Como deus nos orienta...

33 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
33
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como deus nos orienta...

  1. 1. Como Deus nos orienta? “Eu, Jeová, sou teu Deus, Aquele que te ensina a tirar proveito.” — ISAÍAS 48:17. AS ESCRITURAS são um presente de Deus. Ele inspirou homens fiéis da nação de Israel a colocar por escrito os pensamentos dele. O Rei Davi, que escreveu muitos dos salmos, reconheceu: “Foi o espírito de Jeová que falou por meu intermédio, e a sua palavra estava na minha língua.” — 2 Samuel 23:2. Por que Deus nos deu as Escrituras? As Escrituras não só explicam nossa história e descrevem nosso futuro, mas também respondem as mais importantes perguntas sobre a vida, como: Por que existimos? Como podemos ter um futuro realmente feliz? Só podemos saber as respostas porque nosso Criador, que se importa conosco, as revelou nas Escrituras. Elas dizem a respeito de Deus e suas leis:  “O próprio Jeová dá sabedoria . . . [Tu] entenderás a justiça, e o juízo, e a retidão, o curso inteiro do que é bom.” — Provérbios 2:6, 9.  “A lei de Jeová é perfeita, fazendo retornar a alma. A advertência de Jeová é fidedigna, tornando sábio o inexperiente. As ordens de Jeová são retas, fazendo o coração alegrar-se; o mandamento de Jeová é limpo, fazendo os olhos brilhar.” — Salmo 19:7, 8 [19:8, 9, TNK]. Portanto, um dos principais motivos de Deus nos dar as Escrituras foi para que pudéssemos ter uma vida feliz. Como sabemos que as Escrituras que temos hoje em dia são autênticas? Os copistas eram extremamente cuidadosos Desde os tempos antigos, homens dedicados, como Esdras, um “copista destro da lei de Moisés”, foram extremamente cuidadosos em preservar o texto das Escrituras. (Esdras 7:6) Os Rolos do Mar Morto são um exemplo notável de que esses esforços foram bem-sucedidos. Os primeiros desses rolos foram descobertos em cavernas próximas a Qumran em 1947. Eles contêm fragmentos de quase todos os livros das Escrituras Hebraicas. Apesar de terem sido escritos há mais de 2 mil anos, os rolos diferem muito pouco uns dos outros e do texto hebraico tradicional usado hoje em dia. “Nenhuma dessas variações afeta a mensagem das
  2. 2. Escrituras”, observa Geza Vermes, especialista nos Rolos do Mar Morto. Esse processo de copiar com exatidão nos dá evidências de que os exemplares atuais das Escrituras representam fielmente os inspirados escritos originais. Caverna 4, em Qumran, onde a maioria dos fragmentos dos Rolos do Mar Morto foi encontrada As profecias realmente se cumprem? Depois que os israelitas entraram na terra prometida por Deus, Josué os lembrou: “Não falhou nem uma única de todas as boas palavras que Jeová, vosso Deus, vos falou.” (Josué 23:14) Isso sempre tem sido assim. Por quê? Porque Deus pode conduzir os acontecimentos de acordo com sua vontade. Por isso, suas profecias se cumprem em todos os detalhes. Babilônia nos dias atuais
  3. 3. Por exemplo, Deus predisse que os israelitas seriam libertados de Babilônia e que com o tempo essa cidade ficaria devastada. Isaías escreveu que Babilônia ‘se tornaria como quando Deus derrubou Sodoma e Gomorra. Nunca mais seria habitada’. (Isaías 13:19, 20) Desde que essa declaração foi feita até a época da destruição do Segundo Templo, Babilônia continuava habitada. Mas em apenas poucos séculos, muito tempo depois que o Rolo do Mar Morto de Isaías havia sido escrito, Babilônia se transformou no que é hoje: um local desabitado. — Isaías 13:21. *

×