Da queda da Monarquia à Implantação da República

7.601 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado por Inês Salavisa.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.601
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
385
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
322
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Da queda da Monarquia à Implantação da República

  1. 1. Da queda da Monarquia…<br />…à implantação da República<br />
  2. 2. O rei é o chefe de estado;<br />O trono é transmitido ao<br />Herdeiro; <br /> MONARQUIA<br />O rei governa até ao fim <br />da sua vida;<br />
  3. 3. Nos finais do século XIX, Portugal atravessou um período de grandes dificuldades que originaram um enorme descontentamento, por várias razões.<br />
  4. 4. <ul><li> O país era predominantemente agrícola; </li></ul>Economicamente…<br />
  5. 5. <ul><li> A industria localizava-se em Lisboa e no Porto, a balança comercial era deficitária e existia um elevado endividamento ao estrangeiro.</li></ul>importações exportações<br />
  6. 6. <ul><li> Os bancos foram à falência, as pequenas e médias empresas encontravam-se em sérias dificuldades;</li></ul>Grave crise económica e financeira…<br />
  7. 7. <ul><li>Havia um grande descontentamento da população:</li></ul> Pela burguesia;<br />
  8. 8. Pelo operariado, que era permanentemente ameaçado pelo desemprego, com salários muito baixos para as quase 24h de trabalho diário e viviam mal.<br />
  9. 9. Desde 1834 que Portugal era uma monarquia constitucional, surgindo então, em 1870 o Partido Republicano apoiado pela pequena e média burguesia e operariado. <br />Politicamente…<br />
  10. 10. <ul><li> Em 1980, o ultimato Inglês;</li></ul>Outros motivos:<br />
  11. 11. Quando Portugal elaborou o mapa cor-de-rosa, as terras que lhe pertenciam eram entre Angola e Moçambique. Mas estas áreas interessavam a Inglaterra, devido ao projecto de CecilRhodes, que pretendia construir um linha férrea do Cairo ao Cabo.<br />
  12. 12. Isto fez com que, em 1890, Inglaterra enviasse um Ultimato que obrigava Portugal a ceder aquelas terras ou caso contrário era atacado pelas forças militares inglesas. Portugal acaba por ceder, aumentando o descontentamento contra a monarquia.<br />
  13. 13. <ul><li> Em 31 de Janeiro de 1891, no Porto é feita a primeira tentativa de derrube à monarquia e implantação da República. Mas sem êxito, pois as forças republicanas foram derrotadas; </li></li></ul><li><ul><li> Em 1907, para ultrapassar as dificuldades, o rei D.Carlos dissolve o parlamento e João Franco governa em ditadura, onde se criou a censura de imprensa e os presos políticos eram condenados a degredo.</li></li></ul><li><ul><li> Em 1908, quando a família real regressava de Vila Viçosa, o rei D. Carlos e o príncipe herdeiro, D. Luís Filipe, foram assassinados no Terreiro do Paço em Lisboa. Chamou-se a este ataque, o regicídio.</li></li></ul><li> Posto isto, os portugueses ficaram sem rei e sem o seu herdeiro. A única solução para a governação foi D. Manuel II, filho do monarca assassinado, que tinha apenas 18 anos.<br />
  14. 14. D. Manuel II, tinha a missão de “provar” que a monarquia devia continuar, mas fez exactamente o contrário, deixando assim a história seguir o seu rumo.<br />
  15. 15. Sendo assim, na madrugada de 4 de Outubro de 1910, em Lisboa, iniciaram-se os preparativos para uma revolução no quartel, alastrando-se assim por vários locais da capital como Alcântara, a Rotunda e o Rossio.<br />
  16. 16. A monarquia terminou definitivamente na manhã do dia 5 de Outubro de 1910 com a proclamação da República, anunciada por José Relvas da varanda da Câmara Municipal de Lisboa.<br />
