Escola Secundária do Castêlo da Maia
2011/2012
A água é a substância simples mais abundante no planeta Terra e pode ser encontrada tanto no
estado líquido, gasoso ou sól...
Distribuição da água na Natureza
Da água existente na Terra, uma parte não esta disponível na natureza, pois faz parte, po...
•
Um aquífero é uma formação ou grupo de formações geológicas que
água subterrânea.

A constituição geológica de um aquífero...
Em relação à porosidade, os aquíferos são classificados em:

Aquífero poroso ou sedimentar:
formado por rochas sedimentare...
Aquífero fracturado ou fissural:
formado por rochas magmáticas ou
metamórficas, onde a circulação da água ocorre
nas fract...
Aquíferos cársticos:
formados em rochas calcárias. A circulação da água
ocorre nas fracturas e outras descontinuidades dev...
Aquífero
fracturado ou
fissural
Aquífero
poroso ou
sedimentar

Aquíferos
cársticos
Em relação à pressão de água podemos dividir em:
Aquífero freático ou livre:
•É constituído por uma formação geológica per...
Aquífero confinado:
•É constituído por uma formação geológica permeável, onde a camada saturada
se situa entre duas camada...
Nível Hidrostático
Nível Freático
Nível Piezométrico
Zonas dos Aquíferos
Zona de aeração:
• localiza-se entre a superfície do terreno e o
nível hidrostático. Nesta zona, os po...
Valores de porosidade e permeabilidade de algumas rochas

Tipo de rocha

Porosidade (%)

Permeabilidade (m/dia)

Cascalhei...
Controlo das
cheias

Evitam-se perdas de
agua e a sua poluição
é menor

Aquecimento de
aguas subterrâneas

95% das reserva...
GESTÃO DAS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS
•

•
•

•
•

Alguns processos de poluição de
aquíferos são:
- At i vi dade i ndust r i al ;
- Descarga de resíduos urbanos...
Poluir é introduzir no meio ambiente substâncias ou características físicas que ali
não existiam antes, ou que existiam em...
Tipos de aquíferos vs. poluição
Nos aquíferos confinados o reabastecimento ocorre
somente nos locais onde a formação porta...
A - Embora a água contaminada atravesse mais de 100 metros antes de alcançar o
Poço 1, a água move-se muito rapidamente at...
Super-explotação de aquíferos
Para evitar estes danos, torna-se necessário a
implantação de novas técnicas, como a máxima
impermeabilização dos tanques ...
Exercício
• http://www.netxplica.com/manual.virtual/exe
rcicios/geo11/recursos.geologicos/11.GEO.aq
uiferos.4.htm
Site grafia
• http://www.proriouruguai.rs.gov.br/portal/model
o.php?cont=serrageral
• http://esporte.hsw.uol.com.br/espele...
Aquiferos ppt-Recursos hidricos
Aquiferos ppt-Recursos hidricos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aquiferos ppt-Recursos hidricos

3.906 visualizações

Publicada em

Aquíferos

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.906
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
193
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aquiferos ppt-Recursos hidricos

