1947 e seu término no final de 1980.
    21. 21. Geopolítica e economia do pós-Guerra 2. Explique a definição de Raymond Aron para Guerra Fria: “Paz impossível, guerra improvável”. • Existência de um antagonismo insolúvel; • Em caso de guerra, significaria a inexistência de vencedores, haja vista o fim de todos.
    22. 22. Geopolítica e economia do pós-Guerra 3. O que são BIRD e FMI? Qual foi o papel dessas entidades no período pós-guerra? • Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (Banco Mundial); • Fundo Monetário Internacional; • Reconstrução dos países devastados pela guerra e garantia da estabilidade financeira dos países do lado capitalista.
    23. 23. Geopolítica e economia do pós-Guerra 4. Qual é a ligação entre o Plano Marshall e a Doutrina Truman? • Concessão de créditos para governos pró- ocidentais (Grécia e Turquia); • Contenção do socialismo (Otan); • Consolidar as economias capitalistas e frear a influência comunista.
    24. 24. Geopolítica e economia do pós-Guerra 5. O que foi o conflito Leste X Oeste? • Ordem bipolar; • Países Capitalistas X Países Socialistas.
    25. 25. Geopolítica e economia do pós-Guerra 6. O que é o conflito Norte X Sul? Por que ele apareceu mais nitidamente com o fim da Guerra Fria? • Norte desenvolvido (rico) X Sul subdesenvolvido (pobre); • “Vitoria” do Capitalismo e da “democracia”.
    26. 26. Geopolítica e economia do pós-Guerra 7. Quais eram os principais símbolos da ordem mundial do Período Guerra Fria? • O Muro de Berlim; • O Pacto de Varsóvia.
    27. 27. Geopolítica e economia do pós-Guerra 8. Quais são as principais características da ordem mundial no período pós-Guerra Fria? • Ordem Multipolar; • Ou Unipolar? • Capacidade econômica: disponibilidade de capitais, avanço tecnológico, qualificação da mão-de-obra, nível de produtividade e índices de competitividade; • Globalização econômica; • Blocos Econômicos.
    28. 28. nova ordem mundial • Desaparecimento do conflito leste X oeste • Surgimento do conflito norte X sul
    29. 29. Características da nova ordem mundial • As alianças entre nações são feitas agora pelo grau de afinidade econômico- comercial existente entre um e outro país. Deixando de lado a questão ideológica o que impera agora é a questão mercadológica. • O nível de poder de um país agora é medido pelo seu desenvolvimento científico e tecnológico, com destaque para o conhecimento cientifico na áreas de informática e biotecnologia.
    30. 30. A Geografia das Indústrias
    31. 31. Indústria: • “Conjugação do trabalho e do capital para transformar a matéria-prima em bens de produção e consumo.” • “A atividade secundária da economia, que engloba as atividades de produção ou qualquer de seus ramos, em contraposição à atividade agrícola (primária) e à prestação de serviços (terciária).”
    32. 32. Fases evolutivas: Artesanato Manufatura Maquinofatura Indústria
    33. 33. Fatores Locacionais • Matérias-Primas
    34. 34. • Fontes de Energia
    35. 35. • Mão-de-Obra
    36. 36. • Mercado Consumidor
    37. 37. • Transportes
    38. 38. • Telecomunicações
    39. 39. • Incentivos Fiscais » Disponibilidade de Água
    40. 40. Tipos de Indústrias • Segundo a Função Germinativas Ponta
    41. 41. • Segundo a Tecnologia Tradicionais Dinâmicas
    42. 42. • Segundo a Aplicação de Recursos Capital-Intensivas Trabalho-Intensivas
    43. 43. GEOPOLITICA E ESTRATÉGIA
    44. 44. As fontes de energia • Compreende-se por energia a capacidade de realizar trabalho. Classificam-se as fontes de energias naturais conhecidas também por primárias em dois tipos:  Fonte de energia renováveis, as que não se esgotam;  Fonte de energia não renováveis, as que se esgotam e não são expostas.