  17. 17. O presidente é o chefe de<br />estado;<br />A eleição do presidente é<br />feita pelo povo ou pelos seus <br /> REPÚBLICA<br /> representantes;<br />O mandato do presidente é <br />limitado por lei.<br />
  18. 18. Um novo partido que surgiu no século XIX aproveitou o descontentamento das classes sociais para instaurar uma nova forma de governar: a República.<br />
  19. 19. <ul><li>Os republicanos nomearam um Governo Provisório presidido pelo Dr. Teófilo Braga, que preparou a Assembleia Constituinte, presidida por Manuel de Arriaga;</li></ul> Teófilo Braga Manuel de Arriaga<br />Realizações da 1ª República…<br />
  20. 20. <ul><li>Foram aprovados novos símbolos da República Portuguesa:</li></ul> Hino nacional, “A Portuguesa”;<br />
  21. 21. A bandeira, vermelha e verde;<br />
  22. 22. Uma nova moeda, o escudo.<br />
  23. 23. <ul><li> Foi aprovada uma nova constituição:</li></ul> Poder legislativo (fazer leis)<br /> Constituição de 1911 <br /> Poder executivo (fazer <br /> cumprir as leis) <br /> Poder judicial (julgar quem<br /> não cumpre a lei) <br />
  24. 24. O poder legislativo é exercido pelo parlamento que elege o presidente da república; <br />
  25. 25. O poder executivo é exercido pelo presidente da república que escolhe o governo;<br />
  26. 26. O poder judicial é ocupado pelos tribunais.<br />
  27. 27. Em 1911, o governo provisório aprovou uma série de leis muito inovadoras para a época destacando-se as seguintes:<br />Acção governativa da 1ª República<br />
  28. 28. Leis da família, que tornava mais igualitários os direitos dos homens e das mulheres no casamento; instituíram o divórcio e o reconhecimento do registo civil como sendo o único válido;<br />
  29. 29. Lei da separação do estado da igreja, que consistia na proibição do ensino religioso nas escolas;<br />
  30. 30. Lei da greve, que regulava o direito à greve.<br />
  31. 31. Religião<br /><ul><li>Lei da Separação da Igreja e do Estado
  32. 32. Expulsão das Ordens Religiosas
  33. 33. Proibição do Ensino Religioso nas Escolas
  34. 34. Registo civil obrigatório
  35. 35. Legalização do Divórcio</li></ul>Medidas da República<br />
  36. 36. Ensino<br /><ul><li>Instrução obrigatória para todas as crianças dos 7 aos 10 anos
  37. 37. Fundação das Universidades do Porto e Lisboa
  38. 38. Criação de jardins escola (“Jardim Escola João de Deus”)</li></li></ul><li><ul><li>Criação de escolas primárias
  39. 39. Criação de escolas técnicas
  40. 40. Reforma de alguns liceus
  41. 41. Criação de Bibliotecas Itinerantes
  42. 42. Investimento na formação de professores</li></li></ul><li> Legislação Social<br /><ul><li>Autorização e Regulamento da Greve
  43. 43. Estabelecimento de um seguro social
  44. 44. Descanso semanal obrigatório
  45. 45. Limitação dos horários de trabalho</li></li></ul><li>… a partir de 1923, a 1ª República viria a ser derrubada, fundamentalmente devido a:<br /> Falta de dinheiro<br /><ul><li>despesas do estado superiores às receitas
  46. 46. pagamento de juros elevados</li></ul>Mas, apesar de tudo…<br />
  47. 47. Entrada de Portugal na 1ª Guerra Mundial<br /><ul><li>grande despesa
  48. 48. muitos mortos
  49. 49. inflação imparável
  50. 50. desvalorização da moeda
  51. 51. aumento dos preços
  52. 52. salários não acompanham a subida dos preços</li></li></ul><li> Instabilidade política<br /><ul><li>em 16 anos houve 8 presidentes da republica e 45 governos</li></li></ul><li>… em 28 de Maio de 1926 iniciou-se a ditadura militar, governada pelo general Gomes da Costa.<br />Depois disto…<br />
  53. 53. HISTÓRIA<br />9º Ano Turma A<br />Inês Mota, nº 25<br />Janeiro de 2010<br />Escola Secundária de Almeida Garrett<br />

×