O segredo da verdadeira congregação cristã.
FRATERNALMENTE dera.
Numa pequena cidadedo interior,havia uma congregação
cris...
motivopara que eu possa incluir no anúncio.O que lhe levou a
isto?
– Bem,é que eu tenho visto que as coisas não funcionam
...
Continuandoo caminho...Chegaram à casa do irmãoPaulino.
– Venha!Convidouo anciãoao estudante.Vamosver se pela
janelavemosc...
para o anúncio da reunião de serviço.Após isso,virou-se e
entrou em casa,enquanto o jovem publicadorseguiuseu
caminho se p...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O segredo da verdadeira congregação cristã

338 visualizações

Publicada em

>>> O SEGREDO DA VERDADEIRA CONGREGAÇÃO !!! <<<

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
338
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O segredo da verdadeira congregação cristã

  1. 1. O segredo da verdadeira congregação cristã. FRATERNALMENTE dera. Numa pequena cidadedo interior,havia uma congregação cristã.Era uma congregação pequenina,com doisanciãose por volta de 50 publicadores.No entanto,mesmo sendouma das menorescongregaçõesde sua região,era uma congregaçãozelosa,que produziahabilmente sobreo seu território.Muitos estudavam,haviamuitas revisitas e aparentemente,um próspero aumento no númerode irmãos. Mas certodia,um determinadoestudante que já era publicador não batizadodirigiu-se a um dos anciãos,um irmão idoso e experiente que já por muitosanos vinhadedicando-se àquela pequena congregação.Ele disse: – Sabe irmão,eu estou lhe procurando paradizerque,a partir de hoje,estou deixando de ser um publicadore um estudante. Vou voltar para a minha vidaanteriore não quero mais ser perturbado por nenhumaTestemunhade Jeová.Avise aí na congregaçãoque não quero nem mesmorecebervisitasna minhacasa. O ancião,um homem experiente,calmamente ouviu a vontade do estudante.Ao que após lhe disse: – Está bem,sua vontade será respeitada.Agora na próxima reunião de serviçojá vamosincluir seu anúncio,de que você não deseja maister contato com as Testemunhasde Jeová. (O estudanteolhava satisfeito). O ancião prosseguiu: – Porém,isto deixará os irmãosum tanto surpresos,não acha? Então para que ninguém lhe procure mais tarde paralhe perguntaro por quê disso,eu precisoque você me diga o
  2. 2. motivopara que eu possa incluir no anúncio.O que lhe levou a isto? – Bem,é que eu tenho visto que as coisas não funcionam direito dentro da congregação!Respondeu o estudante.Essa não pode ser a congregaçãoverdadeiraporque o pessoalé muito imperfeito.Veja a irmãRosário,por exemplo.Tem uma língua tão comprida que se ela souber de algo,então em minutos toda a congregaçãosaberá.O irmão Paulinoé outro que não pode ser verdadeirocristão.Ele está sempre assim deprimido,quandonos cumprimenta é um olá tão baixinhoque quase não dá para ouvir.Ele chega no salão senta láno canto e simplesmente no final vai embora.Mediz isso é atitude de um cristão!Sem contar o irmãoJosué,seu co-ancião.É exigente demais,duro demais,todo mundotem que andar na linha com ele,parece mais um general!Desse jeitonão dá mesmopara continuara participardesta congregação! – Não são poucas queixas!Redargüiuo ancião.Você terá que fazer uma nota a fim de que eu me lembre de dizeristo tudo no anúncio. – Está bem,estamos combinados!Disseo publicador. Após o diálogo o ancião convidouo estudante para lhe acompanharno caminhopara casa.Ele disse que já estava ficando tardee ele era uma pessoa idosa,precisava de um acompanhante.O estudante prontamente aceitouo convite. Durante o caminho,o anciãotirou algo da pasta.Era o cartão de publicador da irmãRosário. – Dê uma olhada nisso!Falou parao estudante.No cartão a médiade horas era 120 horas mensais!É verdadea irmã Rosário fala bastante!Continuou o ancião,mas achoinclusive que isto é um dom da parte de Jeová para ela.Porque esta facilidadeem se expressar tem permitido que ela já venha servindo como pioneira por 10 anos,sendo que dos 50 publicadoresda congregação,23 ela foi quem ensinou a verdade!É muito zeloso em espalhara verdade bíblica. (O estudanteanalisouespantado o cartão da irmã).
  3. 3. Continuandoo caminho...Chegaram à casa do irmãoPaulino. – Venha!Convidouo anciãoao estudante.Vamosver se pela janelavemoscomoestá o irmão Paulino. Se esgueirandopelo jardim amboschegaram até a janela da sala.Lá dentro a seguinte cena:O irmãoPaulino tinha em suas mãos a Bíblia com referência lendo-a ao lado da lareira,e ao seu lado uma mesinhacom um volume EstudoPerspicaz das Escrituras.Do outro lado da sala sua esposa fumando lhe dizia:"- Vai terminarenlouquecendo detanto ler a Bíblia!" Mas mesmo assim o irmãopermaneciaconstante na sua leitura. – É, podemos ver o motivo da tristezado irmãoPaulino,disseo anciãoao estudante.Masveja como é zeloso!Não perde uma reunião,sempreestá no serviço de campo e é muito zelosono estudo pessoal.É um exemplopara a congregação! O estudante já bastante confuso com o que vira,nada respondeu.Caminharam aindamais um poucoantes de chegarem ao seu destinopassaram na frente da casa do irmão Josué. – É tarde,já devem estar dormindo!Disse o estudante. – É verdade!Respondeuo ancião.Mas vejamos como está tudo. Caminhandopelo jardim da casa chegaram à janela da sala.Lá dentro sentado a uma mesaestava o irmãoJosuémergulhado em meio a papéis.Neste momentosua esposaentra na sala e diz:- Querido jáé tarde!Você trabalhou o dia inteiro e ficou a noite inteira resolvendo estas coisasda congregação.Não acha que já é tarde? Venha descansar!-Ainda não.Respondeu ele.Ainda tenho muitas coisaspara resolver.Vá deitar-se você. Eu não posso deixar de cuidardas coisas da congregação.A esposa virou-see saiu da sala. Sem dizeruma palavra o ancião e o estudante seguiram o caminho até a casa do irmão idoso.Após agradecera companhia daquele estudante,ele disse: - Não esqueçada nota
  4. 4. para o anúncio da reunião de serviço.Após isso,virou-se e entrou em casa,enquanto o jovem publicadorseguiuseu caminho se perdendona escuridão. Passou os diase chegoua tão esperadareunião.Timidamente o jovem publicadorentrou no salão.Logo ao seu encontro veio aqueleidosoancião. – Então,trouxe a nota? Perguntouo anciãoao jovem publicador. Sem respondernada ele lhe estendeuum bilhete.Virando-se foi em direção ao irmão Paulinoe sentou-sea seu lado.O anciãoapós observara sua atitude abriuo bilheteque dizia: “ Descobri o segredo da verdadeira congregaçãoCristã : O amor,não a Perfeição”

×