    45. 45. Evolução do consumo de energia primária 1700 – Consumo Mundial predominantemente renovável LENHA e DERIVADOS 1800 – O Consumo cresceu 25% neste século 1850 – Em meio século (1800 -1850) o consumo mundial cresceu 47% • LENHA tem maior participação • CARVÃO 15% 1900 – No período de 1850 a 1900, o consumo mundial de energia quase duplicou • LENHA em queda • CARVÃO é a maior fonte comercial (mais da metade da demanda) • PETRÓLEO, GÁS NATURAL e ELETRICIDADE passam a compor a cesta das fontes comerciais (juntas respondem por apenas 2%)
    46. 46. 1950 - No período de 1900 a 1950, o consumo mundial de energia cresceu quase duas vezes e meia • PETRÓLEO o “energético do século” – 24% • GÁS NATURAL 8% • ELETRICIDADE se consolidou como fonte 1973 – Entre 1950 e 1970 o consumo mundial quase que triplicou • PETRÓLEO, GÁS NATURAL e ELETRICIDADE segue em crescimento • ENERGIA NUCLEAR como fonte de geração de eletricidade • O Choque do Petróleo impulsionou a pesquisa de novas fontes de energia
    47. 47. 1973 – Entre 1970 e 1990 o crescimento do consumo fica restrito a pouco menos que 35% • Acidentes nas Usinas Nucleares • Ações sobre a demanda e oferta devido o choque do PETRÓLEO 2000 – O século termina com os combustíveis fósseis totalizando 80% de todo consumo Energético • Humor dos mercados • Conflitos por condicionados por escassez e restrições ao acesso ás fontes
    48. 48. Carvão Mineral • O carvão mineral foi a principal fonte de energia utilizada na Revolução Industrial e durante os séculos XVIII e XIX. A partir de 1970 começaram a ser utilizadas novas formas de energia, como o petróleo e a eletricidade.
    49. 49. • Atualmente, o carvão mineral é a terceira fonte de energia mais empregada no mundo. Possui três utilizações principais:  Como matéria- prima para produção de aço;  Na geração de energia elétrica a partir do aquecimento das caldeiras em usinas termelétricas;  Como matéria-prima do setor carboquímico na produção de inseticidas.
    50. 50. A formação do carvão
    51. 51. • É a fonte de energia mais importante e a mais utilizada no mundo. A Segunda Revolução Industrial (século XIX) marca o início de seu crescente consumo. • As maiores reservas de petróleo assim, como o carvão estão no hemisfério norte. Petróleo
    52. 52. A formação do petróleo
    53. 53. Gás natural • É a segunda principal fonte de energia utilizada no mundo e a que apresenta o maior crescimento de consumo. • O gás natural está associado ao petróleo, sendo portanto um produto esgotável.
    54. 54. Energia elétrica • A eletricidade pode ser obtida pela força da água (hidráulica), pelo vapor da queima de combustíveis fósseis (termelétricas) e pelo calor produzido pela fissão do urânio no núcleo do reator. • Temos três tipos de usinas que geram eletricidades.
    55. 55. 1. As hidrelétricas • A água é a fonte de energia de uma usina hidrelétrica. Embora, teoricamente, a água seja renovável já sabemos que pode acabar. • A energia liberada pela correnteza de um rio movimenta as turbinas nele instalados, que vão gerar energia elétrica.
    56. 56. • A produção de energia elétrica não é poluente, mas a construção de usinas pode causar profundos impactos ambientais na região.
    57. 57. 2.As termelétricas • Quem faz o papel de transformar recursos em energia na termelétrica é o vapor de água produzido por uma caldeira aquecida pela queima do carvão e do petróleo, e portanto dependente de combustíveis fósseis. • É uma fonte de energia muito poluidora, lançando bastante CO2 na atmosfera.
    58. 58. 3.Energia nuclear • Apesar de poderem estar localizadas pertos dos centros consumidores, as usinas termonucleares representam um perigo para a população, pelo risco de vazamento nuclear. • É o calor proveniente da fissão de átomos de urânio no reator que é movimentada a turbina.
    59. 59. As fontes de energia do futuro • A busca de fontes de energia menos poluidoras, renováveis e que possam substituir o carvão e o petróleo, tem incentivado inúmeras pesquisas nesse sentido.
    60. 60. • Todo rejeito de origem vegetal ou animal pode se transformar em biomassa e gerar energia. • Entre as formas de obtenção da bioenergia estão a combustão, a gaseificação, a fermentação e a produção de substâncias líquidas.
    61. 61. Biodiesel • Alguns vegetais produzem óleo que pode ser utilizado como combustível para motores de ignição-combustão. • O biodiesel tem características semelhantes ao diesel e é considerado um recurso renovável. • Amendoim, soja, sementes de girassol, mamona, dendê são fontes de óleo vegetal.
    62. 62. Energia solar • Além de gerar eletricidade o sol pode ser utilizado como aquecedor de água e de casas em países de clima frio (energia térmica).
    63. 63. Energia das marés ou mareomotris • Através do movimento das marés, na maré alta a água enche o reservatório, acionando as turbinas; na maré baixa a água esvazia o reservatório, movimentando novamente as turbinas.
    64. 64. A energia do centro da terra ou geotérmica • O calor que existe no interior da Terra é o responsável pela energia geotérmica. Vulcões, e fontes termais são formas dessa fonte de energia. • Pode ser aproveitada para o uso direto de aquecimento de prédios ou na produção de energia elétrica.

    ×