Agenda do Evento                Agenda                 Horário       Interação e Introdução do                            ...
Agenda do Evento                Agenda                 Horário       Interação e Introdução do                            ...
Agenda                              Quem Somos          Visão Inventta: Fomento para P&D nas empresas         Como obter m...
Quem SomosO Instituto Inovação    O Instituto Inovação foi criado em 2002 com o objetivo de ser a ponte                   ...
Quem SomosA Inventta     A Inventta é a empresa de Consultoria do grupo focada em gestão da                               ...
Quem SomosNossos Serviços          Desenvolvemos               Em 5 anos, ajudamos a                           Oferecemos ...
Quem SomosA Inventta - Portfólio de Clientes                                                  Empresas           Alimentos...
Quem SomosA Inventta - Portfólio de Clientes                 Universidades e Centros de Pesquisa                          ...
Agenda                              Quem Somos          Visão Inventta: Fomento para P&D nas empresas         Como obter m...
Visão Inventta: Fomento do P&D nas empresasMaturidade das empresas                                                        ...
Visão Inventta: Fomento do P&D nas empresasMaturidade das empresas: Operacional    Características A empresa não possui c...
Visão Inventta: Fomento do P&D nas empresasMaturidade das empresas: Estrutural    Características Planeja, estrutura e im...
Visão Inventta: Fomento do P&D nas empresasMaturidade das empresas: Estratégico    Características Investe capital própri...
Agenda                              Quem Somos          Visão Inventta: Fomento para P&D nas empresas         Como obter m...
Lições AprendidasImportância da Visão Estratégica                                                                         ...
Lições AprendidasAnálise do portfólio                                 Não                               Não              N...
Lições AprendidasVárias fontes de fomento  Simulação para um Projeto                                                      ...
Lições AprendidasDefinição de um processo                                              Implementação de um processo       ...
Lições AprendidasEm resumo...  Como obter maior sucesso na     captação de recursos?                                      ...
Agenda                              Quem Somos          Visão Inventta: Fomento para P&D nas empresas         Como obter m...
Oportunidades de Fomento InternacionalFP7 no Brasil                                                                       ...
Agenda do Evento                Agenda                 Horário       Interação e Introdução do                            ...
Bureau Brasileiro para Ampliação da Cooperação     Internacional com a União Européia                               Projet...
Agenda                       O que é o B.Bice                         O que é o FP7           Oportunidades para as empres...
O que é B.Bice  Proposta Brasileira  Objetivo do B.Bice  Ampliar a cooperação em ciência, tecnologia e inovação entre o  B...
O que é B.BiceProposta Brasileira                      Criação de uma Web Page                      Banco de dados com inf...
O que é B.BiceProposta Brasileira           ResultadosTransparência em relação ao FP7Aumento da participação das instituiç...
O que é B.BiceMapa de Competências
Agenda                       O que é o B.Bice                         O que é o FP7           Oportunidades para as empres...
O que é o FP7Um dos principais instrumentos defomento a nível mundial Instrumento de financiamento da União Européia Budge...
O que é o FP7Quem pode participar                EMPRESAS                CENTROS DE PESQUISA                UNIVERSIDADES ...
O que é o FP7Orçamentos dos Programas Quadro (FPs)         € Bilhões       (FP1)     (FP2)   (FP3)   (FP4)   (FP5)   (FP6)...
O que é o FP7Programas Específicos                                                        - Pode financiar mão de obra,   ...
O que é o FP7Programa Cooperação - Temas                   1                            Saúde                   2        A...
O que é o FP7Orçamento geral € Bilhões                                                  Budget                            ...
O que é o FP7Objetivos           Apoio e promoção da competitividade européia mediante parcerias em pesquisas           co...
O que é o FP7Algumas Definições                   Um país que não é um Estado Membro ou um País Associado à União País Ter...
O que é o FP7ImplementaçãoA cooperação internacional será implementada no Programa de Cooperação em cadaárea temática e no...
O que é o FP7Regras de Participação                 O número mínimo de participantes deverá ser de 3 entidades1. Abertura ...
