Realismo, representação e abstração

443 visualizações

Publicada em

Slides sobre a diferença entre realismo, representação e abstração. Uma introdução.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
443
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Realismo, representação e abstração

  1. 1. O que é Representação, Realismo e Abstracionismo ? Ricardo Macêdo
  2. 2. 1. Representação Segundo Dondis A. Donis, a representação em arte é a intenção de fazer o objeto desenhado, pintado, fotografado, etc, algo semelhante (ao máximo), ao modelo, a realidade. Para Dondis, um pásssaro só é um pássaro (no papel, na tela) quando ele carrega em si, signos visuais que remetem o observador a ideia de pássaro. Nõ apenas criar uma imagem, mas “registrar e oferecer, aos alunos, dados que pudessem ser identificados com segurança, ou seja, colocar no papel informações visuais que pudessem ter o valor de referências.”(DONDIS, 1996)
  3. 3. Ainda segundo outros autores a representação é: (...) é um conteúdo mental estruturado – isto é, cognitivo, avaliativo, afetivo e simbólico – sobre um fenômeno social relevante, que toma a forma de imagens ou metáforas, e que é conscientemente compartilhado com outros membros do grupo social. (Wagner, 1998, p. 3) (...) é produto e processo de uma atividade mental pela qual um indivíduo ou um grupo reconstitui o real ao qual ele é confrontado e lhe atribui uma significação específica. (Abric, 1994, p. 188)
  4. 4. 2. Realismo François Millet. A colheita. Óleo sobre tela.
  5. 5. O Realismo em pintura começou por manifestar-se no tratamento da paisagem, que se despiu da exaltação e personificação românticas para se ater, simplesmente, na reprodução desapaixonada e neutra, do que se oferece à vista do pintor. Passou, depois, aos temas do quotidiano, que tratou de forma simples e crua, sem nada acrescentar ou retirar à realidade. Apesar de tudo, o realismo manteve-se nos seus preceitos académicos, como a exatidão do desenho e perfeito acabamento do quadro.
  6. 6. Silva Porto. Colheita - Ceifeiras c. 1893, óleo sobre tela 90,5 x 120,3 cm.
  7. 7. Gustave Courbet, 1854. Óleo sobre tela129 cm × 149 cm
  8. 8. Albrecht Durer. Pormenor de prado silvestre, 1502. Aquarela e guache, 41 x 31,5 cm. O Realismo também pode ser entendido como representação fiel da realidade. Nesse caso, artistas como Albrecht Durer fazem parte de exemplos clássicos.
  9. 9. Em termos históricos e filosóficos o realismo “surge em meio ao fracasso da Revolução Francesa e de seus ideais de Liberdade, Igualdade e Fraternidade. A sociedade se dividia entre a classe operária e a burguesia. Logo mais tarde, em 1848, os comunistas Marx e Engels publicam o Manifesto que faz apologias à classe operária. Uma realidade oposta ao que a sociedade tinha vivido até aquele momento surgia com o progresso tecnológico: o avanço da energia elétrica, as novas máquinas que facilitavam a vida, como o carro, por exemplo. Entre as correntes filosóficas, destacam-se: o Positivismo, o Determinismo, o Evolucionismo e o Marxismo.” (…) “O pensamento filosófico que exerce mais influência no surgimento do Realismo é o Positivismo, o qual analisa a realidade através das observações e das constatações racionais.”
  10. 10. Abstracionismo
  11. 11. Kazimir Malevich, Quadrado Preto, 1914-15, óleo s/ tela, 80 x 80 cm.
  12. 12. Vasily Kandinsky, Pintura com mancha vermelha, 1914, óleo sobre tela, 130 x 130 cm.
  13. 13. Piet Mondrian, Composição 1916, 1916, óleo sobre tela, com tinta de madeira na margem inferior, 119 x 75 cm.
  14. 14. Mira Schendel, s/t, s/data. Óleo sobre tela.
  15. 15. Paulo Pasta, título ?, data ?. Óleo sobre tela.
  16. 16. “O processo de abstração é também um processo de destilação, ou seja, de redução dos fatores visuais múltiplos aos traços mais essenciais e característicos daquilo que está sendo representado.” (DONDIS, 1996) “O termo abstrato evoca a falta de qualquer semelhança evidente com o mundo, contudo, não tanto porque não se pareça com nada, mas porque seu tema ou motivo é difícil de identificar. E isso pode ocorrer porque um processo de abstração levou a supressão de certas características facilmente reconheciveis do tema original.” (HARRISON, 1998)
  17. 17. Jackson Pollock
  18. 18. Jackson Pollock, ?. C. ? Pintura a óleo sobre tela.
  19. 19. Jackson Pollock efetivando um de seus trabalhos.
  20. 20. Alunos da Fundação Curro Velho, PA. Colagem. 1998
  21. 21. Vamos brincar ?
  22. 22. Realismo ou Abstracionismo ?
  23. 23. Bruno Cantuária. Fotografia. 2007.
  24. 24. Ricardo Macêdo . Arte digital. 2008.
  25. 25. David La Chapele.
  26. 26. Greyce Sampaio. Fotografia. 2008.
  27. 27. Pablo Mufarrej. Arte digital. 2008.
  28. 28. Abric, J.-C. (1994). L’étude expérimentale des représentations sociales. In: Jodelet, D. (dir.). Les représentations sociales. 4 ed. Paris, Presses Universitaires de France (Sociologie d’Aujourd’hui). http://www.brasilescola.com/literatura/realismo.htm HARRISON, FRASCINA, PERRY. Primitivismo, cubismo e abstração – começo do século XX. 1998, Cosac Naify.

×