  1. 1. Escola Secundária do Castêlo da Maia 2011/2012
  2. 2. A água é a substância simples mais abundante no planeta Terra e pode ser encontrada tanto no estado líquido, gasoso ou sólido, na atmosfera, sobre ou sob a superfície terrestre, nos oceanos, mares, rios e lagos. Também o constituinte inorgânico mais presente na matéria viva: cerca de 60% do peso do homem é constituído de água e em certos animais aquáticos esta percentagem alcança 98%. Cientistas estimam que o nosso planeta tem três quartos da sua massa só de água.
  3. 3. Distribuição da água na Natureza Da água existente na Terra, uma parte não esta disponível na natureza, pois faz parte, por exemplo, dos seres vivos. A parte que se encontra livre constitui os recursos hídricos. Cerca de 97,2% desta água é salgada. Os 2,8% de água doce encontram-se distribuídos da seguinte forma: 2,15% encontra-se retida nos glaciares, 0,63% é água subterrânea, 0,005% está sob a forma de vapor na atmosfera e apenas 0,01% vai para os rios e lagos. De tudo isto se pode concluir que a parte dos recursos hídricos que podem ser utilizados pelo homem é uma pequena fracção de toda a hidrosfera.
  4. 4.
  5. 5. Um aquífero é uma formação ou grupo de formações geológicas que água subterrânea. A constituição geológica de um aquífero determinará: a qualidade da água; a capacidade de armazenagem; velocidade da água no seu meio. Os aquíferos são classificados de acordo com: porosidade pressão de água exercida pela superfície pode armazenar
  6. 6. Em relação à porosidade, os aquíferos são classificados em: Aquífero poroso ou sedimentar: formado por rochas sedimentares consolidadas, sedimentos inconsolidados ou solos arenosos decompostos in situ(no local). Armazena um grande volume de água e a sua porosidade é quase sempre homogénea, permitindo que a água flua para qualquer direcção devido às diferenças de pressão Hidrostática* existentes. Exemplo : Arenitos do Aquífero Sistema Poroso Guarani * É uma força exercida pela água ou qualquer outro fluido em repouso numa superfície qualquer. A pressão exercida pela água é sempre perpendicular à superfície e varia com a profundidade
  7. 7. Aquífero fracturado ou fissural: formado por rochas magmáticas ou metamórficas, onde a circulação da água ocorre nas fracturas ou fendas abertas devido ao movimento tectónico. A capacidade dessas rochas de acumularem água está relacionada com a quantidade de fracturas, que permitem a infiltração e o fluxo de água em orientações preferenciais. Exemplos: basalto, granitos, gnaisse, gabros e filões de quartzo . Exemplo: Aquífero da serra: Fraturas do aquífero do sistema fraturado da serra geral
  8. 8. Aquíferos cársticos: formados em rochas calcárias. A circulação da água ocorre nas fracturas e outras descontinuidades devido à dissolução do carbonato pela mesma, produzindo grandes aberturas e criando verdadeiros rios subterrâneos. • • Exemplo: Uma caverna é qualquer tipo de passagem subterrânea, profunda e natural ou um lugar fechado com uma abertura para a superfície. As cavernas são encontradas frequentemente em paisagens cársticas, caracterizadas por cavidades, grandes aquíferos subterrâneos e escoamento subterrâneo ativo. Cerca de 20% dos Estados Unidos são classificados como cársticos
  9. 9. Aquífero fracturado ou fissural Aquífero poroso ou sedimentar Aquíferos cársticos
  10. 10. Em relação à pressão de água podemos dividir em: Aquífero freático ou livre: •É constituído por uma formação geológica permeável e superficial em toda a sua extensão e é limitado na base por uma camada impermeável; •A pressão de água na superfície da zona saturada está em equilíbrio com a pressão atmosférica; •O nível de água varia conforme a quantidade de chuva; • São os aquíferos mais comuns e mais explorados pela população e os que apresentam maiores problemas de contaminação; •Sofre variações acentuadas com a mudança de estações de ano;
  11. 11. Aquífero confinado: •É constituído por uma formação geológica permeável, onde a camada saturada se situa entre duas camadas impermeáveis ou semipermeáveis. •A pressão da água no topo da zona saturada é maior do que a pressão atmosférica naquele ponto fazendo com que a água ascenda. •Estão quase sempre situados em locais com rochas sedimentares profundas. •Varia pouco com a mudança de estações do ano.
  12. 12. Nível Hidrostático
  13. 13. Nível Freático
  14. 14. Nível Piezométrico
  15. 15. Zonas dos Aquíferos Zona de aeração: • localiza-se entre a superfície do terreno e o nível hidrostático. Nesta zona, os poros entre as partículas do solo ou da rocha são ocupados por água e por ar. Zona de saturação: • têm como limite superior o nível hidrostático. Nesta zona todos os poros da rocha estão completamente preenchidos por água.
  16. 16. Valores de porosidade e permeabilidade de algumas rochas Tipo de rocha Porosidade (%) Permeabilidade (m/dia) Cascalheira 30 > 1000 Areia 35 10 a 5 Argila 45 < 0.001
  17. 17. Controlo das cheias Evitam-se perdas de agua e a sua poluição é menor Aquecimento de aguas subterrâneas 95% das reservas de água doce exploráveis em todo o Mundo
  18. 18. GESTÃO DAS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS
  19. 19. • • • • • Alguns processos de poluição de aquíferos são: - At i vi dade i ndust r i al ; - Descarga de resíduos urbanos (lixiviação e escorrência par a o subsol o) - U de f er t i l i zant es e so her bi ci das - Desastres ambientais (derrames de combustíveis.)
  20. 20. Poluir é introduzir no meio ambiente substâncias ou características físicas que ali não existiam antes, ou que existiam em quantidades diferentes. A poluição das águas nos aquíferos dependerá de algumas características: 1) O tipo de aquífero 3) Matéria orgânica subjacente ao aquífero 2) Permeabilidade da zona de aeração e do aquífero 4) Composição dos solos
  21. 21. Tipos de aquíferos vs. poluição Nos aquíferos confinados o reabastecimento ocorre somente nos locais onde a formação portadora de água aflora à superfície (zonas de recarga). Estas áreas devem ser preservadas. Evitar perto destas áreas: • exposição de distritos industriais • agricultura tradicional • aterros sanitários • cemitérios, etc. Nos aquíferos livres, a recarga é direta, isto é, ocorre em toda a superfície acima do lençol freático. Neste caso as medidas de proteção podem variar de acordo com: • o ambiente geológico •as diversas atividades poluidoras. Em lugares onde o lençol freático é muito próximo da superfície, o uso de fossas sépticas deve ser evitado, porque o efluente que não é totalmente tratado é lançado diretamente no lençol, contaminando-o.
  22. 22. A - Embora a água contaminada atravesse mais de 100 metros antes de alcançar o Poço 1, a água move-se muito rapidamente através do calcário para ser purificada; B - Como a descarga da fossa séptica percola através de um arenito permeável, ela é purificada em uma distância relativamente curta.
  23. 23. Super-explotação de aquíferos
  24. 24. Para evitar estes danos, torna-se necessário a implantação de novas técnicas, como a máxima impermeabilização dos tanques e pisos dos postos e implementação de drenagens e sistemas de tratamento para os efluentes da lavagens de carros. Corrigir problemas resultantes do uso inadequado leva a soluções tecnológicas dispendiosas. Assim, os meios mais econômicos e eficazes para assegurar a limpeza da água subterrânea é a prevenção através da proteção e do cuidado a gerir estes recursos.
  25. 25. Exercício • http://www.netxplica.com/manual.virtual/exe rcicios/geo11/recursos.geologicos/11.GEO.aq uiferos.4.htm
  26. 26. Site grafia • http://www.proriouruguai.rs.gov.br/portal/model o.php?cont=serrageral • http://esporte.hsw.uol.com.br/espeleologia1.htm • http://e-porteflio.blogspot.pt/2009/05/recursosgeologicos-aguas-subterraneas.html • http://hidrogeologia.no.sapo.pt/aquiferos.htm • http://www.geocities.ws/cesol999/AquiferoCoste iro.htm • http://snirh.pt/junior/?menu=2.2&item=2

×