O que é o FP7Contribuição financeira CE     Atividades de pesquisa e                                                      ...
O que é o FP7Propriedade Intelectual                             Cada participante detém propriedade sobre o              ...
O que é o FP7Joint Technology Innitiatives (JTIs)                     São entidades legais propostas como uma nova forma d...
Agenda                       O que é o B.Bice                         O que é o FP7           Oportunidades para as empres...
Propostas brasileiras aprovadas no FP7                  Projetos brasileiros aprovados                      FP7 entre 2007...
Propostas aprovadas no FP7Temas de pesquisa                                                       2011                    ...
Instituições brasileiras no FP7                   Brazilian Success Rate 21,3%
Balcão de Negócioswww.balcao.bbice.unb.br
Agenda                       O que é o B.Bice                         O que é o FP7           Oportunidades para as empres...
FP7Da idéia a execução                    Preparação daConhecimentos       proposta           Avaliaçãoda possibilidades  ...
Portal FP7http://cordis.europa.eu/fp7/
Portal FP7Como achar as chamadas
Portal FP7Como achar as chamadas
Portal FP7Informações das chamadas
Portal FP7Como registrar sua Instituição
Preparação dos ProjetosDicas Verificar alinhamento   Ler os tópicos de pesquisa dos WP para verificar alinhamento  com o e...
© 2011 Instituto Inovação S.A. – Todos os direitos reservados.     A reprodução total ou parcial desta obra depende de pré...
Agenda do Evento                Agenda                 Horário       Interação e Introdução do                            ...
Agenda do Evento                Agenda                 Horário       Interação e Introdução do                            ...
Agenda do Evento                Agenda                 Horário       Interação e Introdução do                            ...
Agenda do Evento                Agenda                 Horário       Interação e Introdução do                            ...
Fomento internacional FP7 (Inventta + B.Bice)
Fomento internacional FP7 (Inventta + B.Bice)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fomento internacional FP7 (Inventta + B.Bice)

699 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre a principal fonte de recursos para inovação oferecida pela União Européia e uma grande oportunidade para empresas brasileiras.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
699
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fomento internacional FP7 (Inventta + B.Bice)

  1. 1. Agenda do Evento Agenda Horário Interação e Introdução do 08:30 às 09:00 evento Apresentação Inventta 09:00 às 09:30 Apresentação B.BICE – 09:30 às 10:30hs Paulo Egler Coffe Break 10:30hs às 10:50hs Espaço para dúvidas 10:50hs às 11:30hs Dinâmica – Check out 11:30hs às 12:30hs Fechamento 12:30hs 2
  2. 2. Agenda do Evento Agenda Horário Interação e Introdução do 08:30 às 09:00 evento Apresentação Inventta 09:00 às 09:30 Apresentação B.BICE – 09:30 às 10:30hs Paulo Egler Coffe Break 10:30hs às 10:50hs Espaço para dúvidas 10:50hs às 11:30hs Dinâmica – Check out 11:30hs às 12:30hs Fechamento 12:30hs 3
  3. 3. Agenda Quem Somos Visão Inventta: Fomento para P&D nas empresas Como obter maior sucesso na captação de recursos Oportunidades de Fomento Internacional para P&D © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 4
  4. 4. Quem SomosO Instituto Inovação O Instituto Inovação foi criado em 2002 com o objetivo de ser a ponte entre a Ciência e o Mercado no Brasil. O Grande Vale Ciência Mercado
  5. 5. Quem SomosA Inventta A Inventta é a empresa de Consultoria do grupo focada em gestão da inovação. © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 6
  6. 6. Quem SomosNossos Serviços Desenvolvemos Em 5 anos, ajudamos a Oferecemos capacitação ferramentas e recuperar e captar mais em inovação para mais de metodologias pioneiras de R$450 milhões em 4 mil pessoas na para a Gestão Estratégica incentivos fiscais, fomento e América Latina da Inovação financiamento à inovação no Brasil Estratégia ● Incentivos Fiscais e Recursos Financeiros ● Educação e Cultura Estrutura e Processos ● Tecnologias e Competências Fornecemos Atuamos na estruturação de Desenvolvemos No Brasil, somos suporte na programas de transferência metodologia para parceiros oficiais da estruturação e de tecnologia em mais de avaliação de NineSigma, a maior implantação de 6 50 ICTs, que concentram tecnologias inovadoras - plataforma aberta de centros de P&D cerca de 70% do a diligência da inovação - inovação do no Brasil, nos 2 conhecimento científico aplicada com sucesso em mundo, presente em últimos anos nacional; mais de 1000 tecnologias. 135 países © 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 7
  7. 7. Quem SomosA Inventta - Portfólio de Clientes Empresas Alimentos Eletro-eletrônico Telecomunicações Papel e Celulose Saúde e Cosméticos Automotivo Energia Siderurgia e Mineração Outros Setores © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados.
