Na hora do lusco-fusco,  o voo dos vaga-lumesilumina e enfeita a mata.
A suave luz emanada   deixa mais belo                       E em decorrênciaum pedaço de mata, desta suave luz, envolto po...
Brilham os vaga-lumes,pois é da sua natureza brilhar.
Dentre toda a criação, os únicos seres        Brilham os vaga-lumes, viventes dotados da faculdade do livrearbítrio somoss...
A nós compete ombrear a      responsabilidadede escolher para a nossa vida  entre a luz e a escuridão.
E para que haja luz – uma vida prenhe    de significado,    uma “vida em     plenitude” –   é preciso cuidarda primeira in...
“Viver em plenitude”significa estar abertoe relacionar-se com  o transcendente,      a natureza     e o próximo.
As mães dão de mamar primeiro o seioesquerdo, supõe-se que por estar mais perto do         coração.Que saibamos educar as ...
“A beleza é verdadee verdade é beleza”,    nos ensinam  os povos antigos.
Vivenciamos hoje  dias de incerteza,  encontrando-nos  longe da beleza, – intoxicados por um        furacão de      irrele...
Precisamos esquecer  o mundo lá fora,que a cada dia entra  mais e mais em      colapso, sem nos “alienar”,   e redesenharn...
Nestes dias de  densas sombras  e luzes esparsas,      devemosdiuturnamente velarpela centelha divina que em nosso peito  ...
Recordar as palavras do incomparávelMestre:         “Vós sois a luz do mundo.           Não se pode esconder    a cidade e...
“Vós sois a luz do mundo.”           Aproveitar nossa breve           caminhada pelos dias               e pelas horas,   ...
Ter ouvidos para a Voz   que nos convoca:                 “Vá em direção                   à tua Luz.                 Busc...
“Tu és póe hás de voltar    ao pó.”                  “Tu és luz                e hás de voltar                    à Luz.” ...
“Tu és póe hás de voltar    ao pó.”                “Tu és luz              e hás de voltar                  à Luz.”
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Luz

353 visualizações

Publicada em

Recebi de LE, compartilho.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
353
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Luz

  1. 1. Na hora do lusco-fusco, o voo dos vaga-lumesilumina e enfeita a mata.
  2. 2. A suave luz emanada deixa mais belo E em decorrênciaum pedaço de mata, desta suave luz, envolto por silêncio. nosso pequenino planeta fica um pouco mais belo.
  3. 3. Brilham os vaga-lumes,pois é da sua natureza brilhar.
  4. 4. Dentre toda a criação, os únicos seres Brilham os vaga-lumes, viventes dotados da faculdade do livrearbítrio somossua natureza brilhar. pois é da nós, – os seres humanos.
  5. 5. A nós compete ombrear a responsabilidadede escolher para a nossa vida entre a luz e a escuridão.
  6. 6. E para que haja luz – uma vida prenhe de significado, uma “vida em plenitude” – é preciso cuidarda primeira infância.
  7. 7. “Viver em plenitude”significa estar abertoe relacionar-se com o transcendente, a natureza e o próximo.
  8. 8. As mães dão de mamar primeiro o seioesquerdo, supõe-se que por estar mais perto do coração.Que saibamos educar as próximas gerações de um modo que se deixem guiar pelas verdades do coração, pelas inspirações da alma.
  9. 9. “A beleza é verdadee verdade é beleza”, nos ensinam os povos antigos.
  10. 10. Vivenciamos hoje dias de incerteza, encontrando-nos longe da beleza, – intoxicados por um furacão de irrelevâncias que nos privam dotempo livre necessário paraa muda contemplaçãoda verdade, da beleza,do silêncio, da poesia.
  11. 11. Precisamos esquecer o mundo lá fora,que a cada dia entra mais e mais em colapso, sem nos “alienar”, e redesenharnossa crise absurda pela luz mágicada espiritualidade, da beleza, e da poesia.
  12. 12. Nestes dias de densas sombras e luzes esparsas, devemosdiuturnamente velarpela centelha divina que em nosso peito arde.
  13. 13. Recordar as palavras do incomparávelMestre: “Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte; nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa.”
  14. 14. “Vós sois a luz do mundo.” Aproveitar nossa breve caminhada pelos dias e pelas horas, para realizar inventários regulares do nosso coração, a fim de verificar como temos respondido a esta amorosa convocação.
  15. 15. Ter ouvidos para a Voz que nos convoca: “Vá em direção à tua Luz. Busca o Mistério que habita na tua interioridade.”
  16. 16. “Tu és póe hás de voltar ao pó.” “Tu és luz e hás de voltar à Luz.” Formatação: um_peregrino@hotmail.com
  17. 17. “Tu és póe hás de voltar ao pó.” “Tu és luz e hás de voltar à Luz.”

×