A dança

406 visualizações

Publicada em

Recebi da amiga Deda, compartilho.

3 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
406
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
3
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A dança

  1. 1. “Há muitos céus, um céu para cada um. O meu céu não é igual ao seu. Céu é o lugar poético onde estão guardadasas coisas que a gente ama e o tempo nos roubou. Falar ‘céu’ é dizer‘esperança de reencontro’”. Rubem Alves
  2. 2. Um punhadode poeira cósmica,suspenso no vazio.
  3. 3. E em meio àsilenciosa imensidão do espaço sem fim, um pequenino ponto azul.
  4. 4. Um pequenino ponto que se fez de palco para toda a belezae poesia, para todasas dores e tormentos que vivenciamos.
  5. 5. Um palco abençoado que sefez de lar para todas as formas de vida que conhecemos.
  6. 6. Acerca do tempo, nada sabemos; E no entanto, o tempo é tudoo que possuímos.
  7. 7. E em meio à nossa corrida rotina, o poeta nos recorda:...
  8. 8. “A vida não precisa ser longa,só precisa ser profunda.”
  9. 9. “A vida não precisa ser longa, só precisa ser profunda.”
  10. 10. O que são oito,o que são oitenta anos?
  11. 11. Para o tempo cronológicodos relógios,oitenta anos parecem extensos.
  12. 12. Para o tempometafísico da alma, oitenta anos nãopassam de um sopro.
  13. 13. Uma leve brisaque tão ligeira passa...
  14. 14. Esta vida terrena constitui uma valiosaoportunidade paraacumularmos bens eternos.
  15. 15. Permanecer desperto para a beleza e a poesia, para os mistérios e encantos.
  16. 16. Quais os dedos que pintam a infinita tela dos sonhos?
  17. 17. O sono reparador da noite...
  18. 18. E a ‘siesta’ preguiçosa de dia.
  19. 19. Há quem diga que somos os sonhos que sonhamos.
  20. 20. Toda a ternuraque emana dos avós, quandona companhia dos netos.
  21. 21. Do tempo cíclico, da belezametafísica,o que é que sabemos?
  22. 22. Dizemos pais, dizemos irmãos, dizemos filhos... Acreditamos que sabemosperfeitamente do que estamos a falar.
  23. 23. E quão poucoparamos para refletir nassignificações, acepções e sentidosdas palavras que proferimos.
  24. 24. Pais, filhos,avós, irmãos...As pessoas àsquais somos unidos por obra do destino.
  25. 25. A convivência gera laços, no entanto o amor,a admiração e o carinhonecessitam ser dia a dia construídos.
  26. 26. Educar as futurasgerações de modo que saibam que, além da nossa família biológica,...
  27. 27. ...pertencemos todosa uma família maior: a família humana.
  28. 28. Sob a luz da fraternidade humana, os sonhos da menina afegã são também os nossos.
  29. 29. Dia virá, quiçá não tão distante,quando a luz da fraternidade humanahaverá de iluminar nossos caminhos...

×