  8. 8. Quem SomosA Inventta - Portfólio de Clientes Universidades e Centros de Pesquisa Órgãos de Governo Sistemas de Apoio ao Empreendedorismo Fundações de Apoio à Pesquisa Órgãos de Fomento à Inovação © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 9
  9. 9. Agenda Quem Somos Visão Inventta: Fomento para P&D nas empresas Como obter maior sucesso na captação de recursos Oportunidades de Fomento Internacional para P&D © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 10
  10. 10. Visão Inventta: Fomento do P&D nas empresasMaturidade das empresas Escala de maturidade das empresas estratégico estrutural operacional Por experiência, a Inventta identificou algumas práticas no que se refere à forma de gerir o fomento ao P&D nas empresas. 11
  11. 11. Visão Inventta: Fomento do P&D nas empresasMaturidade das empresas: Operacional Características A empresa não possui capital próprio para P,D&I;  Não possui processo para captação de recursos;  Atua de forma reativa esperando o lançamento dos editais; operacional  Colaboradores pouco capacitados quanto a captação de recursos.Como fazem? Análise dos Análise do Estruturação editais e portfolio dos dos projetos chamadas projetos de selecionados. públicas P,D&I disponíveis. existentes. © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 12
  12. 12. Visão Inventta: Fomento do P&D nas empresasMaturidade das empresas: Estrutural Características Planeja, estrutura e implementa seu processo de captação de recursos;  Capacita seus colaboradores; estrutural  Maior proximidade aos órgãos de fomento.Como fazem? Realização de Estruturação Estruturação treinamentos de processos de ferramentas internos e internos e de de análise de promoção de um portfolio projetos e encontros com de fomento. controle. órgãos de fomento © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 13
  13. 13. Visão Inventta: Fomento do P&D nas empresasMaturidade das empresas: Estratégico Características Investe capital próprio em P,D&I;  Equipe capacitada em captação de recursos e em projetos de inovação;  Projetos em parceria com ICT´s e empresas de base tecnológica. estratégico  Parcerias consolidadas com órgãos de fomento.Como fazem? Consolidação de Alinhamento entre Utilização de um parcerias a fim as estratégias da mix de de realizar empresa, instituiçõ fomento, inclusiv encomendas es de pesquisa e e fomento tecnológicas governo. internacional © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 14
  14. 14. Agenda Quem Somos Visão Inventta: Fomento para P&D nas empresas Como obter maior sucesso na captação de recursos Oportunidades de Fomento Internacional para P&D © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 15
  15. 15. Lições AprendidasImportância da Visão Estratégica Matriz de Oportunidades: Recursos não reembolsáveis Tipos de Recursos Recursos reembolsáveis Incentivos Fiscais - Grau de inovação + Portfólio de Projetos É fundamental que a empresa tenha uma gestão estratégica dos recursos financeiros de P&D a fim de maximizá-los. © 2010 Inventta – Todos os direitos reservados.
  16. 16. Lições AprendidasAnálise do portfólio Não Não Não Reembolsável: Reembolsável: Reembolsável Estratégia Projetos Reembolsável Reembolsável: Fundação de BNDES FINEP : BNDES FINEP Amparo à Pesquisa Abordagem P1 por programa P2 Abordagem por projeto: 1 P3 projeto por ser desmembrado em sub-projetos P4 Abordagem P5 mista P6 É fundamental o conhecimento do portfólio para definição de estratégia de captação de recursos mais adequada à realidade da empresa. © 2010 Inventta – Todos os direitos reservados.
  17. 17. Lições AprendidasVárias fontes de fomento Simulação para um Projeto Ilustrativo Recursos Próprios para gastos com: Recursos Reembolsáveis  Equipe interna e externa que irá para aquisição de: gerenciar o projeto (coordenadores das 38% 39% universidades e engenheiros internos); Infra-estrutura;  Máquinas;  Despesas gerais para desenvolvimento  Equipamentos; dos projetos  Softwares; 23% Liberação do recurso: Mínimo de 6 meses Recursos Não Reembolsáveis para gastos com: Liberação do recurso: Mínimo de 1 ano  Bolsas de Pesquisa para Doutores, Mestres e Graduandos; Um mesmo projeto pode receber recursos de diferentes fontes, entre recursos reembolsáveis, não reembolsáveis e recursos próprios. © 2010 Inventta – Todos os direitos reservados.
  18. 18. Lições AprendidasDefinição de um processo Implementação de um processo Mapeamento Análise do Definição das Preparação e das portfólio de abordagens às Habilitação de Oportunidades projetos (visão fontes de Projetos de Captação de futura) fomento Recursos Acompanhamento - Painel de Controle A definição de um processo de gestão bem como os envolvidos no mesmo é fundamental para o sucesso da estratégia. © 2010 Inventta – Todos os direitos reservados.
  19. 19. Lições AprendidasEm resumo... Como obter maior sucesso na captação de recursos? Alinhamento da estratégia de inovação à Consolidar parcerias com estratégia de centros de fomento, bem como a desenvolvimento estruturação de tecnológicos processos internos Aproximar-se dos órgãos Alinhamento entre as de fomento a pesquisa e áreas da empresa inovação tecnológica © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 21
  20. 20. Agenda Quem Somos Visão Inventta: Fomento para P&D nas empresas Como obter maior sucesso na captação de recursos Oportunidades de Fomento Internacional para P&D © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 23
  21. 21. Oportunidades de Fomento InternacionalFP7 no Brasil Cooperação internacional Abrangência de temas tecnológicos  Programa não reembolsável, com seguintes percentuais:  50% para empresas  75% instituições sem fins lucrativos e MPE  Itens financiáveis:  Mão-de-obra  Máquinas e equipamentos  Viagens  Serviços de 3ºs ... Coordenador do consórcio Participantes do consórcio © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados.
  22. 22. Agenda do Evento Agenda Horário Interação e Introdução do 08:30 às 09:00 evento Apresentação Inventta 09:00 às 09:30 Apresentação B.BICE – 09:30 às 10:30hs Paulo Egler Coffe Break 10:30hs às 10:50hs Espaço para dúvidas 10:50hs às 11:30hs Dinâmica – Check out 11:30hs às 12:30hs Fechamento 12:30hs 25
  23. 23. Bureau Brasileiro para Ampliação da Cooperação Internacional com a União Européia Projeto B.BICE Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico – CDT/UnB Centro de Estudos Avançados de Governo e Administração Pública – CEAG/UnB Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – Ibict/MCT
  24. 24. Agenda O que é o B.Bice O que é o FP7 Oportunidades para as empresas Passo a passo para participação do FP7 © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 27
  25. 25. O que é B.Bice Proposta Brasileira Objetivo do B.Bice Ampliar a cooperação em ciência, tecnologia e inovação entre o Brasil e a União Européia. Organização e disseminação das informações sobre prioridades de pesquisa para cooperaçãoAtuações B.Bice Identificação dos mecanismos financeiros de apoio a cooperação Busca de parceiros brasileiros e europeus para a proposição de projetos de pesquisa Auxílio às instituições de pesquisa brasileiras no processo de preparação e negociação de projetos de pesquisa.
  26. 26. O que é B.BiceProposta Brasileira Criação de uma Web Page Banco de dados com informações institucionais, tendo por referência os temas prioritários do 7º Programa Quadro Ações Disseminação de informações – reuniões, vídeos conferências, seminários e encontros Interlocução com a América Latina e a Comissão Européia.
  27. 27. O que é B.BiceProposta Brasileira ResultadosTransparência em relação ao FP7Aumento da participação das instituições depesquisa e empresas brasileiras no FP7 Nova propostaReforçar outras ações doFP7: Outros mecanismos de Participação no Programa Mecanismo de apoio as apoio à Cooperação emMarie Curie; empresas, auxilio na busca CT&I. de parceiros e (Ex. Estudos prospectivos Projetos em infra- sobre áreas de pesquisaestrutura de pesquisa; treinamentos FP7. prioritárias para Constituição da Rede de cooperação)National Contact Points –NCPs;
  28. 28. O que é B.BiceMapa de Competências
  29. 29. Agenda O que é o B.Bice O que é o FP7 Oportunidades para as empresas Passo a passo para participação do FP7 © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 33
  30. 30. O que é o FP7Um dos principais instrumentos defomento a nível mundial Instrumento de financiamento da União Européia Budget FP7 de cerca de € 50 Bilhões Permite participação de instituições de todos os países Grande variedade de temas de pesquisa
  31. 31. O que é o FP7Quem pode participar EMPRESAS CENTROS DE PESQUISA UNIVERSIDADES PESQUISADORES INDEPENDENTES ADMINISTRAÇÕES PÚBLICAS OU GOVERNAMENTAIS
  32. 32. O que é o FP7Orçamentos dos Programas Quadro (FPs) € Bilhões (FP1) (FP2) (FP3) (FP4) (FP5) (FP6) (FP7)
  33. 33. O que é o FP7Programas Específicos - Pode financiar mão de obra, terceiros, material de consumo, Pessoas Idéias viagens e equipamentos. -Suporta todos os tipos de Cooperação atividades de pesquisa realizados por instituições que tenham foco em pesquisa; Euratom Programas -Permite a formação de consórcios transnacionais de pesquisa; Empresas que já participaram Centro Comum de Investigação (CCI) Capacidades A maior parte do orçamento, (aproximadamente 2/3) está focado em programas de cooperação de pesquisa. Esses recursos não se restringem somente à europa.
  34. 34. O que é o FP7Programa Cooperação - Temas 1 Saúde 2 Alimentos, agricultura, pescaria e biotecnologia 3 Tecnologia da informação e da comunicação 4 Nanociências, materiais e novas tecnologias de produção Temas estratégicos do 5 Energia Programa de Cooperação 6 Meio Ambiente 7 Transportes 8 Ciências sócio-econônomicas e humanas 9 Tecnologias espaciais 10 Segurança
  35. 35. O que é o FP7Orçamento geral € Bilhões Budget (€ Bilhões) 1. Saúde 5,9 2. Alimentos, agricultura e 1,9 biotecnologia 3. Tecnologia da Informação 9,0 4. Nanociências, Materiais, 3,4 Produção 5. Energia 2,2 6. Meio Ambiente 1,8 32 7. Transporte 4,1 8. Ciências sócio-econônomicas e 0,6 humanas 9. Tecnologias Espaciais 2,8 10. Segurança
  36. 36. O que é o FP7Objetivos Apoio e promoção da competitividade européia mediante parcerias em pesquisas com países terceiros, em temáticas estratégicas Contribuição para o avanço do conhecimento na Europa Solução de problemas enfrentados por países terceiros ou que tenham uma natureza global, tendo por referência o interesse e o benefício mútuo.
  37. 37. O que é o FP7Algumas Definições Um país que não é um Estado Membro ou um País Associado à União País Terceiro Européia.País Parceiro em Cooperação Um país terceiro parceiro para cooperação internacional e que a União Internacional Européia classifica em distintas categorias. (ICPC) Países Região China, India, Brasil e Russia Outros Países EUA, Japão e Canadá (High-income Countries)
  38. 38. O que é o FP7ImplementaçãoA cooperação internacional será implementada no Programa de Cooperação em cadaárea temática e no contexto dos temas mediante: A abertura de todas as atividades desenvolvidas nas áreas temáticas para os Países Parceiros em Cooperação Internacional (ICPCs). Ações Específicas de Cooperação Internacional (SICA) nas áreas temática e dedicadas aos ICPCs no caso de interesses mútuos de cooperação, em tópicos específicos. Editais Coordenados em temas a serem definidos mediante diálogos bilaterais com países que possuem acordos de cooperação em C&T com a CE.
  39. 39. O que é o FP7Regras de Participação O número mínimo de participantes deverá ser de 3 entidades1. Abertura de independentes estabelecidas em três diferentes Estados Membros outodas as Países Associados.atividades ICPC participa como parceiro ADICIONAL. O número mínimo de participantes deve ser de 4 entidades legais2. AçõesEspecíficas de independentes, das quais:Cooperação Pelo menos 2 sejam estabelecidas em dois diferentes EstadosInternacional Membros ou Países Associados, e Pelo menos 2 sejam estabelecidas em dois “País Parceiro em Cooperação Internacional - ICPC” O Brasil possui vantagem por ser país região. Em fase de implementação no 7º PQ. Existem duas possibilidades em3. Editais discussão:Coordenados 1. Joint Projects; 2. Twin Projects. Foi lançado em 2009 um edital coordenado com o Brasil na modalidade TWIN no tema dos Biocombustíveis e com o valor de € 4 Milhões de cada lado.
  40. 40. O que é o FP7Contribuição financeira CE Atividades de pesquisa e Aplicável desenvolvimento tecnológico 50% dos custos totais principalmente as Atividades de demonstração elegíveis não reembolsáveis grandes empresa. Atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico Até 75% dos custos Aplicável aos órgãos públicos e de pesquisa Obs: realizadas por órgãos públicos e totais elegíveis não e instituições de de pesquisa e instituições de ensino reembolsáveis ensino e PMEs. e PMEs. Pesquisa de ponta, de coordenação e Aplicável a apoio, de formação e progressão na carreira dos pesquisadores: Até 100% dos custos pesquisadores independentes e totais elegíveis não outras instituições. Gestão e certificados de auditoria reembolsáveis
  41. 41. O que é o FP7Propriedade Intelectual Cada participante detém propriedade sobre o conhecimento por ele gerado PI Co-Propriedade (na ausência de um acordo específico se aplica um regime padrão de co- propriedade): Cada co-proprietário pode conceder licenças não exclusivas a terceiros, sem direito a sub-licenças, sujeito à notificação prévia e ao pagamento de uma compensação justa e razoável aos demais co- proprietários. Cessão de PropriedadeNotificação prévia apenas aos demais participantes (não à Comissão), osquais podem renunciar ao seu direito de receber uma notificação préviarelativa a cessões concretas a terceiros. A CE pode se opor a uma cessão de direitos de acesso com base na “manutenção da competitividade européia e princípios éticos”.
  42. 42. O que é o FP7Joint Technology Innitiatives (JTIs) São entidades legais propostas como uma nova forma deO que é JTI? parceria público-privado (PPP) em campos relevantes da pesquisa e do desenvolvimento industrial no âmbito da Europa.Plataformas Tecnológicas relacionadas aos JTIs Innovative Medicines Initiative Nanoelectronics Technologies (IMI) 2020 (ENIAC) Embedded Computing Systems Hydrogen and Fuel Cells (ARTEMIS) Initiative (FCH) Aeronautics and Air Transport Global Monitoring for (Clean Sky) Environment and Security (GMES)
  43. 43. Agenda O que é o B.Bice O que é o FP7 Oportunidades para as empresas Passo a passo para participação do FP7 © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 48
  44. 44. Propostas brasileiras aprovadas no FP7 Projetos brasileiros aprovados FP7 entre 2007 - 2011
  45. 45. Propostas aprovadas no FP7Temas de pesquisa 2011 % dos projetos aprovados NMP FP7 com participação de TIC 5% SSH instituições brasileiras 5% SPA 22% 4% TPT 12% TIC – Tecnologia da Informação NMP - Nanociências, materiais e novas tecnologias de produção ENG SSH – Ciências Socioeconômicas e Ciências Humanas Health SPA – Espaço 14% 5% TPT – Transportes ENG – Energia ENV ENV - Ambiente KBBE - Alimentação, Agricultura e Biotecnologias KBBE 15% Health - Saúde 18% O Brasil já possui presença representativa em vários temas estratégicos de pesquisa financiados pelo FP7
  46. 46. Instituições brasileiras no FP7 Brazilian Success Rate 21,3%
  47. 47. Balcão de Negócioswww.balcao.bbice.unb.br
  48. 48. Agenda O que é o B.Bice O que é o FP7 Oportunidades para as empresas Passo a passo para participação do FP7 © 2011 Inventta – Todos os direitos reservados. 54
  49. 49. FP7Da idéia a execução Preparação daConhecimentos proposta Avaliaçãoda possibilidades Execução do projeto Se bem-sucedida Busca de negociação, fina Submissão da nciamento, impl parceiros proposta (EPSS) ementação.
  50. 50. Portal FP7http://cordis.europa.eu/fp7/
  51. 51. Portal FP7Como achar as chamadas
  52. 52. Portal FP7Como achar as chamadas
  53. 53. Portal FP7Informações das chamadas
  54. 54. Portal FP7Como registrar sua Instituição
  55. 55. Preparação dos ProjetosDicas Verificar alinhamento Ler os tópicos de pesquisa dos WP para verificar alinhamento com o edital (Work com seu projeto. Programme). Procurar suporte se National Contact Points; necessário - FP7 Support services; - B.Bice; - Utilizar ‘Partners Service (Cordis)’; Parceiros - Buscar complementaridade entre parceiros; - Diferentes tipos de instituições; - Coordenador com experiência
  56. 56. © 2011 Instituto Inovação S.A. – Todos os direitos reservados. A reprodução total ou parcial desta obra depende de prévia autorização expressa e por escrito do Instituto Inovação. As informações contidas nesta publicação são baseadas em conceitos testados e empregados no desenvolvimento de projetos específicos e estão sujeitas a alterações de acordo com o cenário de mercado e os objetivos de cada projeto. Manuela Soares manuela.soares@inventta.net70
  57. 57. Agenda do Evento Agenda Horário Interação e Introdução do 08:30 às 09:00 evento Apresentação Inventta 09:00 às 09:30 Apresentação B.BICE – 09:30 às 10:30hs Paulo Egler Coffe Break 10:30hs às 10:50hs Espaço para dúvidas 10:50hs às 11:30hs Dinâmica – Check out 11:30hs às 12:30hs Fechamento 12:30hs 71
  58. 58. Agenda do Evento Agenda Horário Interação e Introdução do 08:30 às 09:00 evento Apresentação Inventta 09:00 às 09:30 Apresentação B.BICE – 09:30 às 10:30hs Paulo Egler Coffe Break 10:30hs às 10:50hs Espaço para dúvidas 10:50hs às 11:30hs Dinâmica – Check out 11:30hs às 12:30hs Fechamento 12:30hs 72
  59. 59. Agenda do Evento Agenda Horário Interação e Introdução do 08:30 às 09:00 evento Apresentação Inventta 09:00 às 09:30 Apresentação B.BICE – 09:30 às 10:30hs Paulo Egler Coffe Break 10:30hs às 10:50hs Espaço para dúvidas 10:50hs às 11:30hs Dinâmica – Check out 11:30hs às 12:30hs Fechamento 12:30hs 73
  60. 60. Agenda do Evento Agenda Horário Interação e Introdução do 08:30 às 09:00 evento Apresentação Inventta 09:00 às 09:30 Apresentação B.BICE – 09:30 às 10:30hs Paulo Egler Coffe Break 10:30hs às 10:50hs Espaço para dúvidas 10:50hs às 11:30hs Dinâmica – Check out 11:30hs às 12:30hs Fechamento 12:30hs 74

×